Mal do Século

Cerca de 39 frases e pensamentos: Mal do Século

Digam o que disserem, o mal do século é a solidão.

Renato Russo
176 compartilhamentos

O mal do século é a solidão, cada um de nós imerso em sua própria arrogância, esperando por um pouco de afeição.

Renato Russo
384 compartilhamentos

O estresse não é o mal do século. O mal do século é não saber administrá-lo"

Leila Navarro
67 compartilhamentos

Já dizia Renato Russo: "Digam o que disserem, o mal do século é a solidão", e eu só tenho a concordar. Hoje em dia é tudo tão frio e impessoal; as pessoas mal se cumprimentam, não dizem um simples "bom dia" não dão um sorriso no elevador, nem o mínimo interesse para conhecer melhor quem esta por perto. Vemos pessoas cada vez mais mal humoradas, xingando os outros no trânsito às seis da manhã, pessoas mal amadas que não prestam atenção nos detalhes nem nas coisas mais simples que estão estampadas em suas caras. Os vizinhos só vêm a você para pedir alguma coisa, e ainda tem a ousadia de saírem de suas casas falando mal. Raramente encontramos pessoas capazes de fazer uma visita só para conversar, não da vida alheia, mas da filha que aprendeu a engatinhar, ou do filho que tirou um 10 na escolinha, ou até mesmo para perguntar se vão bem, se precisam de algo; coisas tão simples que dão à vida um sabor, um encanto, valores que hoje estão não só esquecidos quanto perdidos também!
É tão raro ver um jovem ajudar uma velhinha a atravessar a rua ou alguém ajudar uma pessoa a se levantar quando ela cair ao invés de apontar e começar a rir. As pessoas estão hoje “desumanas” tratam as outras com inferioridade por causa de um real a menos na conta bancária, estão cada vez mais robóticas.
Ouvimos (lemos), principalmente no Orkut, pessoas falando eu te amo isso, eu te amo aquilo, você é minha amiga, etc... só blá blá blá, nada mais que simples letrinhas digitadas que não representam absolutamente nada, que saem da boca pra fora, tão impessoais quanto o computador (obviamente não são todos). Sim, banalizaram o verbo ‘amar’. Percebem que muitos preferem conversar no msn do que ir na casa de um amigo para conversar atoa ou só ficar perto.
O sonho de todo mundo é “encontrar o amor perfeito”, mas que raios de amor perfeito é esse? Perfeição é ruim. Qualquer forma de amor é válida, a gente só ama outra pessoa quando aprende a SE amar e a SE valorizar, em primeiro lugar. Todo mundo busca incansavelmente esse amor, porque simplesmente não o conhecem, nunca amaram de verdade para saber o que é. Não, nós não precisamos de ter “o amor das nossas vidas” para sermos felizes, temos é que ficar bem com nós mesmos e só isso basta, o resto vem com o tempo. Por que não dizer que amizade é um amor em forma de generosidade (é tão difícil definir sentimentos que não são “definíveis” e sim vividos). Eu acredito em amizade verdadeira sim, mas elas são as coisas mais raras do mundo, e quando realmente a temos, é um presente único que ganhamos. Não é 'tempo' que faz a amizade, não é distância que a atrapalha, não são pessoas que entram na nossa vida e substituem outras, não isso não existe! Só uma coisa é capaz de... digamos destruir, uma amizade: Desconfiança. Isso tudo são apenas verdades que a maioria das pessoas insistem em não enxergar!
Amizade é como cristal que quando quebrado é impossível voltar ao que era antes, dificilmente irá refletir um raio de sol em forma de arco-íris novamente, se é que me entendem.
Onde quero chegar com isso tudo? Abrir os olhos das pessoas... Parem de ser tão solitárias, tão individualistas, parem de falar mal dos outros, parem de se sentirem superiores porque isso é idiotice.
Falem bem das pessoas, busquem ver suas qualidades, ver o que elas podem acrescentar em sua vida ao invés de falar: aquela ali é a blá blá blá... não sejam pessoas estúpidas e inconseqüentes. PENSEM nos seus atos!
“É preciso amar as pessoas como se não houvesse o amanhã!” porque “Quando se aprende a amar, o mundo passa a ser seu.”

(aposto que ainda terão pessoas que ao acabarem de ler (se lerem) vão falar: que menina idiota. Bem, antes idiota que mal amada!)

Tudo isso, é Saber Viver! ;)

Virginia Luiza
17 compartilhamentos

Ansiedade: Como Enfrentar o Mal do Século

"O dinheiro compra bajuladores, mas não amigos; compra acama, mas não o sono; compra pacotes turísticos, mas não a alegria; compra todo e qualquer tipo de produto, mas não uma mente livre; compra seguros, mas não o seguro emocional. Numa existência brevíssima e complexa como a nossa, conquistar uma mente livre e ter seguro emocional faz toda a diferença..."

Augusto Cury
2 compartilhamentos

O mal do século não é a solidão, nem a Aids, ou os barbitúricos. É achar errado aquilo que a gente acreditava ser o certo.

Gabito Nunes
2 compartilhamentos

O Mal do século
Depressão é um termo que vem do latim de baixar, pressionar, deprimere, que literalmente significa "pressão baixa".
A Depressão é um Transtorno Afetivo ou do Humor com consequentes alterações na maneira de valorizar a realidade e a vida.
O Afeto é a parte de nosso psiquismo responsável pela maneira de sentir e perceber a realidade.
A Bíblia nos diz para
sermos cheios de alegria e louvor.
Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos.
Filipenses 4:4
E outra vez:Louvai ao Senhor, todos os gentios,E celebrai-o todos os povos.
Romanos 15:11
Será que esse caminho de celebrar o dom maior ,que Deus pai nos deu
o viver !
já não seria o bastante, para banir nossos demônios?
Não!!!
Livre árbitro entra em nossa vida como um desfiladeiro, sem o ver tomamos decisões erradas a todo tempo . nosso livro e aberto não temos controle do final de nossa historia .
Porem Deus pai tem a visa do início e do fim por este motivo devemos ouvir a voz do espirito santo aceitar as decisões e desígnios de Deus.
Quem conhece o fim tem autoridade pra guiarmos pelos meios .
Graça e paz irmãos em cristo .

Fabiano cunha
2 compartilhamentos

Eu acho que homofobia é o mesmo que egofobia – o "Novo Mal do Século" ou o "Bem do Século", sei lá! Qualquer expressão dessas favorece um lado, discriminando o outro.

Claudeci Ferreira de Andrade
Inserida por Kllawdessy
1 compartilhamento

DE MÃOS DADAS COM A SOLIDÃO

Dizem que a solidão é o novo mal-do-século, mas sinceramente não consigo vê-la como algo assim tão ruim. Acho que ela, às vezes, se faz necessária e é até muito bem-vinda. É como se nossa alma precisasse de um pouco de exílio, uma hora ou outra na vida, para poder se reencontrar, saber quem se é e o que se quer daquele momento em diante porque viver é estar em constante mudança.
O que ontem parecia perfeito, lindo e maravilhoso, hoje pode não se encaixar direito na gente, ao nosso lado, tendo perdido sua identidade em nossa vida. Afinal, somos seres mutáveis e nossos desejos também. Podemos calá-los, emudecê-los por um longo espaço de tempo, mas de uma forma ou de outra, nossos desejos permanecerão vivos em nós e um belo dia retornam à superfície.
Mas existe também uma solidão que nos machuca o tempo todo, como se fosse um espinho inflamado no pé. É a solidão que se sente a dois, a três… É o sentir-se sozinho em meio à multidão. É viver no vazio implacável de uma relação que não nos permite revelar nossos sonhos, fantasias e desejos, que nos impede de falar livremente sobre o que nos move, encanta ou atormenta. É compartilhar com alguém a casa, o carro, a cama, o cachorro, menos o que se passa em nosso coração.
É estar casado ou namorando, mas no íntimo ser sempre um sozinho. É amar em carreira solo, é o ter sem nunca ter de verdade, é procurar um sentimento quentinho e só achar o frio congelante do outro como resposta. Como se o amor fosse um barquinho que só sai do lugar porque você está ali remando com todas as suas forças, enquanto o outro, deitado e nem aí pra nada, aprecia a paisagem numa boa. É lutar sozinho, é ser um guerreiro solitário numa batalha que era sua e dele também.
Solidão nasce cedo quando nos percebemos diferentes demais do restante da família. Quando nos sentimos o ovo estranho no ninho, o alienígena, o fora de contexto. Não partilhamos os mesmos gostos e interesses, somos a dor de cabeça do clã, quem irrita e incomoda por nunca baixar a cabeça para as imposições herdadas. Somos a ovelha desgarrada e entendemos, sem que ninguém precise falar, que ali não é lugar para nós. Somos persona non grata carregando a dolorida certeza de não poder contar com ninguém a não ser conosco mesmo.
E o pior é que essa solidão pode ser a nossa única e mais leal companheira pelo caminho de uma vida inteira, se assim o permitirmos. O mais importante a saber – e também mais difícil de compreender – é que a solidão nada mais é do que uma condição. Embora triste, pesada, temida e com poderes de vida e morte sobre nós, é dela e somente dela, que podemos retirar ou então fabricar um novo e desconhecido caminho muito mais feliz para nós.
É preciso lembrar que viver é estar aberto às mudanças, sabendo aceitar e fluir com nossos desejos de transformação. É preciso mergulhar com coragem e bem fundo dentro de si, pois muitas das (re) descobertas da vida que valerão mesmo a pena podem estar escondidas em nossa tão temida solidão.

Taís Krugmann
Inserida por taiskrugmann
1 compartilhamento

O mal do século é amar e não ser amado.

Alexandre Brandão
Inserida por Leecastroc2
1 compartilhamento

Engraçado pensar que o amanhã será melhor que o hoje e diferente do ontem.
O mal do século é a solidão, cada um em sua própria arrogância esperando um pouco de afeição.
O ontem sempre será o ontem, o hoje daqui a alguns instantes se tornará o ontem, mais o amanhã esse sim, nos apegamos de uma tal maneira e força acreditando que tudo será diferente, verdade ou não só saberemos disso amanhã!

Alexandre Leonardo
Inserida por Alexandre13
1 compartilhamento

Para mim o mal do século é sem duvida a solidão .

Matheus Almeida
Inserida por matheusalmeida

"Digam o que disserem, o mal do século é a solidão, estamos conectados nesse facebook, msn, internet mas passamos horas sozinhos de frente para essa tela, e isso é solidão, só que é uma solidão oculta que é bem maquiada pelas redes sociais que passam uma falsa sensação de prazer e companhia..."

Wenner Áli
Inserida por wennerali
1 compartilhamento

O mal do século é ansiedade, por querer do tempo o que não se pode de verdade;

Julio Aukay
Inserida por JULIOAUKAY
1 compartilhamento

O mal do século , todos temos muitas opções nas redes sociais e acabamos ignorando quem realmente é importante em nossa vida , as vezes conversamos com uma pessoa estranha e a tratamos com carinho e afeto , mas desprezamos , esquecemos quem ja nos fez passar momentos felizes e inesqueciveis , quem nos fez sorrir quando estavamos tristes , ate quem as vezes daria vida por nos , pare e reflita sobre isso e não ignore quem um dia te fez feliz ...

Lucaz Antunez
Inserida por LucazAntunez
1 compartilhamento

O mal do século é o egocentrismo. E eu acho tão triste... Algum dia, o poder será dado à ternura.

Lirian Cunha
Inserida por Liriancunha

Sabe qual é O Mal do século ?
A ausência de Deus na vida do homem

Marcos Carvalho
Inserida por MarcosCarvalho2015
1 compartilhamento

"O mal do século é a solidão. Cada um de nós imerso em sua própria arrogância esperando por um pouco de afeição!".
Renato Russo

Lamentável ver pessoas ENCASTELAREM-SE em seus egoísmos, em suas presunções, isolando-se dos semelhantes por se acharem superiores!
Estas pessoas NÃO SABEM ou NÃO LEMBRAM que a vida dá muitas voltas e segue sempre em frente, as posições sociais e a juventude que nos sustentavam nas ilusões NÃO SÃO ETERNAS, quando a JUVENTUDE ACABA surge a DEPENDÊNCIA, a CARÊNCIA, a realidade se mostra e aqueles que NADA SEMEARAM, agora o que HAVERÃO DE COLHER?
Filhos que não foram ENSINADOS A AMAR, amigos que não foram CULTIVADOS, familiares que sequer eram LEMBRADOS, todos que foram DESPREZADOS agora fazem falta...
Esta CONSEQUÊNCIA Renato Russo define como o mal do século - a SOLIDÃO!

Sid Trombini
Inserida por SidTrombini
1 compartilhamento

O sentimentalismo foi o mal do século XIX, o genocídio do século XX. O facebook é o mal do século XXI.

Renato Pereira
Inserida por pgeographo
1 compartilhamento

Drogas é o mal do século.
frustração da sociedade.
é o caos da humanidade.
cada dia mais um refém.

Idoeme de Oliveira Santos
Inserida por Idoeme
1 compartilhamento