PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz

1 - 25 do total de 186 pensamentos de PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz

Pensar não tem prazo de validade. Acovardar-se é que tem de vencimento.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Quero rever para saber olhar sem poder mais ver o que antes era cego em mim.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Quando um 'ninguém' deseja que o outro seja 'alguém', ele deixou de ser 'qualquer um'.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Tem pessoas que conseguem viver sem respirar. São as mesmas que sufocam os sonhos alheios.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Não há nada mais violento e fundador que a inteligência. Sobre a ignorância (ou preconceito), não se conhece nada mais totalitário e brutal.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A indiferença é o sintoma obscuro do desafeto.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A ternura é a irmã caçula do amor.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Um dia olhei profundamente para o corpo e pensei: a revolução não se faz com aspas.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A meia gratidão, derivação medíocre da ingratidão, é a estrutura materna (enraizada, uterina) encontrada no traidor para justificar sua mais nova investida de fraqueza de caráter.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

É na ponta dos dedos que medimos o tamanho das palavras escritas, na ponta da língua que as dizemos, com todo o corpo que as ressignificamos.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Ou muda ou emudece.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

O choro é bonito. O pranto não é. O choro é o silêncio de dentro da gente que transborda e o pranto é o grito em desespero que deságua.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Ensinar (assim como aprender) é um ato político a favor da vida e não uma política de educação em favorecimento de partidos.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Alguns chegam na hora certa, outros retardam demais a partida.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A fotografia é a arte do fixo mover-se.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Infelizmente o corpo sempre paga nas nossas tantas vontades, de fazer muito (ao mesmo tempo), querendo descobrir o corpo. Ao descobri-lo, às vezes deixamos ele sem coberta, mais fragilizado. Os acidentes (e enfermidades) sofridos no corpo, em geral, ocorrem nessa zona de classificação.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Ou acorda ou a corda há de enforcar o despertar.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

O poeta, o que faz? Ele é solitário na escrita e solidário com as palavras.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A forma de olhar para um corpo depende das lentes de cada cultura.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Escrever menos pro umbigo e mais com o ventre.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

A tristeza é quiçá, bonita. Feio é o desencanto.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Duas palavras insuportáveis no mundo contemporâneo: reunião e projeto.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Pensador vivo tem que parecer póstumo para ter valor social.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

De nada adianta o sol bater na sua janela e você não abri-la.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO

Gostaria de ter sentado à mesa com Jesus e Nietzsche. Obviamente, Deus no centro da mesa como pauta da refeição.

PAULO EMÍLIO AZEVEDO, poeta PAz
Inserida por PAULOEMILIOAZEVEDO