Textos Reflexivos para o Professor

Cerca de 5454 textos Reflexivos para o Professor

A descendência de Cervantes


Professor. Uma palavra de traduções diversas que encerra significados tão numerosos quanto belos. Um termo apropriado àqueles que acreditam na grandiosidade da doação, do altruísmo e da capacidade de despertar outros seres humanos para a aventura ímpar do aprendizado e da transcendência. Neste dia 15 de outubro, é importante refletir sobre esse profissional, que dedica sua vida à propagação de saberes. Saberes que possibilitam aos aprendizes ultrapassar fronteiras, superar obstáculos e articular estratégias que os conduzem em direção à realização de seus sonhos. Cheios de uma poesia própria, ousam desafiar o renomado poeta Vinícius de Moraes, na medida em que vivem e preconizam um amor imortal - posto que não é chama, contrariando o famoso verso do "Soneto da Fidelidade". Quantos milhões de professores terão o Brasil e o mundo? O que seria da sociedade sem a participação efetiva e compromissada desses homens e mulheres? Educadores que, todos os dias, somam, multiplicam e dividem tudo o que têm de mais precioso com centenas de crianças e jovens. Discípulos que assimilam, às vezes sem se dar conta, a essência do verbo compartilhar. Nas salas de aula do mundo, mestres e aprendizes ensaiam um balé sincrônico e ritmado, embalados pela musicalidade do amor, do conhecimento, do afeto, do respeito, dos sorrisos e dos olhares de confiança mútua. Educandos devem nutrir por seus professores um sentimento de admiração que inspire o respeito. Nessa relação, não deve haver lugar para o autoritarismo e para o medo, coreografias incompatíveis com o espetáculo majestoso da vida. Educadores... Como recompensá-los por tudo que nos proporcionam? Como agradecer-lhes da forma que merecem? E, principalmente: como retribuir sua força e seu exemplo seguro e altivo nos momentos em que fraquejamos e pensamos em desistir de tudo? Como resgatar sua auto-estima, cada vez mais abalada por este mundo que privilegia os bens materiais em detrimento de valores como a ética, a fraternidade, a justiça e o amor ao próximo? Como devolver aos professores o seu lugar de destaque na sociedade? Sejamos sinceros: não temos todas as respostas e nem tampouco pretendemos posar de donos da verdade, mas esta homenagem tem o intuito de propiciar aos leitores uma reflexão sobre essas pessoas iluminadas que nos presentearam com as condições para obter o alimento do corpo e do espírito. Uma reflexão sobre os nossos mestres e o papel imprescindível que desempenham em nossas vidas. Seres raros que vivem sob os signos diversos, mas complementares, da paixão e da razão. Exemplos de vida que nos transmitem lições essenciais à construção de nossas histórias. É esse o perfil da grande maioria dos educadores - crianças crescidas que, tal qual Peter Pan, se recusam a deixar de sonhar. E prosseguem incansáveis, dia após dia, capacitando seus alunos rumo à descoberta de suas potencialidades e talentos. Dia após dia, contribuindo para formação de personalidades e de cidadãos que transitem apenas pelo caminho do bem. Espécies encantadas como foi um dos mestres que tive na vida: professor André Franco Montoro, um jovem eterno que, mesmo tendo completado 60 anos de magistério, entrava para dar aula com o entusiasmo de um iniciante. A paixão de Franco Montoro era conhecida por muitos. A maioria de nossos educadores é constituída por heróis anônimos que lutam, muitas vezes, empunhando apenas o giz e a boa vontade. Heróis que atravessam a seca, os igarapés ou mesmo o trânsito alucinante das metrópoles com o objetivo único de semear idéias, honestidade, honradez, boa vontade, oportunidades, ideais, criatividade e autoconfiança. Professores são descendentes diretos da linhagem onírica criada por Cervantes em seu Dom Quixote. Sonhadores e idealistas que pairam muito acima de ideologias políticas, filosóficas ou religiosas. Preferem se ocupar com questões maiores: levam a vida a professar a educação e tudo de positivo que ela representa. Que, nesta data comemorativa e sempre, saibamos reconhecer seu valor e devolver-lhe a dignidade luzidia de um passado recente, mas que já traz muitas saudades.


Publicado na Folha de S.Paulo

Inserida por fraseschalita

A importância do professor

Valorizar o professor. Capacitá-lo para o exercício pleno de suas atividades como educador. Proporcionar-lhe os instrumentos necessários à sua função primordial: lapidar diamantes. Hoje, esses são os objetivos principais da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Em outras palavras: entendemos o professor como a figura mais importante do processo educativo, em todas as suas esferas. Cabe ao mestre a incumbência de ensinar, orientar, estimular e incentivar crianças e jovens a descobrir suas potencialidades. É uma tarefa nobre e gratificante, mas que exige um esforço e um empenho ininterruptos. Sem o educador seria impossível conceber a sociedade e sua contínua evolução cultural e científica. Afinal, todas as áreas do conhecimento humano dependem do professor para serem apreendidas com eficácia e colocadas em prática com competência e habilidade. A palavra professor vem do latim professore, cujo significado é: aquele que professa ou ensina uma ciência, uma arte, uma técnica, uma disciplina. Mas para que isso aconteça, o professor deve instigar o aluno. Levá-lo à dúvida, à inquietação, à contestação, ao questionamento. A transmissão do saber precisa ser estimulante e prazerosa. Há que se estabelecer entre os mestres e seus aprendizes uma relação de troca porque ensinar também é, antes de tudo, aprender. Educar é um missão que guarda em si um mundo repleto de possibilidades. Entre elas, a capacidade de despertar no outro um sem-número de qualidades adormecidas. Na Grécia Antiga, Sócrates já nos mostrou o caminho com a sua maiêutica. Sem a provocação, sem o questionamento, sem a inquietação, sem as perguntas incessantes do mestre não ocorrerá esse processo pedagógico socrático em que se multiplicam as perguntas a fim de obter um conceito a respeito do objeto em questão. Sem a maiêutica não é possível haver a parturição das idéias. Não se adquire o conhecimento, a sabedoria. Machado de Assis, no clássico Dom Casmurro, mais precisamente no Capítulo 9, nos brinda com sua poesia, ironia e irreverência quando compara a vida e os personagens que a compõem a uma ópera. Vamos pedir licença ao grande gênio da nossa Literatura para utilizar essa metáfora no universo específico da sala de aula. Quem dentre os alunos será o maestro que irá reger os personagens do espetáculo da existência? Quem será barítono, soprano, contralto, tenor? Quem irá optar por conceber a cenografia? Quem será o diretor? Quem será o figurinista? Quem irá compor o coro? Quem serão os bailarinos? Bem, o professor pode até imaginar os rumos que serão seguidos pelos seus alunos, mas isso não é sua tarefa principal. Cabe aos educadores conceder às crianças e jovens o direito de escolha, a partir do momento em que aprenderão sobre a importância de todos os personagens da ópera, inclusive os que optam por ficar nos bastidores. A nobreza do magistério reside justamente na capacidade de transmitir aos aprendizes a beleza e a grandiosidade dessa magnífica experiência que é a vida. Temos por meta preparar o professor para o exercício de uma profissão cada vez mais essencial à formação do ser humano. Por isso estamos realizando capacitações, palestras, teleconferências e seminários. No último mês de maio, por exemplo, reunimos cerca de mil educadores das 89 regionais de ensino do Estado em capacitação realizada no Interior de São Paulo. A idéia é transformá-los em multiplicadores de informação em suas localidades de origem. Acreditamos ser possível conceder ao educador o que lhe é de direito: o respeito de todos e o orgulho por ser quem traz à tona o que as pessoas têm de mais sublime. O professor, para nós, é a alma da educação e a espinha dorsal da sociedade. Sem ela, torna-se impossível adquirir o equilíbrio, a força e a vitalidade necessária para fazer do Brasil um país comprometido com a formação de seus cidadãos. Um país cuja nação será consciente e intelectualmente capaz de construir as bases sólidas que sustentarão os sonhos das novas gerações.


Publicado no Jornal A Tribuna

Inserida por fraseschalita

Comentário de Claucio Ciarline, professor e historiador,escritor e poeta,sobre o livro JOAZ JEANETE Uma história de vida e de amor. de autoria de Yeda de Moraes souza Machado:

"Príncipe e princesa...

Personagens imortalizados pela história...

de livros , registros e jornais...

Eternizados por seus grandes feitos, por suas belas realizações...

Através dos olhos e sentidos por sua herdeira e escritora...

Que bem os pintou...Em tela suave...límpida...

Com a leveza da alma,e a textura do coração...

Que hoje nos mostra, na verdade,escancara...

Toda a emoção de uma vida, dedicada à família...

De encontros e ensinamentos,

Percepções e aprendizagens...

Ela, que é, dentre inúmeras outras coisas...

O fruto do amor, da união, da amizade...

Desde casal que bem nos soube nos legar,

a mensagem mais importante de todas...

E qual seria...Se não o Amor?

Juntos ...sempre juntos...Eles estavam...

O Príncipe e a Princesa desta maginífica obra...

Destinados à paixão e a tantos sentimentos,

que podem e que rodeiam os casais mais eternos...

E assim permaneceram...entre sorrisos, beijos e abraços...

carinhos e palavras, declarações...

Viagens...suspiros e emoções...

Até que um dia, uma lamentável dia...

O Príncipe partiu de encontro ao Rei, como bem a filha citou..

Deixando lágrimas e muita saudade...

A quem tanto o amava e o queria por perto...

sua família - O seu porto seguro!

Porto Seguro esse que vários outros poetas já bem definiram...

que pude ter...de conhecer...e mergulhar...

Descobrir.redescobrir...

Ler e sentir...este porto seguro em especial...

essa família, esse amor...

Da linda e envolvente história de ...

JOAZ e JEANETE!"

Inserida por yedamsm

Quem está certo?
Quem está errado?
Quem se deixa dominar?
Ou quem domina?
O bom professor não se da por satisfeito até que o aluno aprenda
O mau professor põe os pés na carteira e fica só observando as cabecinhas fracas que o permitem ganhar dinheiro sentado
Ele ri, coça a cabeça e pega um livro bem cumprido sem explicar o conteúdo para que nós o copiemos todo
Continuamos presos a mesma lamentável realidade, indo de mau a pior, e de pior a péssimo intelectual-mente
Assim acontecem nas escolas estaduais, assim acontece na política(responsável por tudo o que nos é ensinado, e por tudo o que nos é escondido)
Coincidência será?
Quanto menos sabemos, menos temos e mais pagamos
E quem é mais culpado que nós?, somos tão culpados quanto eles.Enquanto houverem escravos, haverão escravizadores.
E repito, eles não são mais errados do que aqueles que permitem que o erro aconteça!

Inserida por AndressaRodrigues

Querido professor...
...Apesar das dificuldades ou de qualquer motivo que o levem a desistir, lembre-se de mim.
Sou criança, gosto de brincar, de uma boa conversa, de competir, de desafios e de um bom NÃO na hora certa. Dependo de você para progredir. Muitas vezes fico sozinho em casa sem ter com quem contar, pois meus pais quase não têm tempo para nas lições me ajudar. Tenha paciência comigo.
Confio em você, me espelho em você querido professor e amigo.
Acredite que ainda há crianças boas que vão à escola para aprender, se integrar, se divertir. Não deixe que a mídia distorça a minha imagem fazendo com que você tenha medo de mim. Só quero sua atenção, seu olhar especial para as minhas dificuldades e seus elogios para minhas conquistas. Espero por seu impulso que me move para frente. Acredite, tenho muito amor para te dar.
Observo cada passo seu, sei exatamente quando está triste ou com problemas. Quando chego em casa imito seus movimentos, repito suas falas. Você é muito importante para mim.
Você pode não saber, mas me preocupo cada vez que você falta. Sinto saudades, gosto quando me abraça e sorri para mim.
Só quero que saiba que eu ainda existo e anseio por suas aulas.
Querido professor peço-lhe que jamais desista de mim.
Para você mil flores em sinal do meu amor.
Parabéns pelo seu dia.

Inserida por ELIANIMARIA

Para quem ama o professor!

Não sei se você gostava do seu tempo de escola,
Se usava lindas mochilas ou uma boa sacola.
Se custava para entender ou era muito inteligente,
Mas com certeza há um professor gravado em sua mente.

Talvez seja a professora das séries iniciais,
Que com amor e competência lhe fez entender bem mais.
Ou o professor de geografia, que um “novo mundo” apresentou,
E com as aulas de história, mais conhecido ficou.

De repente não se lembra das regras de Português,
Mas lembra da professora e todo o esforço que ela fez.
“Vou explicar novamente!” o da química dizia,
Mas era uma dificuldade e você não entendia.

A matemática, fantástica, foi uma lição de vida,
Mas a Educação Física era sua aula preferida.
Talvez lembre com saudade da professora de artes,
E das aulas de ciências, com as plantas e suas partes.

Talvez de algum não gostasse e sentava já desgostoso,
Mas de um nunca reclamava, o do Ensino Religioso.
Uma era bem bonita, outro era um pouco feio,
Mas muito amigo da turma, até brincava no recreio!

Não sei hoje o que você é: operário ou doutor...
Mas, por favor, não esqueça da classe do professor.
Sei de um que se tornou político bem sucedido,
Mas, que pena! Esqueceu o que tinha aprendido!

Esqueceu que na escola se encontra dignidade,
Respeito, educação, amor, fé e cumplicidade...
E um desejo profundo na essência do professor:
Fazer de cada estudante, na vida, um vencedor!

E já que neste momento, nossa classe está ferida,
Pedimos o seu apoio, nos dê sua mão estendida.
Quem sabe chegou a hora de reviver o amor,
Que certamente na escola, tivesse de um professor!

Inserida por andreiauggioni

Como não lembrar de certos professores...
Aquele professor super gente boa que fazia você até gostar de matemática.
Ou aquele professor que pegava no seu pé. Rs
Ou aquele que arrancava suspiros de todas suas amigas na sala de aula. KKK
Parabéns professores e muito obrigada pela paciência, porque eu era super chata e sempre perguntava demais ou porque eu corrigia sempre alguma vírgula ou erro de ortografia na lousa. Rs
(;

Inserida por Dnas

Tem gente que reclama da escola do filho, tem professor que reclama de alunos apáticos,tem escola (direção )que reclama da indisciplina dos alunos, bem,acho que chega uma hora que reclamar disso ou aquilo, não resolve.
Temos que fazer a nossa parte,temos que ser pais participativos na vida escolar de nossa prole,dando condições de estudos ,mostrando que o mundo é maior do que imaginam e que existem inúmeras maneiras de ser feliz ,mas também temos que exigir responsabilidade dos mesmos,somos omissos e condescendentes demais.
Os professores precisam se mostrar interessados em mostra ao aluno como é bom ter esse tempo para aprender,ensinar é um dom que deveria ser exercido somente porque realmente o possui,pois ,quando se ensina com paixão,o contágio é eminente e sem duvida faz com que nossos alunos se interessem pela sua aula.Ensinar o que se gosta é maravilhoso,para jovens interessados então é o máximo.
Com relação a escola,é um absurdo nos dias de hoje com tanta tecnologia e facilidades as escolas (independentemente do governo) não se envolvam com sua clientela,que queiram uma nota maior no tal Enade,mas não conseguem fazer com que os alunos se apaixonem pelo seu patrimônio.
Enfim, não podemos exigir de nossos filhos interesse se não nos interessamos,comprometimento,se não nos comprometemos,participação ,se não participamos .

Então,interesse-se ,comprometa-se,participe,aí então teremos uma população mais educada,civilizada,saudável ,interessante e feliz.

Inserida por 011083gildo

15 de outubro, o calendário sinaliza que é Dia do Professor! Essa missão tão nobre e tão digna (sem desmerecer tantas outras) mas tão espinhosa, difícil, e no atual contexto muito desvalorizada! Ao professor não lhe é concedido o devido Respeito nem os devidos Direitos. Hoje, mais do que nunca é muito fácil "cortar-se" direitos dos professores. Direitos adquiridos ao longo de mais de dez anos são extintos com um simples ato de governantes que se julgam "semideuses"! Os discursos utilizados em "Campanhas eleitorais" viram fumaça, evaporam quando determinadas autoridades assumem o poder.

Ao professor cabe as cobranças da família e da sociedade no tocante à educação dos filhos, e a culpa pela educação de baixa ou de má qualidade que é oferecida à maioria dos estudantes deste país...
Mas, e aos filhos-alunos que saciam ou pelo menos deveriam saciar sua fome e sede de saber, de conhecimento, nessa fonte que é e será sempre o professor, o orientador e facilitador da aprendizagem daqueles que querem realmente aprender. A eles não se cobra, não se exige que respeite os professores e a escola em sua totalidade ou se são cobrados, se acham no direito de não obedecer a seus pais e responsáveis. A esses, temos a impressão que não se cobra nada! Apenas lhes garantem direitos!!!...

Penso que diante das atuais circunstâncias, cabe a toda sociedade direcionar um novo olhar, um novo jeito de ver, de enxergar além de nossas retinas cansadas e habituadas a olhar sempre as mesmas coisas. Talvez, esta seja a hora de examinarmos nossos discursos repetitivos, e as nossas práticas (também repetitivas), o nosso papel como profissionais, como família, Autoridades, enfim toda sociedade. Quem sabe, incorporando novas atitudes e demonstrando nosso compromisso com a educação teremos a educação que queremos para nossos filhos, nossos netos e todos os filhos do Brasil que dependem das escolas públicas para poder sonhar e buscar um futuro diferente daquele que seu pais tiveram!

Foi-se o tempo em que o professor ou diretor repreendia ou chamava atenção do aluno sem se preocupar com a questão da segurança. Pedir com educação, com delicadeza para o aluno entrar na sala de aula ou pedir que ele não atrapalhe as aulas, muitas vezes é entendido de forma equivocada, errada, é como se o professor ou diretor estivesse ali "cometendo um crime" contra tais alunos. Isso é muito grave, e tem gerado muitas discussões desagradáveis entre escola, aluno e familiares, e até ameaças à integridade física desses profissionais. Temos mesmo que lamentar que as coisas tenham chegado a esse ponto ou nível absurdo!

Ser professor na atual sociedade onde muitos papéis estão invertidos, é ser "sofressor" como fala um colega de profissão. Significa pagar um preço bastante alto no que diz respeito à saúde, à integridade física e à própria qualidade de vida. Longe de nós pensarmos que estamos vivendo a era da decadência na educação! Ou será que estamos???... Uma verdade vista por todos nós é que há dias vivemos a chamada inversão de valores. As famílias já não conseguem mais repassar para seus filhos os valores morais, sociais e, espirituais (nesses nem se fala) para seus filhos. O que mais me entristece é saber que pais e mães tem medo de falar com os filhos, de repreendê-los, de dá um conselho. Nesses casos, os pais agem ou melhor não agem, eles se "refugiam" na pele de "filhos"! Que tristeza e que vergonha!!!

Inserida por IsisDumont

Hoje, é muito difícil um aluno agradecer ao professor. Nas relações frias de hoje, o aluno pensa que o professor está ali apenas por ser seu ofício... uma obrigação.

O verdadeiro professor está lá porque tem vocação e, no mínimo, acredita que pode mudar a formação de seus alunos para melhor. Transforma sua experiência em aulas e as associa à teoria para que o aluno tenha as ferramentas necessárias para o mercado.
É lógico que o professor espera uma contrapartida dos alunos. Essa não se traduz apenas na atenção, na frequência as aulas e na participação ativa (isso é BÁSICO). O aluno deve evoluir nas teses, pescar no seu conhecimento anterior, correlacionar, investigar mais e inferir suas próprias conclusões, antes, durante e após as aulas.
Não quero ser e não serei um aprovador, quero contribuir com o crescimento e a evolução. Quem deve demonstrar se está pronto para o próximo passo é o aluno.
Quero ser um incentivador, quero me orgulhar, quero parabenizar o aluno que vence suas batalhas pessoais e vencem na vida. Acredite. Se este caminho é o que você quer, se aplique, estude e, quando você menos esperar, vencerá. E eu verei você lá e vou me orgulhar, me agradeça ou não.
O professor verdadeiro sabe e dorme com a cabeça tranquila pois faz seu papel com muita honra.
Aos meus ex-professores, muito obrigado. Enquanto aluno sempre externei meu respeito, admiração e meu agradecimento aos mestres.

Aos meus ex-alunos, obrigado. Cresci junto com vocês. Aos atuais, vamos à luta e saibam que o beneficio maior é para sua vida, para segurança da sociedade, pelo bem de todos, pela ética e pela responsabilidade social e ambiental.

Inserida por marcusrocha

Depoimento de um empresário com 43 anos

Algumas pessoas pensam que eu nasci professor, empresário e com o grau de instrução que tenho atualmente.
Bom seria, se fosse assim.
Eu, desde os 6 anos ajudei meu pai e minha mãe na mercearia simples que tínhamos.
Meu pai e mãe, sempre me ensinaram que com honestidade e humildade eu conquistaria o mundo e com este incentivo e força de vontade que sempre me empenhei nos estudos, trabalhei, lavei banheiros, limpei ruas no quartel, sempre me coloquei a disposição para fazer o que fosse preciso em prol da empresa que eu trabalhava.
Isso me possibilitou ganhar credibilidade e consequentemente promoções por onde passei.
Nunca parei de estudar, brincar e tratar as pessoas como eu gostaria de ser tratado.
Conquistei amigos, inimigos, colegas e pessoas que se aproximam apenas para querer tirar algum proveito da minha atual situação ou de meus conhecimentos.
Durante as aulas que ministrei, sempre fiz questão de passar estes ensinamentos para meus alunos, não querendo servir de exemplo para eles, mas apenas para que eles possam perceber que nada cai do céu, mas que com trabalho, humildade, sem vaidade e outros quesitos pessoais tudo se transforma.
O sol nasceu para todos e quem persevera e trabalha muito sempre será abençoado com um imenso "calorão".
Sucesso para você.

Inserida por profmarcelorocha

Certa vez um professor chegou para mim e disse:
- Se você aceitar fazer qualquer papel, sempre que precisarem de alguém para fazer um papel que ninguém quer fazer, vão lhe chamar.

Quem tem consciência de suas capacidades e se dá valor, sabe dizer não e seguir trabalhando e batalhando para conseguir chegar onde quer chegar, mesmo que demore mais tempo.

Inserida por lubaffa

Theodora estava sentada no fundo, sendo ignorada por todos, menos pelo professor de português, que esperava dela respostas para a maioria de suas perguntas, mas hoje não era o dia. E uma das poucas pessoas que via isso em seus olhos era eu professor, ele sabia respeitar espaços.
Enquanto as coisas aconteciam, ela viajava. Ia para um lugar só dela, onde ela conseguia reproduzir o que quisesse. Ia para o seu íntimo, e imaginava ele lá. Sentado no sofá vendo televisão, ou deitado na cama em frente ao notebook. Aquele cara era a razão dos seus suspiros apaixonados nos últimos tempos. Por falar em tempo, quanto tempo fazia que ela não via aquele rosto. Era o mais lindo dos rostos que ela havia visto em toda vida.
Vagava um pouco mais fundo e imaginava a luz do sol entrando pelas janelas da sala de estar ou do quarto. Janelas que ela só conhecia por fotografias, mas que conhecia, e ajudavam a manter vivo em sua mente aquela pele morena recebendo luz do sol e irradiando brilho. Havia esquecido a voz dele, e detestava isso. Chorava de raiva por ter esquecido, e por ter uma mente tão falha.

Inserida por ContistaAnonima

Respeite o professor! Mas não esqueça que ele também, até por ser humano, pode
pender para esse ou aquele partido mostrando suas ideologias! Nesse caso fique com um pé atrás e busque particularmente por esclarecimentos! Leia, informe-se e compare, até ter a sua formação racionalmente formada!
odair flores

Inserida por odairflores

Hoje fiquei pensando em quanto vale um professor, é ele quem leva inúmeras provas e diários para casa, se preocupa com aquele aluno que não aprende, se preocupa com aquele aluno indisciplinado que interrompe suas aulas diversas vezes e até chega a mandar "tomar naquele lugar, " me desculpem a expressão mas é isto que acontece em muitas de nossas escolas.
E o valor de um professor, qual é mesmo?
Que sociedade é essa que permite que educadores sejam tão maltratados e ignorados?
Que políticos são esses que levantam bandeiras e fazem discursos de uma educação melhor e de qualidade? Cadê as ações?
Quando o Brasil vai acordar e parar de mentir que diminuiu o índice de evasão e repetência se muitos de nossos alunos estão no 4º, 5º ano e ainda não estão alfabetizados?
Quando os professores serão reconhecidos, valorizados? Quando?

Inserida por Heleniceaugusta

Uma musica
Um professor disposto
Com alunos desatentos
É um desgosto

Professor prepara coisas diferente
Ensina a gente
Leva-nos a caminhos bons
Ensinando a abrir nossa mente

A novas ideias
Novos pensamentos de ver o mundo
Tudo como um simples estudante
Tentando ir mais profundo

Não me interessa ser o melhor
Não me interessa me vangloriar
Me interessa tentar mudar
Aquilo que um dia eu deixei escapar

Uma professora ... uma foto
Uma aula como uma viagem
A outras épocas ... onde tudo era tão simples
sem "sacanagem "!

Sem gírias ... sem roubos de políticos
Só musica ... educação e tudo de bom
Maldade sempre existiu ...
Vulgaridade infelizmente se expandiu

Inserida por GeraldoMSales

Prece de professor
Por Maria Socorro Alencar
Senhor, todas as noites eu falo contigo.Peço, agradeço e tenho certeza de que me ouves.Mas hoje preciso falar-te bem ao pé do ouvido;conversa de pai para filho.Talvez esse não seja o momento mais adequado para isso; sei que nessa época do ano estás muito ocupado e a minha presença pode até ser inconveniente, mesmo assim insisto um pouquinho da tua atenção.Se eu falar demais ,desde já peço perdão.
Sabe senhor, neste fim de ano muitos ganharam o presente que gostariam; agradeceram,vibraram de felicidade; outros tiveram a decepção de serem esquecidos, de não terem seus desejos saciados.Eu não desejei um presente apenas para satisfazer o meu ego.O meu desejo seria nesse final de ano comemorar a superação de todos os problemas que afetam a educação e, que muito me afligem como educadora e como cidadã. Gostaria de ver os belíssimos discursos saírem do papel , a escola se tornar,de fato, um lugar acessível a todos e o ensino ser, realmente, de qualidade.
Olhando para o histórico da educação e os discursos de mudança percebo que são longos caminhos que não chegaram muito longe (ou a lugar nenhum),mas o ponto de partida,acredito,é um pouco de vontade política. Muito se fala em desenvolvimento e isso não será possível se não tiver a educação como ponto de partida pois é esse o meio mais eficiente para transformar a sociedade.
Ah,senhor, como estou triste! Minha missão é preparar para a vida; ajudar a formar cidadãos,mostrar ao educando o seu lugar no mundo...Como fazer isso se não tenho certeza do meu lugar, do meu futuro? Sim, porque a minha classe é desvalorizada, desacreditada...
Mas ainda resta-me uma arma valiosa, talvez a mais necessária em qualquer luta: o sonho.Sonhar mobiliza a razão e o coração frente ao novo que nos desafia a fazer parte, a construir...Talvez isso explique a razão de ser “professor.”
Sei que a falta de um projeto de vida pode levar a perda da identidade e das perspectivas de futuro.Um país em que as crianças não têm sonhos é um pais sem futuro.Não podemos abrir mão dessa luta,precisamos educar, cuidar de nossas crianças,preservar o nosso sonho de uma nação melhor no futuro.
Perdoa-me,pai! Talvez já tenha falado demais,eu precisava desabafar...E se não for pedir muito quero que essa conversa fique apenas entre nós,por que algumas pessoas poderão achar que estou querendo demais. É verdade,acham que tudo está as mil maravilhas.
Ah! Antes que eu esqueça , quero agradecer-te por tudo o que vivi neste ano... E pelo dom de poder sonhar que é o que me dá forças para continuar.
Obrigada!!!!!!!!

Inserida por msa041261

"Professor é o sacerdote do conhecimento. Obrigada Deus Pai, por tê-los em nossas vidas, porque é eles que transmitem o conhecimento e compreensão de qualquer área de tudo. É eles que formam profissionais todos os dias.
Ministro Espiritual também é professor."
FELIZ DIA DOS PROFESSORES

—By Coelhinha

Inserida por ByCoelhinha

Ler é um ato social. Hoje sou professor e meu ofício é ler. Leio tudo, leio de tudo. Chitãozinho e Xororó dizem: Nascemos para cantar.

Eu digo: Nasci para estudar. Estudo todos os dias. Quando preparo uma aula estou estudando. Quando dou uma aula estou estudando. Quando corrijo uma prova, estou estudando. E o melhor de tudo. Sou pago para isto.

Sou um profissional das letras e posso dizer com muita fundamentação que ler é um ato social. Há poucas semanas recomendei na sala de aula que os alunos lessem a obra de Agatha Christie "O caso dos dez negrinhos". Qual não foi minha surpresa quando uma aluna retornou no dia seguinte e disse. Professor, estou lendo o livro e gostei muito.

Através da leitura interagimos e modificamos a sociedade. É muito importante tentar fazer uma seleção de boas obras. Porém o leitor é quem julgará se o livro é bom ou ruim. Você pode até não gostar de Paulo Coelho mas ele é o escritor brasileiro mais vendido no mundo. Isto significa que muita gente gosta dos livros deles.

"Não indique livro ruim para seu aluno. Pode ser a sua primeira e última leitura."

Antes de oferecer clássicos para o seu aluno, ofereça livros populares que despertem o amor pela leitura. Ler é um exercício. Para nos tornarmos bons leitores precisamos ler sempre. Após adquirir o hábito da leitura, poderemos começar a estabelecer critérios próprios e nos encaminharmos para a leitura dos clássicos.
Prof. Nilo Vieira - 2015

Inserida por professornilo

Deus Um Professor Perfeito!
Tenho aprendido a lutar, tenho aprendido a sonhar, tenho aprendido a respeitar e tenho aprendido a escolher.
Um dia tive que enfrentar uma batalha, Deus me ensinou a vencer.
Um dia tive que correr atrás de um sonho, Deus me ensinou primeiro a ter Fé.
Um dia tive que encarar muitas pessoas, Deus me ensinou primeiro a dialogar.
Um dia tive que andar por dois caminhos, Deus me fez escolher o DELE...
Assim sigo a vida com Deus, vivendo e aprendendo com meu Eterno Pai, que também posso chamá-lo de Professor...
Te Amo Deus Maravilhoso!

Inserida por tarcisio29custodio