Era uma vez um príncipe que desejava se casar com uma princesa. No entanto ele desejava uma princesa de verdade. O príncipe viajou pelo mundo para encontrar sua noiva, mas sempre havia algo de errado. Muitas meninas se apresentavam como princesas, mas ele tinha muita dificuldade em descobrir se elas eram princesas de verdade. Por fim, ele teve que voltar para casa e estava muito triste porque queria muito uma princesa de verdade.

Em uma certa noite, começou uma terrível tempestade; trovejou muito e foi uma noite difícil no castelo.

No meio da tempestade, alguém bateu no portão do castelo e o próprio rei foi abrir para descobrir quem era.

Era uma princesa que estava do lado de fora, mas ela estava em um estado terrível por causa da chuva e da tempestade. A água escorria de seus cabelos e roupas; entrava no topo dos sapatos e saía no salto, mas ela dizia que era uma princesa de verdade.

_ Bom, logo veremos se isso é verdade, _ pensou a velha Rainha, mas a princesa não disse nada.

A rainha foi para o quarto, tirou toda a roupa de cama e colocou uma ervilha. Depois, pegou vinte colchões e empilhou-os em cima da ervilha e depois, colocou mais vinte colchões de penas em cima dos colchões. Era ali que a princesa dormiria naquela noite. De manhã, eles perguntaram como ela havia dormido.

- Oh, terrivelmente mal! - Disse a princesa. - Mal fechei os olhos a noite toda! Deus sabe o que estava na cama. Eu parecia estar deitada sobre alguma coisa dura, e todo o meu corpo está marcado e dolorido nesta manhã. Isto é terrível!'

Eles perceberam imediatamente que ela devia ser uma princesa de verdade quando conseguiu sentir a ervilha em vinte colchões e vinte camas de penas. Ninguém além de uma princesa de verdade poderia ter uma pele tão delicada.

Então, o príncipe a pediu em casamento, pois agora ele tinha certeza que havia encontrado uma princesa de verdade. A ervilha foi colocada em um museu, para que todos lembrassem da história do príncipe, da princesa e da ervilha.

Explicação do conto A Princesa e a Ervilha

Este pequeno conto dinamarquês conta a história de um príncipe em busca de uma noiva. Assim como acontecia em várias monarquias, o príncipe deveria encontrar uma princesa de verdade para se casar. No entanto, ele estava tendo dificuldades em comprovar a identidade de uma princesa de verdade.

Quando uma jovem aparece no castelo em uma noite de chuva, um teste é realizado pela rainha: colocar uma ervilha embaixo de vários colchões para ver quão sensível a pele da jovem era. Em muitas histórias de contos de fadas, as princesas são apresentadas como meninas que possuem muito luxo e conforto onde vivem. Como estava acostumada em dormir em locais confortáveis, a princesa se sentiu incomodada com uma pequena ervilha embaixo de muitos colchões.

A família acreditou que a jovem fosse uma princesa de verdade, pois uma pessoa que não estivesse acostumada com tanto conforto, provavelmente, não se incomodaria com uma ervilha embaixo de tantos colchões. Dessa forma, o príncipe acredita na princesa e se casa com ela.

Veja também: