Carta de Despedida

Cerca de 545 carta de Despedida

No Momento de Ir


...E quando o momento da despedida chegar, não me traga flores, que apesar do perfume não será o momento oportuno.
...Melhor que a beleza das rosas, traga-me folhas em branco, tinta e pincel, estes
Serão para relembrar os respingos da minha existência.


dedicatória em primeira Antologia ALB
para um ser humano "incrível" R.V.L.

Érwelley C. de Andrade ALB
Inserida por erwelley

Sábado ****


Já imaginou um adeus sem despedida. Uma declaração não declamada...
Um sorriso não aberto, um choro calado, uma dor escondida...
Já se imaginou no auge da dor e cega pela mesma não se achou...
Encarar o mundo sem o colorido de seus olhos, encarar os dias sem suas palavras...
Transformei-me em pó, nada, poeira...
Como posso seguir sem o adeus... Sem a nossa despedida...
Tenho que calar o beijo que não dei o abraço que não abracei...
Tenho que calar o meu coração que te chama, e grita até sangrar...
Minhas noites tem sido de completa solidão, o meu desabafo sem ninguém para ouvir...
O choro tem sido a demonstração da saudade que sinto aqui em mim... estou me sentindo metade , melhor menos que a metade...
Você me levou contigo, me restou o nada...
Levantar-me sem motivação, viver sem o por quê?
Como posso respirar sem o meu ar...
Perdi-me de casa, mas sei onde ela está...
Agora é aprender tudo de novo, é o mesmo caminho, mas estou a rastejar...
Eu vou me levantar, andar... Mas nunca mais serei a mesma. Você é a minha metade, nunca mais plena será...
O que se faz quando descobre que perdeu o seu norte? Ensinar-me a viver sem você...

felicity Secret
Inserida por FelicitySecret
1 compartilhamento

Ensaio minha despedida em palavras um tanto indecisas que me fazem duvidar que pudesse me ir embora;
Jurava que o problema que nós passávamos era meu para que você tivesse tempo de me amar com todo o seu querer;
Sempre te exaltei com minhas doces palavras para que você pudesse entender o quanto você tinha valor para mim;
Chorava as taças de vinho deixada sozinha com amores que nunca ouvia o tom da felicidade, mas que nunca havia esperado que se magoasse;

Julio Aukay
Inserida por JULIOAUKAY

Despedida

No descompasso do meu passo apressado,
do jeito,
sem jeito que sou.

Procurando teu abraço,
mais uma vez me perdi,
ao te pedir o teu amor.

Nem choro ,
nem vela,
nem fita amarela....
De nós nada restou.

Na poesia emocionada,
na saudade declarada...
Tudo o que eu tinha pra te dizer,
mas você não escutou.

Shalimar

Shalimar Catramby
Inserida por Shalimar

Estamos conjugando verbos em tempos e modos diferentes, rastejando uma despedida que até pode nem ser o que queremos. Olha bem pra mim e decide que música pretendes dançar. Pode ser que eu tope. Pode ser que não, mas pelo menos saberei o o ritmo antes de decidir apertar o 'play' ou o 'eject'.

AílaSampaio

AilaSampaio
Inserida por AilaSampaio

Meus versos nunca foram tão decorados em uma pré-despedida na qual não te faça arrepender-se ou desistir de ir para nunca mais voltar;
Não parta sem antes perceber os pedaços que me deixa ou não espere os meus lamentos para com os seus deboches poucos significantes;
Porém saiba bem que não te procurarei em qual quer esquina que me dê motivos incabíveis para tentar te trazer de volta;
Espero que algum dia você me veja com a imensa felicidade que outro coração tenha me dado, um belo sorriso no rosto e sensações inexplicáveis;

Julio Aukay
Inserida por JULIOAUKAY

A despedida

Afinal tudo aconteceu como eu previa, só não podia acreditar. Aquela mesma história triste se repetiu. Bastou que eu fexasse os olhos por um único instante pra ver você partir assim tão fácil, da mesma forma como apareceu. Foi só eu soltar tuas mãos por um segundo pra ter que te ver caminhando em outra direção. Naquele dia eu ia te dizer como você era perfeito, mas não havia mais tempo. Não, eu não estou triste, eu sei que você também me quis, talvez não com tanta intensidade, mas quis. Eu queria te falar como as coisas passaram a ser tão claras depois que você surgiu, mas você não pôde me ouvir. Não se preocupe, todas as palavras que eu falei naquele dia com certeza serão esquecidas. E eu não estou falando de amnésia. Só vão restar as cicatrizes, estas nunca somem. Você não terá mais que ouvir minhas palavras, no final não vai restar mais nada. Eu só queria uma história diferente pra construir.

Jullie Alves
Inserida por Julliesalves

Despedida

Resposta :

Eu deixo você ir, não porque não te quero mais. Mas por saber que no momento já não suprimos a necessidade um do outro e por saber que você precisa de algo melhor. A vida é assim… Deixe chover, deixe vir tempestades e dias sombrios, mas quando as nuvens do céu se abrirem e o sol aparecer iluminando novamente, vou olhar para o arco-íris e lembrar sempre de você, por que você fez parte da minha história.

Hoje já não estou com raiva pelas coisas ruins que aconteceram, muitas das coisas que eu cobrei, ficarão perdidas pra sempre no tempo de nossa existência. E não quero nos tornar meras sombras do que éramos. Não que eu queira voltar ao passado, longe disso, mas não quero viver este presente ingrato, cheio de duvidas, e magoas que eu estava criando e que eu me achava no direito de cobrar. Eu sei que estou errada por pedir além do que você poderia me oferecer, mas eu me encontrava num momento tão difícil da minha vida, que acabei cobrando de quem mesmo distante, se encontrava mais perto de mim. Perdão!

Acho inútil ficar aqui tentando encontrar palavras pra contar uma história que já conhecemos. Hoje como disse no texto a baixo é um outro dia e como um livro de paginas em branco quero reescrever minha história diferente. Agora com uma bagagem maior, acredito que não cometeremos daqui pra frente os mesmo erros com as pessoas que encontraremos pelo caminho. E isso só é valido para livros em branco, com páginas limpas, pois quando as páginas já são rabiscadas, mesmo que passemos uma borracha, sempre ficarão as marcas.

O vídeo é lindo e oportuno, a música traduz bem o que a alma sente.

Espero que seu arco íris não demore aparecer.

Te desejo boa sorte nesse novo caminho que você esta trilhando e obrigada por tudo.(Nov 6th, 2011 3:50pm)

Beijos eternos,

Amah
Inserida por renatha0307
1 compartilhamento

DESPEDIDA DE UM HERÓI ABALROADO

Na rua desvairada o carro vem em alta velocidade
Ameaça me abalroar, pois me encontro no meio dela.
Dela não saio, quero impor respeito ao valor que meu bairro merece.
Dente de tigre olho de sabre.
Revoltam entre si.
Se revoltam entre os dissociados.
Cambaleia de agonia.
A pancada foi forte, mas nada como deixar
De ir pro inferno sabendo que lá estarei calmo
ao lado do senhor satanás.
Quem de mim sorriu, não sorrirá mais.
O inferno festeja minha chegada!
A vossa desgrassensa que à mim pertencia,
hoje chora.
Foi quase em uma velocidade de 250 quilômetros
que me atingiu.
Meu corpo alem do inferno foi parar 100 metros depois.
Morria ali, na presença de casas, valas, pedestres, veículos, crianças.
sobre o sol que de tão quente fritou minha mente naquele pincho ardente.
Morria no não morrer!
A minha morte não foi o suficiente para mudar nada no bairro
foi apenas o começo de uma grande guerra sem fim próximo.
No cair da chuva e no deslizar das águas nas corredeiras de valas a céu aberto
meu bairro se despedia.
Vivia a reivindicar.
Morri ao protestar.

[Sim, sei!!i O inferno agora tem paz]

Arielson Pinto
Inserida por arielsonsousa
1 compartilhamento

O coração do poeta precisa de alguém
Que não queira despedida
Que seja pro fim da vida
Que tranque todas as saídas
E lá dentro só nós dois e Deus

O coração do poeta precisa de um amor
Que seja singular na trilha
Que seja sem armadilha
E no momento em turbulência
Seremos nós dois e Deus

Barquinho de papel no riacho a bailar
Seremos o nosso alguém
Depois que o meu Deus confirmar o amor
Então seremos felizes poetas

Irmão Lazaro e Danilo Souza
Inserida por danilosouzasantos

Despedida

Despeço-me então de ti
Cidade querida onde um dia nasci
E rumo para um rio que não corre
Voa
Entregar-me aqueles que não amam
Zoam
Entregar-me a mim

Tudo a frente é incerto
Vejo um vasto deserto
Se apresentar e confesso
Que não estou triste
Mas posso ficar

Seu perfume me motiva
E me intriga
Não sei se vou suportar
Deixar-te aqui
Entregue a quem quiser
Ou aqui ficar sem poder me entregar

Se eu vou
Eu me mudo
Mudo de mundo
Mas volto pra cá
Para rever-te então
Com toda a amizade
Por minha querida cidade
Que sempre me acolherá

E encontrarei nas ruas e vielas
Moças bonitas
Mulheres belas

E já estarei sorrindo
Por motivos mesquinhos.
Mas voltarei talvez, triste.
Com alguém que insiste
Em num erro acertar

Lucio Medina
Inserida por luciomedina

Desencontro

Sempre que um chega o outro dá a partida
Não quero ser o encontro dessa despedida
Quando acontece assim agente perde a vida
O coração vive pensando que o outro quer
Mais é uma ligeira vontade só fingida
O coração do homem precisa da mulher
Pense no que você ainda pode ter
Lembre-se se não quer perder
Amor não se joga fora
Ande venha logo não demora
Pois o meu coração chora
De saudade de você.
Quase perco o dia e sempre perco as noites
Não faça assim comigo
Dentro desse coração
Existe um sentimento que você criou.
Não me faça desistir de amar você
Mesmo que um chega o outro dá partida
Meu coração não já não pode te perder.

Reff Carvalho
Inserida por ClebioCarvalho

Dessa vez eu quero escrever uma carta para você.
Mas não é uma carta de despedida
É uma carta te desejando boas vindas ao que eu sempre te dizia que iria acontecer.
Você realmente pode me ver? Eu estou ferida, insegura, desprotegida,
Pensando em todas as coisas que nunca serei capaz de esquecer
Você era tudo o que eu conhecia e quando você me dizia: Amor é capaz de tudo
Eu pensava que poderiamos ser.

Karol Amorim
Inserida por KarolAmorim

Essa sensação de despedida,
Esse sentimento de perda,
Talvez terminar nao seja a melhor saída;

O que eu quero é entender o porquê,
O que eu quero mais ainda é estar com voce.
Eu queria poder ouvir isso da sua boca,
Eu queria ouvir voce dizer que nunca vai embora.

Mas a escuridao caiu,
Ela sentiu a dor da noite,
E o amor foi sumindo ao longe
E ela nunca mais sorriu.

Brígida Tinelli
Inserida por brigidatinelli

A partida.

E o que fazer,
Quando chega a hora da partida
Dói muito na despedida
E o que dizer
Quando no lugar do “OI”
Você queria dizer
Eu amo você
Nem que fosse de brincadeira ,
Como reagi , quando você o vê parti ?
Nunca pensei em amar assim
Que sofreria de uma dor sem fim
E que ela permanecesse em mim.
Hoje pela ultima vez eu o vi
Uma lagrima eu senti
Em meus olhos , querer rolar
Eu quis , mais não pude chorar
Mas muitas lágrimas choraram as escondidas
Por eu estar deprimida
Já não me reconheço
Tento mais não esqueço
Desse mundo quero fugir
Ou que outro amor venha a surgi
Tenho medo , guardo em segredo
A lembrança mais besta
Mais pra mim
a mais valiosa.
o beijo no rosto
que pra todos
Seria mais que normal
O beijo fatal
Que me dominou geral
Na hora de me despedir
Se me lembro , choro
Se tento esquecer , aumenta o meu doer
Então me diz o que fazer
Para ter você.
Eu daria minha vida , por uma pessoa que não me quer
Por que se um dia , ele chegar a morrer
Eu morro também
Então , eu prefiro ir na frente
Do que vê sua partida novamente
E saber que jamais ira voltar
E me arrepender , de não dizer
Que eu vivia a te amar
E agora vou parar de escrever
Para não mais chorar
Vou parar de ouvir músicas
Para não me torturar
Ao menos tentar ,
Eu preciso desabafar
E dizer que te amo !

Ana Flávia De Santana
Inserida por FlaviaSantana95
1 compartilhamento

Despedida.

- Vamos filha ou irá se atrasar para seu primeiro dia de aula na escola nova.
Bom,essa gritando é a Jean,minha mãe.
- Já vou mãe!
Estou tão ansiosa ,é meu primeiro dia de aula desde as férias,é claro.Mas não estou ansiosa porque é meu primeiro dia de aula,e sim por causa da escola.Meus avôs, bisa avôs e meus pais estudaram lá,pena que alguns não estejam mais com agente.É só são eu e minha mãe. O meu pai morreu em um acidente de carro,quando eu ainda era um bebê.Foi muito duro para mim e minha mãe.

Então,Dizem que é fantástico em Nova Era ,existe de tudo um pouco lá,principalmente pessoas da minha mesma espécie.

Em quanto arrumava minha mala vi a foto em cima da mesa do meu quarto que eu e Louise#11;minha melhor amiga tiramos ontem no shopping.
Pensando nela cadê ela que não chega em? Disse que iria se despedir de mim,eu acho que teve algum imprevisto ,acho que ela não vem,hum.

Peguei a foto sobre a mesa e guardei na mala rapidamente.
- Madelleny!!Vai se atrasar.Gritou a minha mãe.
-Já estou indo!
Desci as escadas rapidamente sem nem olhar para trás.Abri a porta,e lá estava a minha mãe.Mim esperando na frente de fora do carro. – Até que fim em?Guardo minha mala e entro no carro.
- Madelleny,Madelleny!!Espere.
Me viro e vejo Louise correndo igual a uma doida,pingando de suor na testa,molhando seu lindo cabelo louro de suor.A casa dela é meio longe para cá.
Sai do carro e fui ao seu encontro para lhe abraçar,tão magrinha,eu mim sentia um monstro ao seu lado,mas ainda sim do meu mesmo tamanho.
- Louise! Eu disse, - Louise disse minha mãe. – Como está Angeline?- Muito bem!! Disse Louise. Obrigada por perguntar! – Nada.
Louise se virou para mim.
- O que estava achando?Que eu iria deixar você parti sem se despedir de mim? – Não mesmo!
- Amiga,nem acredito que só vou lhe ver nas férias.- É tempo demais.Disse Louise.
- Eu achava que você não viria..
Eu estou com a Louise desde pequena quando nossas mãe se conheceram em um supermercado!Dá para acreditar?Logo a mãe dela virou minha babá quando pequena,e levava a Louise para brincar comigo.Assim somos amigas até hoje.
Olhando para meus olhos ela disse : - Eu estou aqui!! É isso o que importa amiga!
- Não esqueça de mim viu?Disse ela.
- É impossível esquecer de você.
- Acho bom.
- Madelleny! Falou Louise. – Quero que leve isto com você...Para se lembrar de mim,e..Lembrar que sou sua melhor amiga.
- A primeira! Eu disse.
- A primeira! Ela disse.
Mim deu um ultimo abraço e disse: -Até as férias!
- Até,amiga.
- Demos uma de riso,e eu entrei no carro sem dar as costas a ela!!
A Louise sabia tudo sobre mim, principalmente que eu era uma feiticeira.É isso é meio novo para mim.Tudo começou quando completei treze anos,bom eu já sabia que isso iria acontecer querendo ou não...Os meus avôs eram feiticeiros,meu pai,minha mãe é uma,ela mim contava como iria ser,cresci sabendo de toda á verdade,que existem outros por aí como:Fadas,bruxos(o),vampiros(a),lobisomens,duendes,ogros,anã,opor aí você tira uma idéia.
- Estamos quase lá! Disse minha mãe.
- ok mãe.
- Chegamos! Disse minha mãe.
Eu estava tentando retirar minha mala do carro,já tinha esquecido de como estava pesada.
Nós estávamos no Grand Central Terminal,em Nova York,eu cresci aqui!
- Venha.Disse minha mãe.
Na espera do elevador ela mim parou e disse: - Filha,se comporte e.. – Mãe!!eu já sei ‘qualquer coisa é só mim ligar’
- É isso mesmo,ligue sempre que puder.
- Eu vou,mãe..
- E outra coisa! – O que?Perguntei.
- Eu amo você,vou sentir muitas saudades.
- Eu também mãe.
Ela começou a beijar meu rosto,mim fazendo pagar um mico daqueles, de mãe.Quem nunca pagou um desses.
- Mas.. Mãe por que a senhora está se despedindo de mim antes de nem entrarmos no elevado?
- Vera! Fiquei sem entender,a minha mãe estava se despedindo de mim sem nem se quer entrarmos no elevador.
- Hum.. Plin – Eu acho que o elevador chegou.Ela me abraçou e falou : - Boa sorte!
- Mas...mas,mãe! Falei quando ela mim emperrava para dentro.
- Você não vai entrar? - Não queria!Seu passaporte está no bolso da calça,amostre ele para o cabineiro.
- A deus,queria.
- A deus mamãe.
A porta do elevador se fechou.
Será que o cabineiro era um de nós?Por que,que eu mostraria meu passa porte para um ser normal? Um cabineiro?
Hum.. – Desce mocinha? Há..sim.Como ele sabia que eu iria descer se já estávamos no Térreo?
O elevador desceu muito rápido,devia esta a mais de uns 290KM/H..Eu não sabia mais onde segurar.
plin,- chagamos! Ele agia como se o elevados não estivesse a mais de 290KM/H.
O fitei com os olhos.
- Como consegue? Perguntei.
- Anos de trabalho.
- hum..- Há,ok.Eu não sabia o que falar.
A porta do elevador se abril.
- Eu já...Estou indo.
O olho dele ficou laranja,e piscou para mim.
- Até..,a próxima..Ha..como se chama?
- Madelleny.
- Adeus,Madelleny.
- Há...Ta bom,a deus.


2. NOVA ERA

Hum..da próxima vez eu venho de jegue,de avestruz,até de disco voador,nesse elevador..Mais nunca!
Só quando saí do elevador,foi que avistei que estava em Nova Era.
Em uma estação em Nova Era,as pessoas eram bizarras,fadas,bruxos, anão.Um anão passou do meu lado.Não era uma simples estação,não. Era uma estação de elevadores. ‘Bem vindo a Nova Era’ O centro da terra.
Isso é perfeito,eu nunca imaginei,que seria assim.Pessoas com três olhos,verdes,muito brancas de olhos vermelhos.
- Vamos filinhas Uma mulher fada eu acho,ela parecia uma princesa com asas,e suas filhas também,eram três,tão lindas.
Eu,não entendo por que minha mãe só me mandou para esse lugar agora,e não antes,é perfeito.Acho que é por que os poderes de bruxas demoram para se desenvolver,já se passarão dois anos desde quando ganhei metade dos meus poderes quando tinha treze anos,hoje tenho quinze anos.
- Passa portes aqui, - Passa portes,para High School Era!
Eu acho que é esse o elevador.
Eram tanta gente naquele lugar,gente de tudo que tipo,e os elevadores eram transparente,eram muitos,era engraçado eles sugavam as pessoas
e do nada elas sumiam,no passe de magia.
Entrei na fila para o elevador,fila curta,não tão grande!
Eu não percebera o garoto atrás de mim.
- Oi.Ele falou
ele era bonito um pouco mais alto que eu branquinho com cabelo preto escorrido com meio grande,com uma franja a testa mais o menos corpo normal.
- Oi! Eu disse
- Você é nova aqui sim?
Por um momento me distrai olhando a roupa de escola que ele usava,um

Ruana Gomez
Inserida por ruana1996
1 compartilhamento

Despedida

Havia sorriso em toda casa
Na sala jogavam com muitos risos
e cartas nas mãos
Anoiteceu novamente o clarão do dia
que se despontava no horizonte
Ainda a continuar com risos constantes
e cartas nas mãos
Mais tarde um adeus ,quando apenas
dizia até mais
Pouco tempo se passou e escuridão
envadiu-se o dia ...
Passaros voavam sobre a casa
do riso de antes
Que tinha cartas nas mãos
Sozinho disse adeus
Pássaros pretos voavam
anuciando sua partida.

Maria Lucia Silva Oliveira
Inserida por tudoazul

Vida rouca, outra ida, despedida,
Lida leve, vida vévi,
Se cuida.... como eu nao me cuido,
que eu vivo,
Como der ou como posso,
Mas como posso?
Vivendo no Osso, nos destroços,
De uma vida antes viva agora véu,
Véu preto, Luto !!
Mas nao deixo de lutar,
De olhar o luar, imaginar, sonhar...
E há de melhorar,
Um dia,
Manhã branda, fogo intenso,
TUDO eh tenso !
Penso,
E isso basta, antes que troque de casca,
Canto e escrevo nesse inverno,
Curto esse frio eterno,
Nessa vida linda e curta,
A qual eu curto e quase surto !

]Renato Broz

Renato Broz (O Dom Quixote pós moderno)
Inserida por renatocervantes

(Fluido)

Suspeito da despedida que sempre chega sem hora marcada e sem avisar levar embora o que conquistamos com um belo sorriso, diga sim as novas emoções e sinta a imperfeição fluir entre os dedos.
E depois não vá se lamentar por não ter conseguido segurar o choro,afinal é preciso uma nova lágrima pra fazer brotar a coragem que desbrava o que se sente no piscar de olhos e diante desses sentimentos não fuja quando sentir sono fique bem atento aos novos modos de percepção,pode até pareçer dica,mas não.
Mentalize algo bom e seja feliz.

Smith
Inserida por Htims

Hipotética carta de despedida.
À vocês:
''Estou aqui para dizer que não pude mais aguentar essa vida medíocre e injusta. Meus olhos doem toda vez que eu acordo sabendo que vou ter que enfrentar - mais uma vez - essa vida. Se é que posso dar esse nome ao que faço todos os dias... Viver? Não. Estou apenas existindo. Ocupando um insignificante espaço no Mundo.
Não quero magoar ninguém com as minhas palavras e meu ato covardio, mas foi mais forte que eu. Não pude aguentar...essa foi a melhor maneira de me livrar disso tudo.
Minha vida está sem sentido, apática. Não quero sofrer por essa razão, que nem sei direito qual é. Então o melhor que eu posso fazer é encerrar a minha vida. Para que eu possa sumir, pra sempre. Fugir de uma vez por todas. Espero que vocês me entendam.

Bárbara Quinta
Inserida por Barbaraquinta