Um piolho e uma pulga moravam juntos na mesma casa. Certo dia, eles estavam preparando mingau dentro de uma casca de ovo. Distraído, o pequeno piolho caiu dentro da casca de ovo e se queimou. Diante da situação, a pequena pulguinha começou a gritar alto. Então, a pequena porta do quarto disse, "Minha pequena pulguinha, porque está gritando?"

"Porque o piolho se queimou."

Com muita dor, a porta começou a ranger. Foi aí que uma vassoura, que estava encostada num canto, falou para a porta: "Porque você está rangendo, pequena porta?".

"O piolhinho se queimou todo
e a pulguinha está chorando."

Então, a vassoura também começou a varrer descontroladamente. Um carrinho de mão, que passava pelo local, perguntou: "Porque está chorando, minha amiga vassoura?".

"O piolho se queimou,
a pulguinha está chorando
e a porta está rangendo de dor."

Então, o carrinho de mão disse, "Então, eu vou correr," e saiu correndo igual um louco. Então, um monte de cinzas que corria com ele falou: "Porque você está correndo também, carrinho de mão?".

"O piolho se queimou,
a pulguinha está chorando,
a porta está rangendo de dor
e a vassoura está varrendo."

Naquele instante, o monte de cinzas falou: "Então, vou queimar furiosamente"; e começou a queimar com chamas claras. Uma pequena árvore estava perto do monte de cinzas e perguntou: "Monte de cinzas, porque você está queimando?".

"O piolho se queimou,
a pulguinha está chorando,
a porta está rangendo de dor,
a vassoura está varrendo
e o carrinho de mão está correndo."

A pequena árvore então falou: "Então, vou me sacudir todinha" e começou a se sacudir e todas as suas folhas caíram. Uma garota apareceu carregando um jarro de água, viu tudo aquilo e perguntou: "Minha amiga árvore, porque você está se sacudindo toda?".

"O piolho se queimou,
a pulguinha está chorando,
a porta está rangendo de dor,
a vassoura está varrendo,
o carrinho de mão está correndo
e o monte de cinzas está se queimando."

Então a garota falou: "Então, eu vou quebrar o meu pequeno jarro d'água" e ela quebrou o seu pequeno jarro d'água. Então, disse uma pequena fonte de onde corria a água: "Menininha, porque você está quebrando o jarro d'água?".

"O piolho se queimou,
a pulguinha está chorando,
a porta está rangendo de dor,
a vassoura está varrendo,
o carrinho de mão está correndo,
o monte de cinzas está queimando
e a pequena árvore está sacudindo."

"Oh, não!" disse a fonte, "então, eu vou começar a correr!", e ela começou a correr com muita força. Dessa forma, todos se afogaram na água: a menina, a pequena árvore, o pequeno monte de cinzas, o carrinho de mão, a vassoura, a pequena porta, a pulguinha, o piolho, todos juntos.

Explicação de O Piolho e a Pulga

Esta historinha apresenta uma sucessão de eventos caóticos de uma maneira divertida e poética, brincando com as palavras e as frases contidas nela.

A partir do momento em que o piolho se queima, os demais personagens começam a ter atitudes na base do desespero: a pulga chora, a porta range, a vassoura varre, o carrinho de mão corre, o monte de cinzas queima e a árvore sacode.

A moral desta historinha é de que devemos sempre manter a calma quando alguma coisa ruim acontece ao nosso redor. Dessa forma, poderemos ajudar quem está em uma situação de dificuldade com gentileza e, principalmente, tranquilidade.

Veja também: