Carta de Despedida

Cerca de 550 carta de Despedida

Saudades sentirei, de todos as conversas e risadas jogadas ao vento. De tudo o que vivemos e passamos....
Neste tempo que tivemos.
Dividimos, não só uma família, mas sim sorrisos, lágrimas e sonhos... Mas é aqui que nos separamos.
Pra mim valeu a experiência, valeu o conhecimento de tivemos compartilhado. Valeu a sua presença em momentos que guardarei por toda vida!
É nas coisas pequenas, que muitas vezes reconhecemos o valor de um homem. Você representa apenas mais um que parte, mas na partida levará todos nossos agradecimento e deixará uma imensa saudade...

Vinícius Lôbo
3 compartilhamentos

Eu não quis o final disso, não planejei uma despedida com dois corações partidos. Não, os nossos corações. Eu só queria poder fazer você entender, o quanto eu preciso de você agora, e sempre. Eu nunca fui capaz de compreender o meu sentimento, aquele que eu sempre guardei por dentro. E hoje, depois de muito tempo eu compreendi o que eu senti, sinto por você. Seria completamente fácil falar sobre o quanto eu te amo, e o quando eu necessito da sua presença. Mas seria complicado demais falar sobre algo que se chama "para sempre" aquele de que você me falava tanto. Eu dei passos falsos, caminhei por caminhos complicados, trilhei uma história sem um começo, aliás, começada por uma metade, e com um fim que você decidiu para mim, aliás para nós. Eu me lembro de quando eu era feliz com você, e nem sabia, quando te amava, e te ouvia sem ao menos escutar o timbre da sua voz. Eu sabia que te amava, mesmo sem poder te ver, sem te ouvir, sem poder te tocar. Eu sabia que poderia, de algum modo estar do seu lado.. Como sempre quis, e desejei para mim. Mesmo estando à milhas e milhas de distâncias, parece tão perto. Você encontrou um lugar para se apoiar, meu coração. Você amou algo que pensou que ia durar, compreendeu algo que nunca imaginou tocar. Quando todos os dias estavam frios, com as chuvas que não queriam parar, o sol já estava tímido para aparecer, eu encontrei você. Eu me encontrei. Eu não sei mais como explicar o quanto eu te amo; isso pode parecer tolo para você agora, talvez você já nem sinta tudo isso que eu estou tentando explicar, ou talvez você não queria voltar. Eu não vou incistir se você não quiser ficar aqui, eu só queria poder saber e ter a certeza de que você quer, e muito mais que isso, que você quer ficar.. e ao meu lado estar. Eu nunca fui do tipo de demonstrar meus sentimentos, nunca quis ser fraca; pois dizem que as pessoas que amam são fracas. Eu não queria ser vista como a fracote, aquela que se venceu por um amor, entenda isso da maneira que for. Eu preciso de você, preciso ouvir sua respiração, ou ao menos as batidas do seu coração (mesmo que isso seja impossível) Eu não quero ter que continuar a viver, sem te ter, ter que te amar sem te tocar. Eu não quero, e nem consigo sorrir sem você, meu motivo que me leva a viver.

AmandPetrovic
42 compartilhamentos

Já reparou que existem pessoas que nunca olham para trás? Numa despedida, você sempre dá aquela olhadinha final. Percebi ao longo dos anos que algumas pessoas não olham para trás. E só agora pude ter uma resposta positiva ao fato. O Olhar para frente, no presente e no futuro. Olhando para trás voltamos a ver o passado. Ele pode ter sido ruim, ou muito bom. Mas passou! O interessante mesmo é aprender com as pessoas que olham para frente! Sem apegos e prontas ao novo aprendizado.

Eduardo Succini
21 compartilhamentos

sonhos estes nos dão, o que a dura realidade nos nega, nos ajudam a amenizar a dor de uma despedida......... nos embriagam na mais nobre de todas a bebidas que é a ilusão, criam sóis, luas pra iluminar somente uma pessoa que é você mesmo... nos elevam a reis e rainhas nos rebaibam a simples mendigos, nos dão a pureza e a doçura de uma criança........ quero dormi e nunca mais acordar, quero sonhar, quero dormi pra sonhar e sonhar que estou dormindo...

zé fernando
8 compartilhamentos

Ela havia prometido: -Nunca mais vou me apaixonar.- E assim passou de pessoa para pessoa, todas já com um prazo de validade, mal se passava um mês, e o amor de sua vida, já era substituída por outra, sem rodeios, sem meras despedidas.
Sim, ela era intensa, embarcava sem medo e sem olhar para trás até a próxima estação e um “obrigada pela carona”. Hã, se ela soubesse como o coração pode ser traiçoeiro às vezes. E foi assim, em uma noite como qualquer outra que mais uma pessoa preparava o navio, mas esse era diferente, pois desta vez não era ela que iria embarcar.
Ana se sentou, meiga, quieta, dava para contar nos dedos as palavras que, vez ou outra, deixava escapar de sua boca. Enquanto isso, Dulce, mal deixara espaço para o silêncio, e entre pequenas pausas, perguntava dentro de si, quais mistérios esse corpo escondia.
A curiosidade fisga, e foi assim que a noite lhe deu uma surpresa espetacular do quanto alguém pode despir suas máscaras quando se está em quatro paredes, porque é bem nesse momento, que qualquer pessoa se torna frágil, a boca cala, mas o corpo, o beijo e o olhar falam mais do que deveriam.
Passaram-se minutos e os detalhes, aqueles que ela havia esquecido, iniciaram a palpitação de seu coração. Era a mão tocando no rosto, os olhares fixos um no outro, atravessando a armadura que ela tinha feito com tanto cuidado.
Passaram-se horas e o toque batia com força em sua alma, não deixando sinais a olho nu, apenas as marcas da vontade, os arrepios que eram desenhados a dedo.
Passaram-se dias, e ela, que nunca tomou cuidado com as palavras, agora, as escolhia minuciosamente. Buscava a melhor pessoa em si, aquela, guardada a sete chaves em que jurara entregar apenas a quem merecia.
Passaram-se as noites, e tudo começou a mudar. A luz que entrava pelo seu quarto, não era mais a que deixava as paredes e os móveis em preto e branco, era o brilho natural que combinava com a pele daquela menina, mulher, tão delicada, tão natural.
Singelo era mesmo quando ela deitava de costas. Dulce observava o coque que ela fazia em seu cabelo, a mistura de alguns fios soltos e outros presos, parecia tão peculiar que depois de algumas horas observando, encostava seu corpo no de Ana e respirava fundo o ar que, agora, era de uma só.
E assim foram se passando, minutos, horas, dias, noites, noites, dias, horas, minutos até os segundos de suas últimas palavras, do último encostar de mãos em seu rosto, do último beijo de despedida e da última estação em que Ana parou- Adeus, obrigada pela carona- E o barquinho continuou navegando.

Luiza Valentina
Inserida por Luizavalentina
1 compartilhamento

Despedida

Correnteza abaixo, riacho frio, para o mar,
a onda libertadora ela refere:
Não mais por ti meus passos irão,
para sempre e sempre
Corrente, doce corrente, por gramado e prado
Um riacho, então, um rio:
Agora, por ti meus passos devem ir,
para sempre e sempre

Mas aqui suspirará vosso carvalho
E aqui vosso arbusto estremecerá
E aqui por ti zumbirão as abelhas
para sempre e sempre

Milhares de sois jorrarão sobre ti,
Milhares de luas rebrilharão;
Mas não por ti meus passos irão,
para sempre e sempre.

Tennyson
2 compartilhamentos

Despedida

Por brandas lagrimas disponho a me escrever...
Contando fatos do meu viver.
Sinto o coraçao apertado,so de pensar..
As grandes lembraças que vei me alegrar.

As alegrias e tristezas juntos enfrentamos...
Por chuva,sol e vento..
Jamais esqueçerei esse momento..
E as horas de play que juntos gastamos..

Minha infancia foi feita de alegria e zuaçao..
Momentos esses que nao saem do meu coraçao..
Hoje lagrimas escorrem por meu rosto.
so de lembrar de momentos bobos..

A min hafamilia deixarei com um penar no coraçao...
Com muita tristeza e emoçao..
Despedindo daqueles que ficarao.

Matheus Pedroso
2 compartilhamentos

Despedida

Te dizer adeus, é renegar meus sonhos.
E morrer um pouco a cada dia.
É esconder dentro de min, o que te disse um dia.
É o pesadelo de te perder.

É Ter que guardar na lembrança.
O presente que me foi arrancado.
E pagar com lagrimas.
A dor de um julgo culpado.

É suportar o fato de Ter o meu amor, perdido em outros braços.
É rasgar o véu, e desatar os laços.

Mas a morte não me vem quando chamo por ela!
Apenas rir de min, por sofrer vivo.
Para ver a felicidade dos outros, em meu mundo perdido.
E te dar meu coração.
E com ele em suas mãos, vê-lo parar.
E me perder em teu olhar.
Por uma ultima vez em minha vida.
Antes de dizer adeus.
E sussurrar a despedida.

Arthur Bulcão
2 compartilhamentos

É difícil escrever uma carta de despedida
Sabendo que ainda penso em você
E por mais dura que seja a partida
O que eu faço melhor é te esquecer.

Nossas vidas tem que seguir em frente
Nossos olhares não tem mais a mesma direção
E por mais que a lembrança seja freqüente
Nossa historia não é mais de união.

Você foi uma grande pagina na minha vida
E hoje eu te desejo felicidade
Peço a deus que cure logo a ferida
Pra que eu volte a amar de verdade.

Herbert Marcondes
2 compartilhamentos

A despedida

Nossos corpos se trasforma num só talvez pelo dezejo do fogo da paixao. Nossas almas se junta e sentimos o mais puro amor.



Nossos corações chora na hora da separação.



Ja não conseguimos viver mais separados precisamos cada vez



um do outro.



Mais o destino foi cruel com agente e nos separou para sempre

Desconhecido
2 compartilhamentos

Eu ando meio sem jeito.
De seguir a minha vida.
Sou um carro com defeito.
Sou flores na despedida.
Eu ando assim, doente.
Desde que fiquei sem ela.
Sou um menino carente
Sou parede sem janela.
Ela é tudo que tenho.
Se for parar pra pensar.
Não resta nada na vida.
Pois só ela eu quero amar.
Se ela voltar um dia.
Vou dizer-te novamente.
Que ela é o meu guia.
A minha estrela cadente.
Ela é a luz que me ilumina
A fonte do meu viver.
Sem ela a minha sina.
É para sempre sofrer.

Denis
2 compartilhamentos

DESPEDIDA

Até breve minha Vida
Estaremos sempre juntos
Todas as noites e dias
em todos os momentos
Adeus em vão
Sentimos... Sabemos
Meu Amor; até logo
Quando casamos olhares, mãos...
Momento mágico, nosso e ÚNICO
Até logo meu Amor; e leve
Cada lapso reafirma nosso destino
Minha Vida; até breve...

M.Jardim
2 compartilhamentos

A CARTA DUM SUICIDA

Vos escrevo está carta de despedida
No meio duma tristeza tão Tremenda
No meio dum vazio que sou incapaz de voz
descrever
Vazio que vocês por indiferença nunca pararam
para ver

Entre vocês por dentro e fora eu chorei
Quantas vezes por serem incontaveis já nem sei
No meio das vossas gargalhadas me senti tão
sozinho
O mais estranho e triste coitadinho

Sei que nesse momento estão dizendo que fui
um
covarde
Mas para me importar com o que vocês dizem
já é
tarde
Nem se quer uma vez estiveram aqui das
muitas
vezes que precisei
Nenhum de vocês veio me dar abraço das
vezes
que eu gritei

Agora que eu tirei a minha própria vida se
fazem
de gente boa
Como se se preocupassem com a minha pessoa
Não acredito nesse vosso amor
Nem nessa vossa tristeza e dor

Por não me mostraram esse amor quando eu
estava vivo?
Porque não me fizeram sentir que eu não
estava
sozinho?
Não percam o vosso tempo chorando por mim
Pois a minha miseria finalmente tevi fim

Creiam, estarei melhor seja onde for
encaminhado
Do jeito que eu nunca estive ão vosso lado
Estarei aqui olhando e torcendo por vocês
Pra que sejam muito felizes

Pra que ninguém voz faça o que fizeram
comigo
Pra que ninguém se alimente do vosso
desassossego
Imaginem toda agente que vocês amam vos ser
indiferente
E vir chorar e dizer que voz ama só no dia da
vossa
morte...

Se cuidem!!!

Salvador Vasco Macuvele
2 compartilhamentos

Esta mensagem não a escrevo como despedida, mas como ensinamentos a vocês amigos!
A morte é uma das poucas certezas que temos. Não fomos criados para morrer e talvez seja esse o nosso maior medo dela! Mas Cristo me diz que aquele que crer nEle, ainda que morra vivera!
Agradeço a cada um, que enquanto minha mãe estava viva, orou e intercedeu por ela. Em especial a FAMÍLIA TEATRO BRASIL, que mesmo sem conhecê-la se colocaram em oração e sempre preocupados queriam saber como ela estava!
Bem, aos que oraram pela cura tenho que informar: ela foi curada, a palavra me diz que no grande dia os mortos ressuscitaram primeiro com um corpo glorioso!
Aos que oraram pelo alivio e o livramento do sofrimento: a palavra me diz que não haverá nem choro, nem tristeza, nem dor!
Cada oração não foi em vão! Serviu para fortalecer e manter a minha mãe firme na rocha que é Jesus!
A vocês que estão vivos alguns ensinamentos:
• Não gastem seus tempos declarando seu amor a quem já morreu, mas dedique esse tempo para demonstrar, a quem está vivo, seu amor por ele!
• Não percam a oportunidade de agradecer!
• Não deixem de perdoar!
• Não deixe de ajudar!
• Não deixe o dinheiro te separar das pessoas importantes em sua vida!
Saibam que a morte vem para todos (menos para os que serão arrebatados). Então vivam como se fosse o seu último dia, viva a vida mostrando seu amor sincero! Como se não houvesse tempo mostre que ama, que estas contente! Fazendo com que esse seja o melhor dia de quem esta ao seu lado!
Não é motivo de Tristeza a morte de um Justo filho de Deus, redimido pela graça do Senhor e lavado no sangue de Jesus! Pelo contrario, é motivo de alegria, pois ela chegou ao lugar para o qual estamos lutando para chegar!
MEUS PÊSAMES VÃO AOS QUE PERDERAM A OPORTUNIDADE DE FALAR O QUE SENTIAM, AOS QUE DEIXARAM DE PEDIR PERDÃO, AOS QUE GUARDARAM MAGOAS NO CORAÇÃO E AOS QUE DEIXARAM DE DEMONSTRAR O SEU AMOR A UM ENTE QUERIDO QUE JÁ SE FOI!

Márcia Iully
2 compartilhamentos

Trago em minha alma
a alegria melancólica de uma festa de despedida.
Se você me der a mão,
sairemos pelas ruas, à noite, sob a luz das estrelas
e sem destino.
Vamos rir bastante, aprontar um pouco,
e viveremos doces momentos juntos.
Mas também nos despediremos,
e saberemos que não será até logo,
mas porque nossas almas se encontraram
e se fundiram,
também saberemos que não será um adeus:
eu viverei em você,
e você viverá em mim.

Augusto Branco
2 compartilhamentos

Quanto vale.

Quanto vale um homem?
Não “essezinho” que se emociona
Com uma despedida,
Com uma partida inesperada,
Com uma (ou a falta) declaração de amor.
Não este que vai às lágrimas
Ouvindo músicas, vendo filmes,
Lembrando momentos.
Esse não, esse não conta.
Afinal! Isso é risível pra não dizer ridículo ou cafona.

Digo homem MAIÚSCULO.

Que não tem medo de magoar alguém.
Que se dá bem na vida independente da forma.
Que mantém a neutralidade
Diante das malesas do mundo,
Que não se deixa levar por estas “bobagens” da vida.
Falo do homem que não vê beleza
Num por de sol, num céu estrelado.
Que não contempla o mar com um olhar
De admiração.
Esse sim é forte.

Quanto vale?

Quanto vale o homem
Que não se abala nem se sensibiliza.
Não tem lágrimas, não precisa de um abraço,
Não sente saudades?

Que valor terá depois que
Permitiu que as coisas ásperas da vida
Acabassem com sua capacidade de sentir?

Prefiro acreditar que tem maior valor aquele que permite ser medido pela sua capacidade de se emocionar, pela sua emotividade, pela sua vulnerabilidade, pelos seus sonhos, pela sua humildade, pela sua fragilidade e, principalmente pela sua humanidade.
Certamente este tem muito mais valor. Ao menos eu creio nisso.

Moacir LuÌs Araldi
2 compartilhamentos

A despedida.
Ei, não se assuste ao se dar conta de que desta vez é para sempre...
Confesso que agi premeditadamente. Que calculei cada passo, e que desta vez não quis me dar demais... É que esse sentimento está me arrebentando por dentro...
Tá tudo tão estranho e confuso. Sou limão e você laranja, ambos pela metade, mas até que gosto da sua acidez que de certa forma me completa.
Mas ficou complicado, ser metade em tudo. Já me basta que você ser limão e eu laranja...
Dividir noites, finais de semana... Dividir você com ela é complicado.
Então meu amor, estou indo...
Desta vez para sempre, sem despedidas...
Como disse antes agi premeditadamente... Quis me despedir de você... Quis deixar registrado o nosso melhor momento, as trocas de olhar, as palavras sussurradas enquanto nos amávamos e depois aquele silêncio de dois seres que de certa forma se completam.
Talvez você nem sinta a minha falta, ou talvez sinta, eu sei que sentirá...
Mas um de nós teria que tomar essa atitude, a de deixar que o outro seguisse em frente...
Faço isso por você... Fiz por nós!
Jamais imaginei que teria que lhe dizer adeus para que pudesse vê-lo feliz!
Acho que o verdadeiro amor assim não é... Liberta!
Adeus.

Alessandra Benete
2 compartilhamentos

Despedida

Quando eu te conheci, tudo era diferente
O que aconteceu contigo?
O que aconteceu comigo?
O que aconteceu com a gente?

Onde foram parar aquelas longas risadas?
Aqueles abraços apaixonados?
Aqueles momentos romanticos?
Aqueles beijos roubados...

Se isso deixou de ser importante
Então não maltrata
Aquele que um dia te amou
Hoje não te faz mais falta

Por isso hoje eu me despeço
Hoje estarei triste e sozinho
Para que você possa achar
A felicidade em outros caminhos.

Jonas Correia
2 compartilhamentos

Despedida

Meu amigo, hoje é o nosso ultimo dia juntos
sei que não nos encontraremos mais
e se nos encontramos não será mais como antes.
lembraremos da "zuera", dos choros, da amizade.
Quando estou só, sempre me lembro de você sorrindo,
quando a vida me ensinou a chorar voce estava la perto
me dizendo: força cara !
Hoje me sinto aliviado, pois a cruz de minhas costas foi retirada por suas maos há algum tempo.
Muito Obrigado .

Diego Balduino Rodrigues
2 compartilhamentos

Despedida de Angélica. Despedida de um Amor...

É preciso esquecer...
Dizem que tudo se pode esquecer...
Mas, tu és inesquecível!
És a primeira pessoa que não posso esquecer.
Naquele dia 13 te entreguei meu coração e penso que jamais conseguirei tê-lo de volta.

Mas... Se pode esquecer:

Aquilo que já ficou prá trás.
Esquecer o tempo dos mal-entendidos,
E o tempo perdido a querer saber como.
Esquecer essas horas que às vezes mata a golpes de por quês o coração.

Eu te oferecerei pérolas de chuva vindas de países onde nunca chove,
Eu escavarei a terra até mesmo depois de minha morte,
Para cobrir teu corpo com ouro e luzes.
Criarei um país onde o amor será rei,
Onde o amor será lei e tu serás a rainha.

Eu inventarei palavras absurdas que tu as compreenderás,
Falar-te-ei daqueles amantes que viram de novo seus corações excitados,
Eu te contarei a história daquele rei que morreu porque não pôde te conhecer.

Quantas vezes não se reacendeu o fogo daquele antigo vulcão que humanos o julgavam velho?
Até há quem fale de terras queimadas a produzir mais trigo na melhor primavera,
E quando a tarde caiu, para que o céu se inflamasse de vermelho,
Nasceste em minha vida como música dentro de mim,
E, Deus sabe o quanto canto tua melodia em minha longa solidão intransigente e imprevisível.
Tornaste-te a minha sorte: liberdade ou escravidão;
A luz de meu dia escuro, o espelho que prá mim reflete a vida.
E esse é o preço que terei de pagar?

Meu amor, eu não vou mais chorar o pranto de meu pranto,
Que dá forma aos meus sonhos e destino.
Não vou mais falar, me esconderei aqui só para te ver dançar e sorrir,
Para te ouvir cantar e rir!
Deixa-me ser à sombra da tua sombra?
A sombra da tua mão?
A sombra de teu filho? Filho que aprendi a amar como meu e me tiraste.

Devolva-me o direito de sorrir; perdoa-me por te amar... e, por eu ser quem sou!

Ao contrário farei como disse um autor desconhecido:

"Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que me espere até o final, alguém que sofra junto comigo, que ria junto comigo, que até enxugue minhas lágrimas, que me abrigue quando necessário, que fique feliz com minhas alegrias e que me dê forças depois de um fracasso.
Não amarei mais o amor. Amarei alguém que volte prá conversar comigo depois das brigas, depois do desencontro, alguém que caminhe junto a mim, que seja companheira, que respeite minhas fantasias, minhas ilusões. Amarei alguém que me ame. Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que sinta o mesmo sentimento por mim!"

Sempre lembrando as palavras do poeta que disse:
"Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!" e sabendo que:

"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas..." como disse Clarice Lispector. Mas, queria tanto que fosse como sonhávamos...

Com carinho, saudade e todo amor do mundo.

TEXTO ADAPTADO - 04/11-2011

Alessandro Borba
2 compartilhamentos