Coleção pessoal de I004145959

1 - 20 do total de 403 pensamentos na coleção de I004145959

Para ser jogado aqui na terra boa coisa a gente não era.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Pouco importa que você tenha trabalhado 24 horas seguidas, sempre haverá alguém incomodado com seu descanso.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: incomodado descanso

A predisposição que algumas pessoas têm em se incomodar com aqueles que se aposentaram é tão grande que pouco importa a idade que você tem ou quanto tempo trabalhou para adquirir a carta de alforria.

Jerônimo Bento de Santana Neto

O excesso de futilidades tomou conta da sociedade brasileira. Nada é levado a sério, tudo vira escárnio e zombaria. A idiotice virou moda no Brasil.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: idiotices zombaria

Nada melhor para o mercado consumista do que esse comportamento imediatista da sociedade pós-moderna de viver "aqui e agora".

Jerônimo Bento de Santana Neto

As politicas afirmativas foram criadas para eliminar desigualdades historicamente acumuladas, garantir a igualdade de oportunidades e tratamento, reparar perdas provocadas pela discriminação e marginalização decorrentes de motivos raciais, étnicos, religiosos, de gênero e outros. 

Entretanto, a mídia capitalista a serviço dos donos do mundo instrumentalizou as políticas afirmativas para segmentar e criar novos mercados.

Separando cada vez mais a população em guetos e colocando escravo contra escravo, pequena burguesia contra periferia.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: política esquerda

Para pessoas ditadoras não
basta dominar todo o espaço ao seu redor é preciso ter a devoção de todos para satisfazer suas vaidades e caprichos.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: pessoas ditadoras

Produzo na tristeza e consumo na alegria

Jerônimo Bento de Santana Neto

Às vezes de mãos dadas, às vezes de mãos separadas, mas sempre na mesma estrada.

Jerônimo Bento de Santana Neto

O senso de coletivade é uma raridade na sociedade brasileira. Pouquíssimos pensam primeiro no coletivo e depois em si. Geralmente essas são pessoas iluminadas. A maioria esmagadora pensa em si para depois pensar no coletivo.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Enquanto busco novas possibilidades e oportunidades, tento ser feliz com aquelas que a vida oferece, mesmo que não sejam as melhores.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Prejugar é inevitável, externar não.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Às vezes sair de perto de quem não quer você por perto é o mais certo a fazer.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Enquanto o centralizador quer tudo em suas mãos para depois se vangloriar e jogar na cara, o manipulador não quer nada em suas mãos para "ficar de boa" e se isentar de qualquer tipo de responsabilidade

A vida é assim, um jogo de interesses aonde ninguém é 100% santo.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Com a quebra dos valores, a perda das referências e vivendo "o aqui e agora" o sentimento de incompletude característico do ser humano foi potencializado e aproveitado pelo mercado consumista.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: mercado consumista

A publicidade utiliza a incompletude humana como fio condutor para alimentar o mercado consumista.

Jerônimo Bento de Santana Neto

O Bahia nunca teve, não tem e nunca terá orçamentos equiparados aos grandes clubes do Brasil

Se for ficar esperando isso nunca mais conquistará um título nacional

O Bahia na era das "desculpinhas"

*Perde jogo de decisão na base:

Desculpinha: "Base não é para ganhar títulos, é para revelar jogadores."

*Perde jogo decisivo contra Grêmio pela Copa Brasil dentro de casa.

Desculpinha: "Ah! Grêmio tem um orçamento bem maior que o Bahia." "É um time acostumado a decisões, um time copeiro... "

*Perde decisão Nordestão contra Sampaio Corrêa com arena lotada.

Desculpinha: " Futebol tá nivelado." " O futebol é uma caixinha de surpresa."

Concordo que estamos no caminho certo na parte administrativa.

Afinal, somos um clube democrático e estruturado.

Show!!!

Porém, em campo estamos jogando com uma mentalidade provinciana.

A estrutura atual do Bahia vem sendo elogiada Brasil afora.

Falta colocar isso em campo, nos impor sem medo e buscar libertadores já em 2019

Cansado dessas desculpinhas.

Mirem-se no exemplo do Atlético-PR

Está na final Copa Brasil eliminando o Grêmio e Flamengo, VAR, juízes, orçamento, Globo, Flamídia...

Jerônimo Bento de Santana Neto

Bahia joga com meta batida sem ambição de buscar algo mais.

Isso não tem a ver com tempo de projeto

Eliminar complexo de inferioridade e ter postura de vencedor quando entra em campo não precisa esperar 2020, 2021, 2022...

Acho que a estrutura atual do Bahia que inclusive vem sendo elogiada Brasil afora dar condições de buscar libertadores já em 2019.

Projetar como meta ficar entre os dez no campeonato brasileiro atrelando ao orçamento pode gerar no elenco zona de conforto, comodismo....

Além disso, passa o recado que não acredita no grupo, que são incapazes e somente a sorte trará uma liberta esse ano.

O correto seria focar libertadores, focar o topo e aí não conseguindo tentar melhor colocação possível no campeonato brasileiro.

Com a casa arrumada os profissionais envolvidos no futebol tem a tranquilidade e a garantia necessária para fazer o seu melhor.

Acreditar disso não tem nada haver com otimismo demais, o famoso já ganhou.

Jerônimo Bento de Santana Neto

Como é isso?

Amamos os africanos, mas visitamos os americanos.

Criticamos padrão de beleza ocidental, mas desbochamos da estética negra

Somos contra homofobia, nas compartilhamos piadas gays

Somos contra machismo, mas destestamos mulheres independentes

Tratamos bem as visitas, mas maltratamos a família.

Visitamos asilos, mas esquecemos dos nossos avós

Adoramos crianças, mas terceirizamos o cuidado dos nossos filhos.

Adoramos a cachaça brasileira, mas bebemos uísque escocês

Adoramos requeijão da roça, mas comemos queijo suíço

Adoramos cerveja artesanal, mas bebemos vinho do porto.

Gostamos do socialismo, mas praticamos o capitalismo.

Somos contra a ditadura, mas somos ditadores no dia a dia

Somos cristãos, mas defendemos o porte de armas

Enfim, somos muito mais publicidade do que bondade

Jerônimo Bento de Santana Neto

Somos muito mais publicidade do que bondade.

Jerônimo Bento de Santana Neto