Coleção pessoal de Filigranas

1 - 20 do total de 355 pensamentos na coleção de Filigranas

Envelheçamos como as árvores fortes envelhecem.

Olavo Bilac
1 compartilhamento
Tags: envelhecer árvore

Onde aparece o ouro, o terrível ouro, imediatamente os homens em redor se entreolham com rancor e levam as mãos às facas”.

Eça de Queiroz
1 compartilhamento
Tags: ouro terrível

Onde aparece o ouro, o terrível ouro, imediatamente os homens em redor se entreolham com rancor e levam as mãos às facas”.

Eça de Queiroz
1 compartilhamento
Tags: ouro terrível

A curiosidade, instinto de complexidade infinita, leva por um lado a escutar às portas e por outro, a descobrir a América.

Eça de Queiroz
1 compartilhamento
Tags: curiosidade instinto

Para quem vive exclusivamente entre o metal, no cuidado do metal, e que por isso se metalizou, a perda do metal é a única dor verdadeira.

Eça de Queiroz
1 compartilhamento
Tags: exclusivo metal

A ciência é uma grande montanha de açúcar; dessa montanha só conseguimos retirar insignificantes pedacinhos.

Malba Tahan
1 compartilhamento
Tags: ciência montanha

Quanto maior o nome, maior o afluxo de sedimentos ignóbeis, que cuidam poluí-lo, e se afundam, borbotando, no esgoto.

Rui Barbosa
1 compartilhamento
Tags: nome afluxo

Atrás da anonímia se alaparda a covardia, se agacha o enredo, se ancora a mentira, se acaçapa a subserviência, se a arrasta a venalidade”.

Rui Barbosa
1 compartilhamento
Tags: covardia enredo

Na guerra os meus dedos disparam mil mortes”.

Junqueira Freire
1 compartilhamento
Tags: guerra dedo

O major trazia sobre si o peso de 60 janeiros”.

Monteiro Lobato
1 compartilhamento
Tags: major peso

“Vendo em torno de mim mãos que davam esmolas”.

Olegário Mariano
1 compartilhamento
Tags: redor mãos

" --- Tenho ramos de arruda; urtigas; água benta; / uma infusão que cura a espinhela e a maleita; / figas para evitar tudo que é coisa feita... / Com uma agulha e um cabelo, enroscado a capricho, à mulher sem amor faço criar rabicho. / Olho um rastro; depois de rezar um bocado, vou direitinho atrás do cavalo roubado. / Com uma erva que sei, eu faço de repente, do caiçara mais mole, um caboclo valente! / Dize, Juca Mulato, o mal que te tortura". (feiticeiro) ("Juca Mulato")

Menotti Del Picchia
1 compartilhamento
Tags: agulha cabelo

" -- Juca Mulato! Esquece o olhar inatingível! / Não há cura, ai de ti! Para o amor impossível. / Arranco a lepra ao corpo, extirpo da alma o tédio; / só para o mal de amor nunca encontrei remédio... / Como queres possuir o límpido olhar dela? / Tu és tal qual um sapo a querer uma estrela... / A peçonha da cobra eu curo ... Quem souber / cure o veneno que há no olhar de uma mulher! / Vencendo o teu amor, tu vences teu tormento. / Isso conseguirás só pelo esquecimento. / Esquecer um amor dói tanto que parece / que a gente vai matando um filho que estremece, / ouvindo, com terror no peito, este estribilho:/ "Tu não sabes, cruel, que matas o teu filho?"/ E, quando se estrangula, aos seus gemidos loucos, / a gente quer que viva... e vai matando aos poucos! / Foge! Arrasta contigo essa tortura imensa, que o remédio é pior do que a própria doença / pois, para se curar um amor tal qual esse ... / Juca Mulato, esquece!" (feiticeiro) ("Juca Mulato")

Menotti Del Picchia
1 compartilhamento
Tags: inatingível tédio

A estrela-d'alva, no céu escuro, parecia uma garça lavando-se na lagoa.

Afonso Arinos
1 compartilhamento

Parece que a paisagem tem vida e se ajoelha a rezar".

Olegário Mariano
1 compartilhamento
Tags: paisagem vida

A cantiga que eu canto à primavera, / sendo alegre demais por ser sincera, / exprime a ânsia infeliz de ser feliz”.

Olegário Mariano
1 compartilhamento
Tags: cantiga primavera

O espetáculo do saber de meu pai, realçado pela ignorância de minha mãe e de outros parentes dela, surgiu aos meus olhos de criança como um deslumbramento”. (Recordações do Escrivão Isaías Caminha)

Lima Barreto
1 compartilhamento
Tags: espetáculo saber

Pediram-lhe que não atirassem pedras naquelas tentadoras paredes envidraçadas”.

Gustavo Corção
1 compartilhamento
Tags: pedra tentadora

Quem sempre a morte achou no lar da vida, / Deve a vida encontrar no lar da morte”.

Laurindo Rabelo
1 compartilhamento

Uns nos querem mal, e fazem-nos bem. Outros nos almejam o bem e nos trazem mal”.

Rui Barbosa
1 compartilhamento