3 min. de leitura | indicado para +3 anos

Era uma vez, uma menina cujo pai e mãe estavam mortos. Ela era tão pobre que não tinha mais nenhum cômodo para morar, nem cama para dormir. Por fim, ela não tinha mais nada além das roupas que vestia e um pedaço de pão na mão que alguma alma caridosa tinha dado para ela. Mas essa menina era muito boa e piedosa.

E como ela foi abandonada por todo o mundo, ela saiu para o campo, confiando no bom Deus.

Então, um pobre homem encontrou-se com ela e disse: “Ah, dá-me de comer, estou com tanta fome!”

Ela o deu o pedaço de pão inteiro e disse: “Que Deus o abençoe”, e foi em frente.

Então veio uma criança que disse: “Minha cabeça está tão fria, dê-me algo para cobri-la”.

Então ela tirou o capuz e deu a ele.

E quando ela caminhou um pouco mais longe, ela encontrou outra criança que não tinha casaco e estava congelada de frio. Então ela deu o seu próprio.

Um pouco mais adiante, uma outra criança implorou por um vestido, e ela o deu também.

Por fim, ela entrou em uma floresta e já havia escurecido, e veio outra criança, e pediu uma camisa. A boa menina pensou consigo mesma: “É uma noite escura e ninguém me vê. Eu posso muito bem doar minha camiseta ”, e a deu também.

E ela assim permaneceu, e não tinha lhe sobrado nada. Então, de repente, algumas Estrelas do céu caíram, mas não eram simples estrelas. Era dinheiro! E embora ela tivesse acabado de dar sua pequena blusa, uma nova apareceu no lugar de um tecido muito mais fino e lustroso.

Então ela juntou o dinheiro e ficou rica todos os dias de sua vida, continuando suas obras de caridade.