Poemas da Seca do Nordeste

Cerca de 196 poemas da Seca do Nordeste

TODO NÓ SE DESATA

A seca é bicho danado
que fica só na espreita
deixando o chão ressecado
e o sertão sem a colheita

Não preciso de canhão
nem de tanque do quartel
pra salvar a plantação
basta chuva lá do céu

Sou nordestino valente
daqueles que fala oxente
e se orgulha de onde nasceu

a terra é seca e ingrata
mas todo nó se desata
inclusive o que o diabo deu.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

ESPERA!

A seca tudo devora
não deixa a gente plantar
a chuva passa e demora
só cai em outro lugar
quem deixa a terra que mora
é todo dia que chora
pedindo a Deus pra voltar.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

RÉDIA CURTA!

Pode ser grande ou franzino
nem na seca ele se rende
o trabalho é um ensino
que pouca gente compreende
e assim segue o destino
quem mexe com nordestino
cedo ou tarde se arrepende.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SEGUE!

A terra é compremetida
a seca é filha da peste
a manada tá desnutrida
por aqui nada se investe
sem água e pouca comida
o vaqueiro segue a vida
esquecido no Nordeste.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Não maltrate o nordestino
que sofre desde menino
sem ter água pra beber...
tem a seca que castiga
tem o oco na barriga
e quase nada pra comer.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SIMPLES!

A renda é muito pequena
como é tão pequeno o leito
sem chuva a seca é plena
mas a gente dá um jeito
não carece sentir pena
só precisa ter respeito.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SEMENTE.

A seca tudo devora
não adianta plantar
nehuma planta vigora
assim não posso ficar
mainha estou indo embora
o coração que hoje chora
espera um dia voltar.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SOPRO!

Aqui a seca avassala
no raiar do azul celeste
o cheiro da terra exala
o perfume que me deste
mesmo se a vida apunhala
quanto mais o povo fala
mais eu amo meu nordeste.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SABER!

A seca ainda contamina
fez tanta gente partir
a verba virou propina
e não vieram investir
o que pouca gente imagina
é que a mizéria nordestina
jamais deixou de existir.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SEGUE A VIDA.

O nordestino é conhecido
pela fama de valente
com a seca tem sofrido
sem o grão de uma semente
segue a vida destemido
mas não existe um bandido
por aí falando Oxente.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

SAGA DO DESTINO!

Essa é a saga nordestina
no caminho pro lugarejo
dentro da seca assassina
não se acha nem sobejo
pra você que discrimina
nem de longe imagina
como vive o sertanejo

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

VORAZ.

A seca acaba o encanto
pra quem quer fertilizar
reza a Deus e pede ao santo
que lhe mostre algum lugar
outra terra em outro canto
onde ele não sofra tanto
quanto sofre sem plantar

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Por necessidade.

Foi por necessidade
jamais por opção
a seca por crueldade
mudou a minha direção
me tangendo pra cidade
me expulsando do sertão.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Sem água, sem vida!

A seca continua vasta
e a plantação não conduz
a terra se torna gasta
e do céu somente a luz
e o pobre gado não pasta
e o agricultor não produz.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

IDA!

A seca é um agouro
acaba tudo que se investe
racha a terra, mata o touro
e a esperança que me reste
pego o meu gibão de couro
e vou deixando meu tesouro
que é viver no meu nordeste.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Esperança do nordestino

Como é difícil abandonar sua terra
A seca é cruel e não espera
Em busca de uma vida melhor todos almejam
Arrumar o sustento para aqueles que ficaram

A viagem para o sudeste é muito cansativa
Longa, num pau de arara e cheia de expectativa
De conseguir trabalho nesse lugar desconhecido
Para um nordestino longe de casa e esquecido

Muitos não conseguem voltar
Se viram como podem nesse novo lugar
Na esperança de um dia poder retornar
Para seu nordeste querido que um dia foi seu lar

Quando menos se espera, anos se passaram
Apenas lembranças e saudades restaram
Sotaques e costumes desapareceram
Filhos e novas famílias apareceram

E assim encontraram seu novo lar no sudeste
Deixando para trás as dificuldades do nordeste
Com um sonho distante de mudar de vida
Sem esquecer das raízes de sua terra querida

Ivanildo Sales
Inserida por ivanildo_sales

RAÍZES.

Nem a seca, nem o pranto
me arranca essa raiz
a beleza e o encanto
faz nossa terra feliz
falo oxente e te garanto
que o nordeste vale tanto
quanto vale esse país.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Terra santa.

A terra é seca, mas é santa
aqui se vive com o que tem
é bem cedo que se levanta
roga a Deus e diz amém
e o nordestino se encanta
porque tudo que ele planta
tem o prazer de servir bem.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

Minha terra.

Espero que a água benta
que do céu desça em jorrada
transforme a seca violenta
num pasto para a boiada
e essa terra que aferventa
possa enfim ser cultivada.

Guibson Medeiros
Inserida por GVM

ORGULHO DE SER NORDESTINO (A)
Profª Lourdes Duarte

Respeitem os nordestinos
Tanto quanto querem ser respeitados
O nordeste e hospitaleiro
De pessoas livre e cabra da peste
No nordeste de tantas secas
As flores brotam suaves e belas
Mesmo de onde se julgam impossíveis
A vida brota singela.
Tenho orgulho de ser nordestino (a)
O que vem de baixo não nos atinge
Quem desdém preconceito contra nós
Não merece admiração
Muito menos seguidores
Porque estes já rastejam no chão.
E os nordestinos seguem em frente
Desbravando secas, chuvas e trovões
Vivendo a sua vida sem olhar a de ninguém.

Prof Lourdes Duarte
Inserida por lourdesduarte