Frases Póstumas

Cerca de 14 frases Póstumas

Dedicatória:
Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico como saudosa lembrança estas memórias póstumas.

No dia que a universidade me deu um diploma e uma ciência que estava longe de carregar no cérebro. Confesso que me senti ao mesmo tempo enganado e orgulhoso.

A franqueza é a primeira virtude de um defunto, pois na vida, o olhar da opinião, o contraste dos interesses, a luta das cobiças, obrigam a gente a calar os trapos velhos, a disfarçar os rasgões e os remendos, a não estender ao mundo as revelações que faz à consciência.

No dia em que a Universidade me atestou, em pergaminho, uma ciência que eu estava longe de trazer arraigada no cérebro, confesso que me achei de algum modo logrado, ainda que orgulhoso.

Revelações póstumas não valem de nada.

Inserida por renew

⁠Memórias Póstumas de um Lindo Coração Humano

Quando eu morrer, se eu não doar o meu lindo coração, gostaria que o meu coração fosse enterrado no fundo do mar.

Inserida por cleissonopensador

Rituais e homenagens póstumas não apagam traições. Estátuas não compensam torturas. Letreiros luminosos em prédios edificados com grana pública não ofuscam isolamentos cruéis. Jardins no centro não limpam cusparadas. Isso não basta.

Inserida por peabiruta

Homenagens póstumas não trazem alegria para o morto:
Só demonstram que esta energia e tempo gastos poderiam ter sido utilizados em vida, onde teriam sido apreciadas pelo homenageado.

Inserida por glaucofulco

Memórias póstumas nem sempre são por amor, às vezes são por remorso.

Inserida por HareditaAngel

Eu, que meditava ir ter com a morte, não ousei fitá-la quando ela veio ter comigo.

Acresce que a gente grave achará no livro umas aparências de puro romance, ao passo que a gente frívola não achará nele o seu romance usual; ei-lo aí fica privado da estima dos graves e do amor dos frívolos, que são as duas colunas máximas da opinião.

Inserida por alcides_ferreira

Um cocheiro filósofo costumava dizer que o gosto da carruagem seria diminuto, se todos andassem de carruagem.

Inserida por alcides_ferreira

Não se compreende que um botocudo fure o beiço para enfeitá-lo com um pedaço de pau. Esta reflexão é de um joalheiro.

Inserida por alcides_ferreira

Não quero homenagens póstumas.
Pensar em mim e querer chamar fanfarras, fechar a avenida, colocar meu nome em placa de rua, quando eu me for. quando eu morrer...
Não aceito! Quero, sim,
peço, rogo a você que me ajude a carregar meu fardo.
Só uma coisa.
Reconheça-se em mim no dia a dia.
Grato, muito obrigado!

Inserida por dalainilton