Coleção pessoal de I004145959

81 - 100 do total de 635 pensamentos na coleção de I004145959

Penso que para diminuir a violência contra mulher é preciso antes de tudo educar o ser humano desde a infância até a idade adulta de forma permanente e continua visando formar verdadeiros cidadãos.

Criar leis e dar voz as mulheres sem atacar a "causa maior" não é o suficiente para reduzir o feminicídio.

Precisamos falar a mesma língua em todas esferas da sociedade visando dar um basta nessa situação.

Jerônimo Bento de Santana Neto
1 compartilhamento

⁠Não existe cura para o vazio existencial, faz parte da incompletude humana.

Tentar preenchê-lo com trabalho, religião, jogos, futebol, bebidas, festas, rede sociais, entretenimento... Não resolverá.

Precisamos aceitar e aprender a lidar com esse sentimento.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: vazio existencial

⁠Precisamos ir além do lugar de fala.

O lugar de fala do índio, do negro, da mulher, do gay... tem e deve ser em qualquer lugar.

Não devemos nos limitar aos nossos guetos.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Dividir os escravos para dominá-los é uma prática antiga dos "donos do mundo".

O sistema neoliberal aperfeiçoou essa estratégia, separando os trabalhadores em guetos, criando assim, cada vez mais, novos nichos no mercado consumista.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: mercado consumista

⁠É estranho ouvir algumas pessoas oriundas de comunidades pobres falar que são contra as políticas afirmativas porque venceram na vida sem precisar das cotas.

Exceção não deve ser a regra.

Conquistas pessoais não desobrigam o estado brasileiro de reparar as desigualdades sociais e todos os danos causados pelo processo de escravidão ao longo da nossa história.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: políticas afirmativas

⁠O fato de ter se popularizado por causa da internet não faz do artista mais ou menos talentoso.

Entretanto, a dispersão da internet acaba criando um buraco enorme, onde muita gente boa se perde.

Num país carente de senso crítico como o nosso, a seleção feita por quantidade de visualuzação compromete a qualidade da produção artistica vigente.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: produção artística

⁠É triste ver uma sociedade que briga muito por melhorias salariais e muito pouco por melhorias estruturais.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: melhorias estruturais

⁠Em geral, a classe média brasileira se preocupa muito com a população pobre, ao invés de cobrar dos ricos, dos banqueiros, dos industriários, das construtoras...

É com essa turma que deve-se brigar, não com o povo.

Lutar para taxação das grandes fortunas visando reduzir a enorme desigualdade social brasileira.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠A inveja é inerente a natureza humana, independe de classes sociais.

Existe o rico com inveja do colega mais rico. E pobre com inveja do vizinho que melhorou de vida.

E isso!

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Vivemos num mar de lama há mais de 500 anos e tenho certeza que essa lameira tende a aumentar se não implantarmos urgentemente nesse país a educação libertadora defendida pelo mestre Paulo Freire.

O jeitinho brasileiro baseado na "lei de Gerson" no slogan "farinha pouca meu pirão primeiro", a ganância dos donos do mundo e da sociedade geral não desejam uma mudança efetiva que coloque nosso país definitivamente nos trilhos do progresso.

"Querem que o mar pegue fogo pra comerem peixe frito. "

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Presenciar "pobres" felizes vivendo o hoje intensamente, com Tv led, carros, Iphone, viajando de avião, tomando cerveja , assistindo futebol, novela , jogando dominó...

Tem incomodado muita gente da classe média que culpam os programas assistencialistas implantados pelos governantes.

Entendem que trabalham muito, pagam altos impostos para bancar escola pública, hospital público, bolsas famílias, programas sociais diversos...

Acham estão sustentando vagabundos e preguiçosos.

Um grande equívoco!

Afinal, pessoas preguiçosas e vagabundas podemos encontrar em qualquer classe.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Nos conflitos "não" recebidos são sempre ditos, enquanto "sim" obtidos são sempre omitidos.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Em geral, quando nos deixam no "vácuo" (sem resposta) é porque não somos prioridade.

A "correria do dia a dia" não passa de uma desculpa esfarrapada para falta de reciprocidade.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠De fato a vítima pouco importa, mas sim o recorte político do fato.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: recorte político

⁠Vida que segue, lema usado pela "geração selfie" diante dos intempéries da vida.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Ambivalentes, contraditórios, egoístas, individualistas, insatisfeitos, incompletos e queixosos...

Assim somos nós!

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: contraditórios ambivalentes

⁠Palavras "politicamente corretas" não mudam almas perversas.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: almas perversas

⁠O "senso crítico" do brasileiro só olha para o próprio umbigo.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠O que não falta nesse país são líderes políticos oportunistas disfarçados de moralistas e progressistas.

Jerônimo Bento de Santana Neto

⁠Tanto na mídia tradicional como na digital presenciamos a instrumentalização dos problemas sociais como machismo, racismo, sexismo, misoginia, homofobia.... com objetivo exclusivo de gerar lucro, sem qualquer pretensão em solucioná-los.

Por isso, é fundamental fazer um filtro antes dar likes, compartilhar, comentar, opinar... notícias plantadas propositalmente apenas para monetizar as plataformas digitais, atrapalhando muito mais do que ajudando a luta das minorias sociais.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Tags: capitalismo instrumentalizou