Título do poema Sublime

Cerca de 28 poema Título do Sublime

ME ATRAI.

Os espinhos não me afastaram da rosa.
Ainda que ferido, dilacerado
coração sangrando.
ainda que pareça distante
o alto do caule,
ataviado com tão sublime cor.
A atração do seu perfume era maior.

Paulo Cesar Alexandrino
55 compartilhamentos

AMOR, AMOR...

“porque Deus amou de tal maneira...”

Eu queria cantar aquele Amor sublime,
como nem no céu existem dois iguais:
amor Primeiro, sem reciprocidade,
sem princípio, sem fim – Eternidade.
Amor, Próprio Amor – amor demais.

Amor que venceu o tempo e o espaço
para chegar até meu coração.
Amor escrevendo um poema de glória,
traço de luz atravessando a História:
Deus se humanizando – minha salvação.

Amor que usou milhares de caminhos,
homens, mulheres, povos e impérios,
até tornar-se Única Esperança,
prisioneiro num corpo de criança:
maior quando desce – Mistério dos mistérios.

Amor que transcende, supremo, absoluto,
que a Si mesmo chama “de maneira tal”
além de toda compreensão humana,
que nos eleva, a Deus nos irmana
na noite linda a santa de Natal.

Como cantar este maior milagre,
se a terra silencia para ouvir o céu?
Diante do Grande feito Pequenino
a própria alma se transforma em hino:
– Tudo é amor, sublime amor, Jesus nasceu!

Myrtes Mathias

A amizade é a força sublime que une os seres que se precisam...
Que se respeitam...
Que se gostam... E, se entendem.

Alberto Brizola

Tentei poetar o poeta
Me embargaram os versos
Pois não se poetisa o poema
Em sua sublime essência
Simplesmente flui
Como um transe perfeito
A sintonia da alma
Com o deslisar dos
Dedos em entrelinhas
Maravilho folhetim de sonhos
Ao tocar suavemente
Apenas os corações
Daqueles que tem o
Ícone perfeito da poesia
A SENSIBILIDADE DO SER

Hannah Lessa
Inserida por HannaLessa

⁠ Um poema sobre a morena

Difícil descrever algo tão sublime

Meu coração deveria ser uma pena com as cores do arco-íris, para assim poder pintar o que meus olhos veem.

Deus a fez com as primícias do céu.

Seu rosto é um passeio por todas as artes criada

O brilho do seu olhar é a luz em meio a escuridão!

Seus lábios é um labirinto

Sua voz é doce como o mais puro mel

Seu sorriso é como um final de tarde de outono, com suas multicores.

Teus olhos são mais profundo que qualquer oceano,
Tão lindo como uma ilha paradisíaca, fazendo conjunto com toda obra aqui gentilmente descrita.

Thiago Biscarde
Inserida por thiago_biscarde_nunes

- SUBLIME

"Vento frio… que entra pela janela me desperta…
Ali distante, o verde das árvores se mistura com o azul do céu…
O pensamento longe, incoerente…
É a saudade de um sonho,
De um olhar profundo,
De uma voz marcante,
Do brilho de um olhar, que transborda de amor…
Caminho a passos lentos,
Sentindo o ar frio em minha pele
E imagino-a aqui,
Aqui e agora.
Fecho os olhos e a saudade me vence...
A lágrima cai, e o som forte do coração toma conta de tudo.
Não sinto tristeza,
E sim a felicidade de poder sonhar em ter você ao meu lado"

Endley Ferreira

Súplica do Natal

Amado Jesus:
Na excelsa manjedoura
que te esconde a glória sublime,
ouve a nossa oração!
Ajuda-nos
a procurar a simplicidade
que nos reúne ao teu amor...
Auxilia-nos
a renascer dentro de nós mesmos,
buscando em Ti a força
para sermos, em Teu Nome,
irmãos uns dos outros!
Mestre do Eterno Bem,
sustenta as nossas almas
a fim de que a alegria
de servir e ajudar
nos ilumine a senda,
não somente na luz
de teu Santo Natal,
nas em todos os dias,
aqui, agora e sempre.

Chico Xavier

A palavra mãe veio do latim mater
Mas a sua essência veio do amor
É a criatura mais sublime e primorosa
Que o nosso bom DEUS nos enviou
A maravilha mais bem maravilhosa
A guerreira mais valente e corajosa
Quão inestimável é o seu valor.

Já cantou pra a gente dormir
Sinônimo de amor ela faz jus
Tantas noites passou acordada
Fazendo carinho cheia de luz
Seu colo pronto para acalentar
Não importa qual seja o lugar
Sempre com fé em nosso Jesus

Seja qual for a estação
Todo dia é seu dia de fada
Nós te amamos por tudo
A senhora nos ama por nada
DEUS lhe conceda muitos anos
Morada forte cheia de planos
Estrela perfeita, alma iluminada

Mãe é bem mais que progenitora
Tem a bela função da maternidade
Quer o melhor para os seus filhos
Enfrenta lutas e toda necessidade
É leoa das eternas crianças
Que dela herdaram semelhanças
E aprenderam a ter: dignidade.

Lucas Gonçalves Alencar

Amor além da destruição

Amor sublime, amor de almas a se encontrar
Se reconhecem num primeiro olhar e não demoram a se entregar.

Amor festeiro, amor que canta, dança e rodopia
Fogem das amarras e vivem uma utopia.

Amor que acredita, confiam no sentimento
Ultrapassa obstáculos, dribla desafios e enfrenta o vento.

Amor eterno, amor vivo no coração
Segue no peito e no pensamento, muito além da destruição.

Ana Paula Silva
Autora do Livro: Me apaixonei por um poeta

https://www.clubedeautores.com.br/book/187032--Me_apaixonei_por_um_poeta#.VYzDvPlViko

Ana Paula Silva - Moc
Inserida por AnaPaulaSilvaMoc

GRAÇA SOBERANA

"Amor que não se descreve,
Amor que não se vê;
Sublime atitude de um Deus soberano,
Entregou seu unigênito por amor a mim;
Imerecidamente me salvou,
Soberanamente me regenerou;
Autor da salvação, meu amado Senhor,
Jesus Cristo, o Salvador."

Clinton Ramachotte - Poesia I
Inserida por PensadorBiblico

⁠Ganância

Vivemos em um mundo sublime
E o tempo voa,
O ar flutua
Entramos em obstáculos, sem volta
Caminhamos no infinito cosmo
Onde a vida vira sonhos.
E enganos.
Os seres brigam entre si
Onde a ganância vira caos:
No amor, no prazer, na misericórdia,
Na guerra...
Tudo vira e cai em si mesmo.

Valter Bitencourt Júnior

Não tema o escuro,
sempre quando
o teu coração for puro,
possuirá a mais
sublime iluminação.

Na noite silenciosa
a galáxia próxima
desceu venturosa
ao alcance das mãos
e afagou a vegetação.

Não pare de sonhar,
e sempre quando
houver algum peso,
ele será o teu
divino aconchego.

Na noite enluarada
quando me tomares
por tua amada,
serei a tua galáxia
a brilhar alinhada.

Alamandas amarelas
nos meus cabelos,
são como sinais
de rebeldia e revolução,
porque o tempo passa,
e quem é de amor, não.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski
Inserida por anna_flavia_schmitt

A Bandeira da Pátria
no peito está tatuada,
é deste amor sublime
que por todos os anos
tenho sido sustentada.

Sei que tudo passa,
mas é com poesia
que alivio a agonia
diante da estiagem
e da grande desgraça.

Muito mais de mil
vidas foram dragadas
na guerra sem tiros
onde uns ainda vivos
mataram a própria alma.

O ar há tempos não
anda leve e para foragir
de discussões inúteis,
preferi caçar estrelas,
descobrir planetas
e viajar pelas luas,
não ando podendo
andar pelas pelas ruas.

Sei que você está
da mesma maneira
nesta sexta-feira,
o importante é não
perder o ânimo,
a lucidez e a serenidade,
para manter a esperança inteira.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski
Inserida por anna_flavia_schmitt

No universo,
Existe um verso.
Quiçá eu te peço!
Esta explicação,

Da sublime criação,
Em constante evolução,
Que pondera,
No caminho,

Quem me dera,
Com carinho,
Saber que reverbera.

Mário Magalhães
Inserida por Mario-Magalhaes

Paz!
Momento sublime que nos redime
aos pés do Criador
Enquanto infantes, das reais diretrizes
Meros aprendizes
Refletindo em contemplação
o equilíbrio da ação, no existir
e sempre e sempre, persistir!

Siomara Reis Teixeira
Inserida por siomarareisteixeira

Como uma estrela que dança nua

No teu íntimo Universo,

Tenho o sublime compromisso

De ser explícito desejo,

Para ser consumido por você

Sempre que te der vontade.



Entre nós habita uma magia

No nosso exílio submerso,

Vive um precioso engajamento

De ser liberdade

Sem rotina e sem cobrança,

Para vivenciarmos a liberdade.



Sem reverso e com contentamento

De subverter nossas rotinas,

Temos o gosto até pelo perverso

Não temos limite e pudor,

Absortos em nossas magias

Para brindarmos a cada momento.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski
Inserida por anna_flavia_schmitt

Não existem sobras, e nem instantes

- o amor nasceu precioso

Tão sublime que não ligo para nada;

Rejeito qualquer colar de diamantes.



Vi entre os cetins e plumas

- a escolha talhada

No calor do teu abraço,

Não sei o quê é que eu faço:

Se devo ir para a certeza das brumas.



Bem persistem as dúvidas, e não poucas

- o amor surgiu caloroso

Na tua pele repleta de verão,

capaz de encantar em qualquer estação.



Te vi nas grandezas e nas larguras

- o desejo pleno pulsando

No andor dos meus passos,

Eu descobri o mistério do caminho:

-Você gosta e deseja o nosso ninho.



Não devo confessar ainda os ledos

- mistérios

Dessa devoção e desse contentamento

Por alguém que se faz de pequeno,

Mas no profundo é imenso, gigante

Devo a ti mil reverências ao tempo,

Que se dedica a fazer girar o mundo

Gostaria de falar tudo, mas não devo;

Dos meus enleios e do recomeço,

Do amor que é salto, poesia e altura,

A tua escrita deixa a minha na fervura.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski
Inserida por anna_flavia_schmitt

ASPEREZA DO CERRADO

Ai a aspereza do cerrado
Não a entende ninguém
É sublime o céu encarnado
E são encantados também
Traz na secura do teu ar
O empoeirado vai e vem
Do vento nas folhas a chorar
E as estrelas no céu além
São versos ao poeta poetar
Que nunca será um porém
São feiticeiras noites de luar
Que ao olhar nos faz tão bem
Só quem embala na emoção
Entende a alma que aqui tem
Está matuta e rude vegetação
De flores, e trovadores também
Ai a aspereza do meu cerrado
Que nunca nos trata como refém
Chão que chora o amor e o amado
Na viola que do cancioneiro provém

Ai a aspereza do tortuoso cerrado
Impregnado aos que aqui vivem...
E aos poetas também!

© Luciano Spagnol
poeta do cerrado
Cerrado goiano

Luciano Spagnol - Poeta mineiro do cerrado
Inserida por LucianoSpagnol

A sublime grandiosidade lírica do mar

Como é bom ir a praia, ter o mar para contemplar.
De todasas belezas a mais sublime, a maisincrível;
toque artístico da divina criação, unica mágica crível.
Infeliz aquele que vive essa vida sem conhecer o mar.

É o maior expoente de Deus que se pode imaginar...
Para a grandiosidade do mar não existe impossível,
Até mesmo o céu, abstrato, inalcançável, inatingível,
na imensidão do horizonte sutilmente chega a tocar...

É a beleza naturalmais lírica que eu ja presenciei...
Sem deixar de ser forte contra o que a ele se opõe,
desafia a ciência, forças do universo e até o astro rei,

que com seu lirismo visual, simplesmente ele contrapõe
a distorcer suavemente, padrões de toda lógica que sei,
ao esconde-loem suas águas toda vez que estese põe.

Clay Werley
Inserida por ClayWerley

Sobre a cadeira de vime,

Suavemente o xale russo,

Repousa certo e sublime,

Tal como um sono profundo.



Sobre o segredo de vidro,

Secretamente tu partiste,

Carinhosa tu deixaste-me,

Sonhando o teu regresso,

E cada pedaço tu repartiste.



Sobre a cadeira de vime,

Fortemente a saudade,

Bate forte e senta o peito,

Com a força da cavalaria

Reclama a tua falta - nostalgia.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski
Inserida por anna_flavia_schmitt