Coleção pessoal de raysalima

Encontrados 20 pensamentos na coleção de raysalima

Não levante a espada sobre a cabeça de quem te pediu perdão.

Machado de Assis
1.2 mil compartilhamentos

Ama a verdade, mas perdoa o erro.

Voltaire
583 compartilhamentos

Pessoas perfeitas não mentem, não bebem, não brigam, não discutem, não erram e não existem.

Vitor Costa.
20 compartilhamentos

Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade.

William Shakespeare
46 compartilhamentos

Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram.

Voltaire
3.9 mil compartilhamentos

Ao decidir ser luz, você precisa se preparar para as sombras.

Raysa Lima
1 compartilhamento

Sou como os peixes de águas profundas, sinto-me sufocar em interações frívolas e pessoas rasas.

Raysa Lima
1 compartilhamento

Parece com a corrida para pegar o ônibus da escola, com a descida na montanha russa e com o velocímetro na Infinita Highway...
Mas é só o tempo passando rápido demais.

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: correria sistema

Saudade é a fome que a gente sente no coração.

Raysa Lima
1 compartilhamento

Veja os sentimentos, eles são a prova mais abstrata que o que não podemos tocar muitas vezes é concreto.
Que o que não conseguimos entender pode explicar muito sobre nós mesmos.
E as lágrimas? Nosso corpo é formado em sua maioria por água.
E as lágrimas nada mais são do que a materialização de todo o sentimento contido, seja ele doce ou amargo.
O pranto é o movimento involuntário do nosso coração, é a luta da nossa alma pela libertação de toda mágoa.
Podemos dizer que algumas pessoas são como os mares, com seus altos e baixos...São livres!
Outras são como os rios, uma parte calma, outra agitada, numa hora transbordam, mas algumas vezes ficam secas.
E por mais que nossa alma tente se libertar da dor, usando as lágrimas ou nossa voz como instrumento de auto-reparação...
Algumas vezes somos represas, prendemos nossas emoções e sentimentos, esperando que eles ocupem o nosso vazio interior...
Mas não ocupam, no final resta uma cordilheira de escombros, ou pior: fica cheio de coisa nenhuma.
E a qualquer momento a água contida transborda...
Nós construímos muros e reclamamos da solidão, diferente das pontes, os muros reprimem,
As pontes libertam.
Solte sua represa interior, liberte-se e desista de levar o peso sozinho,
Compartilhe seus sentimentos, doe um pouco de você mesmo.
A recompensa é incalculável...

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: agua contida

Entre altos e baixos, erros e acertos, quem somos nós?
O próprio "ser" já trás consigo um questionamento. Você pode "ser" rico e perder tudo, "ser" alegre e entristecer "ser" o chefe e receber demissão, mas também pode "ser" um covarde e criar coragem, "ser" depressivo e tornar-se escandalosamente feliz , "ser" sozinho e enfim encontrar uma companhia para toda a vida.
Você não é, você está.
Já se perguntou "Quem estou eu"?

Raysa Lima
1 compartilhamento

Moça, "eu te avisei" seria um tanto óbvio para você.
Vamos dispersar os clichês da vida, a sua dor já é um deles.
Cá estamos nós de novo, nesse velho dilema entre poesia e solidão.
Eu sempre apareço quando você se esconde, sabemos bem...
Alguém tem que segurar a barra, eu uso as letras, você as lágrimas.
Ninguém precisa saber, vou te desfaçar de pedra outra vez.
Pegarei alguns papeis velhos, apontarei seus lápis antigos, e não se preocupe comigo...
Sobre estar só, eu sei.

-Monólogos com o Eu Lírico

Raysa Lima
4 compartilhamentos

Existem duas linhas imaginárias. Uma que te separa de quem você não conhece, ou não confia, alguns atravessarão essa linha ao longo da sua vida.
E outra que te liga, a alguém que um dia vai ultrapassar a primeira linha e quando você se der conta, vão estar conectados de forma que a segunda nunca mais poderá ser rompida.

Raysa Lima
1 compartilhamento

Existem músicas que invadem seus ouvidos, preenchem seu coração e começam a tocar em cada célula do seu corpo

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: musica inspiração

Uma hora a gente cansa. Cansa de tudo que é superficial. De sorrisos e abraços que surgem apenas em datas comemorativas, de amigos de festa, das mesmas promessas de mudança que vez após vez aparecem e somem pra surgir novamente no ano seguinte. Tanta efemeridade me cansa, não gosto de ter data marcada pra ser feliz.

Raysa Lima
1 compartilhamento

O costume é o que mata. Já diziam nossas mães/avós e todos aqueles de cabelos brancos cuja sabedoria é notória.
O costume nos leva a confiança que não deveríamos ter. Quando eramos crianças, tudo era novo, tudo precisava de cuidado, zelo e atenção. Lembra-se da primeira vez que colocou uma tomada no interruptor, ou que atravessou uma pista sozinho? Todo cuidado era pouco, mas hoje talvez nem olhe para os lados ao cruzar uma avenida.
O costume destrói a beleza da simplicidade. Lembra-se das pequenas conquistas? Da primeira carta que escreveu, do primeiro "eu te amo" que ouviu do amor da sua vida? E hoje, talvez apenas critique seus próprios erros gramaticais, ou retribua uma declaração de amor com um vazio "eu também".
Não é a rotina que é ruim, a rotina é a repetição de tudo que amávamos, e ainda amamos, mas normalmente só nos damos conta do valor daquilo que temos, quando deixamos de ter.
E esse, desde Adão e Eva, tem sido o pior erro do ser humano: Não se dar conta da felicidade, e deixá-la escapar das suas mãos.

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: confiança costume

Existe uma sensação única, que poucas pessoas talvez já sentiram.
Não deve ser confundida com paixão, talvez até pareça, mas é um sentimento maduro, sólido, e não se trata de ilusão.
Ao contrário da paixão que surge quando nos encantamos por qualidades e semelhanças, esse sensação única se baseia em diferenças, companheirismo, superação.
É a certeza, não achismo, mas certeza de que só há uma pessoa com a qual podemos dividir o teto e o coração, por toda a vida.
Quando essa sensação surgir, você lembrará com um sorriso bobo, daquele primeiro "Olá" que nunca viraria "Adeus"

Raysa Lima
1 compartilhamento

Leitura é um gosto. Música também, cinema também.
A cultura tem várias ramificações e nenhuma delas é mais culta que a outra.
Sinto que, hoje em dia, "gostar de ler" está se tornando mais uma forma de auto-destaque do que um gosto pessoal.
Ler vários livros no mês não te torna especial, talvez até contribua para uma construção madura da sua personalidade, mas é algo relativo, depende do que você lê e como aplica a sua vida, o mesmo acontece com qualquer tipo de arte que você absorva.
Se gosta de ler, leia. Só respeite o fato que nem todo mundo vai gostar do mesmo que você. Existem pessoas nunca de leram nenhum livro, e possuem mais histórias para contar do que uma biblioteca inteira.

Raysa Lima
1 compartilhamento

Eu acredito nas pessoas.
Acredito que nem todo mundo vai sair da sua vida quando se tornar importante.
Muitos dizem que as pessoas se relacionam por algum tipo de interesse, concordo.
Mas existem pessoas interessadas, apenas, em fazer os outros felizes.

Eu acredito em amizade.
Acredito na fraternidade de relacionamento entre amigos.
A medida que crescemos, o mundo tenta nos fazer acreditar no contrário...
É que muitos já tomaram veneno demais, para acreditar em água pura.
Então, muitas vezes, é preciso tapar os ouvidos, para não endurecer o coração

Eu acredito em Amor.
Acredito que pessoas podem se amar por toda a vida, acredito em lealdade e fidelidade incondicionais, acredito que é possível envelhecer juntos, com cabelos brancos e mãos dadas.
Não me importo com esse pseudo-realismo que diz que nada dura para sempre.

O que eu não acredito, é em deixar de acreditar.

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: acreditar amoraoproximo

Estamos chegando ao fim de mais um período de translação do planeta terra, portanto façamos uma retrospectiva:

*Nesse ano você assistiu centenas de aulas
*Trabalhou finais de semana inteiros
*Preparou dezenas de relatórios
*Respondeu a provas, testes e exercícios
*Estudou para vestibulares e concursos

Sim, certamente este ano valeu a pena, você deu literalmente cada gota de suor pela construção do seu futuro.
Tudo regado a muito stress...
E como recompensa ao seu esforço, durante todo esse período a natureza te presenteou...

Em cada manhã o sol te preparou um espetáculo, desejando-lhe boas vindas a um novo hoje e ao se despedir outro show, para comemorar mais um dia da tua existência.
Ao se retirar deu lugar para as estrelas, pequenos pontos de luz bordados no veludo negro do infinito.
Juntamente com a Lua, poetiza iluminada pelo sol que nos brinda com suas diversas fases, dança uma musica diferente em cada uma, nos incentivando a mudar sempre que for preciso.
Sem contar com a sinfonia dos pássaros, o desabrochar das flores, os banhos de chuva, o frescor dos ventos...
Mas durante esses 365 espetáculos anuais e suas inúmeras cenas...

Quantas vezes você parou para contemplar o nascer do Sol?
Admirou a Lua Cheia ou a Minguante?
Respirou o aroma das rosas?
Assistiu o espetáculo do adormecer do sol?
Dos banhos que você tomou, quantos deles vieram diretamente do céu, ou lavaram a sua alma?
Talvez tenha estado ocupado demais comprando perfumes, enquanto as flores desabrochavam. Ouvindo CDs enquanto os pássaros cantavam. Ou assistindo ao cinema, enquanto a lua contava a todos uma linda história de amor e era aplaudida por uma pequena plateia de loucos, aqueles portadores da busca pela felicidade.
Ou talvez você tenha a certeza do amanhã, e por isso economiza o hoje para vivê-lo depois, sem se dar conta de que o agora acabou de passar, e o futuro talvez nem chegue.

Voltando a retrospectiva inicial, quantos dias desse ano você realmente Viveu?


...Já dizia Oscar Wilde :
“Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas...apenas existe”

Raysa Lima
1 compartilhamento
Tags: retrospectiva natureza