Carta de Despedida

Cerca de 574 carta de Despedida

Quanto vale.

Quanto vale um homem?
Não “essezinho” que se emociona
Com uma despedida,
Com uma partida inesperada,
Com uma (ou a falta) declaração de amor.
Não este que vai às lágrimas
Ouvindo músicas, vendo filmes,
Lembrando momentos.
Esse não, esse não conta.
Afinal! Isso é risível pra não dizer ridículo ou cafona.

Digo homem MAIÚSCULO.

Que não tem medo de magoar alguém.
Que se dá bem na vida independente da forma.
Que mantém a neutralidade
Diante das malesas do mundo,
Que não se deixa levar por estas “bobagens” da vida.
Falo do homem que não vê beleza
Num por de sol, num céu estrelado.
Que não contempla o mar com um olhar
De admiração.
Esse sim é forte.

Quanto vale?

Quanto vale o homem
Que não se abala nem se sensibiliza.
Não tem lágrimas, não precisa de um abraço,
Não sente saudades?

Que valor terá depois que
Permitiu que as coisas ásperas da vida
Acabassem com sua capacidade de sentir?

Prefiro acreditar que tem maior valor aquele que permite ser medido pela sua capacidade de se emocionar, pela sua emotividade, pela sua vulnerabilidade, pelos seus sonhos, pela sua humildade, pela sua fragilidade e, principalmente pela sua humanidade.
Certamente este tem muito mais valor. Ao menos eu creio nisso.

Moacir LuÌs Araldi
2 compartilhamentos

Despedida de Angélica. Despedida de um Amor...

É preciso esquecer...
Dizem que tudo se pode esquecer...
Mas, tu és inesquecível!
És a primeira pessoa que não posso esquecer.
Naquele dia 13 te entreguei meu coração e penso que jamais conseguirei tê-lo de volta.

Mas... Se pode esquecer:

Aquilo que já ficou prá trás.
Esquecer o tempo dos mal-entendidos,
E o tempo perdido a querer saber como.
Esquecer essas horas que às vezes mata a golpes de por quês o coração.

Eu te oferecerei pérolas de chuva vindas de países onde nunca chove,
Eu escavarei a terra até mesmo depois de minha morte,
Para cobrir teu corpo com ouro e luzes.
Criarei um país onde o amor será rei,
Onde o amor será lei e tu serás a rainha.

Eu inventarei palavras absurdas que tu as compreenderás,
Falar-te-ei daqueles amantes que viram de novo seus corações excitados,
Eu te contarei a história daquele rei que morreu porque não pôde te conhecer.

Quantas vezes não se reacendeu o fogo daquele antigo vulcão que humanos o julgavam velho?
Até há quem fale de terras queimadas a produzir mais trigo na melhor primavera,
E quando a tarde caiu, para que o céu se inflamasse de vermelho,
Nasceste em minha vida como música dentro de mim,
E, Deus sabe o quanto canto tua melodia em minha longa solidão intransigente e imprevisível.
Tornaste-te a minha sorte: liberdade ou escravidão;
A luz de meu dia escuro, o espelho que prá mim reflete a vida.
E esse é o preço que terei de pagar?

Meu amor, eu não vou mais chorar o pranto de meu pranto,
Que dá forma aos meus sonhos e destino.
Não vou mais falar, me esconderei aqui só para te ver dançar e sorrir,
Para te ouvir cantar e rir!
Deixa-me ser à sombra da tua sombra?
A sombra da tua mão?
A sombra de teu filho? Filho que aprendi a amar como meu e me tiraste.

Devolva-me o direito de sorrir; perdoa-me por te amar... e, por eu ser quem sou!

Ao contrário farei como disse um autor desconhecido:

"Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que me espere até o final, alguém que sofra junto comigo, que ria junto comigo, que até enxugue minhas lágrimas, que me abrigue quando necessário, que fique feliz com minhas alegrias e que me dê forças depois de um fracasso.
Não amarei mais o amor. Amarei alguém que volte prá conversar comigo depois das brigas, depois do desencontro, alguém que caminhe junto a mim, que seja companheira, que respeite minhas fantasias, minhas ilusões. Amarei alguém que me ame. Não amarei mais o amor. Amarei sim alguém que sinta o mesmo sentimento por mim!"

Sempre lembrando as palavras do poeta que disse:
"Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!" e sabendo que:

"Ainda bem que sempre existe outro dia. E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas. E outras coisas..." como disse Clarice Lispector. Mas, queria tanto que fosse como sonhávamos...

Com carinho, saudade e todo amor do mundo.

TEXTO ADAPTADO - 04/11-2011

Alessandro Borba
2 compartilhamentos

Despedida

Meu amigo, hoje é o nosso ultimo dia juntos
sei que não nos encontraremos mais
e se nos encontramos não será mais como antes.
lembraremos da "zuera", dos choros, da amizade.
Quando estou só, sempre me lembro de você sorrindo,
quando a vida me ensinou a chorar voce estava la perto
me dizendo: força cara !
Hoje me sinto aliviado, pois a cruz de minhas costas foi retirada por suas maos há algum tempo.
Muito Obrigado .

Diego Balduino Rodrigues
2 compartilhamentos

Neste instante, me resta a despedida
Neste instante, restam lágrimas
Buscarei incessantemente romper enlace
És meu absoluto dom,
Semente única e absoluta que conheci nessa vida

Na partida apenas raios da luz que me trouxeste na sua chegada
O coração, descompassado, implorando fagulhas de amor
Obtive solidão, morte, fruto dilacerado em suas palavras
Pedaços e vestígios buscando a seiva da sobrevivência

Até minhas palavras não encontram motivos para serem
Coração ferido, sucumbido pelo medo que me afligiu
Nada me resta, perdi minha razão

Vejo-me sem rumo, sem direção
Meu coração se fez quebra-cabeça;
Assim caminho recolhendo peças perdidas.

Andréia de Figueiredo
2 compartilhamentos

DESPEDIDA

É triste? Eu sei.
Dá vontade de chorar? Eu sei.
Você não queria que fosse assim? Eu sei.
Queria que fosse pra sempre? Eu também sei.
Sei de tudo isso, porque eu também queria que fosse.
Mas o Para Sempre não existe,
Pelo menos nunca foi comprovada a sua existência'
Pode ser que ainda se encontremos,
Em algum lugar desse pedaço do universo.
Mas meu desejo não é te ver voltar e sim,
Que nunca tivesse que ir'

Heloisa Burtet
2 compartilhamentos

Esta mensagem não a escrevo como despedida, mas como ensinamentos a vocês amigos!
A morte é uma das poucas certezas que temos. Não fomos criados para morrer e talvez seja esse o nosso maior medo dela! Mas Cristo me diz que aquele que crer nEle, ainda que morra vivera!
Agradeço a cada um, que enquanto minha mãe estava viva, orou e intercedeu por ela. Em especial a FAMÍLIA TEATRO BRASIL, que mesmo sem conhecê-la se colocaram em oração e sempre preocupados queriam saber como ela estava!
Bem, aos que oraram pela cura tenho que informar: ela foi curada, a palavra me diz que no grande dia os mortos ressuscitaram primeiro com um corpo glorioso!
Aos que oraram pelo alivio e o livramento do sofrimento: a palavra me diz que não haverá nem choro, nem tristeza, nem dor!
Cada oração não foi em vão! Serviu para fortalecer e manter a minha mãe firme na rocha que é Jesus!
A vocês que estão vivos alguns ensinamentos:
• Não gastem seus tempos declarando seu amor a quem já morreu, mas dedique esse tempo para demonstrar, a quem está vivo, seu amor por ele!
• Não percam a oportunidade de agradecer!
• Não deixem de perdoar!
• Não deixe de ajudar!
• Não deixe o dinheiro te separar das pessoas importantes em sua vida!
Saibam que a morte vem para todos (menos para os que serão arrebatados). Então vivam como se fosse o seu último dia, viva a vida mostrando seu amor sincero! Como se não houvesse tempo mostre que ama, que estas contente! Fazendo com que esse seja o melhor dia de quem esta ao seu lado!
Não é motivo de Tristeza a morte de um Justo filho de Deus, redimido pela graça do Senhor e lavado no sangue de Jesus! Pelo contrario, é motivo de alegria, pois ela chegou ao lugar para o qual estamos lutando para chegar!
MEUS PÊSAMES VÃO AOS QUE PERDERAM A OPORTUNIDADE DE FALAR O QUE SENTIAM, AOS QUE DEIXARAM DE PEDIR PERDÃO, AOS QUE GUARDARAM MAGOAS NO CORAÇÃO E AOS QUE DEIXARAM DE DEMONSTRAR O SEU AMOR A UM ENTE QUERIDO QUE JÁ SE FOI!

Márcia Iully
2 compartilhamentos

A proximidade de uma despedida certa, com data marcada quebra nossas defesas e traz a luz o recalcado inconsciente em um sujeito a flor da pele com uma amplificação sentimental e emocional, gerando crítica de baixa acuidade com interpretação dos fatos ou informações que se aproximam mais do como nos sentimos ao nos depararmos com tais fatos, nos levando a lapsos de realidade que só existem para quem vive, ilhas afetivas em uma labilidade emocional que acompanha o tempo que escorre por entre os dedos, é tempo que desaparece com ansiedade que surge, planos para uma vida toda, por toda a vida que nos aguarda com esta metamorfose que acontece sem respeitar a temporalidade do mundo, corre de forma livre no tempo da alma, corre e vibra em igual intensidade e arrasta nossas angústias e esperanças que vive em tanta presença quanto o próprio presente.
É vida nova que entra e não bate a porta como uma estrada que corre por debaixo de nossos pés e nos expõe a realidade de nossos sonhos, escolhas e feitos. Assim vida nova, a vida de nossas escolhas em busca da felicidade, daquilo que nos toca a alma e que nos faz querer ser eterno, ao menos enquanto fazemos o que alegra o espírito, que faz vibrar o que dentro de nós habita. Enfim é verdade no se amar.

Alguns dias para formar, e essa angústia toda em meio a alegria amplificada e toda essa explosão que aperta o peito, alegra a alma e nos deixa com uma invasão de borboletas por entre o ventre é a própria formatura que nos leva para onde lutamos para chegar, mas nos faz querer fugir por ser despedida com data marcada.

Nelson Hideo Iwasse Júnior
2 compartilhamentos

Poema da despedida

Hoje estou pensativa
Confusa, estranha talvez
Penso que amo uma pessoa
Penso que não amo ninguém
Acredito que seja uma carência
A falta de afeto, não sei
Posso está confundindo os sentimentos
Querendo viver um outro tempo
Tentando impressionar alguém
Não sei se faço para agradar
Ou se faço porque quero
Penso em não fazer nada
Mas faço quando menos espero
Estou aflita e muito ansiosa
Minha cabeça pesa de mais
Com essa mistura de sentimentos
Que se confundem de forma veloz
Se eu pudesse um grito forte daria
E pediria para me libertar de você
Sentimento que faz feliz
Mas ao mesmo tempo me faz sofrer
Saia da minha vida eu te peço
Mas saia sem olhar para trás
Esqueça que um dia fui sua
Suma de uma forma eficaz
Não vou permitir outra vez
Que você faça bagunça em meu ser
Destruindo o que com esforço consegui
Me impedindo outra vez de viver

Fran Araújo
2 compartilhamentos

O canto de despedida

"Quero partir para bem longe... e não mais voltar... esquecer-me... esquecer-te...esquecer-vos

Viver num mundo tão estranho... com pessoas tão deformadas..., assusta mais que um dos poiores desastres naturais...

O poder destruidor desses seres é tanto quanto destes fenômenos...

Não entendo... não sei se um dia compreenderei o "porquê" da ausência da verdade... de tantos enganos e dissimulações... quantos desencontros... quanto tempo perdido...

Por isso, despeço-me numa toada, ou numa tentativa, ..."adeus.. vou pra não voltar... desse meu lugar..."

... não quero e não ficarei perto de quem só sabe partilhar: mentiras... dissimulações... ilusões...omissões

CANSEI!!!!

Há muito que perdi a sensibilidade e a razão.. até mesmo a paciência... e tantas coisas mais....

Daí, a necessidade de ir... para algum lugar... mesmo que utópico...

Questão de sobrevivência!!! Sou um bicho imperfeito...mas careço, PRECISO, da verdade... e isso parece ser muito dificil para alguns... porque se perderam em suas próprias cascas e mentiras... nem sabem quem são na verdade...

Seres de caráter ondulante... vago... impreciso... envolto nas inverdades dos cenários criados...

sopram os ventos... e lá se vão eles... quase como pêndulos....

que criaturas infelizes... escondidos na escuridão de sua dor...

Mas são criaturas que fazem muito mal... manipulam as situações e as pessoas...

tenho a impressão que dominaram o mundo...

....por isso, canto... que quero ficar no canto...

e digo adeus."

KikaFCarvalho
Inserida por Kikafcarvalho
1 compartilhamento

Despedida
Era noite ainda, o sol não tinha surgido
Só a lua que ainda teimosa permanecia
Iluminava seu rosto
Que eu via se afastar a cada passo
Veio o adeus breve e doloroso
E então te vi sumir diante dos meus olhos
Meu coração parou de dor
Mas bruscamente ele começou a bater novamente
Senti seus braços me tomarem ao colo
Pude sentir minha alma se esvair naquele momento
E a dor fez parte de mim, quando olhei pela ultima vez
nos seus olhos que ainda tanto me desejavam
Fui como seu tesouro por segundos
E te deixei partir...
Então amanheceu, e tudo já era parte de um passado recente,
ainda presente no meu coração
O dia surgiu e trouxe com ele um novo caminho...
...Longe dos seus braços e do seu coração

Andressa M.Pereira
Inserida por AndressaMPereira

Despedida sentimental da ex-amante mentirosa

Então você admite que mentiu pra mim? Pelo menos tivesse coragem de admitir para mim, mas a vergonha que você deve sentir é tamanha que você cria uma aparente indiferença, mas na verdade, sua mente está tão "mediocrisada" pela imbecilidade que você fez, que você até percebe que deveria ter me dito isso desde o começo, mas resolveu fazer isso agora, contudo, não pessoalmente ou mesmo por documento de própria grafia, o fez através de um conhecido em comum, pois sua imundície é tamanha que até me evitas, escondendo o rosto de mim.

Você não passa de panos de sujidade, você é escrota, é uma coisa, uma repugnância cujas palavras que a descrevem nem me vêm à mente, ou sequer existem, pois ser humano alguma jamais vislumbrou tal situação de nojo e ânsia ruminosa.

À secreção de um cadáver decomposto eu te comparo, és mais ínfima do que o verme que decompõe a matéria, que a transforma em substrato. Até o gosto de defecação humana é melhor que os teus beijos, o fél é como que refresco comparado ao gosto torpe dos teus lábios, nem mesmo a danação eterna deve se comparar a tamanha podridão.

Sem mais palavras que possam descrever a vossa insignificância, despeço-me.

Santiago Linconl Vital Freitas
Inserida por eddywarriormetal
1 compartilhamento

Um beijo de despedida
Quero a chegada
E muito depois a partida...

Quero viver, não sobreviver
Dançar, saborear...
Quero a hora daquele dia tão diferente

Quero e não te quero...
Quero olhar pela janela e te ver,
Dar as costas e te esquecer
Só pra você me reconquistar.

Quero ouvir o barulho do mar,
Os passarinhos a cantar
Quero voar.

Quero banho de chuva, de lua...
Ser minha depois tua...
Quero sol, chuva, flor e amor...


O certo
O errado,
Quero tudo misturado.

Paula Câmara Ferreira
Inserida por Paxazinha

A partida.

E o que fazer,
Quando chega a hora da partida
Dói muito na despedida
E o que dizer
Quando no lugar do “OI”
Você queria dizer
Eu amo você
Nem que fosse de brincadeira ,
Como reagi , quando você o vê parti ?
Nunca pensei em amar assim
Que sofreria de uma dor sem fim
E que ela permanecesse em mim.
Hoje pela ultima vez eu o vi
Uma lagrima eu senti
Em meus olhos , querer rolar
Eu quis , mais não pude chorar
Mas muitas lágrimas choraram as escondidas
Por eu estar deprimida
Já não me reconheço
Tento mais não esqueço
Desse mundo quero fugir
Ou que outro amor venha a surgi
Tenho medo , guardo em segredo
A lembrança mais besta
Mais pra mim
a mais valiosa.
o beijo no rosto
que pra todos
Seria mais que normal
O beijo fatal
Que me dominou geral
Na hora de me despedir
Se me lembro , choro
Se tento esquecer , aumenta o meu doer
Então me diz o que fazer
Para ter você.
Eu daria minha vida , por uma pessoa que não me quer
Por que se um dia , ele chegar a morrer
Eu morro também
Então , eu prefiro ir na frente
Do que vê sua partida novamente
E saber que jamais ira voltar
E me arrepender , de não dizer
Que eu vivia a te amar
E agora vou parar de escrever
Para não mais chorar
Vou parar de ouvir músicas
Para não me torturar
Ao menos tentar ,
Eu preciso desabafar
E dizer que te amo !

Ana Flávia De Santana
Inserida por FlaviaSantana95
1 compartilhamento

Despedida.

- Vamos filha ou irá se atrasar para seu primeiro dia de aula na escola nova.
Bom,essa gritando é a Jean,minha mãe.
- Já vou mãe!
Estou tão ansiosa ,é meu primeiro dia de aula desde as férias,é claro.Mas não estou ansiosa porque é meu primeiro dia de aula,e sim por causa da escola.Meus avôs, bisa avôs e meus pais estudaram lá,pena que alguns não estejam mais com agente.É só são eu e minha mãe. O meu pai morreu em um acidente de carro,quando eu ainda era um bebê.Foi muito duro para mim e minha mãe.

Então,Dizem que é fantástico em Nova Era ,existe de tudo um pouco lá,principalmente pessoas da minha mesma espécie.

Em quanto arrumava minha mala vi a foto em cima da mesa do meu quarto que eu e Louise#11;minha melhor amiga tiramos ontem no shopping.
Pensando nela cadê ela que não chega em? Disse que iria se despedir de mim,eu acho que teve algum imprevisto ,acho que ela não vem,hum.

Peguei a foto sobre a mesa e guardei na mala rapidamente.
- Madelleny!!Vai se atrasar.Gritou a minha mãe.
-Já estou indo!
Desci as escadas rapidamente sem nem olhar para trás.Abri a porta,e lá estava a minha mãe.Mim esperando na frente de fora do carro. – Até que fim em?Guardo minha mala e entro no carro.
- Madelleny,Madelleny!!Espere.
Me viro e vejo Louise correndo igual a uma doida,pingando de suor na testa,molhando seu lindo cabelo louro de suor.A casa dela é meio longe para cá.
Sai do carro e fui ao seu encontro para lhe abraçar,tão magrinha,eu mim sentia um monstro ao seu lado,mas ainda sim do meu mesmo tamanho.
- Louise! Eu disse, - Louise disse minha mãe. – Como está Angeline?- Muito bem!! Disse Louise. Obrigada por perguntar! – Nada.
Louise se virou para mim.
- O que estava achando?Que eu iria deixar você parti sem se despedir de mim? – Não mesmo!
- Amiga,nem acredito que só vou lhe ver nas férias.- É tempo demais.Disse Louise.
- Eu achava que você não viria..
Eu estou com a Louise desde pequena quando nossas mãe se conheceram em um supermercado!Dá para acreditar?Logo a mãe dela virou minha babá quando pequena,e levava a Louise para brincar comigo.Assim somos amigas até hoje.
Olhando para meus olhos ela disse : - Eu estou aqui!! É isso o que importa amiga!
- Não esqueça de mim viu?Disse ela.
- É impossível esquecer de você.
- Acho bom.
- Madelleny! Falou Louise. – Quero que leve isto com você...Para se lembrar de mim,e..Lembrar que sou sua melhor amiga.
- A primeira! Eu disse.
- A primeira! Ela disse.
Mim deu um ultimo abraço e disse: -Até as férias!
- Até,amiga.
- Demos uma de riso,e eu entrei no carro sem dar as costas a ela!!
A Louise sabia tudo sobre mim, principalmente que eu era uma feiticeira.É isso é meio novo para mim.Tudo começou quando completei treze anos,bom eu já sabia que isso iria acontecer querendo ou não...Os meus avôs eram feiticeiros,meu pai,minha mãe é uma,ela mim contava como iria ser,cresci sabendo de toda á verdade,que existem outros por aí como:Fadas,bruxos(o),vampiros(a),lobisomens,duendes,ogros,anã,opor aí você tira uma idéia.
- Estamos quase lá! Disse minha mãe.
- ok mãe.
- Chegamos! Disse minha mãe.
Eu estava tentando retirar minha mala do carro,já tinha esquecido de como estava pesada.
Nós estávamos no Grand Central Terminal,em Nova York,eu cresci aqui!
- Venha.Disse minha mãe.
Na espera do elevador ela mim parou e disse: - Filha,se comporte e.. – Mãe!!eu já sei ‘qualquer coisa é só mim ligar’
- É isso mesmo,ligue sempre que puder.
- Eu vou,mãe..
- E outra coisa! – O que?Perguntei.
- Eu amo você,vou sentir muitas saudades.
- Eu também mãe.
Ela começou a beijar meu rosto,mim fazendo pagar um mico daqueles, de mãe.Quem nunca pagou um desses.
- Mas.. Mãe por que a senhora está se despedindo de mim antes de nem entrarmos no elevado?
- Vera! Fiquei sem entender,a minha mãe estava se despedindo de mim sem nem se quer entrarmos no elevador.
- Hum.. Plin – Eu acho que o elevador chegou.Ela me abraçou e falou : - Boa sorte!
- Mas...mas,mãe! Falei quando ela mim emperrava para dentro.
- Você não vai entrar? - Não queria!Seu passaporte está no bolso da calça,amostre ele para o cabineiro.
- A deus,queria.
- A deus mamãe.
A porta do elevador se fechou.
Será que o cabineiro era um de nós?Por que,que eu mostraria meu passa porte para um ser normal? Um cabineiro?
Hum.. – Desce mocinha? Há..sim.Como ele sabia que eu iria descer se já estávamos no Térreo?
O elevador desceu muito rápido,devia esta a mais de uns 290KM/H..Eu não sabia mais onde segurar.
plin,- chagamos! Ele agia como se o elevados não estivesse a mais de 290KM/H.
O fitei com os olhos.
- Como consegue? Perguntei.
- Anos de trabalho.
- hum..- Há,ok.Eu não sabia o que falar.
A porta do elevador se abril.
- Eu já...Estou indo.
O olho dele ficou laranja,e piscou para mim.
- Até..,a próxima..Ha..como se chama?
- Madelleny.
- Adeus,Madelleny.
- Há...Ta bom,a deus.


2. NOVA ERA

Hum..da próxima vez eu venho de jegue,de avestruz,até de disco voador,nesse elevador..Mais nunca!
Só quando saí do elevador,foi que avistei que estava em Nova Era.
Em uma estação em Nova Era,as pessoas eram bizarras,fadas,bruxos, anão.Um anão passou do meu lado.Não era uma simples estação,não. Era uma estação de elevadores. ‘Bem vindo a Nova Era’ O centro da terra.
Isso é perfeito,eu nunca imaginei,que seria assim.Pessoas com três olhos,verdes,muito brancas de olhos vermelhos.
- Vamos filinhas Uma mulher fada eu acho,ela parecia uma princesa com asas,e suas filhas também,eram três,tão lindas.
Eu,não entendo por que minha mãe só me mandou para esse lugar agora,e não antes,é perfeito.Acho que é por que os poderes de bruxas demoram para se desenvolver,já se passarão dois anos desde quando ganhei metade dos meus poderes quando tinha treze anos,hoje tenho quinze anos.
- Passa portes aqui, - Passa portes,para High School Era!
Eu acho que é esse o elevador.
Eram tanta gente naquele lugar,gente de tudo que tipo,e os elevadores eram transparente,eram muitos,era engraçado eles sugavam as pessoas
e do nada elas sumiam,no passe de magia.
Entrei na fila para o elevador,fila curta,não tão grande!
Eu não percebera o garoto atrás de mim.
- Oi.Ele falou
ele era bonito um pouco mais alto que eu branquinho com cabelo preto escorrido com meio grande,com uma franja a testa mais o menos corpo normal.
- Oi! Eu disse
- Você é nova aqui sim?
Por um momento me distrai olhando a roupa de escola que ele usava,um

Ruana Gomez
Inserida por ruana1996
1 compartilhamento

(A despedida)

Lá vem o choro seguido de lágrima e com as lágrimas vem o lamento e com o lamento vem a dor da perda e com a perda vem o sofrimento e com o sofrimento vem a angustia acompanhada do choro.

Quantas coisas mais estão por vir em nossas vidas,na madrugada escuto o soluço de uma criança que havia chorado muito,E pergunto criança onde sua mãe está e o que faz sozinho na rua a essa hora e num piscar de olhos a criança some como um pensamento que é esquecido no nosso esquecimento mortal.

Desaparece sem deixar pistas ou vestígio de onde tenha ido ou estado sua mãe e continuo a caminhar em direção contraria de minha casa,por que lá não quero mais voltar.

E ai me despeso da minha vida antiga atras de uma vida desleal e desamparada,soluçando com muita lágrima no rosto grito por socorro,mas socorro ultima vez que me viu deu adeus sem se despedir e foi embora no dia seguinte antes da despedida.

Smith
Inserida por Htims

Galope da despedida

Disse a sua princesa:
Logo voltarei, logo estarei aqui
Mas a sua tristeza
Não a deixava permitir


Quero que me leve
No galopar do seu cavalo
E me dizer que a mim tu queres
De estar, pra sempre do meu lado
Meu bem


Eu sei que feliz tu não estais
Leva o meu sabor, o meu clamor
Comigo fica a ausência e nossa dor
Mas o meu coração contigo vai

Halany Gomes
Inserida por adricyhalany

Penumbra da despedida

Dentre todos os amores
És tu, o belo
O causador de tal angustia
És tu, o curador d"mim alma
Que já adormecida padece
Que sofrida, árdua e insolente,
chora tua ausência
E relembra a penumbra da despedida
Regozijando sua partida
Donde sou? Não sei.
Sou tua, ou serei...
Cabe a ti o amanhecer
Cabe a ti minha vida
Cabe a ti a despedida, ou não.

Jéssika Borges
Inserida por jessikalborges

Essa sensação de despedida,
Esse sentimento de perda,
Talvez terminar nao seja a melhor saída;

O que eu quero é entender o porquê,
O que eu quero mais ainda é estar com voce.
Eu queria poder ouvir isso da sua boca,
Eu queria ouvir voce dizer que nunca vai embora.

Mas a escuridao caiu,
Ela sentiu a dor da noite,
E o amor foi sumindo ao longe
E ela nunca mais sorriu.

Brígida Tinelli
Inserida por brigidatinelli

DESPEDIDA


Sairemos daqui, iremos embora e carregaremos os nossos fragmentos que continuam impetuosos dentro de nós.

Queremos a precisão da razão que nunca existirá.

Os pensamentos esculpidos na vibração de nossos cérebros nunca se dobrarão nas molduras das formas dos desejos.

Na plasticidade de nossos sentimentos, tentaremos nos salvar para não morrermos asfixiados dentro de nós.

Por nossos olhos, com vigor, vazam a dor e o desespero pelos sonhos fabricados que flutuaram vagabundos no tempo e se perderam no silêncio.

Vamos embora, vamos rápido.

Não deixemos que a vulnerabilidade das horas nos torne mais frágeis e nos consuma até a morte.

Nem que a tempestade das incertezas nos assombre com as injúrias e com a veneração do ódio.
Nós não merecemos.

Nesse raiar da loucura, vamos substituir às pólvoras de nossos canhões dessa guerra fria, pela vibração das luzes que se acendem dentro de nossas almas inquietas que caminham lado a lado distraídas, perdidas, entorpecidas na trajetória das vaidades.

Vamos, vamos logo.

Tudo deu errado, não temos como negar.

Rosa Berg
Inserida por rosabergcine
1 compartilhamento

QUE BOM SERIA

Que bom seria
Se não houvesse despedida
Porque é tão triste
O momento da partida.
Que bom seria
Se eu pudesse ver o dia
Ao lado dela
Amanhecendo
Que alegria!
Me desse ela
Toda a chance
Que eu preciso ter
Pra que a envolvesse
Em meus braços
E então lhe dizer...
Eu lhe diria:
Que ela é, minha alegria
Minha paz
E que irradia
Toda a força
Ao meu viver.
Diria mais
E muito mais
Eu lhe daria
E a veria como eu
Tão contente, de prazer...

Elciomoraes
Inserida por elciomoraes