Jerônimo Bento de Santana Neto

126 - 150 do total de 308 pensamentos de Jerônimo Bento de Santana Neto

Importante escutar os dois lados antes de opinar. Evitando assim, um prejulgamento baseado aparências, bandeiras e rótulos.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Uma pessoa verdadeiramente generosa não precisa fazer alarde da sua bondade o tempo todo.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

• Na copa do mundo de 2014 só faltou colocarem um enorme cortina para cobrir nossas favelas.

• Tenho a sensação que estão jogando poeira embaixo do tapete.

• Retiram-se barracas, ambulantes e baianas de acarajés no entorno de arenas construídas em contraste com a miséria ao seu redor.

• Para resolver os problemas de engarrafamento decretam feriados nos dias de jogos.

• Temos uma realidade tosca e querem mostrar para o mundo um Brasil que não existe, nunca existiu e que estar muito longe de existir um dia.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Onde está a crise da música brasileira ?

“Há uma crise na produção musical, mas isso não é culpa da gravadora. É uma crise de criatividade.” (Alexandre Schiavo).

Muitos alegam que a falta de criatividade do músico brasileiro, penso que fundo o que falta é oportunidade para música de boa qualidade.

Acredito que a indústria fonográfica ávida por lucros, prefere buscar um produção barata e de rendimento fácil na internet através dos campeões de acessos do canal YouTube.

Porém, passados meses aquele novo hit já não é mais o top1 das paradas musicais dando lugar a outro que ficará alguns meses também.

Nesse círculo vicioso
vence a música que atinge mais visualizações em detrimento daquela de melhor qualidade.

Claro, que não significa que o fato de ter se popularizado por causa da internet faz do artista mais ou menos talentoso. Afinal, apesar de poucas existem bandas nascidas na internet com grande conceito crítico.

Entretanto com a dispersão inerente à internet acaba criando um buraco enorme, onde muita gente boa se perde.

A seleção sendo feita por número de visualizações num país carente de senso crítico vencerá "Quadradinho de oito" e o "funk LecLecLec." por exemplo.

Fico pensando o que seria de Chico Buarque, Raul Seixas, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Renato Russo, Noel Rosa, Djavan, Guilherme Arantes, Milton Nascimento e outros grandes representantes da boa música brasileira e tivesse iniciado suas carreiras nos dias atuais ???

Acho que todos estariam no ostracismo, passando fome, teriam que procurar outra forma de ganhar dinheiro.

Por fim, acredito que, não há crise de criatividade, e sim falta de oportunidade.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959
1 compartilhamento

Vivemos em sociedades cada vez mais polarizadas, aonde somos rotulados o tempo todo.

Parece que o reducionismo tomou conta dos debates, das palestras, dos espaços acadêmicos, das conversas informais....

Basta alguém ponderar algo para ser imediatamente classificado como:

Capitalista
Socialista
Comunista
Lulista
Marxismo
Leninista
Stalinista
Anarquista
Nazista
Fascista
Feminista
Machista
Racista
Pessimista....

Será que é proibido ponderar?

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Por que fazemos tantos prejulgamentos negativos e tão poucos positivos?

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Tanto faz se o livro foi escrito por branco, negro, índio, gay, ateu, religioso... Não me importo com rótulos, mas com conteúdos.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Ausência de pensamento é a vibe do momento.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

O homem criou o capitalismo à sua imagem e semelhança.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

De certa forma, éramos proibidos de ser felizes, agora somos obrigados a ser felizes o tempo todo.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

O Brasil que eu quero é um país melhor para os aposentados.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os jovens.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os professores.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os alunos.

O Brasil que eu quero é um país melhor para as mulheres.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os homens

O Brasil que eu quero é um país melhor para os gays.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os negros.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os brancos.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os evangélicos.

O Brasil que eu quero é um país melhor para os ateus.

E assim por diante.

Em geral, cada um defende apenas aquilo que lhe convém.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Tenho a sensação de que toda forma de emancipação nos leva a outra forma de submissão.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Será que nesse mundo denominado de pós-moderno o contexto está fora de contexto???

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Precisamos nos libertar de pautas exclusivamente maniqueísta e concentrar nossas energias na criação, manutenção e cumprimento das leis que visam proteger as minorias sociais.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

O uso de recortes tendenciosos retirados de textos, matérias, entrevistas e imagens via redes sociais virou uma praga mundial.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Até quando seremos "donos da verdade" dos outros?

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

"Fragmentamos tanto a vida que viramos pedaços desprovidos de sentido."

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

A excessiva fragmentação da vida tem levado muitas pessoas a sofrerem de depressão.

Fragmentamos tudo, família, trabalho, ensino, lazeres, livros, músicas, artes...

Estamos virando pedaços de vida desprovidos de sentido.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Precisamos aprender a lidar com os momentos de tristeza, a solidão, o vazio existencial. Nem toda tristeza é sinal de depressão.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Vivemos numa época de predomínio das informações em detrimento do conhecimento.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Ocupar o tempo, o tempo todo com trabalho é de certa forma morrer pouco a pouco sem perceber.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Para quem está alimentado, formado, empregado, abrigado, remediado...tudo quem vem do outro lado é vitimização.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Para os privilegiados todo e qualquer discurso das minorias não passa de um mi mi mi... Não querem saber do seu passado nem tampouco do processo histórico brasileiro. Entendem que estão na zona de conforto por mérito e todos que estão do lado de fora são preguiçosos e acomodados. Então, acredito que o melhor recado para essa classe é continuar focando na luta pelos direitos das minorias e pelo cumprimento da lei.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

No passado os donos do mundo ganhavam reprimindo nossos sonhos, hoje lucram escolhendo, controlando e direcionando nossos sonhos.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959

Preciso implantar um corretor de palavras politicamente incorretas no meu cérebro.

Jerônimo Bento de Santana Neto
Inserida por I004145959