Coleção pessoal de Raileza

121 - 140 do total de 260 pensamentos na coleção de Raileza

A questão não é namorar, é relacionar-se. Ninguém precisa de rótulos ou títulos clichês, para crer no que está vivendo. Há muito mais mistérios sobre os dias juntos, os abraços, os telefonemas, os aprendizados, do que por trás do "namorando" ou "em um relacionamento sério". E quem disse que as relações não são serias? Independentemente de usar ou não essas capas impostas pelos que acham que precisam disso. A seriedade, vem na cumplicidade, na crença de sentir, sem ver, que o que aquela voz diz é verdade.

Raileza

Quem muito ostenta o externo, podre é no interno! Luxo no fim das contas é lixo!

Raileza

" Em uma semana, descobri o que passei 24 anos, tentando descobrir: Conviver é fácil. Apesar de eu não saber administrar o fato, de que uma hora eu tenho que ceder, é muito mais fácil conviver quando se escuta, quando se está disposto a isso. Tão mais gostoso quando se consegue conversar horas, entre várias divergências e ao invés de desentendimentos, soarem risos. Amo pessoas, quanto mais conhece-las melhor, quanto mais aprender melhor. Cada um quando se vai, te deixa plantado algo que você, querendo ou não vai levar pro resto da vida, e vai estender isso e se desprender do que é negativo e viver melhor consigo mesmo(a).

Aprendendo com T. Freitas.

Raileza

A neura e a possessividade acabam com inúmeras relações. Já foi mais fácil confiar e conviver, tá certo, mas se todos apenas aproveitam-se cada minuto, sem tanta cobrança, sem tanto arriscar a perder por pouco, seriamos mais felizes.

Raileza

E não há, quem não se encante com a descoberta. O insano no efórico, o carinho por trás do rosto supostamente safado, a humildade por trás das ostentações tímidas. Descobrir, redescobrir. Conhecer, perceber, perder-se. Há quem diga, que nunca se perdeu. Sinto muito, mas perder-se, por hora é extremamente necessário, depois encontrar-se, ou não. A descoberta, leva ao encanto, ao querer. Mais importante que descobrir, é se descobrir, ativar botões há tempos desligados. A seriedade nos olhos, em junção com o sorriso nos lábios, quem haveria de ver, se não fosse o desejo de ir a fundo? Querer, ter. É, eu definitivamente sou feita exatamente do que eu busco, do que eu quero, do que desperta a descoberta em mim. Soares, Whezeráila.

Sobre o novo ano.

Raileza

É, sempre há o dia do (re)encontro, depois do tempo passado, depois de experiências vividas, depois de passagens e de passageiros. Quando chega o momento, tudo é mais claro, as coisas são mais compreensíveis, não porque tudo que retrocedeu a vida, ficou no esquecimento, mas porque chegou o amadurecimento e é mais fácil se entregar ao perdão, é mais simples viver e conviver. É exatamente aí, que as diferenças morem, o perdão vem, o lar volta a ter luz e o amor novamente acontece. Seria interessante ver o momento chegar, sem ter precisado aguardar tanto por ele.

Raileza

Complicado, é como a Bia disse: A vida é regida de consequências, sejam elas boas ou não. Quem vai adivinhar as traições do coração? Quem imagina sobre as emoções? Não é que só se dá valor quando perde, mas ás pessoas precisam ir um dia, e às vezes elas voltam e a gente percebe que é exatamente aquilo que você quer. Só que nem sempre voltam, aí ficam os porquês. Creio que é lei, perdemos aqui, pra ganharmos ali, e perdemos aqui, pra valorizarmos lá. Sortudo sempre é quem vem depois do erro, porque você sabe exatamente como agir com ele.

De frente com Allayne Ribeiro.

Raileza

Há um tempo atrás, eu caí. Fiquei por semanas ali, caída, pensando, sem forças pra levantar, em meio a uma estrada onde só havia movimentação de gente passageira. Alguns pararam, demoraram meros minutos e se foram, outros só olharam e seguiram viagem. Pensei, pensei, pensei. Descobri que a força estava em mim, que eu não precisava de ajuda de nenhuma daqueles "visitantes", levantei e segui, tão rápido que cheguei a correr por dias e dias. Eis-me aqui, ainda correndo, rindo alto, vibrando com vitórias, chorando com algumas derrotas, mas nunca deixando a tristeza passar de uma noite só. A força habita em nós, eu vi o mesmo filme várias vezes, pra poder entender o contexto, por hora não quis aceita-lo, mas aceitei. Levantar e decidir ser feliz é uma escolha só nossa, de modo que tudo que fazemos nos leva a pagar um preço, às vezes é alto, mas a dívida tem que ser quitada, pra a transparência voltar a reinar, na instituição chamada alma. Soares, Whezeráila.

Raileza

É justo que você viva, prender-se é parar, é por hora retroceder. É pra frente que se anda, o que não serve, não serve e ponto, não se envergonha, somente não se adapta mais ao que você é hoje. Aguardar reconhecimento é querer ter atitudes para os outros e não para si, danem-se "os nós", querendo ou não ser egoísta é uma ótima válvula de escape, não é ser individualista, é aceitar amar-se e fazer do seu programa, em sua televisão emocional o mais prazeroso de todos que já se viu!

Raileza

Não se esquece ninguém, o máximo que se faz é mudar o posicionamento deste alguém da sua vida, quem hoje é amor, amanhã pode não ser mais, as prioridades mudam de acordo com as atitudes, mas esquecer nunca. As pessoas não são cousas, não caem no esquecimento, são lembradas sempre, entre décadas e décadas, a unica diferença é o que se sente quando lembra delas!

Raileza

‎" E eu não mais faço planos no final do ano, acho que eu tenho que fazer isso o ano inteiro, traçar metas, idealizar um futuro no qual eu me sinta bem, dia-a-dia lutar pelos meus objetivos. É como querer começar uma dieta na segunda-feira! Quem invetou isso? Eu começo na quarta, quinta, qualquer dia é dia de feira também, a disciplina não vem só nas manhãs de segunda. Essa falsa harmonia que transparece nas pessoas é irritante, é como se só acreditassem em um mundo melhor a cada 365 dias, e só na noite do dia 31 de Dezembro, porque dia 01, todos retornam as suas cavernas do egoísmo. Não to generalizando, mas só acho! Então boas festas, porque no fim das contas, só estão esperando a música e as bebidas"

Raileza

" É aquela velha sensação de encontro, de carinho de paz. Aquele negócio de acordar de manhã de querer ouvir uma música alta e gritar: vai "corinthians" sendo eu uma flamenguista de alma, acreditando no talento brasileiro em defender a bandeira verde/amarela no mundial de clubes, é brincar com o ozzy logo pela manhã e esquecer das várias havaianas comidas e do cocô na sala ( eca ), é a sensação de chegar ao trabalho cantando e sorrindo e está até agora atolada de serviço com fome e ainda sim super feliz, é... é a sensação de lembrar que ontem quando eu fui dormir, fui certa de que quando eu acordasse o dia mesmo que nublado estaria bonito, e que enquanto houver razões, eu jamais desistirei porque, essa luta é diária e infinita e ao fim só arco-íris o pote de ouro tá lá lindo pra mim" É, a sensação do dia que vai conhecer algo fora do normal foi essa, nessas hipóteses idiotas de 12/12/12.

Raileza

" Algo aconteceu, não sei, a verdade é que eu sempre estive feliz, só não sabia como aproveitar isso e talvez adorasse sentir um pouco de dor e saber que sim, eu poderia chorar sem parar por horas e horas, mas hoje eu vejo que foram lágrimas bobas, dispersas pelo meu rosto, estragando minutos e minutos de maquiagem em frente ao espelho. Chorar! Confesso, eu gosto da emoção, chorar de raiva, de felicidade, mas não de tristeza. Quais os motivos que eu tenho pra ficar triste? Ah, lembrei! Os mesmos motivos de sempre: os que eu invento. Tudo coisa do meu fantástico mundo, tristeza é algo irrisório e trágico. Hoje quando acordei cheguei a essa conclusão: É, eu sempre estive feliz e motivo nenhum é suficiente pra alternar meu humor ou significante demais para eu eu permita tal. Tudo é questão de querer, o poder habita em mim, demorei, mas descobri, sou dona de mim, dos meus ideais, e eu sou quem mando em minha mente e não ao contrário! E aos 35 quem sabe eu mude de ideia e esteja afundada em lamentações de que eu poderia ter tudo diferente, só que não. rs! Dane-se meus 35 anos, deixa eu ir ali, viver meus 24, já que daqui a uns minutos, eu não sei o que o cara lá em cima vai me aprontar"

Raileza
1 compartilhamento

"Então hoje eu resolvi não me importar, não com as pessoas, mas com suas decisões, acredito que quando pessoa quer ficar com você ela fica, e ninguém e nada do que seja dito, vai fazer que ela pense ao contrário, então é viver e continuar sabendo que se não der certo, você fez o que pode e que ninguém pode amar por dois, e a "luta solitária" não é válida. Só acho"

Raileza

"E acredite quando eu digo do mundo que vejo em teus olhos, e dos sonhos em seu sorriso e da segurança em seu abraço. E desculpe por não falar do seu cheiro, mas falando, ele mora em meus pulmões desde a primeira vez que o senti"

Raileza

" Observei, revi e pensei muito. As pessoas não podem ser quem você espera que sejam, mas podiam no mínimo ter respeito pelo que você é, significa e deseja. Não dá pra exigir o que não se pode dá, muito menos esperar que este o venha espontaneamente. Então diante de tudo, eu vi que eu to caminhando do lado errado, só acho"

Então, avisa aí que eu voltei!

Raileza

"Não sei, mas é como se alguma coisa não tivesse mudado, como se por hora estivesse tudo igual, daí eu olho pra frente e vejo que é só isso que eu consigo enxergar, um caminho perdido entrelaçado nos teus carinhos e na tua presença, que por hora vem, por hora vai e que eu te encontro nas curvas dessa estrada, da nossa estrada, que talvez não nós leve a caminho nenhum, ou leve, não sei, mais uma vez acho que me perdi"

Raileza

Acho que não tem haver com esse negocio "era pra acontecer", acho que tá mais pra questão de luta mesmo. Tudo acontece todo o tempo, nem sempre ás coisas são favoráveis, mas acomodar-se a isso é questão individual de cada um. Ir a luta também é importante, só que com cuidado porquê se luta em conjunto, e em alguns aspectos da vida a luta solitária não tem resultados mesmo! Sei lá, eu acho, ou não acho, ou talvez tenha me perdido!

Raileza

"O amor vem, mas nem sempre é visto, porque o mundo não deixa, essa tal liberdade, as aventuranças.. só com o tempo que percebe-se que não valem de nada e que amar e ter retribuição é melhor do que qualquer multidão onde o céu é só uma promessa!"

Raileza

Não sei, mas acho que amor é mais ou menos isso, essa coisa de sentir uma felicidade tão grande por outra pessoa, de está mega feliz por perde-la pra um bem maior durante uns anos, voltar a encher a pasta com seu nome no meu e-mail com várias noticias, desabafos e o compartilhamento de inúmeros fatos felizes. Minha brancona, nunca liguei da nossa distância, nem das várias semanas que não te vejo, mas teu abraço pagaria um seculo, se assim nos o vivêssemos. O mundo é todo seu, vai conquistar o que você sempre mereceu. E volte aos carnavais minha amiga, precisamos sentar a beira da praia! Amo você!

Papo de amizade, para Samantha Vale!

Raileza