Coleção pessoal de CikaParolin

1 - 20 do total de 1501 pensamentos na coleção de CikaParolin

Por alguma razão,
sempre buscamos explicações para o que é ruim.
Nunca dizemos ou pensamos "Porque fulano é tão bom?"
Mas passamos muito tempo conjecturando os porquês
das maldades alheias, quando o natural seria tentarmos encontrar o que de bom fez com que alguém se tornasse tão especial.
Cika Parolin

Cika Parolin 17 de agosto de 2018

O movimento dos afetos deve ser natural.
Permanecem ou partem apenas os que assim
o quiserem, sabendo que meu coração não
possui trancas nem cadeados.
Cika Parolin

Cika Parolin 17 de agosto de 2018

Diariamente faço as minhas preces a Deus
e peço a ELE que me conceda discernimento, clareza
e capacidade de perceber as minhas falhas.
Que além de percebê-las eu as corrija.
E que além de corrigi-las,
eu não as repita.
Cika Parolin

Cika Parolin 13 de agosto de 2018

A despeito das minhas imperfeições,
é animador saber que posso realinhar os rumos
e que sempre é tempo para reaprender.
Para isso, basta que eu me arme de humildade
e que eu não esqueça do Deus Misericordioso
que jamais desampara seus filhos.
Cika Parolin

Cika Parolin 12 de agosto de 2018

Encantas-me quando tua mão procura a minha, enquanto dormes!
Sinto que somos partes de um todo
e que é importante ter-me ao teu lado.
Cika Parolin

Cika Parolin 10 de agosto de 2018

Permito-me mudar de ideia, modificar rumos, rever posições, ficar feliz e ficar triste...Não faço parte daqueles que acham que isso é "sintoma de bipolaridade"...Acredito antes que sou humana... Não tenho o menor medo da vida e de me responsabilizar pelas mudanças que eu faça ou não.
Cika Parolin
Registro BN 728.657

Cika Parolin 13 de novembro de 2013

Evite, na medida do possível, o chamado "calor da hora",
quando se corre o risco dos excessos das palavras mal colocadas, com peso diferente do pretendido.
Manter-se distanciado dos conflitos é sinal de prudência
de quem preza a paz.
Cika Parolin

Cika Parolin 07 de agosto de 2018

Sou daquelas felizardas cujo marido jamais elevou a voz ou tentou se impor pela força. Nunca abriu minha bolsa ou perguntou com quem eu falava.
Quando vejo tantas mulheres massacradas e mortas por companheiros inseguros e violentos, me permito aconselhar as moças inexperientes a observar melhor os sinais que esses homens dão, desde o início do relacionamento. São atitudes facilmente confundidas com aquele ciúme gostoso que as mulheres a princípio adoram. Frases como: "essa saia está muito curta, suas pernas são lindas e não quero que outros homens as vejam" ou aquele ciúme sem cabimento de um amigo ou de um parente! São diversos sintomas que se ignorados, em pouco tempo, se transformarão em um tormento e, pior ainda, após o casamento, transformam-se em violência.
Meninas! ao primeiro puxão mais forte em seu braço,
à primeira palavra que não soar bem aos seus ouvidos,
reveja sua posição em relação a essa pessoa. Fuja enquanto é tempo! Mostre que tem família, preserve sua integridade.
Talvez nessa primeira reação esteja a sua chance de sair viva de um futuro relacionamento doentio e perverso.
Cika Parolin

Cika Parolin 06 de agosto de 2018
1 compartilhamento

Quando errar e reconhecer seu erro, não hesite para pedir perdão. Por outro lado jamais o peça pelas coisas que não cometeu. Tampouco busque esclarecer o que não provocou.
Entenda que sempre haverá quem dissemine falatórios sem conhecer os fatos, por deduzir que você é isso ou aquilo...
Unicamente espere com serenidade que o tempo traga todas as respostas.
Cika Parolin

Cika Parolin 06 de agosto de 2018

"Envelhecer é um processo inevitável", todos sabemos!
Porém acredito que o envelhecimento da alma acontece de maneira distinta para cada um. Está mais sujeito à maneira como o encaramos,
que ao simples passar do tempo.
Por essa razão encontramos idosos, apesar de suas dificuldades, de espírito jovem e otimista, enquanto outros, sem doenças limitantes e sem grandes atribulações, portam-se como se viver não mais importasse. Pensando nisso procuro seguir a maneira oriental de encará-la isso é, mantendo-me útil aos meus, apaixonada pela vida e o mais importante, fazendo com que minha existência tenha uma "razão de ser".
Digo para mim mesma: "seja o que for, faça! Planeje um novo livro, faça pasteis para os netos, encontre as amigas, veja comédias, ria a valer, cante sozinha, dance se puder!
VIVA cada dia sem pensar em morrer."
Cika Parolin

Cika Parolin 05 de agosto de 2018

Dê uma trégua ao seu coração!
Aceite-se e às suas fragilidades.
Há dentro de você tantas coisas bonitas,
dê ênfase a elas.
Deixe-as fluir, simplesmente.
Cika Parolin

Cika Parolin 01 de agosto de 2018

A conquista da convivência afetuosa e pacífica requer,
na grande maioria das vezes, um primeiro passo rumo ao outro!
Diante de braços abertos, de mãos desarmadas e de corações entregues...
muitos os abrirão, muitos se desarmarão
e muitos entregarão o coração.
Cika Parolin

Cika Parolin 30 de Julho de 2018

Um mau momento é apenas um detalhe
entre tantos dias maravilhosos que Deus nos concede.
O ser humano, pessimista por natureza, reclama de tudo
e dá relevância excessivamente grande aos acontecimentos menos felizes. Esquece rapidamente das tantas coisas boas
que lhe acontecem, para acorrentar-se às suas infindáveis lamentações.
Cria dessa forma uma imagem de sofredor, gerando em torno de si uma energia que afasta as pessoas, o que intensifica ainda mais o seu sofrer.
Não falo em fingir não ter problemas, mas em encará-los de forma positiva; em acreditar que aquilo é apenas um momento difícil, porém passageiro.
Cika Parolin

Cika Parolin 28 de Julho de 2018

A coragem de seguir o que diz o coração, a despeito de ser entendida ou não, parece-me sempre a melhor saída,
visto que tal decisão leva-me ao encontro de mim mesma.
Cika Parolin

Cika Parolin 27 de Julho de 2018.

O respeito é a base da convivência pacífica entre seres essencialmente diferentes. Sou ciosa do calor do sol a que faço jus, mas sou capaz de compreender que todos,
sem exceção, têm o mesmo direito ao seu quinhão. Cika Parolin

Cika Parolin 26 de Julho de 2018

Com a maior sinceridade de que sou capaz,
não costumo ficar aprisionada às correntes da mágoa!
Obviamente, eu percebo atitudes que escondem falta de
lealdade e gratidão, mas nem por isso fico ruminando tristezas.
Somente me afasto para ir ao encontro de gente cuja aura
exala bem-querer.
Cika Parolin

Cika Parolin 25 de julho de 2018

Quando mais jovem, eu achava que envelhecer seria uma coisa muito triste! Mas, por mais incrível que possa parecer, à medida que envelheço, descubro que amadurecer é a arte de dar o devido peso aos acontecimentos. O que antes seria motivo de tristeza e rancores passa a ser descartado rapidamente
e em seu lugar entra a sabedoria de ver tudo com mais leveza.
Cika Parolin

Cika Parolin 25 de julho de 2018

Se, por apenas uns minutos,
pensássemos na complexidade dos planetas,
das estrelas, das galáxias...
perceberíamos quanto tempo desperdiçamos
com bobagens! Entenderíamos que diante da grandiosidade
do Universo somos apenas efêmeras partículas de vida
e que não temos o menor motivo para nos sentirmos
melhores, mais capazes que ninguém.
Cika Parolin

Cika Parolin 24 de Julho de 2018

Tenho memória curtíssima para ressentimentos!
Duram no máximo algumas horas
e vou logo em busca de algo que me faça bem,
que me inspire e alegre meu existir.
Cika Parolin

Cika Parolin 24 de Julho de 2018

Pedaços de nós,
fragmentos da nossa história
que permanecem no tempo e no espaço!
Perdidos, irrecuperáveis,
mas para sempre na memória!
Cika Parolin

Cika Parolin 23 de julho de 2018.