Coleção pessoal de Gracaleal

101 - 120 do total de 1262 pensamentos na coleção de Gracaleal

Dois lados, um só povo

⁠A omissão política é uma liberdade de direito
Ninguém é obrigado a sair da sua zona de conforto
Já a crítica a quem bota a cara e luta é um defeito
Se do desgaste alheio usufrui ou desfruta do caos como o seu porto

A democracia permite a discordância de ideia
Contudo, liberta para a aquisição de amplo conteúdo
Consequentemente auxilia na identificação da alcateia
E o conhecimento, então, atua como escudo

Em política, é pouco conveniente incentivar um povo a seguir a trilha do saber
É mais eficaz popularizar a ignorância
Cuja as armadilhas tem como objetivo prover
O convencimento dos fracos à produtiva militância

Não se iluda, a riqueza nesta terra é abundante
É a fartura que atende a tantos desumanos
Que ao roubar matam vidas, sonhos e te torna insignificante
Mas nas eleições somos a peça principal dos seus planos

A luta é sempre árdua em prol da justiça social
Pois depende da força e da união de um povo
Mas se para quem tem o poder de fazer a desunião é fundamental
Haverá sempre o crítico à luta de quem ele considera um estorvo

Uma reflexão racional sobre o que o poder quer da nação
É começo para a percepção do que ele oferece em troca
Mas se migalha te atende na sua autoavaliação
Respeite a luta de quem exige o justo e recolha-se em sua toca

No mais, é torcer por um futuro mais justo
E com trabalho manter o sonho cultivando a esperança
Se o resultado para todos não for um sucesso robusto
É porque os lobos continuaram na governança

Graça Leal

⁠Não condeno o governo, que optou por preservar, a sua volta, os ratos, os corvos, os lobos, as raposas e as cobras, de ter escolhido um veterinário para conduzir o programa nacional de imunização, afinal, o povo também é um animal, só que a ciência afirma ser racional. Pode parecer difícil entender a relação, mas com um pouquinho de esforço a gente consegue perceber a coerência

Graça Leal

⁠Rapidinhas para refletir

Água com açúcar não cura câncer

Colo demais dificulta o aprender a caminhar

Adotar a hipocrisia é o caminho mais curto para reunir um milhão de amigos

O pobre é a fonte de riqueza do rico
A ignorância de um povo é a fonte do saber dos seus líderes

A fome em uma nação ajuda a alimentar as contas bancárias dos seus políticos

Se alimenta melhor quem não morde a isca do marketing

Graça Leal

⁠"Ainda" somos um país democrático, logo não é exatamente a má escolha política de um eleitor, na visão do outro, o que mais causa indignação ou desânimo, pois trata-se de um direito individual e constitucional. Porém, o que realmente frustra e promove a desesperança é o conforto, há décadas, das pessoas de se manterem no desconhecimento, é a facilidade de acreditarem nas mentiras que elegem covardes e desumanos para os poderes, pois estes sempre falam, sempre pregam, o que elas gostam de ouvir. É a facilidade delas caírem nas armadilhas, especialmente as materiais e de ralizações fantásticas, para desqualicar o intelecto delas e, pior, é a total falta de interesse das pessoas de procurarem se informar para qualificarem o seu conteúdo de conhecimento geral a fim de que este ajude nas suas escolhas quanto cidadãos eleitores.

Integrar-se com fidelidade irrestrita à grupos que seguem a mesma linha de pensamento é fazer a manutenção do aprisionamento do próprio intelecto, consequentemente é agir, reagir e repetir como um robô. Somente a diversidade de ideias exercita e expande a mente, e proporciona um alicerce mais eficiente na construção de um pensamento mais livre de impurezas como, por exemplo, a incoerência, bem como mais sólido no saber, o que nos leva a termos mais independência na interpretação dos fatos.

Se buscando a informação estamos sujeitos a erros, na ignorância é mais fácil ainda entregar o país nas mãos dos charlatões políticos e/ou nas mãos dos charlatões políticos religiosos.
Não terceirize a sua massa cinzenta. Defenda o que é seu começando pelo seu intelecto, pois é a partir dele que você realmente vai poder ajudar o país como um todo, e não o entregue de bandeja para quem depende da sua ignorância e da sua fragilidade emocional para se tornar, com a sua própria ajuda, o seu algoz.

Graça Leal

⁠Desde os primórdios que a política tem um braço em aliança com a religião. São duas instituições com forte poder de influência sobre a mente humana, sobre o seu psíquico e sobre as suas emoções e por esta razão sempre foi fundamental para a sustentação de alguns grupos no poder, bem como para o controle financeiro desde poder. Evidente que não é uma força saudável, em especial, para uma sociedade laica, mas esta experiência que o Brasil está vivenciando, apesar do estrago que terá um efeito de longo prazo no país, é uma excelente oportunidade para os eleitores observarem, racionalmente, a qualidade moral daqueles para os quais estão entregando, cegamente, e de bandeja, o seu próprio intelecto

Graça Leal

⁠A batalha pela realização de um sonho é atribuição do sonhador

Graça Leal

⁠A mais eficaz maneira de se captar o intelecto de alguém, trazer a sua sensibilidade para o nosso lado, o seu espírito de luta em nossa defesa e agregar aos nossos interesses o seu apoio irrestrito é dizer-lhe o que lhe agrada. Dizer sempre o que este alguém gosta de ouvir

Graça Leal

⁠Hoje, 19/08, dia do historiador, vale recordar um capítulo bastante reflexivo da história mundial, afinal, o ocorrido no passado têm como finalidade, além de adquirimos conhecimento, servir como referência para os registros da história que deixaremos para as futuras gerações.
Hitler se considerava alguém com a missão de mudar a história da Alemanha, de melhorar a vida e cuidar do povo alemão, e citava Deus nos seus discursos, bem ressaltava a sua devoção pelo seu povo. Inflamava os seus admiradores em apoio à sua finalidade de exterminar com os judeus e promover guerras invadindo territórios que ele considerava ser de povos inimigos. Não hesitou em promover um extermínio cruel em vários países, sequer apiedou-se com as baixas de soldados alemães que enviou à antiga União Soviética, e sob um frio polar, sem alimentos, sem farda adequada para suportarem a geleira e sem armamento para enfrentarem os vermelhos tiveram que se render, pois muitos já haviam ficado pelo caminho mortos e congelados e para se salvarem, entregaram-se.
Fica o registro e o convite à reflexão para não deixarmos que semelhanças da história pregressa continue se repetindo.
Conhecimento expande a mente e ajuda a proteger o nosso intelecto dos oportunistas que investem na ignorância de um povo.

Graça Leal

⁠Editado do original já publicado

SEGUIR, CHEGAR E RETORNAR

Sob o prateado da lua
Sob o dourado do sol
O caminhar pela vida
Pode ser um sonoro canto do rouxinol

Não tenha pressa pra chegada
Cada inspiro pode ser uma partida
Cada minuto uma nova jornada
Cada passo uma etapa vencida

Viver é tão simples e claro
Tudo pode ser leve e renovador
Tanto tempo levamos no preparo
Para em segundos sermos um bom professor

Mas não queira ensinar todo o teu saber
Todos precisam aprender com o caminhar
A alegria ou o dissabor há de reger
Quando um rumo alguém tiver que despojar

Se houver pranto será preciso reiniciar
Diante do sorriso a alternativa é prosseguir
O importante é um alicerce esboçar
Para expansão do aprendizado pungir

A chegada até tarda, mas é inevitável
Esteja pronto para brilhar e brindar
Mas mantenha-se alerta e continue incansável
Pois depois há uma ponte invisível por atravessar

Deste ponto pouco tenho para garantir
Mas de certo muito terás para desbravar
É Estrada infindável para concluir
Cuja a finalidade é te fazer sempre recomeçar

Graça Leal

⁠Enquanto as urnas não forem uma vacina eficiente, o vírus do charlatanismo político vai continuar sofrendo mutações ficando cada vez mais resistente neste ambiente propício à devastação do intelecto brasileiro, especialmente pela vias da fragilidade interpretativa da retórica direcionada ao alvo principal da nação - o povo - que não percebe que a função de cada ferramenta usada no poder para imuniza-lo do bom senso e da percepção real dos fatos é a mesma do cotidiano de qualquer mortal. Por exemplo: o dinheiro tem como finalidade comprar o que está à venda, que pode ser um bem material, concreto, ou o abstrato como a imoralidade, a inocência e a carência, está última ofertada pelo próprio estado, pois tem potencial para ser revertida em benefício político.
Reflita sobre o quê você está vendendo para os seus políticos de estimação, em especial para aqueles que sentam na cadeira do Planalto Central

Graça Leal

⁠Rachadinha no clã? Não. Trata-se de uma prática de valores conservadores esta divisão do bem público entre o mau privado

Graça Leal

⁠Azul é tudo que é belo e fascina
Assim como uma rara flor, o céu e o mar
Cujo encanto alivia qualquer dor como morfina
Azul é o mistério do seu olhar

Graça Leal

⁠"Pais" são muitos. "PAI" são poucos. Seja você um Homem, a Mãe ou Trans. Seja pai biológico ou adotivo, mas faça por onde ser uma referência saudável na vida e na memória do seu filho e não apenas uma referência genérica para um contexto publicitário no 2° domingo de agosto.
FELIZ DIA DO PAI

Graça Leal

⁠⁠Somos uma sociedade conduzida pelo marketing, adestrada pelo sistema financeiro, hipnotizada pelos políticos, refém da imagem, dispersa do conteúdo, cega frente à doutrinas e conformada com migalhas, logo, só nos cabe, então, selecionarmos o quê melhor "não" se encaixa na nossa impotência a fim de sobrevivemos com o mínimo de autonomia social

Graça Leal

⁠editado do original já publicado

No depois do agora

Quando este tudo não for mais preciso.
Quando o tempo não for o agora.
A vida fará todo o sentido
Além vida é vida que não demora

Quando o ódio partir para sempre
Quando o amor unir sem tesão
E esta união fizer todo o sentido
Seguiremos a mesma direção

Uniremos força do irmão
Renasceremos no espaço da paz
Com esperança e trabalho nesta construção
De um mundo onde enfim seremos todos iguais

Nenhuma dor é o tempo que traz
Nas ações, no sentir e no prazer
Cada um está exposto em cartaz
Não deveria o futuro ser um vilão a temer

E quando todos puderem crer
Nas palavras do bem que hoje o vento leva
O espelho divino revelará quem é quem
E o mundo deixará de ter treva

Sendo amigo, transmitir confiança
Se amor de verdade, oferecer abrigo
Frente as lágrimas, nosso sorriso deve fechar em aliança
Se sorriso, minha lágrima em festa pra dançar contigo

Quando o tudo não for mais preciso
Te precisarei por inteiro na pousada
Neste encontro, dê - me as mãos, vem comigo
Pois a guerra, de vez, terá sido derrotada

Graça Leal

⁠Dinheiro no bolso do eleitor, voto na urna para o doador. Sintonia total na troca de valores morais

Graça Leal

⁠Quando, sob o olhar do coração, tudo parecer perfeito demais, desfrute, mas desconfie. Perfeição não existe, e os defeitos, bem como os seus riscos costumam ser discretos inquilinos de tudo que se assemelha à excelência

Graça Leal

⁠A experiência, de fato, é pessoal e intransferível, o que é lamentável em muitos casos, bem como é, igualmente, muito lamentável quando temos motivos para dizer ao outro: eu avisei

Graça Leal

⁠Os avós são mães e pais sem o defeito de serem chatos de fábrica

Graça Leal

⁠Olhe para dentro de você, inclusive no espelho, com os seus próprios olhos e não com as lentes que o marketing, que inventa e idolatra a perfeição, instala nas suas retinas

Graça Leal