Dedicatória para uma Professora

Cerca de 224 dedicatória para uma Professora

Relato de uma professora que hoje, que seja somente por hoje, está desanimada:

Triste! É este o cenário que encontrei numa sala de aula no dia de hoje. Crianças ( pra mim são), sem perspectivas, sem ambições, rindo de uma " brincadeira" idiota que fizeram pra danificar o ventilador da sala. Poxa, o que virou a escola pública? O que virou esta juventude? O lance do ventilador não foi assim tão grave perto de todo o descaso e da falta de noção de que ali ainda continua sendo, talvez o único lugar onde alguém ainda acredita neles, apesar de tudo! E eu berrei isso tudo, berrei tudo que estava engasgado na minha garganta! Só me contive pra não chorar. O que senti foi um misto de pena, de raiva, de desgosto, de angústia...Que dia mais horrível! Estou muito chateada! Dentro de mim está pesado! Eu não consigo separar as coisas, eu até gostaria de não me importar, mas não consigo! Não consigo ver tantos jovens ali, no lugar que eu escolhi pra passar boa parte da minha vida, fazendo figuração...Que futuro eles terão? Que futuro?

Érika Ribeiro Pinheiro
Inserida por erikarpinheiro
1 compartilhamento

Eu sentia muita fome e vontade de comer chocolate quando a professora falava sobre a via láctea no primário

Wilson Weiss Jr
Inserida por wilsonweiss

A vida não é nenhuma professora mais nos ensina a viver...

Zacarias Araújo
Inserida por Z4c4r145

Medo é amor, disse alguém, talvez a mãe, ou a professora, uma tia qualquer, havia tantas, deslumbrantes. Ficou sem entender e explicaram que quando a gente ama, arranca o coração e o entrega ao outro. Compreendeu menos ainda: Se arrancarmos o coração, morremos. amar é morrer. Acrescentaram e foi um susto.
Assombro do qual demorou a se libertar, se é que conseguiu. Por que se amar era bom, deveria significar a vida, e não a morte. Se amar é morrer, nunca vou amar, serei eterno.

Loyola Brandão
Inserida por obeijonaovemdaboca

A vida é a melhor professora do mundo.

Ridlav Schneider
Inserida por ridlavschneider

A professora pergunta para um aluno:
- Jivanelson, conte de um a dez.
- Sim Fessora. Um, dois, três...Ah deixa eu ver aqui no meu smartphone uma música do Zanildo e Zinoldo!
Resumindo: E a nossa educação vai para o brejo

Samuel Ranner
Inserida por SamuelRanner

Escola : Brazilio
Data : 16/03/2017
Aluna (o) : Larissa Dias dos Santos
Professora : Renilda

Português

Em um campo, vivia um ratinho, que tinha seu apelido de "Ratinho do Campo". Ele pensava como é a cidade, pois nunca tinha visto uma cidade em sua vida. Certo dia, esse ratinho sendo o curioso que ele é, decidiu ir para a
cidade.

Mau ele sabia que a cidade era um lugar super movimentando, com carros rápidos, e tecnológias e coisas que ele nunca viu, ou ao menos ouviu falar.

Chegando lá, ele se surpreendeu, porque tinha muitos carros. Na frente dele, tem uma senhora, que provavemente têm medo de atravessar a rua. Ele percebe que ninguém ajuda ela, o rato atravessa a rua e ajuda a senho-
ra. Que fica muita grata por ter ajudado ela a atravessar a rua.

- Muito obrigado! Diz a senhora

- De nada, fala o rato sorrindo.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O ratinho do campo, naquele mesmo dia, ficou muito triste com oque aconteceu. Ninguém quis parar para ajudar uma senhora. Eles estão precisando de mais educação, eles não estão tendo.

E naquele mesmo dia, ele voltou para onde vivia, no campo.

- Não aguento isso, fiquei apenas um dia aqui, e já estou vendo a situação. Poluição,barulho,destruiçaõ,falta de respeito e mais...Prefiro ficar no campo, onde a poluição é menor, e preocupação com o meio ambiente é
maior.

Moral : Precisamos cuidar do que temos, pois talvez aquilo pode não voltar mais. A natureza pode voltar, mas nos não.

( Não é a natureza que precisa de nos, somos nos que precisamos da natureza)

Dias,Larissa - Atual Quinto Ano

Xx---Larissa---xX
Inserida por Xx---Larissa---xX
1 compartilhamento

Nos fundos do velho casebre ela, ainda menina,
era professora, artista , poeta...
Escrevia, desenhava, criava histórias...
com carvão nas paredes desbotadas,
até onde a mãos, sempre pretas, alcançavam...
Mas que importância isso tinha?
Era feliz e sonhava com o dia em que "escritora"
conheceria aquele que qual "príncipe em cavalo branco",
a resgataria para um mundo colorido
e tornaria real a sua fantasia.
Cika Parolin

Cika Parolin 21 de março de 2017
Inserida por CikaParolin

A vida tem sido para mim uma grande professora. Assim como foi a tia Benedita da 4ª série, que tacava o apagador da lousa no meio das nossas testas.

Rogener Pavinski
Inserida por pavinski

Ainda esta semana ouvi a seguinte pergunta:
-Professora, o que aconteceu com a sua orelha?
De início eu ri e disse
-O útero da minha mãe era um pouco diferente.
Ainda na dúvida ela ficou me olhando, por fim eu disse.
-As vezes é muito bom ser um pouquinho diferente dos demais. ;) As fadas tem orelhas diferenciadas, achei que tinha disfarçado bem a minha, não conta este segredo pra ninguém tá?
E toda sorridente ela me olhava admirada.

As vezes a parte mais legal do educador é incentivar a imaginação, e ver o quanto isto alegra o coração de uma criança.

Marieli Gomes Brandão
Inserida por MaryBrandao

Conversando em outro dia com a minha querida amiga e Professora Karina Rocha e chegamos a uma seguinte conclusão, que você pode ter certeza que quando encontramos alguém que faz a gente feliz tudo fica fácil... Amar fica mais fácil. Não porque as coisas se tornam mais fáceis e sim porque nossos corações tornam-se mais fortes. Porque o ideal e encontrar alguém que goste de você no seu dia a dia e procurar ser você e isso se torna algo surpreendente é muito bom esporadicamente
Mas fique com alguém que goste de você na íntegra e não só nos goles de vinhos e jantar romântico, mas sim o que você e de verdade, sem usar mascaras para impresionar.

LUCIANO RODRIGUES
Inserida por Lucianoceobrunni74

Médica
Professora
Conselheira

Dona de casa
Casada
Amasiada
Divorciada
ou solteira

Cabeleireira
Motorista
Cozinheira

Tem várias profissionais
espalhadas por aí
Mas a verdadeira
É única e especial

E sabe realizar
todas essas profissões
De uma maneira
rápida e genial

Seu cargo é de chefia
Muito importante
para a maioria

Sempre respeitada
Inadmissível
ser xingada

Seu nome não importa
Pode ser Joana,
Catarina
ou Maria

Atende prontamente
quando é chamada de Mãe
E sempre será
a melhor amiga

Crysgrer
Inserida por Crysgrer

Posso até tentar, mas se eu não gostar da disciplina e a professora não me agradar, não vou a lado nenhum!

claudia
Inserida por cllaudiafoortess

Professora me desculpe
Mas agora vou falar
Esse ano na escola
As coisas vão mudar

Nada contra ti
Não me leve a mal
Quem descobriu o Brasil
Não foi Cabral

Pedro Álvares Cabral
Chegou 22 de abril
Depois colonizou
Chamando de Pau-Brasil
Ninguém trouxe família
Muito menos filho
Porque já sabia
Que ia matar vários índios

MC Carol
Inserida por pensador

A espera prolongada é uma grande professora. Ela nos ensina a vencer nossa ansiedade, a relaxar nossa tensão, a contemplar nosso destino e fazer as pazes com ele. Casar-se com o próprio destino é pura sabedoria.(Walter Sasso - Autor do livro "Tsuru Li Tai chi chuan")

Walter Sasso
Inserida por walsasso

O menino e a Professora
Década de 70, o menino está em uma nova escola, (Professora Eunice Laureano da Silva), novos professores, tudo é novo, precisa fazer novos amigos, as meninas logo se empolgam com o novo aluno e isso enfurece os meninos que lá já estudam desde o primário é inevitável às brigas, o menino não gosta de violência e por várias vezes leva socos e pontapés sem reagir, pois se ignorarem, eles o deixaram em paz, o menino faz várias amizades com os meninos e meninas da sua sala e também de outras, fica popular na escola e muitas meninas mandam bilhetinhos pedindo para namorar ele, uns e outros meninos ainda tentam assusta ló dizendo que vai pegar ele na saída, ele então resolve dar um basta nesta situação, acertou a briga do lado de fora da escola, o menino saiu com um olho roxo, mas deixou dois meninos com vários hematomas pelo corpo, isso o deixou mais popular ainda e todos os outros meninos o respeitavam depois dele ter brigado com dois, porem o menino se sentiu mal por esta primeira briga e que por sinal fora a última, seus professores eram ótimos, mas tinha uma Professora de artes (Sandra) a mais bela da Escola, o qual o menino a admirava, ela tinha os cabelos castanhos, compridos e usava óculos, deveria ter uns vinte e cinco anos mais ou menos, seu perfume contagiava o menino que a olhava com um olhar penetrante o qual ela ficava encabulada, de todas as matérias com seu ótimos Professores, o menino se destacou nas de artes, o menino começou a desenhar, pintar e até arriscou fazer uma escultura de barro, pegou gosto pelas artes, em um concurso de artes na Escola o menino fez uma pintura abstrata (feito com anilina em papel canson), ficou com vergonha de entregar diante os desenhos de outros amiguinhos, mas com a insistência da Professora ele entregou seu trabalho e quando ela abriu ficou encantada, levou a sala dos Professores para mostrar e todos queriam aquele trabalho, isto o fez se dedicar ainda mais as artes, o qual ele nunca mais parou e a Professora, ah, ela ainda continuava encabulada com os olhares daquele menino que insistia a olhar profundamente, o menino percebeu que tinha um olhar diferente capaz de deixar as meninas loucas por ele, um certo dia na hora do recreio o qual ele ficava com seus coleguinhas brincando de pega - pega ou paralisado ( tinha que receber o beijo no rosto de uma menina para poder se mexer) um de seus amiguinhos grita paralisado, ele assim o fez e qual fora a surpresa do menino, uma das mais belas menina da escola se aproximou e deu um beijo na boca, foi o despertar do menino, foi como o beijo da princesa no sapo, o menino daquele dia em diante parou de ficar correndo feito louco pelo pátio da Escola, agora o menino ficava paquerando as meninas, as convidando para tomar um refrigerante na cantina e assim foram várias meninas, vários beijos, vários refrigerantes, vários bilhetes no caderno para sua mãe e varias ida para a Diretoria por estar namorando nos corredores e a Professora de artes continuava linda com seu perfume ensinando e desfilando entre as carteiras da sala de aula, certo dia a Professora passando a lição na lousa e explicando a lição ela olhou pro menino e se aproximou e lhe perguntou o porque ele a olhava daquele jeito, que a deixava encabulada, o menino então a olhou dentro dos olhos e disse que ela era muito linda, que a admirava, ela responde ao menino que ele era muito novo e que ela era noiva de um rapaz o qual ele já havia visto no portão da escola esperando a, e assim o menino continuou a olhar por mais um tempo até que novamente ele iria deixar tudo àquilo para traz no seu passado, pois outra escola ele iria estudar e aquela Professora de artes seria uma lembrança em sua memória, mas foi mais que isto, foi envolve ló para sempre nas artes, pintura de telas, desenhos, esculturas e poesias:
Morena Menina
Morena menina, teu olhar me fascina
Teu sorriso me alegra
Teu cheiro me embriaga
Tua voz me conquista
Teu jeito de mulher menina me faz sonhar
Sonhar!
Voltar no tempo...
Ficar com você
Ah! Morena, menina
Que me faz sonhar!
(Ricardo Cardoso)

Ricardo Cardoso
Inserida por ricardo_cardoso
1 compartilhamento

Se um menino de 15 anos bate em uma professora, ele merece uma punição e não um ensinamento dizendo que isso foi errado!

Lucas Fonseca
Inserida por LucasFonseca679

A vida só é professora se você souber ser aluno.

Ana Paula Scheffer
Inserida por Apscheffer

Professora Heley Abreu ganhava um pífio salário, mesmo com o corpo em chamas salvou várias crianças. O Neymar ganha milhões, mesmo sonegando impostos é nosso herói
SOBRE PROFESSORA QUE SALVOU CRIANÇAS EM UMA CRECHE EM JANAÚBA-MG

Vandi Dogado
Inserida por Memento

Fui aluna, e quando cursava o magistério, uma das professora bateu com a mão no quadro negro apontou para o conteúdo e disse : "Isso não é capim"!
As demais colegas, não entenderam, e eu as disse : Ela nos chamou de burra! Não sei o motivo, a minha turma era exemplo, talvez estresse da vida! Já trabalhei com profissionais que chamava os próprios alunos de marginal, de cego, e por aí se vai... Ensinar é árduo ! Eu sei ! Criança sem limites, sem regras ! Algumas vindas de lares desestruturados! Não estou criticando minha ex-professora, ela foi útil para mim ! Nem tampouco minhas ex-companheira de trabalho, muitas delas são excelentes profissionais! Só foi o que guardei, e o que construi com cada frase que escutei ! O mundo dá volta ! Sou professora, não de cadeira mais de alma ! Nunca rotule, o rotulo é um estigma e vira uma marca ! A frase, carrego comigo até hoje, sempre cruzo com ela na esquina da vida ! Ela ainda leciona ! Que bom ! Tenho certeza que ela nem lembra, mas foi com a frase que medi a profissional que ela é ! Talvez ela tenha voltado o olhar para si e dosado as palavras. Ninguém é burro, alguns são lentos ! Ninguém é cego, muitos desatento, ou com décifit de atenção ! Ninguém é marginal, vários não tem estrutura psicológica ! Não rotule, o mundo reserva surpresas ! Seja um profissional é isso que escolheste. transmitir ! Então, transmita o que faz crescer, o que impulsiona, não o que diminui. Conheça cada aluno, e grave sua fisionomia, podes o reencontrar no amanhã, talvez exercendo a mesma profissão. Não com a mesma postura, mas com outra !
Abraço, a todos profissionais !

Eliane Ferreira- Lage Grande, Catende-PE
Inserida por eliane_ferreira_1
1 compartilhamento