Crônicas para Crianças

Cerca de 726 crônicas para Crianças

Guardo dois Paraísos dentro de mim. Um deles são minhas lembranças de crianças, meus amigos da escola e da Ígreja, minha primeira comunhão, O hino o meu coração é só de Jesus, meus cachorros, minha liberdade dentro da fazenda, meus banhos gelados na pequena cachoeira, a pésca de lambaris e traíras nas barrentas lagoas. O outro hoje é quando paro e medito nas obras do grande criador. Olho a paisagem, a beleza, o silêncio, e ele me leva de volta correndo para o Paraíso que guardo dentro de mim.
(J.Zucatélli)

J.Zucatélli
Inserida por DraJaneRebello

Crianças,só crianças
Se elas não crescem,se elas não se perdessem...
Se elas pudessem vir com chip de manutenção...
Se elas fossem todas negras...
Se elas fossem todas ruivas,brancas não!
Se elas não fossem excluídas,deprimidas...
Se elas não caíssem nos contos do vigário...
Se não se escondessem no armário...
Se elas dissessem mais não do que sim...
Se elas deixassem de brincar de pique esconde...
Se o bebê deixasse de ser amamentado...
Deixariam de ser crianças,o mundo deixaria de ser nosso mundo e talvez o céu anoitecesse.Dai então viria o apocalipse.Verias Deus descer do céu o diabo emergir da terra,encontraria novamente com Barrabás,preste atenção meu rapaz.

Keila Pereira Silva
Inserida por KeilaPereiraSilva

Enquanto pessoas morrem de cancer, aids entre outras coisas..
Enquanto crianças são abandonadas e abortadas...
Enquanto há fome por diversos lugares da terra...
Enquanto animais sofrem crueldades...
Enquanto mães perdem seus filhos para as drogas...
... TEM GENTE QUE SÓ SE IMPORTA EM CAUSA DOR... E SE DIVERTE
ACHANDO O MAXIMO SEUS MOTIVOS FUTEIS E BANAIS.
(Aut: Sandra Lima)

Sandra Lima produtora
Inserida por sl44

Quando palavras puderem dizer tudo,
Quando não restarem lágrimas,
Quando crianças imaginarem um futuro,
Quando sonhos se realizar,
Quando o dia terminar e a noite chegar,
Quando a luz for a visão de todos os homens,
Quando existir mais amizades,
Quando existir momentos em que dançamos, sorrirmos, brincamos.
Quando houver chances, possibilidades, probabilidades,
Quando não for só uma luz a recompensa no fim do túnel,
Quando o teu momento chegar arrisque tudo não viva de "E se...?", e não viva de "meio termo" seja ousado(a) e garanta uma única coisa... que QUANDO tiver 0,01% de ser feliz faça milagres na Terra para o mundo conspirar ao teu favor.

Rafael Cardoso
Inserida por rafinha007

Crianças felizes...
Cada um de nós,
saberá o que fazer
e como agir
em cada situação.
Fica combinado
que o mundo será dirigido
por almas inocentes
onde tudo será refeito
e do nosso jeito,
vai funcionar melhor.
De nada vamos tirar proveito
se a todos não for conveniente
e dessa gente que nada faz,
por nós, faremos nós.
Declaramos novos direitos
e deportamos o que é inútil
guardar como exemplo.
Deletamos tudo aquilo
que podou nosso tempo
nosso amor, nossa dignidade.
Em nome de todas as nações,
declaramos ao mundo,
novas direções.
Ao digitar nossa senha,
aparecerá sempre
a palavra-chave,
Crianças Felizes.

Erotildes Vittoria
Inserida por erotildesvittoria

Eu, eu, eu...

Há crianças em todo o mundo que tremem ao ouvir um simples bater de porta empurrada pelo vento. São crianças que jamais saberão se algum olhar é de amor ou se desejam apenas saber sua reação diante de um fuzil apontado para suas cabeças, seja a arma, de aço, intolerância ou de ódio.

Somos todos de certa forma, impotentes e acabamos fazendo parte desta platéia egoísta e extenuante. Pregamos verdades, soluções em nome de um líder religioso, político, de uma maioridade e assim, vamos caminhando com cordas no pescoço e correntes nos tornozelos, sem que percebamos para onde estamos sendo levados.

Muitos, disputam tudo e gritam sua verdade até a exaustão e assim, vão impondo suas condições aos que precisam que alguém lhes diga o que fazer e por medo ou comodismo, se deixam arrastar pelos becos escuros e fétidos.

A coragem e o discernimento para dizer não, estão ainda em trabalho de parto e quando se trata de ir à luta, não funcionam em muitas pessoas que são alienadas e atadas a um condicionamento autoritário, mas sempre proveitoso e isto, as tornam coniventes com a situação.

Muitos de nós, vivem para engordar o "Ego" e outros tantos, brigam por seus direitos, mas pisam no direito dos outros sem nenhum constrangimento.

Há ainda, os que julgam e condenam com facilidade, mas julgar a sí próprio, será sempre impossível. Cada um vê em sí, um ser incapaz de equívocos.

"Se o homem não consegue enxergar a sí prórpio, jamais, em tempo algum, verá o próximo".

by/erotildes vitoria/‎quarta-feira, ‎5‎ de ‎março‎ de ‎2014/13:15:39
manuscrito de 2008/ed. 2014

Erotildes Vittoria
Inserida por erotildesvittoria
1 compartilhamento

Dez de mil...
Era ali,
no cantinho do quintal
onde brincavam
muitas crianças felizes.
Chamava-se,
rua da casinha nova,
número, dez de mil.
Guardavam segredos,
falavam de seus medos
de suas travessuras,
mas nunca mencionaram
o motivo desta numeração.
O que todos sabiam,
era onde moravam crianças
que alimentavam pássaros
com asas quebradas,
até que pudessem outra vez,
voar livremente.
Era ali também,
a casa da vontade de brincar
de pular corda, de cantar
e de contar histórias
que acabaram para sempre,
guardadas na memória
de cada uma delas.
by/erotildes vittoria
segunda-feira, 17 de março de 2014/12:11:22

Erotildes Vittoria
Inserida por erotildesvittoria

CRIANÇAS IMPRÓPRIAS

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Só entendo as mudanças progressivas;
cujas rotas não têm retrovisor;
sei que a flor nunca mais será botão
e que o tempo não faz percurso inverso...
A saudade só tem que ser saudade
ou estante honorária das lembranças;
nossa idade não dança o nosso tango
nem o aço do espelho exibe as almas...
Mas conheço quem vá na contramão
do seu tempo, seu vão, seu horizonte;
cai do vento e se arrasta contra si...
Não entendo pessoas decrescentes;
velhas mentes atadas aos umbigos
de crianças que há muito já não são.

Demétrio Sena - Magé-RJ.
Inserida por demetriosena

Somos nos as crianças agora,
ambos com corações marcianos
e vénus venusianos,
tu com mascara de peixes,
e eu com minha mascara de teu aquário,
postos a dançar,
mas em guerra te sou o inferno,
frio, distante e com teus sentimentos brincalhão,
e nas ideias me mostro elegante de tal forma que te rendo,
te derrubo com minha ilusória razão majestosa,
porém, se tu és quem se mostra contundente e energética,
sabes bem como tirar-me de minha casa e nos joga ao caos,
então rapidamente me valho do jogo de cintura,
e tomo tua mão pra fugirmos pra saturno,
onde somos iguais.

Helom Egidio
Inserida por HelomHeSo

ANJOS SÃO PROTETORES PERMANENTES DAS CRIANÇAS

Geralmente a criança é bem protegida do mal pelos anjos (ou espíritos de luz) e a entidade ruim dela se afasta pois, se a criança morre, como tem o coração puro, ficará próxima a Deus, provavelmente também como anjo. Isso o mal não quer. Assim, quando pedimos a Deus para proteger nossas crianças, geralmente anjos são enviados para protege-las. Além disso, os anjos protetores que todos têm nunca delas se afastam. No caso do adulto, este deve procurar manter um coração puro, assim, o mal se afasta e seu anjo protetor (ou espírito protetor) estará sempre presente. Ressalve-se que, às vezes, a pessoa nasce, mas é pré-destinada, antes da concepção, a morrer ou sofrer ainda na infância, tendo isto um propósito que somente o lar espiritual, em que seu espírito vivia antes da reencarnação, saberia.

Marcos Alves de Andrade
Inserida por MarcosAlvesdeAndrade

O mundo das crianças não tem dor

O sorriso singelo o olhar a brilhar,
envolvidos em braços que amparam
Crescendo como uma sementinha,
e faz da sua infância uma magia
Imaginar que é piloto de avião,
e flutuar no céu com seu coração
Brincar de mocinho usando o estilingue,
e prender todos os bandoleiros
Se os brinquedos quebram em pedacinhos,
nunca, jamais perdem a esperança.
Pezinhos no chão chutando as pedrinhas,
brincando na chuva saltando nas poças
Enquanto a chuva molha seu o rosto,
respira fundo a água é gelada
sentindo o cheiro da terra molhada
Nos pequenas detalhes , nos pequenos gestos,
Encontra o amor nas coisas tão simples,
Sua maior riqueza ser uma criança,
Seu maior tesouro sua inocência,
Por isso, feliz o dia em que nasce uma criança.

Maria Vita Pereira
Inserida por MariaVitaPereira

Chuva

Pessoas correm desesperadas, para não se molhar.
Crianças brincam descalças na chuva.
Os carros são poucos, e os cães não passeiam mais.
Os pássaros desapareceram sem deixar rastros.Assim como você.
A onde estarás?
Peço a Deus que a tempestade e sua ausência seja algo fugaz...
E com o sorriso nos olhos, sei que voltarás.
Primeiro a chuva, logo o arco-iris aparecerá!

Roseli Alves da Silva
Inserida por Diariodeumabaixinha

Faço trabalho voluntário com crianças de 4 a 8 anos e tenho certeza que aprendo muito mais do que ensino. A minha função nesse trabalho voluntário é ensinar um pouco sobre Jesus, sua vida e o evangelho. Mas não é nada de oração e rezas e sim ensinar o amor na prática. Ensinar que o amor vivido e experimentado vale bem mais que palavras soltas de "eu te amo". Me ama? Então prova!
Então eu ensino que amar é obedecer a mamãe e o papai mesmo que você não esteja a fim.
Amar é dar um copo de água para vovó que pediu e estava com sede e cansada.
Amar é acordar cedo e andar de pontinhas dos pés para não acordar ninguém.
Amar é ajudar a mamãe nos afazeres domésticos, mesmo que seja apenas enfeitar a mesa para o almoço.
Amar é fazer ao outro o que gostaríamos que fizessem à nós. Amar é reconhecer que errou e procurar não fazer de novo.
Às vezes para amar você só precisa ouvir ou sorrir, chorar ou pular junto.

Arcise Câmara
Inserida por Arcise

Criança é Criança
Amo crianças com vestidos, frufrus, jeitinho de criança, tênis, roupa suja, parque de diversões, lápis de cor, choro, birrenta, mas criança que é uma pequena mulher ou um pequeno homenzinho, aqueles que quebram etapas significativas da vida, não brincam, não se sujam, não fazem peraltices, são adultinhos em miniatura para mim é tão estranho, ver crianças de salto, ver crianças maquiadas, ver crianças de roupas de adulto, tomara que caia, ver criança de bolsa, unhas pintadas. Crianças que não curtem brincadeiras de criança, crianças que se ofendem em ser denominadas como crianças, crianças que não sabem ou não aprenderam brincadeiras lúdicas, crianças em rede sociais. Aí o tempo passa e as crianças querem voltar o tempo, querem não ter preocupações, querem brincar, querem curtir, querem ser o que nunca foram e então a sociedade ganha de brinde um monte de adultos infantilizados.

Arcise Câmara
Inserida por Arcise

Cidade pequena, onde a vida passa desacelerada, onde só há crianças e senhores, os jovens saem para ganhar a vida e voltam quando velhos, para perdê-la em paz.

- Eu esperei muito tempo por esse dia, sua partida em busca de algo melhor. Você, leve e linda, cheirosa e meiga, não merece ficar estagnada em algo sem mobilidade nenhuma como esta cidade soturna.
- Mas papai, não vai dar. Como vou deixar o senhor aqui? Acho melhor eu rejeitar esta proposta de emprego. Não consigo meu pai, não consigo. Venha comigo, por favor?
- Deixe-me aqui, esse lugar já faz parte de mim filha. Seu querido paizinho já está muito velhinho para essas aventuras.
O Sol do entardecer batia em seus olhos em pranto. Mariano irredutível com um abraço sussurra em seus ouvidos.
- Querida, você precisa ir. Venha meu bebê sente-se aqui.
E uma pausa, um silencio lutuoso fica no ar.
- Sabe filha, não se preocupe comigo, aqui é minha terra, mas não é a sua. Não tenho vontade de partir, já vivi tudo que tinha que ser vivido. Você é jovem ainda, sua alma está inquieta agora, e isso é ótimo. Seu velho vai ficar bem aqui, ta bom? Agora vaia logo antes que escureça. Leve com você isto.
Mariano tira do bolso uma bússola, velha e quebrada.
- Olha minha querida, quando eu saí de casa meu pai me deu esta bússola me disse que ela me indicaria o caminho da felicidade. Leve com você. É tudo que eu tenho de mais valioso.
Ela olha aquela bússola surrada pela vida, olha para o pai como se esperasse que ele falasse mais alguma coisa. Ele captando no ar responde.
- Valioso aos olhos do coração minha filha, é o que importa. O coração.

Lucas Freitas Lima
Inserida por LucasFreitasLima
1 compartilhamento

Onde estão os super-heróis que todos nós acreditávamos quando éramos crianças?
Onde estão todos aqueles sonhos que todos nós tínhamos quando éramos crianças?
Crescemos, sonhando com um mundo que não existe!? E se existisse, faria alguma diferença?
Eu acho que não muita, pois, os sonhos são outros, mas as pessoas são as mesmas.

Elvis Souza
Inserida por ElvisSouza

Temos três tipos de olhares de acordo com a nossa idade.
Quando crianças o olhar da ingenuidade,da travessura e da ausência dos medos;
Na puberdade, nosso olhar busca o interrogativo contestado,o êxtase das emoções,a busca do incansável….
Chegamos então à maturidade,onde a travessura da infância torna-se mais polida contudo, jamais tolhida…onde o deleite agora faz-nos deixar muitas vezes, em um estado hilariante de ser e a maturidade nos reporta a um olhar de meditação,buscando muito além do antes vivido ou seja, a contentação do hoje,do agora,do breve!

Karla Diniz
Inserida por KDRG1

É difícil entender a vida. Quando somos crianças queremos é crescer logo, ser independentes, não dever satisfações a ninguém, mas todo mundo nos diz que temos que aproveitar enquanto somos crianças. Porém ninguém nos diz porque, ninguém nos explica que é difícil ter responsabilidades e o quanto é chato ter que se sustentar e se responsabilizar por seus atos.
O importante é aproveitar o hoje, se entregar ao agora. Sem saudosismos pelo que foi vivido e sem ficar pensando em como teria sido se tivesse sido diferente. Entenda que nada é por um acaso e que aconteceu na sua vida exatamente o que deveria acontecer. Agradeça por cada dia que lhe é dado e o aproveite. Há apenas uma vida e apenas uma chance de fazer acontecer.

Flavia Lopes
Inserida por flavets

As crianças de hoje nunca terão:

Bananas de Pijama, Ursinhos Carinhosos, Geloucos, Tartarugas Ninjas, Super Mario World, Tamagotchi, Pega Vareta, Pega Peixe, Elástico, Pink e Cerebro, Cocoricó, Chapolin Colorado, Amoeba, Du Dudu e Edu, Luluzinha, Bob o Construtor, Fofoletes, Peão, A Família Adams, Canetas perfumadas, Chiquititas, Mocinha, Super Nintendo, Zé Coméia, Coragem o Cão Covarde, Dragon Ball, Digimon, Power Rangers, Teletubies, Tortuguita, Zoboomafoo, Castelo Ratimbum, Scooby Doo, Corrida Maluca, Capitão Caverna, O Pimentinha, O Fantasminha Camarada, Kenan e Kel, Um maluco no pedaço, e muitos outros.

Isso sim eu chamo de bons tempos…

Karla Lins
Inserida por karlalins

Anos Incríveis

“Quando somos crianças, somos um pouco de cada coisa, somos artistas, professores, cientistas... Às vezes parece que crescer é desistir destas coisas UMA A UMA. Todos nos arrependemos por coisas dais quais desistimos. Algo que sentimos falta, desistimos por sermos preguiçosos ou por termos medo.Existem pessoas que passam em nossas vidas e vão embora e nunca mais ouvimos falar nelas, outras entram e permanecem para sempre. E há aquelas que passam e vão embora, mas jamais as esquecemos. O Amor nós obriga a fazer coisas engraçadas, ele nos torna orgulhosos, ele nos deixa arrependidos... E mesmo que eu não soubesse que caminho nos iríamos seguir, eu sabia que não podia deixar ela sair da minha vida.Havia dias de escola em que eu achava que não havia motivos nenhum para sair da cama. Dai eu me lembrava que eu iria vê-la, meu dia estaria repleto de momentos com possibilidades, ai eu tinha certeza que algo iria acontecer.Crescer é algo que acontece muito rápido, um dia estamos de fralda e no outro já estamos indo embora, mas as lembranças ficam no tempo. Me lembro de um lugar, de uma cidade, de uma casa como muitas outras casas, um jardim como muitos outros jardins, uma rua como muitas outras ruas, certas coisas marcam nossas vidas, e jamais esquecemos.E depois de todos esses anos eu continuo a me lembrar desses anos com admiração e penso:
Foram anos Incríveis.

Joade Lemos
Inserida por Joade
1 compartilhamento