Poema das Avós

Cerca de 197 poema das Avós

A BALUMA DA VIDA

A baluma está em todos nós
Dá direção antes de nossos avós.
Nascemos por um cordão,
Ele nós deu a máxima ligação.

A baluma terá que ser esticada,
Em outras haverá de ser afrouxada;
Assim o vento da vida nos dará direção
Levando ao rumo de ter um bom coração.

Se a baluma for frouxa não iremos a lugar algum,
Acabaremos à deriva no mar sendo apenas mais um.
E a frouxidão da baluma nos fará perde os ventos
Restara apodrecer em arrependimento e alentos.

Mas se baluma for pela nossa condutora bem manejada,
Iremos longe superando os temporais dando risada;
Fortaleceremos-nos no mal e agradeceremos o bom vento,
Viveremos à vida, vitoriosos, pois não ficaremos parados no alento.

Nós somos embarcações nesse grande oceano da vida,
Nossos motores, velas e remos nos foram dado sobre medida.
Fazer bom uso de nosso instrumento
É obrigação divina a todo o momento.

André Zanarella 03-08-2012
Baluma =Cordel, que passa por uma bainha das velas latinas.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4302927

André Zanarella
Inserida por AndreZanarella
1 compartilhamento

onselhos das Treze Avós Nativas para a Paz no Mundo

1. Respeitar e cuidar da Mãe Terra para viver sem ameaçar o equilíbrio do planeta. Sentimento de unidade com a terra e o cosmos: Pai Celestial e Mãe Terra.

2. Conectar com o poder mais puro do ser humano, que é o amor incondicional. “Amai-vos uns aos outros” – Sistema baseado na reciprocidade.

3. Honrar e confiar no mundo dos espíritos dos ancestrais. Lembrar dos antepassados com amor. Curar a si mesmo para curar nossos ancestrais e não repetir os mesmos erros ao longo das gerações.

4. Regressar ao nosso Espírito Interno e ao Espírito de todas as coisas para encontrar a verdade dentro de nós. Ter a coragem de olhar para dentro e fora de si mesmo.

5. Trabalhar a raiva sem descarregá-la nos outros.

6. Escutar o silêncio: as respostas sempre acabam chegando.

7. Libertar-se de vícios e julgamentos sociais, escolhendo ser uma pessoa produtiva.

8. Respeitar os idosos, a família, as crianças, e todo ser vivo.

9. Cuidar-se durante a gravidez, porque o estresse e o mal-estar afetam o bebê.

10. Ensinar às crianças a reverenciar a vida e ser boas pessoas.

11. Respeitar nosso corpo e nossa sexualidade como algo sagrado e fonte de vida.

12. Tomar consciência de que a única pessoa que pode nos dar tudo que necessitamos em uma relação somos nós mesmos.

13. Aceitar a nós mesmos e os demais tal e qual somos.

14. Crer no poder de cura das plantas.

15. Integrar a medicina tradicional e a indígena para curar também a alma e não apenas partes do corpo.

16. Acabar com a insatisfação de uma vida vazia e sem sentido.

17. Lembrar que a competitividade insana destrói o indivíduo, assim como a violência e a ganância.

18. Perdoar para preservar a saúde e viver em paz. Aceitar e perdoar o passado para viver o presente e melhorar o futuro.

19. Obter força física, mental, emocional e espiritual para mudar e viver em paz e harmonia.

Riva Almeida
Inserida por RivaAlmeida
1 compartilhamento

Seus pais, seu avós, seus tios... Também já foram jovens um dia...
É possível que eles tenham cometido muitos erros... Mas isso não seria muito moral falar.
Então deixem eles falarem de você mesmo.

Marcello Thadeu
Inserida por Marcellothadeu

Esse mundo está perdido!

Ouvi, ainda muito criança, meus avós dizendo que o mundo estava perdido.
Depois de alguns anos, na minha juventude, foi a vez de ouvir meus pais repetirem que se algo não fosse feito o mundo estaria perdido.
Eles se referiam ás drogas, à permissividade, à violência e à corrupção que corria solta já nos anos sessenta.
As coisas mudaram muito e para pior.
A frase talvez não seja tão repetida por todos, porque essas mazelas tomaram de tal forma o controle das nossas vidas que parece não adiantar o lamento.
O mundo se perdeu.
Nos países mais adiantados a gente talvez não veja a violência urbana tão disseminada mas em compensação os mísseis se encarregam de mostrar que o desrespeito pela vida está generalizado.
Não tenho esperanças de que a situação se reverta e pouco posso fazer além de descrever esse desencanto.

Esse mundo está perdido!

Marinho Guzman
Inserida por marinhoguzman

Estava pensando hoje que nunca havia perguntado aos meus avôs como eles se conheceram...
Depois cheguei à conclusão que deveriam ter se conhecido desde sempre. Na cidade em que moravam,todo mundo conhece todo mundo!
É... A vida, definitivamente, não é o romance que a gente espera!
Depois de ter este pensamento, reconsiderei... Acho que a definição de romance foi distorcida pelas novelas mexicanas açucaradas a que assistimos.
Mais lindo que um romance à moda José de Alencar, é um romance cheio de compromisso.
O compromisso é o que faz as pessoas não irem embora, é o que faz as pessoas serem fieis, é determinante para que se coloque rédeas nas vontades passageiras, que não levam ninguém a lugar algum, além da destruição de tudo que se conquistou; é o que faz cumprir aquele juramento que repetidamente ouvimos nos casamentos... “na saúde, na doença,..., na alegria, na tristeza,... até que a morte nos separe”... Não deve ser fácil continuar com alguém que mergulha numa tristeza profunda, ou que está terrivelmente doente. Mas quando se ama, quando há compromisso, as pessoas ficam... Tal como meu avô ficou com minha avó quando ela teve cancer, e ela com ele quando ficou doente.
Pergunto-me às vezes se encontrarei alguém assim, que não me deixe... Acho que a dor de ser deixada é a maior que existe, mais do que perder alguém que morreu!!!
Enfim, o que quero dizer é que relacionamentos verdadeiros são regados pelo compromisso... A paixão dos primeiros tempos sempre acaba!!!!

Lu Ana Marques
Inserida por LuAnaMarqs
1 compartilhamento

Artigo de luxo


O amor não existe, não do jeito que você quer, seus avós não se amavam, eles aprenderam a se amar, e seu avô traiu sua avó, só que ela aceitou, devido as imposições da sociedade, seus pais são separados, caso não, seu pai já traiu sua mãe, e ela sabe, só não separou por "preguiça" de começar tudo de novo, conhecer alguém diferente, ter uma nova família, por estar velha demais, e vice - versa, pois as mulheres também traem.
O amor que você deseja é aquele que a pessoa te ama tanto quanto você a ama, só que isso nunca vai acontecer, não com você, pois amor verdadeiro e recíproco é artigo de luxo, que seu coração é impróprio, não pode adquirir, coração inocente e sonhador, seu amor não te ama, ele ama outra pessoa, que ama outra, que ama outra, que não quer amar ninguém porque amor é ouro de tolo.
Pobres os inocentes que acreditam na sua existência da forma que desejam ser, eles são os mesmos que acreditam em criaturas divinas que regem o universo, mal sabem que essa crença é tolice criada pelo homem, você quer crer em algo que não existe? Tudo bem, você faz suas próprias escolhas, mas não diga que eu não avisei, se quer amar alguém? Vai fundo irmão! E aproveita bastante, porque vai começar, vai esfriar, vai se arrastar, e vai acabar, se pois o amor não foi feito pra você, talvez pros seus pais, seus tios, primos, ou amigos, mas pra você? Pra você é artigo de luxo que seu coração não pode adquirir.

Jassinto Feelings
Inserida por JassintoFeelings
1 compartilhamento

Quando abandono é sinônimo de ingratidão.

Até pais, avós, etc., mesmo sendo mais novos que alguém bastante idoso, podem vir a ser abandonados, esquecidos, por aqueles que um dia, por uma vida inteira, cuidaram deles. Isso se chama ingratidão e falta de compaixão.

Ou seja, não precisa ser muito velho para vir a ser abandonado; há muitos interesses mesquinhos que levam pessoas a abandonar outras, e isso nada tem a ver com idade, necessariamente, mas com dignidade, caráter e senso de humanidade.

Monica Campello
Inserida por MonicaCampelloAutora

Feliz dia dos avós
Um lar nunca fica
Solitário quando ❤
Há uns avós a quem tu
Telefonas mesmo longe
Beijas todos os dias.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
Inserida por Sentimentos-Poeticos

Feliz dia dos avós
Um lar nunca fica
Solitário ❤ há sempre
Os teus avós que tu
Amas e beijas todos os dias.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
Inserida por Sentimentos-Poeticos

AVÓS SÃO…
Sabedoria no escutar
Sorriso no falar
Enorme expressão
E grande compreensão
Os netos procuram
Com enorme doçura
Conselhos acertados
Na vida cajados
De netos que se amparam
E nunca fracassam.

João Raúl Cotrim
Inserida por joao_raul_cotrim

*AVÓS*
Não poucas vezes paro no tempo e me pego a recordar
dos bons tempos em que eu ouvia os meus avós a me contar.
As histórias de como tudo começou e de como pouco a pouco,
tudo tudo se ajeitou.
Avós tem cheiro de alegria, de amor, de diversão.
Às vezes uma bronca ali e logo um pedido de perdão,
que vinha com aquele prato preferido, muito bem escolhido para voltar a comunhão.
Ser avô ou avó, algo espantoso, curioso,fenomenal,
pois é ver o fruto do fruto trazendo esperança afinal,
de que um dia a sua lembrança será verdadeiramente imortal.
Que amor é esse que faz os seus netos se sentirem tão amados? Respondia minha avó: "Tudo isso meu filho é porque eu amo dobrado."
Pr.Nilton Sodré.

Nilton.Sodré
Inserida por NiltonSodre

Élcio José Martins

O DESCARTE DE UMA VIDA
Nasceu na fazenda Descarte.
Seus avós moraram lá.
Seus pais da Europa pra cá,
Sua esposa também se instalou lá.

Na lida do campo foi campeão,
Cultivou o alimento do patrão.
Café, cana, arroz, feijão,
Tudo teve seu amor e os calos de sua mão.

Madrugada, já estava na lida,
O orvalho molhava sua pele cuspida.
Suor e lágrimas vendidas,
Pra levar o pão à família construída.

O trabalho era pesado,
Anos e anos de um tempo apagado.
Por certo tempo ainda teve respaldo,
Valeu da força e seu suor sagrado.

Mas nem tudo é permanente,
Sol nascente e sol poente,
Sorriso sorridente,
E lágrimas descontentes.

Como um animal para o descarte,
Que o tempo apagou sem arte.
Na fileira para o abate,
Triste espera de quem o remate.

Aposentadoria de pobre,
Apesar do tempo nobre.
Vê na família o desamparo,
O máximo que pode é um três no baralho.

A demissão cortou na carne,
Perdeu a classe pelo desarme.
A tristeza nas linhas da idade,
Vê no retrovisor os rastros de maldade.
Élcio José Martins

ElcioJose
Inserida por elciojosemartins
1 compartilhamento

E OS NOSSOS NETOS?

Quando vejo que alguém da família ou amigos são avós ou estão prestes a ser, penso que ainda não somos avôs, as vezes penso quem será primeiro eu ou a Antonia, só sei que estes casais modernos pensam primeiro na estabilidade para depois os filhos, não estão errados, mas e nós? A idade chega e aquela sensação que ainda não conhecemos? Espero que um erro de calculo deles me faça avô, fisionomia já tenho, reconheço.

Sim, tenho certeza de que a vida nos dá os netos para nos compensar de todas as mutilações trazidas pela velhice, são amores novos, profundos e felizes acredito, que vêm ocupar aquele lugar vazio, nostálgico, deixado pelas lembranças da infância, aliás, desconfio muito de que netos são melhores que namorados.
As vezes observo o misterioso entendimento que há entre avó e neto, na hora em que o mãe ou o pai castiga, eles olham para os avôs, sabendo que eles não vão ousar intervir abertamente, pelo menos lhes dão sua incondicional cumplicidade.
Acredito ser uma dádiva que Deus, que concede momentos em que viramos “babões”, claramente, tudo o que significa ser, acho.

JOSÉ HAROLDO RAPHAELLI DE QUADROS
Inserida por JOSEHAROLDORAPHAELLI
1 compartilhamento

Mães e avós

Cabelos brancos,
pele cansada,
marcas da jornada;
passos lentos,
voz embargada
pelos ventos
da caminhada;
mãos firmes,
olhos com brilho
de felicidade,
pelo voto secreto
do coração aberto
para o neto,
não importa idade.

Ivone Boechat
Inserida por IvoneBoechat

Élcio José Martins

O DESCARTE DE UMA VIDA
Nasceu na fazenda Descarte.
Seus avós moraram lá.
Seus pais da Europa pra cá,
Sua esposa também se instalou lá.

Na lida do campo foi campeão,
Cultivou o alimento do patrão.
Café, cana, arroz, feijão,
Tudo teve seu amor e os calos de sua mão.

Madrugada, já estava na lida,
O orvalho molhava sua pele cuspida.
Suor e lágrimas vendidas,
Pra levar o pão à família construída.

O trabalho era pesado,
Anos e anos de um tempo apagado.
Por certo tempo ainda teve respaldo,
Valeu da força e seu suor sagrado.

Mas nem tudo é permanente,
Sol nascente e sol poente,
Sorriso sorridente,
E lágrimas descontentes.

Como um animal para o descarte,
Que o tempo apagou sem arte.
Na fileira para o abate,
Triste espera de quem o remate.

Aposentadoria de pobre,
Apesar do tempo nobre.
Vê na família o desamparo,
O máximo que pode é um três no baralho.

A demissão cortou na carne,
Perdeu a classe pelo desarme.
A tristeza nas linhas da idade,
Vê no retrovisor os rastros de maldade.
Élcio José Martins

ElcioJose
Inserida por elciojosemartins
1 compartilhamento

O costume é o que mata. Já diziam nossas mães/avós e todos aqueles de cabelos brancos cuja sabedoria é notória.
O costume nos leva a confiança que não deveríamos ter. Quando eramos crianças, tudo era novo, tudo precisava de cuidado, zelo e atenção. Lembra-se da primeira vez que colocou uma tomada no interruptor, ou que atravessou uma pista sozinho? Todo cuidado era pouco, mas hoje talvez nem olhe para os lados ao cruzar uma avenida.
O costume destrói a beleza da simplicidade. Lembra-se das pequenas conquistas? Da primeira carta que escreveu, do primeiro "eu te amo" que ouviu do amor da sua vida? E hoje, talvez apenas critique seus próprios erros gramaticais, ou retribua uma declaração de amor com um vazio "eu também".
Não é a rotina que é ruim, a rotina é a repetição de tudo que amávamos, e ainda amamos, mas normalmente só nos damos conta do valor daquilo que temos, quando deixamos de ter.
E esse, desde Adão e Eva, tem sido o pior erro do ser humano: Não se dar conta da felicidade, e deixá-la escapar das suas mãos.

Raysa Lima
Inserida por raysalima
1 compartilhamento

Pais, padrastos, tios avós que abusam de filhos, enteados, sobrinhos, netos ...
Mães que vendem e obrigam as próprias filhas a fazer programas ou ter relações com homens conhecidos delas....
Mães que sabem que as filhas são abusadas mas ficam omissas, não acreditam (ou fingem de não acreditar) e não denunciam...
Diariamente temos casos de maridos, companheiros e ex companheiros que espancam e matam as próprias companheiras...
MÃES COVARDEMENTE E INJUSTAMENTE ACUSADAS DE ALIENAÇÃO PARENTAL QUE DENUNCIAM OS ABUSOS (COMPROVADOS!!!) SOFRIDOS PELOS PRÓPRIOS FILHOS VIOLENTADOS PELOS PAIS BIOLÓGICOS...
Hoje com todas estas injustiça até sonhar é proibido: sonhos, direitos, ética, princípios... tudo está sendo jogado no lixo constantemente.
Sigo casos de crianças e adolescentes abusadas no próprio lar, que por causa de todas as violências sofridas hoje tem como único desejo a vontade de morrer! Vivo de perto tudo isso e estou preocupado, pois nada está sendo feito de VERDADE para mudar esta situação. AGIR quando já o crime aconteceu NÃO é a mesma coisa do que AGIR para que o crime não aconteça!
FALTA DE PREVENÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO!

NÃO É UM FILME DE TERROR OU UMA MINHA FANTASIA: ESTA É A REALIDADE QUE PROFISSIONALMENTE SIGO DE PERTO, E QUE REPRESENTA NOSSO BRASIL.
NO CASO DESTA MALDITA LEI DA ALIENAÇÃO PARENTAL POSSO DIZER COMO PROFISSIONAL QUE ESTÃO QUERENDO ACABAR COM OS DIREITOS DAS MÃES: É UMA VERGONHA, É UMA TRISTEZA VER MÃES LONGE DOS PRÓPRIOS FILHOS ABUSADOS CUJA GUARDA FOI ENTREGUE AOS PAIS ABUSADORES. COMO PODERIA SER CHAMADO TUDO ISSO? UMA PEQUENA REFLEXÃO...

Rildo Silveira Perito Judicial
Inserida por rildoperito
1 compartilhamento

E quando lembro da minha infância junto aos meus avós, sonho voltar para aqueles dias... Somente o desejo está junto a mim, mas sei não será possível.
Eu juro; se fosse, voltaria para o cantinho quente da cama de minha avó, quando deitava no meio deles na madrugada.
Saudades que me queima a alma.

wmarles
Inserida por wmarles

Era um dia de primavera num dia que ficaria para a história das nossas vidas, dos nossos avós, dos nossos pais e da nossa geração um dia que só tem um nome LIBERDADE.
Era um Abril de amigo Abril de trigo.
Abril de trevo e trégua e vinho e húmus e amor e aventura. Abril de novos ritmos novos rumos pelas estradas, pelos céus e pelos mares.
Uma primavera de cravos, vinhos e fado.

Poeta Ricardo Félix
Inserida por ricardo_felix

⁠Meus avós me olham diferente, como se as coisas que digo não fizessem muito sentido para eles e por isso não são dignas de sua atenção. A modernidade muito os incomoda e pouco se importam com o ano do meu nascimento, devo ser criado como um rapaz nascido há 80 anos atrás, no fim das contas o mundo está louco, não é mesmo?
.
Meus pais nunca param pra me escutar, pois eu sempre estou errado, não é? É coisa da idade, daqui uns anos eu vou entender, ainda não vi nada da vida... É tudo que ouço.
.
Eles me mostram as suas cicatrizes, os seus álbuns de fotos, me contam suas histórias, eu me pergunto, por que os mais velhos abominam tanto a nossa juventude? Qual a razão para privarem todas as nossas descobertas? é compreensível que não queiram que nos machuquemos, mas precisamos ter nossas próprias cicatrizes, guardar nossas próprias fotos e escrever nossa história.
.
O problema é que quando se é jovem eles assumem que você não sabe de nada, e há tanto pra saber sobre a vida, que acho que nem os mais jovens e nem os mais velhos sabem muito sobre ela, mas adoramos pensar que sabemos, que somos muito maduros e inteligentes, só que maturidade tem pouco a ver com quantos aniversários você vem colecionando ao longo da vida, pelo contrário, é aprender com a vida dos outros, por que viver é um verdadeiro estudo antropológico.
.
O mundo muda, as pessoas mudam, e eu sinto muito papai e vovó, suas histórias são lindas, sinto por suas cicatrizes e sempre revejo aquele velho álbum de fotos, mas todas essas coisas falam sobre quem vocês são, não se trata de mim. Eu sou jovem, mas sei tantas coisas, vocês saberiam se me escutassem.

Alysson Hayllon
Inserida por h4yllon