Coleção pessoal de CikaParolin

1 - 20 do total de 1666 pensamentos na coleção de CikaParolin

Súbito amor
surgido ao acaso.
Tão rápido quanto chega,
ao primeiro golpe de vento,
evapora
e some simplesmente,
seguindo seu efêmero destino.
Cika Parolin

Cika Parolin 10 de maio de 2019

Sempre desconfiei de quem, o tempo todo,
garimpa os meus erros e procura apontá-los...
Não seria para encobrir os próprios?
Cika Parolin

Cika Parolin 15.05.2020

Um tantinho de riso, um tantinho de lágrima,
um "tantão" de sonho, de esperança, de fé
e cá estamos nós, em compasso de espera,
acreditando que amanhã tudo será diferente.
Novamente sentiremos o sol morno nos aquecendo a pele,
novamente a brisa suave tocará nosso rosto
e enfim perceberemos que, antes disso tudo,
mal nos dávamos conta do quão maravilhoso era
sentir a brisa, o sol, os dias ...
Cika Parolin

Cika Parolin 12.05.2020

Ah "Carlinhos",
Sentei-me ao teu lado!
Falei, falei...
Não me respondeste.
Quis saber das dores,
da pedra no caminho,
o que houve com José,
de Minas, a Itabira,
e dos amores...
Não me respondeste,
apenas, impassível, ouviste.
Deixei-te na brisa, no tempo
e fui te ler.
Cika Parolin
(Homenagem a Carlos Drummond de Andrade)

Cika Parolin 07 de maio de 2020

Se de repente
uma canção te faz sorrir
ou chorar,
não duvide,
é um poema
que virou sinfonia
e se esconde
na nota musical!
Cika Parolin

Cika Parolin 05 de maio de 2020

Abriu as portas de par em par
e ali estava ele!
Nada poderia indicar
que novamente seus caminhos se cruzassem,
mas como o destino sempre intervém a seu bel prazer,
lá estavam, um diante do outro.
Sabiam, naquele exato instante,
que suas almas não mais se separariam
e esqueceram o habitual bom senso
para celebrar o tácito acordo de não mais
enfrentarem as tempestades cada um por si.
Cika Parolin

Cika Parolin 03.05.2020

Levava uma ferida na alma,
por questões inconciliáveis,
mas os "ventos do destino"
sempre os aproximava novamente.
E assim reacendiam as labaredas da paixão,
para algum tempo depois, a dura realidade
transformar tudo em cinzas outra vez.
Desse modo viviam:
Entre grandes fogueiras e cinzas.
Quem sabe , um dia,
chegue o tempo do fogo brando
e a paixão permaneça aquecida
apenas pelo calor da brasas mornas.
Cika Parolin

Cika Paolin 23.04. 2020

Nenhum gesto de bondade que pratiquemos será vão.
Mesmo que quem o recebeu jamais saiba ou se esqueça dele,
você terá feito a sua parte para transformar o mundo em um lugar mais solidário e bonito.
Cika Parolin

Cika Parolin 20 de abril de 2020

Ler e escrever
Há momentos especiais na vida de cada ser!
Sem dúvida, um deles é o primeiro contato com as letras.
Abre-se um mundo mágico diante de nós
e, em desenfreada carreira, saímos a ler tudo o que vier pela frente:
Placas, bulas, embalagens, livros...
Ah! quando chegamos aos LIVROS!
Ou é amor incondicional, para toda a vida,
ou nunca chegaremos ao final de nenhum deles.
Do amor à leitura até escrever, é algo estupendo.
O que parecia um sonho distante começa a se delinear
e ao que se apaixona também pela escrita,
só há um caminho a seguir:
O de por palavras se expressar.
Muitos têm, na tenra idade,
o impulso de sua obra criar,
mas por razões diversas deixam o sonho pelo caminho.
Há porém, os que persistem,
bem ou mal seguem escrevendo
e alimentando seu amor pela leitura e pela escrita.
Cika Parolin

Cika Parolin 20 de abril de 2020

Creia! Todo o bem lhe sorri
quando você faz dele a sua meta.
Emita ao Universo bons pensamentos,
nada tema e siga!
Cika Parolin

Cika Parolin 12 de abril de 2020

Pode até ser
que o bem que você fez,
não tenha sido percebido!
Isso não importa!
O importante é que o tenha praticado.
Cika Parolin

Cika Parolin 06 de abril de 2020

Há seres que nem percebem,
mas são especialistas na arte
de perderem os afetos verdadeiros
que lhes dedicam!
Cika Parolin

Cika Paroli 09 de abril de 2020

Nada há para se temer
se a fé afugentar o medo.
Cika Parolin

Cika Parolin 06.04.2020

Sei que não devo reclamar de nada!
Sei de tantos que enfrentam, além do risco dessa pandemia,
carências do essencial para sua subsistência.
Se eu estou deprimida, nervosa, sentindo-me prisioneira em casa... como estarão os irmãos que não conseguem trazer o pão para alimentar a família? que tiveram seus trabalhos reduzidos? Posso avaliar seu desespero, posso sentir suas preocupações...
Hoje a pergunta que não quer calar é: até quando essa situação vai perdurar; quando poderemos todos cuidar da vida com a normalidade que antes, talvez, nem percebêssemos tão importante?
Cika Parolin

Cika Parolin 06 de abril de 2020

Vida que te quero leve,
que te quero suave,
que te quero doce!
Que os pesos sejam deixados de lado,
que as agruras passem logo,
que o amargor seja breve.
Cika Parolin

Cika Parolin 23 de março de 2020

Perfeito seria que os elogios fossem tão "agudos" quanto as críticas.
É que o dito "ser humano" sente especial prazer em garimpá-las.
E o ápice do prazer, expô-las.
Cika Parolin

Cika Parolin 21 de março de 2020

Não, não estou triste,
estou melancólica!
Hão de perguntar, mas não é a mesma coisa?
Não na minha opinião:
Tristeza para mim é algo mais sofrido,
que beira a depressão.
Coisa bem diferente de melancolia.
A tristeza me leva à dor e às lágrimas
e não inspira poesia.
Melancolia é falta de algo que passou
e que me trouxe alegria.
Cika Parolin

Cika Parolin 20 de março de 2020

RESPOSTA

Queres que eu te ame
sem fazer alarde,
que fora dos muros
ninguém nos ouça.
Queres que os pássaros
não se sintam incomodados
e que meu amor não te perturbe...
Ora, o amor não foi feito para viver calado,
Quem ama quer gritar aos ventos
e quer que se grite ao mundo
o quanto é amado.
Cika Parolin

Cika Parolin 20 de março de 2019

O sol passa pelas frestas do casebre
e pinta de ouro
o velho e gasto assoalho.
Como a lembrar que em tudo há beleza,
basta que se queira vê-la.
Cika Parolin

Cika Parolin 29 de fevereiro de 2020

Constituídos que somos de mente, alma e corpo
deduz-se que se um desses elementos for minimizado, seremos incompletos como seres pensantes e espirituais.
Nosso corpo é o templo que abriga alma e mente.
Alma e mente constituem nosso interior e dele depende
o perfeito equilíbrio do nosso ser, como um todo.
O nosso verdadeiro "EU" está do lado de dentro e se manifesta do lado de fora e podemos afirmar que os três estão interligados e que o corpo "fala" daquilo que vai dentro.
Cika Parolin

Cika Parolin 19 de aril de 2019