Poesia sobre a Seca no Nordeste

Cerca de 146 poesia sobre a Seca no Nordeste

FIBRA!

No sertão a terra racha
o grau aqui passa de cem
e a seca ainda despacha
os nordestinos de bem
passa fome se esculacha
mas não tira uma bolacha
do balaio de ninguém.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

BUSCA!

Vou embora pra cidade
porque a seca está medonha
sabemos que a felicidade
é tudo que a gente sonha
pra quem tem dignidade
passa por dificuldade
sem jamais sentir vergonha.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

FICO!

A seca aqui é resistente
passa o tempo e ela devora
falta água na nascente
sobra no rosto que chora
mesmo nessa terra quente
espero a chuva paciente
mas daqui não vou embora.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

O NORDESTINO.

O nordestino eu conheço
é aquele cabra arretado
que na seca paga o preço
sem se dá por derrotado
supera qualquer tropeço
mas se muda de endereço
não esquece do passado.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

AO POLÍTICO!

Não temos água pra banho
um carro pipa a cada mês
a seca aumenta de tamanho
e o nosso povo a mercês
e a metade do nosso ganho
paga o luxo de vocês.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Já não importa o que reste
o que possa me acontecer
a seca é ruim feito a peste
mas nunca vai me vencer
eu sou feliz no nordeste
onde eu nasci pra viver.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

VIDA DE SERTÃO!

Não tem seca braba que me espante
não tem nada que me tire do sertão
sou a raiz mais profunda desse chão
sou a voz do vaqueiro e do berrante
não nasci pra ser mais um retirante
nem fingir uma dor que não se sente
nordestino tem o dom de ser valente
e de lutar pela vida em seu direito
não se rende ao mal do preconceito
e só se curva ao plantar uma semente.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

O nordestino é de valor
se levanta a cada baque
vive na seca e na dor
mas não tem um de araque
pode ir por onde for
mesmo para o exterior
que não perde seu sotaque.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

NÃO NEGO!

Sou nordestino e não nego
sou cria desse lugar
na seca nunca me entrego
só saio se Deus mandar
e esse orgulho eu carrego
e nesse chão só sossego
quando essa chuva voltar.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

CADÊ VOCÊ?

A seca é predominante
não tem uma flor plantada
a escola está distante
e a saúde prejudicada
sai e entra governante
e a pobreza é alarmante
nessa terra abandonada.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Não maltrate o nordestino
que sofre desde menino
sem ter água pra beber...
tem a seca que castiga
tem o oco na barriga
e quase nada pra comer.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SIMPLES!

A renda é muito pequena
como é tão pequeno o leito
sem chuva a seca é plena
mas a gente dá um jeito
não carece sentir pena
só precisa ter respeito.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Guerreiros

A poeira que levanta da terra amarga,
tão seca quanto as árvores retorcidas que alí vivem.
As nuvens vazias que atraem a esperança.
As lágrimas que inundam os olhos tristes,
daqueles que na terra esperam ver a vida renascer.
A caminhada exaustiva na busca pela vida,
onde o sol não perdoa, castiga.
A fé que os rege e que os guia.
A força e a coragem que os faz seguir em frente.
O sorriso alegre que esconde as marcas da vida,
as marcas de quem lutou, de quem acreditou.
São marcas de guerreiros,
guerreiros nordestinos.

Jonald Nascimento
Inserida por Jonald

SEMENTE.

A seca tudo devora
não adianta plantar
nehuma planta vigora
assim não posso ficar
mainha estou indo embora
o coração que hoje chora
espera um dia voltar.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SOPRO!

Aqui a seca avassala
no raiar do azul celeste
o cheiro da terra exala
o perfume que me deste
mesmo se a vida apunhala
quanto mais o povo fala
mais eu amo meu nordeste.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SABER!

A seca ainda contamina
fez tanta gente partir
a verba virou propina
e não vieram investir
o que pouca gente imagina
é que a mizéria nordestina
jamais deixou de existir.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

IDA DE LÁ.

A seca assola o sertão
a tempo a chuva não cai
sem verde na plantação
o nordestino se vai
leva na mala o gibão
mas dentro do coração
a esperança é quem vai.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SEGUE!

A terra é compremetida
a seca é filha da peste
a manada tá desnutrida
por aqui nada se investe
sem água e pouca comida
o vaqueiro segue a vida
esquecido no Nordeste.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

A seca é um processo
que maltrata o nosso chão
chega de tanto regresso
na vida de cada irmão
todo dia a Deus eu peço
um pouco d'água pro sertão.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

RAÍZES.

Nem a seca, nem o pranto
me arranca essa raiz
a beleza e o encanto
faz nossa terra feliz
falo oxente e te garanto
que o nordeste vale tanto
quanto vale esse país.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM