Era uma vez uma bela família de ursos que vivia em uma floresta bem distante.

Toda semana, o papai urso, a mamãe ursa e seu filhinho ursinho saíam para passear na floresta pela manhã, antes do almoço. A sabida mamãe ursa já deixava a mesa posta antes de sair, assim poderiam comer logo que voltassem do passeio.

Mas um dia, logo após a família urso ter saído para seu passeio semanal, uma garotinha que estava perdida na floresta foi parar perto da casa da família urso. Ela era loira e tinha o cabelo encaracolado, então a chamavam de Cachinhos Dourados.

Cachinhos Dourados estava com muita fome e sentiu o cheiro da comida que vinha de dentro da casa. Ela chamou e bateu à porta, mas ninguém atendeu, os ursos estavam passeando.

Então ela entrou e viu à mesa 3 pratos de uma sopa com um cheiro delicioso e resolveu provar a sopa. No maior prato da mesa a sopa estava muito quente e ela não conseguiu provar. Então pegou outra colher, provou a sopa que estava no prato médio e ela estava muito fria. Por último, provou a sopa que estava no prato menor e estava morninha e deliciosa!

Depois de satisfeita, ela precisava sentar para descansar um pouco. Cachinhos Dourados estava, já há muito tempo, perdida e vagando pela floresta. Viu então 3 cadeiras: a primeira cadeira era muito grande para ela se sentar e a segunda estava muito larga e ela ficava escorregando. E quando sentou na terceira cadeira, que era bem pequenininha, ela se espatifou no chão e quebrou a cadeira toda!

Então Cachinhos Dourados foi procurar outro lugar para descansar na casa e encontrou 3 camas em um quarto no andar de cima. Ela foi se deitar na primeira cama que era a maior. E a cama era muito, muito dura!

Depois foi se deitar na segunda cama, a média, mas ela afundou no colchão que era muito mole. Na cama menor ela ficou bem mais confortável: tinha um tamanho perfeito e era muito quentinha. Ela ficou tão relaxada que acabou adormecendo ali mesmo.

Então a família urso estava voltando do seu passeio e, assim que chegaram perto de casa, já perceberam alguma coisa errada: a porta estava aberta!

Entraram, encontraram a sala toda desarrumada e a cozinha bagunçada:

– Alguém tomou minha sopa e quebrou minha cadeirinha! – disse o ursinho

– Quem foi que bagunçou toda a mesa? – perguntou o papai urso

Quando chegaram no quarto a mamãe urso gritou:

– Alguém deitou na minha cama! Está toda desarrumada!

Mas o ursinho, assim que chegou perto da sua caminha percebeu que a Cachinhos Dourados dormia nela.

– Papai! Mamãe! Venham ver! Tem uma menina dormindo aqui na minha cama!

Então, com toda aquela gritaria, a Cachinhos Dourados acordou assustada com tantos ursos! Ela achou que iriam atacá-la e saiu correndo para pular a janela. Se não fosse o papai urso segurar a Cachinhos, ela teria se espatifado lá embaixo!

A família urso então finalmente conseguiu acalmar a Cachinhos Dourados. Explicaram que aquela era a casa deles, por isso estavam lá. Cachinhos Dourados e a família dos ursos ficaram muito amigos. Os ursos ajudaram a Cachinhos a voltar para casa e ela prometeu que nunca mais iria mexer nas coisas de outras pessoas sem autorização.

E nem se afastar de casa!

Explicação e moral da história

Esta história infantil, que é muito famosa e tem sido transmitida de geração em geração, serve para nos lembrar que devemos ser atentos e cuidadosos em todas as situações.

Cachinhos Dourados é uma menina que se perdeu na floresta porque, provavelmente, se distraiu e não seguiu as recomendações dos mais velhos. Mais tarde, ela se arriscou de novo, quando resolveu invadir uma casa desconhecida e mexer nos objetos alheios.

Entrando pela porta sem ser convidada, ela comeu, quebrou uma cadeira, desarrumou tudo e acabou pegando no sono. Quando acordou e viu uma família de ursos do seu lado, o susto foi enorme e as consequências poderiam ter sido graves.

Por sorte, ela descobriu que as aparências iludem: apesar de terem fama de ferozes, os animais a receberam com carinho e bons conselhos.

Veja também: