Revolução da Alma

Cerca de 13 frases e pensamentos: Revolução da Alma

Revolução Da Alma

Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue a sua alegria, a sua paz, a sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém.

Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.

A razão de ser da sua vida é você mesmo.

A sua paz interior deve ser a sua meta de vida; quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda falta algo, mesmo tendo tudo, remeta o seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe dentro de si.

Pare de procurar a sua felicidade cada dia mais longe.

Não tenha objetivos longe demais das suas mãos, abrace aqueles que estão ao seu alcance hoje.

Se está desesperado devido a problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque no seu interior a resposta para se acalmar, você é reflexo do que pensa diariamente.

Pare de pensar mal de si mesmo, e seja o seu próprio melhor amigo, sempre.
Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar.
Então abra um sorriso de aprovação para o mundo, que tem o melhor para lhe oferecer.

Com um sorriso, as pessoas terão melhor impressão sua, e você estará afirmando para si mesmo, que está "pronto"para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.
Pare de esperar que a felicidade chegue sem trabalho.
Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda.

Agradeça tudo aquilo que está na sua vida, neste momento, incluindo nessa gratidão, a dor.
A nossa compreensão do universo ainda é muito pequena, para julgarmos o que quer que seja na nossa vida.

Paulo Roberto Gaefke
Quando é Preciso viver

Nota: Autoria confirmada pelo próprio autor em seu website http://www.meuanjo.com.br/, em 14/07/2009. O texto é muitas vezes atribuído erroneamente a Aristóteles.

...Mais

⁠A religião é a maior rebeldia do homem, que não tolera viver como um animal.

REVOLUÇÃO DA ALMA

Por que não sou o que devo
Por ser o que quero?
Por que não faço o que preciso
Por ser o que desejo?
por que não desejo o que necessito
E teimo em querer o que não aprovo?

Eu cansei....
De falar o que os demais querem ouvir
só para ser aprovado,
De ser a vontade dos meus companheiros
só para não ser excomungado,
Despresado e odiado.

Eu já estou cansado...
De não acreditar nas minhas virtudes...
De desperdiçar as chances que a vida me dá...
De ver em meus olhos passar o meu futuro
E sentir em meus braços a fraqueza de lutar
Ou em meus pés a impossibilidade de o alcançar.
Cansei...

Cansei de esperar sentado,
pois que algo também me espera
Cansei de se pessimista comigo mesmo.
De aceitar sempre com o alheio
reputando-o sempre melhor sem haver como as circunstâncias.

Cansei....
sim... eu cansei em ter que ligar para o que alguém vai pensar de mim.
Limitando-me à vergonha e o medo de fracassar...

Ja cansei de falar e fazer o que não aprovo e não sinto
Em troca de aplausos e um titulo de herói...
Ah... sim cansei... agora sim eu sinto.

Cansei de ser vítima da ingenuidade,
Da preguiça, da falsidade.
Cansei de ser o mais atrasado
O mais punido e o mais criticado.
Oh, cansei da lentidão
E da hipocrisia de ensultar propositadamente.
Para depender sempre de um perdão.
Oh... Que escravidão...

Cansei de ser machista
E viver com o peso de me apaixonar.
De ser um egomaníaco autoritário
Querer ser sempre o ultimo a falar.

Eu cansei... de não servir a Deus o Senhor
Com medo do mundo chamar-me pastor.

Portanto, eu cansei...
Eu cansei tanto...
Que até já cansei de cansar.
Olha que também já me cansei de cansar de tanto cansar.
Agora so já estou revolucionado
Agora, sim cansei pra mudar....

Inserida por Fino

Grande parte das objeções dos artesãos à Revolução Industrial baseava-se justamente no fato de que o ambiente industrial os impedia de serem artesãos. O ambiente criado pela Revolução Industrial era feio, desagradável e completamente incompatível com o homem possuidor de uma arte. O tecelão era um artista, algo que o trabalhador de uma fábrica têxtil já não era. O afeiamento do mundo foi o primeiro efeito da Revolução Industrial.

Mas a Revolução Industrial era inevitável na medida em que existia no mundo uma massa enorme de pessoas incapazes de encontrar um centro em si mesmas. Pessoas que não são capazes de probidade ou de outros centros superiores em suas personalidades precisam encontrar um centro exterior. Se o número de tais pessoas é significativo, torna-se necessário a criação de um número proporcional de funções servis para que essas pessoas sirvam a outras pessoas, sendo esta função servil um substituto para algum centro interno. Praticamente todas as sociedades humanas admitiram a existência de servos ou escravos, ou seja, pessoas desprovidas de um centro interno, pessoas cujas vidas não possuíam um propósito, mas que poderiam servir a outras pessoas que tinham uma centralidade interior.

Inserida por Fsantos11

"Minha alma deseja a revolução e minhas mãos trabalham para a revolução. Porém o que é revolução ? Uma revolução é a mudança total das leis naturais e sociais. Uma revolução só pode se realizar quando a morte vence a vida, porém ao mesmo tempo a morte é o nada e o nada é contra-revolucionário".

A poesia é a revolução da alma

Inserida por thiago07lucas

Atitudes que te levam para obscuro da alma...
a revolução começa na tua mente...
entenda que nada é de graça,
cada coisa que pensar já foi pensado,
alienação de tudo para mundo ausente,
clarividência um termo da comunidade,
abuso da esperança te faz chorar,
ninguém vai ligar se morrer num tiroteio,
mais uma matéria sem interesse popular,
foi preso por expor suas ideias...

Inserida por celsonadilo

A rebeldia do adolescente é a alma aparente da revolução do medo no seu enfrentamento com o mundo.

Inserida por Valdirdomiciano

Solução?
A Revolução do Amor e da Educação. Para essa eu entrego meu corpo, alma e pensamentos

Inserida por sergiotaboada

A esperança é a alma da revolução. Sem ela, não somos mais que cinzas, esperando o vento nos levar.

Inserida por pensador

Os valores indispensáveis para a vida humana – não somente para as civilizações, mas também para cada um dos indivíduos – são sete:

1) Uma consciência clara e definida da objetividade da inteligência humana. É preciso saber que a inteligência humana é objetiva;

2) É preciso saber que a vontade humana é livre;

3) É preciso saber que educando os teus instintos você será capaz de sentimentos nobres;

4) A inteligência humana opera sobre dois domínios diferentes: o domínio do imutável (necessário) e o domínio do contingente; mas não podemos esperar que ela tenha a mesma clareza no domínio do contingente como tem no domínio do necessário;

5) O sujeito precisa ter uma ideia do seu papel na humanidade e aprender a usar as circunstâncias concretas para a realização desse papel. Se ninguém, ou um número muito pequeno de indivíduos fizer isso, a sociedade será infeliz, e uma massa muito grande de infelicidade é uma das principais causas de revoluções e destruições civilizacionais. Quando muitas pessoas são infelizes, torna-se fácil manipulá-las;

6) O ser humano precisa conhecer as vidas plenamente realizadas;

7) Ele precisa estar cônscio da possibilidade da vida mística.

Se faltar alguma dessas coisas numa vida individual, o sujeito será privado de uma dimensão humana e certamente sairá prejudicado. Qualquer civilização tem de oferecer, numa dose mínima que seja, o acesso a essas sete informações. Se faltar alguma delas a civilização será incompleta e necessariamente será substituída por outra.

Inserida por Fsantos11

No fundo da sua alma,
bem lá no fundo,
nos porões habitados por fantasmas do ontem,
rebelião, revolução, sublevação, sedição...
ou
paz, harmonia e calma?

No fundo de sua alma,
lembranças mais agudas aninhadas, acomodadas, ajustadas..
No recôndito do seu coração,
é guerra... é paz...
é devaneios... é imaginação...

Ou você ainda vive em mais pura indefinição?

Inserida por RosangelaCalza

Mataram o meu corpo,
mas não calaram a minha alma
e aqui no mundo dos mortos
ainda anseio revolução.

Inserida por luccasmartin