Poemas sobre Cidadania

Cerca de 174 poemas sobre Cidadania

SOMOS LIVRES



Somos livres...
Quando a cidadania
Nos concede o direito
De sermos o que queremos...
De termos o que nos é de direito...
Somos livres...
Quando a democracia
Nos oferece liberdade
Para decidir o que faremos
Irmos para onde temos segurança
Somos livres...
Quando conquistamos autonomia
Para exigirmos o que nos convém,
O que é melhor para nós.
Somos livres...
Quando as leis
Usam o seu poder
Para fazer justiça...
Defender o bem comum...
Somos livres
Quando a educação nos proporciona estrutura
Para transformarmos a nossa realidade...
Somos livres...
Quando adquirimos consciência
Para administrarmos a nossa própria liberdade
Nos aprisionamos...
Quando sufocamos a nossa voz,
Aceitamos imposições...
Omitimos opiniões, verdades...
Nos aprisionamos...
Quando nos calamos perante as injustiças,
Aos abusos de poder... de autoridade...
... deixando-nos ser escravizados...
tratados como objetos.
Nos aprisionamos...
Quando desistimos de lutar,
Abrindo mão dos sonhos...
Do desejo de sermos felizes...
E nos acorrentamos em nós mesmos,
Quando achamos que sabemos o suficiente
E que nada mais temos a aprender.

Nildo Lage
Inserida por nildolage
1 compartilhamento

Não precisamos de mais Leis; necessitamos de Cidadania!


Sidney Poeta Dos Sonhos
(Amante da Liberdade)

Sidney Poeta Dos Sonhos
Inserida por Poetadossonhos
1 compartilhamento

E qual país pode preservar suas liberdades, se seus governantes não são avisados de tempos em tempos que o povo preserva o espírito de resistência? A árvore da liberdade deve ser revigorada de tempos em tempos com o sangue de patriotas e tiranos.

Thomas Jefferson
3 compartilhamentos

"O que esperar de um país cuja ideologia considera o empreendedor um vilão, o preguiçoso um coitado, e o trapaceiro um autêntico líder partidário? A solução não se resume em mudar governos, e sim a mentalidade retrógrada do povo manipulado que os escolhe" (O Mentor Virtual).

projetomentorvirtual.com

Maurício A. Costa
Inserida por MAURICIOACOSTA
1 compartilhamento

Do banco da praça vejo um bairro inteiro


Eu quero é poder estar em uma praça
construída aqui mesmo no bairro
e me sentar em um banco qualquer
ao lado de uma estátua de bronze qualquer
- homenagem póstuma a um desconhecido qualquer -
que ao menos 'sabe' porque está lá.
E observar os pássaros em festa
sobrevoarem afoitos os jardins cercados com arame colorido
para mendigar meia dúzia de grãos de milho que alguém jogou ali
enquanto flores exuberantes caem das árvores a todo tempo
como se compusesse um lamento em lágrimas e pétalas.
Eu quero é poder viver o tempo que me resta
e apreciar a vida calma nas manhãs agitadas
do vai e vem das pessoas apressadas
pelos inúmeros caminhos possíveis na periferia.
E poder viver mais uns cem anos
só para ver concretizar amanhã todos os planos
que hoje apenas não passam de sonhos
e ver surgir ao longe o fim, solução para toda essa tristeza
que hoje toma conta de nossos corações
e nos cega diante de tanta aspereza, desumanidade e ausência.

J.W.Papa
Inserida por JotaW
1 compartilhamento

LOGOMARCA
"PRESERVE A NATUREZA E MANTENHA TUDO EM SEU DEVIDO LUGAR!"
"SALVE NOSSO PLANETA DO AQUECIMENTO GLOBAL, PRESERVANDO A NATUREZA, NOSSAS MATAS, FLORA E FAUNA, RIOS, MARES E OCEANOS!"
"EXERCENDO O PODER DA EDUCAÇÃO, RESPEITO E CIDADANIA!"







DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS


Geilda Souza de Carvalho

atelliercarvalho

Geilda Souza de Carvalho
Inserida por atelliercarvalho
1 compartilhamento

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos:
I - a soberania;
II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana;
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V - o pluralismo político.
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

Constituição Federal do Brasil
Inserida por OswaldoWendell
1 compartilhamento

Senhor
Ajuda os sem noção
A não jogarem lixo no chão
A dividirem o pão quando sobrar
A falar e não rosnar
A ajudar e não ter vergonha de precisar
Que as cidades tenham prédios gigantes
E casas com árvores no quintal
Que o bem vença o mal
Que o mal não tenha cartaz e tenha punição
Que crianças joguem, acessem internet, vejam televisão
E façam esportes, bagunça, interajam
Se alimentem bem e sejam fortes
Faz os idosos serem mais valorizados e respeitados
As praças e patrimônios públicos serem preservados
Que haja paciência, gentileza, educação
Boa prestação de serviços, atendimento, comportamento
De cada um, dos grupos, das empresas
Que eu seja e veja cada dia um bom cidadão

TinaBauCouto
Inserida por TinaBauCouto
1 compartilhamento

É realmente um exercício de tolerância viver numa sociedade onde cada vez MAIS:

-Ser idealista é ser um sonhador utópico
-Pensar na coletividade é ser otário(ou um espertinho oportunista)
-Defender seus direitos é ser problemático
-Ter opinião própria é ser desajustado
-Acreditar na mudança é ser ingênuo
-Se calar diante da opressão é ser sábio
-A cidadania morre a cada dia na contramão do avanço dos séculos
-O apelo à razão sucumbe diante da imposição dos fatos
-O pai ensina que ao se calar, se vive melhor e o filho cresce escravo da imobilidade
- Quando , se por breve momento , o oprimido sonha com transformação , deseja se tornar o opressor.

É realmente um exercício de tolerância viver numa sociedade que cada cada vez MENOS.

Rogério Carvalho
Inserida por RogerioCarvalho
1 compartilhamento

PARÁBOLA ESCLARECEDORA
(Para a classe trabalhadora)


“O pior cego é aquele que não quer ver”.
(Sabedoria Popular)


Com omissão, um funcionário viu,
sem adotar a boa providência,
o seu patrão sectário e sutil
abusar da pior maledicência.

A articulação maledicente,
feita pela chefia malvada,
teve a ação condizente
de quem fez que nem via nada.

O alienado funcionário
foi dando uma de “pata cega”
e deixou o odiado mandatário
ir tentando prejudicar um colega...

Justificando sentir muito medo
de tomar uma providência,
o omisso foi ratificando o enredo
da patronal maledicência.

Negou, na verdade, o idiota
funcionário tão conivente,
a solidariedade que importa
e se viu solitário no batente.

Depois, o malvado mandatário,
comprovando ter péssima intenção,
depôs o alienado funcionário,
negando-lhe a devida indenização.

Eis a moral da história: ser conivente
com a patronal escória é, futuramente,
sentir, na pele, a injustiça sentida,
por quem repele uma cobiça indevida.

Paulo Marcelo Braga
Belém, 15/02/2009
(09 horas)

Paulo Marcelo Braga
Inserida por paulomarcelobraga40
1 compartilhamento

SONETO DA CREDIBILIDADE PERDIDA
(Para dar um jeito na amizade fingida)

Um traidor chegou todo faceiro numa quitanda/e quis comprar alguns quilos de credibilidade./O vendedor o expulsou. Num terreiro de umbanda,/o Infeliz foi solicitar o apoio de uma "entidade".

-"Por favor, seu 'caboco', eu preciso de sua ajuda,/não entendo como conseguir a capacidade de mudar de vida./Estou sentindo a dor de um sufoco que não muda/e então eu pretendo readquirir a minha credibilidade perdida".

Após escutar a solicitação do cabra da peste,/a "entidade" impedida de dar a ajuda solicitada,/ disse: - "Tu irás penar por cada traição que fizeste."

A credibilidade perdida não pode ser comprada/pela Infernal escória, sem respeito e nem consideração./Eis a bela a moral da história pra quem tem feito traição.

Paulo Marcelo Braga
Belém, 17/03/2015
( 03 horas e 42 minutos)

Paulo Marcelo Braga
Inserida por paulomarcelobraga40
1 compartilhamento

´´Nunca é tarde para aprender,porém; quanto antes melhor.´´ Tiburcio”

´Se todos os filhos respeitassem seus Patriarcas,os presidiários seriam inexistentes no Planeta Terra.´´Tiburcio

Se a Justiça dos Homens fosse semelhante a de Deus Pai todo Poderoso no Planeta Terra não haveria nenhum tipo de discriminação. Tiburcio

´´A Justiça do Homem não deve ser partidária e sim semelhante a de Deus que por justiça emite sua luz para todos brilharem.´´ Tiburcio

´´Se a sua missão é ministrar aulas, não reclame dos alunos.Ensine- os.´´ Tiburcio

Tibúrcio
Inserida por gtiburcio

SONETO DA CEGA LEALDADE

Votarei naquele que rouba, mas faz
Pensando agir em prol da comunidade;
Em gratidão às obras feitas na cidade
Mesmo que de forma tão ineficaz.

Confirmarei nas urnas que me contento
Com os serviços que me são oferecidos;
Mais vale os poucos benefícios recebidos
Do que as muitas promessas ao vento.

Sei que meu eleito é macaco velho
Sabe drilhar a justiça, saindo impune;
E seu estilo me reflete como espelho

Junte-se a mim, siga meu conselho
O tem obras não há quem importune
Mesmo que deixe contas no vermelho.

Wesley Ferreira
Inserida por drwesleyferreira

Para cumprir com seu dever de educar, a televisão devia tão somente ler para os milhões de analfabetos brasileiros.
Ler história, ler vida... Ensinar a pensar!
Sem dar opinião, mas oportunizando a opinião.

Filipe de Sousa
Inserida por Jokafi
1 compartilhamento

a pessoa ter dupla cidadania é aceitável,porém, dupla personalidade é repugnante.marquinho poeta petrópolis R-J

MARQUINHO POETA
2 compartilhamentos

Um exercício da cidadania é um constante, nem sempre ascendente processo de "alfabetização" integral, de procurar entender a vida naquilo que ela tem de mais bonito e mais feio, enquanto vivemos. Por isso, o exercício da cidadania deve estar permeado pela esperança das coisas boas e prazerosas que ainda não se vêem, mas das quais temos certeza absoluta de que podem existir. A nossa análise e a nossa denúncia devem ser claras, e o nosso anuncio deve conter coisas realizáveis a curto, médio, e longo prazos. Assim podemos ser construtoras e construtores da esperança, lutando contra toda e qualquer forma de analfabetismo.

Reimer, 2001, p. 845
2 compartilhamentos

Cidadania, não existe!Que todos os políticos falam tanto que querem que aconteça, mais o que adianta eu já falei os burgueses estão no poder na sociedade, o dinheiro fala mais que os valores éticos. Mais o que adianta metade da população querer mudar o nosso pais, e o resto não querem fazer nada e fica nas custas dos outros? Na verdade ninguém quer lutar por nada, todo mundo quer as coisas muito fáceis, não tem o prazer da conquista e luta!

Natali Oliveira
2 compartilhamentos

As pessoas exercendo sua cidadania precisa estão acostumadas a absorverem verdades mascaradas e por comodismo se recusam a ir à busca da realidade oculta

Douglas Piedade de Carvalho
Inserida por Dough
1 compartilhamento

A cidadania é o primeiro passo para o primeiro mundo, que é o sonho atual de nossa pátria, "tão pobrinha" mãe gentil.

Marcel Henrique Grazioli
Inserida por marcelgrazioli
1 compartilhamento

Direito de ir e vir não é Cidadania. Cidadania é você lutar por um país melhor não só para você, mas também para toda a nação

Yasmiim Will
Inserida por YasmiimWill
1 compartilhamento