Carta de Despedida

Cerca de 553 carta de Despedida

CARTA DE DESPEDIDA

Foi muito maravilhoso ter te conhecido, ter você ao meu lado... Fico pensando e lembrando a cada minuto que ficamos juntos, as coisas que compartilhamos, os lugares que fomos, tudo o que falamos um para o outro de amor, carinho e amizade.
Eu gostaria que nunca tivesse acabado... Achei até que era para sempre... Já planejava o nosso futuro, nossos filhos, nossa família, mas... Acho que não fomos maduros o suficientes para termos paciência um com o outro.
Peço perdão por eu não ter conseguido ser tão forte para ter paciência e compreensão, e acho que você também não foi tão forte assim de conversar, entender. Talvez nós dois fomos orgulhosos e deixamos acabar o que era para sempre.
Mas quero lembrar das coisas boas e esquecer as ruins, esquecer o nosso egoísmo. Quero continuar lembrando o quanto fui feliz com você. Quem sabe um dia, mais maduros, podemos reencontrar e ser tudo diferente nesta parte de falta de paciência.
Guardarei você em minhas lembranças, saiba que um pedaço de você está em mim para sempre, e este pedaço de você que está em mim, continuarei amando, preservando na memória.

Samanta Bernardi
2 compartilhamentos

Despedida

Sabe aquele momento da vida
em que chega a hora de despedir?
Pois é... como tenho dificuldade
para lidar com este momento.
Quando você é o aluno mais antigo
daquela perua ou daquela escola.
Quando você precisa cumprir
aquele último mês de aviso prévio.
Quando você sai toda vestida de branco
para formar outra família.
Quando você decide terminar
aquele relacionamento que não deu certo.
Quando se despede daquele encontro
que tudo foi uma graça.
Quando olha seu melhor amigo
partindo pra longe... por outros caminhos.
Quando quem você ama com tanto carinho
parte deixando você para sempre.
Está vendo? Meus olhos encheram de lágrimas.
E mesmo sabendo que despedir é libertar,
eu definitivamente não sei lidar com despedidas.
Por isso... por mais que doa uma despedida,
e aproveitando que você está presente:
que tal sorrir, abraçar, amar, perdoar,
confiar, festejar, chorar, viajar, rezar,
brincar, dançar, ler, comer, viver...
juntos... bem juntinhos... sem preconceitos...
sem medos... nem julgamentos... nem penalidades...
Porque um dia um de nós vai partir.
E para cada encontro existe uma despedida.
E se existe algo pior que a despedida,
é o remorso por não ter amado.
Eu já vi tanta gente partir da minha vida,
algumas partiram para sempre,
partindo meu coração:
mãe, pai, parentes, mestres, amigos...
Até pessoas com as quais eu não convivi,
partiram deixando saudades:
meus avós, meu irmão, meu filho, escritores, "ídolos"...
Meus olhos encheram de lágrimas novamente.
Como dói despedida.
Se após uma despedida ficaram saudades,
é porque valeu a pena o relacionamento.
A gente só sente saudades do que foi bom.
Quando se despede de quem se ama,
este alguém sempre leva um pedaço de você
e você sempre carrega um pedaço dele.
A verdade é que somos sempre parte de alguém.
Com o lenço na mão e os olhos lacrimejados,
eu lembro-me de todos com carinho.
Apesar de ser tão difícil dizer adeus,
me sinto muito bem dizer “A Deus”,
para quem partiu para sempre.
“A Deus vos recomendo.”
Faz-me muito bem acreditar no céu.
Uma vez que pra mim o céu se define em duas palavras:
Encontro e Festa.
Encontro com os que já partiram e os que vão chegar
e festa para comemorar a saudades que morreu.
No meu céu não haverá despedida.
Olha que coisa boa!
Por isso enquanto viver
não quero saber lidar com despedidas,
até porque por de trás de uma despedida
sempre há uma vida nova chegando
e sempre há uma vida pra ser vivida.

gilberto angelo begiato
2 compartilhamentos

DESPEDIDA

É triste? Eu sei.
Dá vontade de chorar? Eu sei.
Você não queria que fosse assim? Eu sei.
Queria que fosse pra sempre? Eu também sei.
Sei de tudo isso, porque eu também queria que fosse.
Mas o Para Sempre não existe,
Pelo menos nunca foi comprovada a sua existência'
Pode ser que ainda se encontremos,
Em algum lugar desse pedaço do universo.
Mas meu desejo não é te ver voltar e sim,
Que nunca tivesse que ir'

Heloisa Burtet
2 compartilhamentos

Neste instante, me resta a despedida
Neste instante, restam lágrimas
Buscarei incessantemente romper enlace
És meu absoluto dom,
Semente única e absoluta que conheci nessa vida

Na partida apenas raios da luz que me trouxeste na sua chegada
O coração, descompassado, implorando fagulhas de amor
Obtive solidão, morte, fruto dilacerado em suas palavras
Pedaços e vestígios buscando a seiva da sobrevivência

Até minhas palavras não encontram motivos para serem
Coração ferido, sucumbido pelo medo que me afligiu
Nada me resta, perdi minha razão

Vejo-me sem rumo, sem direção
Meu coração se fez quebra-cabeça;
Assim caminho recolhendo peças perdidas.

Andréia de Figueiredo
2 compartilhamentos

DESPEDIDA DE UM ANIMALZINHO AO SEU DONO.

“Meu querido humano, vejo que você está chorando, pois chegou meu momento de partir. Não chore, por favor. Quero explicar a você algumas coisas.
Está triste porque fui embora, mas eu estou feliz por ter te conhecido.
Quantos cães como eu morrem diariamente sem ter conhecido alguém especial como você?
Eu sei que te entristece a minha partida, mas eu tinha que ir agora.
Quero te pedir que não se culpe por nada. Eu te ouvi soluçar que deveria ter feito algo mais por mim. Não diga isso, fez muito por mim! Sem você não teria conhecido nada da beleza que carrego comigo hoje.

Você deve saber que nós, animais, vivemos o presente intensamente e somos muito sábios: desfrutamos de cada pequena coisa de cada dia, e esquecemos o passado ruim rapidamente. Nossas vidas começam quando conhecemos o amor, o mesmo amor que você me deu, meu anjo sem asas e duas pernas.

Saiba que mesmo se você encontrar um animal que está gravemente ferido, e que só lhe resta apenas um pouquinho de tempo neste mundo, você presta um enorme serviço ao acompanhá-lo em sua transição final.

Nenhum de nós gosta de estar só, menos ainda quando percebemos que é hora de partir.
Talvez para você não seja tão importante, que um de vocês esteja ao nosso lado nos acariciando e segurando a nossa pata, nos ajuda a ir em paz.
Não chores mais, por favor. Eu vou feliz. Tenho na lembrança o nome que você me deu, o calor da sua casa que neste tempo se tornou minha. Eu levo o som de sua voz falando para mim, mesmo não entendendo sempre o que me dizia.

Eu carrego em meu coração cada caricia que você me deu.
Tudo o que você fez foi muito valioso para mim e eu agradeço infinitamente, não sei como dizer a você, porque eu não falo sua língua, mas certamente em meus olhos pôde ver a minha gratidão.
Eu só vou pedir dois favores. Lave o rosto e começa a sorrir.
Lembre-se que bom que vivemos juntos estes momentos, lembre-se das palhaçadas que fazia para te alegrar.

Reviva como eu todo o bem que compartilhamos neste tempo.
E não diga que não adotará outro animal, porque você tem sofrido muito com a minha partida. Sem você eu não viveria as belezas que vivi.

Por favor, não faça isso! Há muitos como eu esperando por alguém como você.
Dê-lhes o que você me deu, por favor, eles precisam assim como eu precisei de ti.
Não guarde o amor que tens para dar, por medo de sofrer.
Siga o meu conselho, valorize o bem que compartilha com cada um de nós, reconhecendo que você é um anjo para nós os animais, e que sem pessoas como você a nossa vida seria mais difícil do que às vezes é.

Siga a sua nobre tarefa, agora cabe a mim ser o seu anjo.
Eu vou acompanhar você no seu caminho e te ajudarei a ajudar os outros como eu.
Eu vou falar com outros animais que estão aqui comigo, vou lhes contar tudo o que você tem feito por mim e eu vou apontar e dizer com orgulho: "Essa é a minha família".
Hoje à noite, quando você olhar para o céu e ver uma estrela piscando quero que você saiba que sou eu piscando um olho; avisando a você que cheguei bem e dizendo-lhe "obrigado pelo amor que você me deu".

Eu me despeço agora não dizendo "adeus", mas "até logo".
Há um céu especial para pessoas como você, o céu para onde nós vamos e a vida nos recompensa tornando a nos encontrar lá.
Eu estarei te esperando!”.

desconheço
2 compartilhamentos

Poema da despedida

Hoje estou pensativa
Confusa, estranha talvez
Penso que amo uma pessoa
Penso que não amo ninguém
Acredito que seja uma carência
A falta de afeto, não sei
Posso está confundindo os sentimentos
Querendo viver um outro tempo
Tentando impressionar alguém
Não sei se faço para agradar
Ou se faço porque quero
Penso em não fazer nada
Mas faço quando menos espero
Estou aflita e muito ansiosa
Minha cabeça pesa de mais
Com essa mistura de sentimentos
Que se confundem de forma veloz
Se eu pudesse um grito forte daria
E pediria para me libertar de você
Sentimento que faz feliz
Mas ao mesmo tempo me faz sofrer
Saia da minha vida eu te peço
Mas saia sem olhar para trás
Esqueça que um dia fui sua
Suma de uma forma eficaz
Não vou permitir outra vez
Que você faça bagunça em meu ser
Destruindo o que com esforço consegui
Me impedindo outra vez de viver

Fran Araújo
2 compartilhamentos

Soneto da Despedida

Eu aprendo com o tempo
e tudo isso irá mudar
eu vou seguir o vento
e espero aprender a amar

Esse destino incerto
que assombra minha vida
mostrando tudo de perto
a doce e vã batalha perdida

Irei sem olhar adiante
levando apenas a saudade
como um simples viajante

Alguma coisa nessa cidade
me parece muito importante,
ou seria somente... vontade

Rodolfo Boechat "Shinoda"
2 compartilhamentos

A proximidade de uma despedida certa, com data marcada quebra nossas defesas e traz a luz o recalcado inconsciente em um sujeito a flor da pele com uma amplificação sentimental e emocional, gerando crítica de baixa acuidade com interpretação dos fatos ou informações que se aproximam mais do como nos sentimos ao nos depararmos com tais fatos, nos levando a lapsos de realidade que só existem para quem vive, ilhas afetivas em uma labilidade emocional que acompanha o tempo que escorre por entre os dedos, é tempo que desaparece com ansiedade que surge, planos para uma vida toda, por toda a vida que nos aguarda com esta metamorfose que acontece sem respeitar a temporalidade do mundo, corre de forma livre no tempo da alma, corre e vibra em igual intensidade e arrasta nossas angústias e esperanças que vive em tanta presença quanto o próprio presente.
É vida nova que entra e não bate a porta como uma estrada que corre por debaixo de nossos pés e nos expõe a realidade de nossos sonhos, escolhas e feitos. Assim vida nova, a vida de nossas escolhas em busca da felicidade, daquilo que nos toca a alma e que nos faz querer ser eterno, ao menos enquanto fazemos o que alegra o espírito, que faz vibrar o que dentro de nós habita. Enfim é verdade no se amar.

Alguns dias para formar, e essa angústia toda em meio a alegria amplificada e toda essa explosão que aperta o peito, alegra a alma e nos deixa com uma invasão de borboletas por entre o ventre é a própria formatura que nos leva para onde lutamos para chegar, mas nos faz querer fugir por ser despedida com data marcada.

Nelson Hideo Iwasse Júnior
2 compartilhamentos

Despedida Inusitada




Eu ando pelo mundo procurando ver

Coisas que me façam crer...




Que exista algo bem melhor

Num plano quase infinito

Algo cada vez maior

Longe de qualquer grito




Procurando cores e sabores

De uma vida viciante

Espinhos e flores

Imaginação constante




O sonho na janela

Já não quer mais voar

As dores de um mundo à espera

Já não querem mais cessar




O final de um fim aflito

Vai ficando por aqui

Um mero adeus bonito

Um pouco longe de ti

Zade Bretas
Inserida por zadebretas

Violência é sinônimo de saudades,
Saudades lembram-me despedida
Despedida, adeus dito precocemente
Há um ente querido que não voltar mais

Ao falar de violência
Lembro das agressões dos políticos
Que sagram os nossos impostos
Em benefícios por si próprios

Ao falar de violência
Chego sentir na pele
Os esforços dos nossos professores
Nossos eternos mestres
Por receberem salários míseros
Mas não perdem a alegria
Por lutarem e quererem
Uma sociedade digna para todos

Ao falar de violência
Discuto sobre as condições precárias dos policiais
Além de receberem salários míseros,
Lutam dia após dia
Em prol da sua vida e da sociedade

Ao falar de violência choro de raiva
Pelas impunidades causadas pelas nossas leis
Que infelizmente, parecem favorecer
Cada vez mais os transgressores das leis

Ao falar de violência,
É bom lembra-se das transgressões
Que cometemos por omissão de denuncias
Que presenciamos no dia após dia

Ao falar de violência não devemos esquecer
Que o educar não sinônimo de bater
E que cada um de nós somos responsável diretamente
Por elegermos pessoas erronias,
Para serem políticos gestores

Júnior Hipólito
Inserida por Juhi
1 compartilhamento

O canto de despedida

"Quero partir para bem longe... e não mais voltar... esquecer-me... esquecer-te...esquecer-vos

Viver num mundo tão estranho... com pessoas tão deformadas..., assusta mais que um dos poiores desastres naturais...

O poder destruidor desses seres é tanto quanto destes fenômenos...

Não entendo... não sei se um dia compreenderei o "porquê" da ausência da verdade... de tantos enganos e dissimulações... quantos desencontros... quanto tempo perdido...

Por isso, despeço-me numa toada, ou numa tentativa, ..."adeus.. vou pra não voltar... desse meu lugar..."

... não quero e não ficarei perto de quem só sabe partilhar: mentiras... dissimulações... ilusões...omissões

CANSEI!!!!

Há muito que perdi a sensibilidade e a razão.. até mesmo a paciência... e tantas coisas mais....

Daí, a necessidade de ir... para algum lugar... mesmo que utópico...

Questão de sobrevivência!!! Sou um bicho imperfeito...mas careço, PRECISO, da verdade... e isso parece ser muito dificil para alguns... porque se perderam em suas próprias cascas e mentiras... nem sabem quem são na verdade...

Seres de caráter ondulante... vago... impreciso... envolto nas inverdades dos cenários criados...

sopram os ventos... e lá se vão eles... quase como pêndulos....

que criaturas infelizes... escondidos na escuridão de sua dor...

Mas são criaturas que fazem muito mal... manipulam as situações e as pessoas...

tenho a impressão que dominaram o mundo...

....por isso, canto... que quero ficar no canto...

e digo adeus."

KikaFCarvalho
Inserida por Kikafcarvalho
1 compartilhamento

Despedida
Era noite ainda, o sol não tinha surgido
Só a lua que ainda teimosa permanecia
Iluminava seu rosto
Que eu via se afastar a cada passo
Veio o adeus breve e doloroso
E então te vi sumir diante dos meus olhos
Meu coração parou de dor
Mas bruscamente ele começou a bater novamente
Senti seus braços me tomarem ao colo
Pude sentir minha alma se esvair naquele momento
E a dor fez parte de mim, quando olhei pela ultima vez
nos seus olhos que ainda tanto me desejavam
Fui como seu tesouro por segundos
E te deixei partir...
Então amanheceu, e tudo já era parte de um passado recente,
ainda presente no meu coração
O dia surgiu e trouxe com ele um novo caminho...
...Longe dos seus braços e do seu coração

Andressa M.Pereira
Inserida por AndressaMPereira

Despedida sentimental da ex-amante mentirosa

Então você admite que mentiu pra mim? Pelo menos tivesse coragem de admitir para mim, mas a vergonha que você deve sentir é tamanha que você cria uma aparente indiferença, mas na verdade, sua mente está tão "mediocrisada" pela imbecilidade que você fez, que você até percebe que deveria ter me dito isso desde o começo, mas resolveu fazer isso agora, contudo, não pessoalmente ou mesmo por documento de própria grafia, o fez através de um conhecido em comum, pois sua imundície é tamanha que até me evitas, escondendo o rosto de mim.

Você não passa de panos de sujidade, você é escrota, é uma coisa, uma repugnância cujas palavras que a descrevem nem me vêm à mente, ou sequer existem, pois ser humano alguma jamais vislumbrou tal situação de nojo e ânsia ruminosa.

À secreção de um cadáver decomposto eu te comparo, és mais ínfima do que o verme que decompõe a matéria, que a transforma em substrato. Até o gosto de defecação humana é melhor que os teus beijos, o fél é como que refresco comparado ao gosto torpe dos teus lábios, nem mesmo a danação eterna deve se comparar a tamanha podridão.

Sem mais palavras que possam descrever a vossa insignificância, despeço-me.

Santiago Linconl Vital Freitas
Inserida por eddywarriormetal
1 compartilhamento

Penumbra da despedida

Dentre todos os amores
És tu, o belo
O causador de tal angustia
És tu, o curador d"mim alma
Que já adormecida padece
Que sofrida, árdua e insolente,
chora tua ausência
E relembra a penumbra da despedida
Regozijando sua partida
Donde sou? Não sei.
Sou tua, ou serei...
Cabe a ti o amanhecer
Cabe a ti minha vida
Cabe a ti a despedida, ou não.

Jéssika Borges
Inserida por jessikalborges

DESPEDIDA


Sairemos daqui, iremos embora e carregaremos os nossos fragmentos que continuam impetuosos dentro de nós.

Queremos a precisão da razão que nunca existirá.

Os pensamentos esculpidos na vibração de nossos cérebros nunca se dobrarão nas molduras das formas dos desejos.

Na plasticidade de nossos sentimentos, tentaremos nos salvar para não morrermos asfixiados dentro de nós.

Por nossos olhos, com vigor, vazam a dor e o desespero pelos sonhos fabricados que flutuaram vagabundos no tempo e se perderam no silêncio.

Vamos embora, vamos rápido.

Não deixemos que a vulnerabilidade das horas nos torne mais frágeis e nos consuma até a morte.

Nem que a tempestade das incertezas nos assombre com as injúrias e com a veneração do ódio.
Nós não merecemos.

Nesse raiar da loucura, vamos substituir às pólvoras de nossos canhões dessa guerra fria, pela vibração das luzes que se acendem dentro de nossas almas inquietas que caminham lado a lado distraídas, perdidas, entorpecidas na trajetória das vaidades.

Vamos, vamos logo.

Tudo deu errado, não temos como negar.

Rosa Berg
Inserida por rosabergcine
1 compartilhamento

CARTÂO POSTAL

Pra que
Sofrer com despedida?
Se quem parte não leva, nem o sol, nem as trevas
E quem fica não esquece
Tudo o que sonhou eu sei
Tudo é tão simples que cabe
Num cartão postal
E se a história de amor não acaba tão mal
O adeus traz a esperança escondida
Pra que sofrer com despedida?
Se só vai quem chegou e quem vem vai partir
Você chora se lamenta, depois vai dormir
Sabe, alguém quando parte é porque outro
Alguém vai chegar num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
O adeus traz a esperança escondida
Pra quê?
Sabe, alguém quando parte é porque outro
Alguém vai chegar num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
Pra que querer ensinar a vida?
Pra que so...frer?

Rita Lee e Paulo Coelho
Inserida por JANAFLORES

Despedida

Eu sou um de muitos que já passaram, e que ainda vão passar por esta terra,
Deixando pra trás um rastro de existência.
Um louco tentando escapar do absurdo coletivo.
Mais um medíocre aos olhos da humanidade.
Caminho sem rumo, sem direção a procura de uma ilusão, ao qual eu possa,
Chamar de amor.
Assim vou vivendo, queimando pouco a pouco, os sonhos que ainda me restam.
Digerindo a falsidade que me rodeia, rindo sozinho da demência humana.
Meus amigos são poucos, minhas conquistas menos ainda.
Mas minha coragem ainda triunfa, escondida na minha misericórdia.
E o corte da minha espada ainda se faz presente, dilacerando a altivez de quem ousar atravancar o meu caminho.
Vou-me assim vivendo, apenas com a pureza de um recém nascido.
Comprarei uma casa na montanha, distante de tudo e de todos.
Onde quem sabe em uma tarde fria de inverno ver-te-ei meu rosto refletido.
Em uma pequena poça de água formada pelas lagrimas que chorarei pela manha,
Ela me mostrara todos os anos que já se foram embora, darei meu ultimo suspiro, e um sorriso simples cansado pelo tempo, um estrondo ira cortar o silêncio quase angelical.
Logo após depois de uma imensa espera, finalmente irei acordar do sonho da vida.

Anjo de Galochas
Inserida por inexoravel
1 compartilhamento

Estigma
Daqui, parto só, para as sobras que me aguardam algures.
Aceita minha despedida pobre Mãe,
Não mais verás a face algoz de teu intruso uterino,
Não mais penarás nos degraus da Santa Morada, onde,
De estômago fraco, concebeste-me a embriaguez,
Que por muitas e muitas eras, fizeste-me crer a ilusão.
E me fui inteiro fiel às tuas pragmáticas salabórdias.
Grande besta é o que fui, ainda que menos malogrado, porque cego.
Mas eu te peço, aceita meu insólito adeus,
Garanto-te, minha Mãe, será o último, e o último há de ser.
Cansei-me das indulgências, e das lágrimas derramadas
Por Madalenas inexistentes.
Hoje dou a face às pedradas, pagarei pelos cuspes não dados,
E cantarei os ensinamentos de Blake na terra da posteridade.
Benditos sejam os sacrossantos Provérbios do Inferno,
E amaldiçoados os que não os creem, pois estes são tão lineares
Quanto a própria existência imunda.

Manolo
Inserida por manolokottwitz

(A despedida)

Lá vem o choro seguido de lágrima e com as lágrimas vem o lamento e com o lamento vem a dor da perda e com a perda vem o sofrimento e com o sofrimento vem a angustia acompanhada do choro.

Quantas coisas mais estão por vir em nossas vidas,na madrugada escuto o soluço de uma criança que havia chorado muito,E pergunto criança onde sua mãe está e o que faz sozinho na rua a essa hora e num piscar de olhos a criança some como um pensamento que é esquecido no nosso esquecimento mortal.

Desaparece sem deixar pistas ou vestígio de onde tenha ido ou estado sua mãe e continuo a caminhar em direção contraria de minha casa,por que lá não quero mais voltar.

E ai me despeso da minha vida antiga atras de uma vida desleal e desamparada,soluçando com muita lágrima no rosto grito por socorro,mas socorro ultima vez que me viu deu adeus sem se despedir e foi embora no dia seguinte antes da despedida.

Smith
Inserida por Htims

Galope da despedida

Disse a sua princesa:
Logo voltarei, logo estarei aqui
Mas a sua tristeza
Não a deixava permitir


Quero que me leve
No galopar do seu cavalo
E me dizer que a mim tu queres
De estar, pra sempre do meu lado
Meu bem


Eu sei que feliz tu não estais
Leva o meu sabor, o meu clamor
Comigo fica a ausência e nossa dor
Mas o meu coração contigo vai

Halany Gomes
Inserida por adricyhalany