Coleção pessoal de marialu_t_snishimura

81 - 100 do total de 449 pensamentos na coleção de marialu_t_snishimura

⁠Numa folha se esconde alguémNão sei quantificar a descoberta nem a variedade de toda a planta mas, sei que encantos tem a terra e nesta terrra a belezas se encerra!Não sei dizer o que mais encanta, se é a flor ou se é o verde da planta que em folhas trazem mil formas em tons e mistério que os contornas!Se eu fosse fazer coleção de tudo O mosaico colorido seria uma santa em folha escondendo a libido...porque foi assim no jardim do Éden em que Eva revelou à todo o mundo que nas folhas se esconde alguém!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Estático ventoSe na aragem do tempo mergulho de um jeito entre flores me misturo, sou as flores que nas mãos recolho; e um coelho também nela seguro...assim posso ser parte da paisagem! De repente parte deste lindo mundo e no aconchego do vento, ser aragem... misturada ao silêncio o meu mudo!Não quero a liberdade de correr nem caminhar entre vãos seguros, quero apenas um minuto pra viver...sem a pressa, sem o movimento! No tempo a paisagem é meu ser e a aragem é meu estático vento!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠O afã de um semblanteOlhe ao longe sem compromisso, veja sem propósito, apenas veja. Esqueça os seres com seu vício que usa sua raiva por pura inveja!Com certeza há em ti o que reluz e certamente o meliante covarde, que foca em ti, quer ter a sua luz, este te segue por ser fã na verdade!Como sou a ave em liberdade ao sol, brilhante é sempre o meu semblante porque a minha felicidade é anzol...que pesca a alegria no mar da vida arremessando a linha sempre avante pois, a vida é muito boa e divertida!Maria Lu T S NishimuraO falcão-gerifalte (Falco rusticolus), com mais de 60 cm de altura e com aproximadamente 1,6 kg de peso, é um dos maiores falcões do mundo. Vive na tundra e nas montanhas desde a América do Norte até à Sibéria. Ataca aves como galos-selvagens apanhando-os de surpresa. A cor de suas penas varia de cinzento a branco e os exemplares adultos mais belos são os que possuem pequenos pontos castanhos na cauda e asas, semelhantes a letras. Estes falcões chamam-se "letrados". Nos filhotes a penugem é marrom.Na Idade Média, o falcão-gerifalte era considerado uma ave real devido à sua raridade e às dificuldades envolvidas em obtê-lo, assim como à pureza das suas cores. Apenas muito raramente um homem de classe menor era visto portando tal animal. Os falcões-gerifalte eram aprisionados na Islândia e na Groenlândia e oferecidos pelos monarcas do norte aos reis do sul da Europa.Como exemplo do valor dos gerifaltes da Groenlândia, uma dúzia dessas aves foi suficiente para pagar o resgate do filho do duque de Borgonha em 1396, após este ter sido capturado pelos sarracenos.

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Faça-te no verso da imaginaçãoInspira - te até em um pé de mamão para fazer um poema ou uma prosa, ou até um verso que fale do coração! Não se importe com nada... - "Ousa"!Seja a ousadia do ímpeto de criar por qualquer cousa que te inspira, que seja a beleza ou o feio a desafiar... comece que a palavra por si conspira!Deixa está conspiração te conduzir embarque naquilo que te dá asa e deixe sua imaginação fluir...Não se importe em querer e desejar, desapegue de convenções e causa e faça de ti a escrita que você desejar!Maria Lu T S NishimuraPropriedades nutricionais do mamão O mamão é uma fruta extremamente nutritiva: possui mais de 80% de água em sua composição e é capaz de proporcionar benefícios para o corpo inteiro.Além de possuir propriedades medicinais e ser considerada uma das frutas com efeito calmante natural, é rica em vitaminas A, C, cálcio, ferro, potássio, minerais e fibras, entre outros nutrientes.

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Um soneto pra bananaUm verso num cacho de banana pode até ser muito interessante, mas comer é muito mais bacana pois está fruta é muito importante:- O potássio é bom pra câimbra... Está é a fama dela bem amarela, mas faça pesquisa e descubra outras vitaminas que há nela!Existem mitos que a desqualifica, só pra quem acredita em bobagens, porque banana na verdade fortifica!Sem contar as inúmeras vantagens do consumo de frutas no dia a dia, as frutas protegem até das friagens!Maria Lu T S NishimuraA banana é uma fruta rica em fibras, potássio, vitaminas C e vitaminas B1, B2, B6, além dos minerais como magnésio, cobre, manganês, cálcio, ferro e ácido fólico. Abanana também contém compostos antioxidantes como a dopamina e catequina.

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠A teoria da propriedadeO direito privado da posse da terra, que cercou o espaço do mundo foi que apossou da Terra de Deus!A dona sem pedaço é a Terra de fato, se pegou e ninguém contestou, se tornou seu dono e apropriou porque a Terra não falou nada!Pega, pega logo o que é de todos, coloca a cerca com tiro e bomba, levanta o muro, cerca tudo e vigia... levanta o muro do mundo o aço!Olha o aço! Olha o ferro duro! Olha o furo da bala e do canhão! Olha o latifundiário! O presidiário sem pedaço de chão!No cemitério se fala sério todo mundo tem uma cova pra ficar! parece apertado para o deputado, pro político, pro rico! Para o pobre é muita terra!Para o pobre é a Terra seu pedaço e sem ela ...no final, cada um ganha um teto, pra servir de lugar, deitar o corpo pra descansar!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Hip hop da galinhaHei, hei saca só... uma galinha falou: - Pó pô pó? A outra disse: - Pó pô!Foi o pó pro coador depois foi a água quente, a galinha fez... um café pra gente!O café botei na xícara tomei enquanto é quente, pois, se esfriar... Tomar...não há quem aguente!Depois que tomei café fiquei feliz e tão contente ajeitei o meu cabelo de um jeito diferente!Com cabelo ajeitado meio caído de lado fiz uma dança, de caráter requebrado!Dancei no chão girei feito um pião me equilibrando em cima de uma mão!E pra acabar levantei, dei uma cambalhota, ajeitei o cabelo e sai pela porta!Da porta enxerguei um mundo diferente, só porque a galinha fez... um café pra gente!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

O titereiroAqui e ali no movimento manipula o titereiro ávido! O boneco ora sem tormento segue no comando calado...Se o titereiro for ventríloquo o fantoche pode até falar, como nisso não há equívoco a marionete faz o que lhe mandar!Aí que, se de repente há enfado e o titereiro quer mudar o cenário, O boneco se torna um magistrado...De repente pode ser um canário, ou uma atriz de grande agrado, e outras vezes coveiro de cemitério!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Titereiro sai pra láA cada minuto que passa Certeza eu tenho em mim O destino é uma trapassa, se ele é titereiro de mim!O palco é a vida As luzes são do sol Em dito da verdade, ninguém manda em mim!Titereiro sai pra lá O meu destino eu quem faço Tchau! Um beijo e um abraço!Os meus pés tenho no chão, mas, não dispenso uma nuvem de algodão!Sonho com príncipe encantado Com noite de lua prateada e céu estrelado!Titereiro, meu destino... Sou eu quem traço! Então, tchau! Um beijo e um abraço!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

DescriçãoEu pus no quarteto a rima Coloquei no terceto um não No dueto não havia a razão Apaguei tudo: debaixo, acima!Recomecei em mim, outra vez Quatorze verso é difícil acertar Nem sempre decassílabos, talvez! Deixo - os livres sem pestanejar!Às vezes as tônicas nem soa Outras vezes leio - as e arrumo, Os parcos vocábulos que destoa!Subjugada a desajeitada atenção Por ventura, arrisco a perder o rumo, Sem contudo, descrever meu coração!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Fala fajutaA fala a alma segue nela a boca destrava, mas se a alma trava por que a fala persegue?Se mostra a 'verdade' onde se esconde a mentira. Em nome da liberdade também faz dela clausura!Mas, se fizer convencer é que define a disputa... Aí se vê um dos lados vencer!Contudo, paranóica luta todos fazem perder, porque a fala é fajuta!Maria Lu T S Nishimura

Soneto

Tudo seria inútil sem razão, mas sem amor nada teria razão!

Maria Lu T S Nishimura

Nas minhas palavras serei imortalizada e nas minhas canções verei desabrochar a minha poesia talvez morta ou escondida nas aspirações de minha alma.

Maria Lu T S Nishimura

Carpe DiemDe repente o tempo no tempo, Feito ora, que tanto há demora! De repente no nada, nada mora, Tão rápido, vai no sopro do vento!Ah! Aproveite o tempo, Carpe diem... Se vê-lo, também o logo escorreu, sem que, de repente se percebeu! Depois não mais que, tão carente,Põe-se a buscar o que se perdeu! De repente também há o consolo, Porque nada é nosso! É de Deus!De repente o nada, nem firme solo... Pra que, convencer-se do ego seu, De repente não sábio, apena

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Vírus do bemA um noticiário pus atenção Ouvi do repórter a interrogação: - Por que não existe medicação pra combater todo tipo de virus, assim como existem pra's bactérias?O médico respondeu - lhe assim: - A bactéria é organismo completo, já o vírus não. O vírus precisa de um outro organismo para sua acomodação e existência, por isso ataca as células de outros seres vivos para sua sobrevivência! Então a medicação poderia destruir as células, destruindo o organismo também!Foi aí, que eu pensei meu bem... Veja bem! Se existem vírus do mal... Por que não poderia existir vírus do bem? Daí, que poderia ser assim: - O vírus do bem, iria fazer o vai e vem, igual carinho na linha de trem!Ele levaria o remédio ao invés da doença, isso poderia fazer a diferença! Isso tudo pode ser parte da minha crença, mas ele iria combater o vírus do mal, e na luta que se veria a disputa. Queria ver o vírus do bem vencer, assim combater qualquer vírus do mal!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Passarinho cantadorVivo cantando e assim vou caminhando, igual passarinho a cantar!Passarinho cantador canta, canta sem parar! No caminho junto a flor também vou cantar!No caminho do trabalho ligo o rádio uma música vou ouvindo e de repente um verso vou cantando! Igual passarinho no caminho cantando no seu ninho!Passarinho cantador canta, canta sem parar! Pra falar do amor, também vou cantar!Música na minha vida faz história deste a minha infância... Em que ouvia minha mãe cantado, com sua voz sempre feliz... Igual passarinho como quem diz, que cantar é ser feliz!Passarinho cantador canta, canta sem parar! Pra alegria e a felicidade também vou cantar!Mas, há quem cante a tristeza igual ao rouxinol na beira do rio. Porque não viu sua amada no revoar sobre a correnteza!Passarinho cantador canta, canta sem parar! Pra afogar a minha dor, também vou cantar!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Ao passar entre meio as pessoas a tua volta, passes como uma cruz, pois serás por elas crucificados ainda que tenhas o coração puro e a alma transparente, porque assim foste Jesus Cristo em meio a multidão.

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

A terceira guerra mundialA terceira guerra mundial fanfarrou intrépida, quieta mas o mundo todo em alerta, sob epidêmica virose fatal!Pandemia da clausurada panacéia, se viu enclausurada a economia instituiu no universo a miséria e todos ficaram sem companhia!O pavor nas mídias alertadas entre bilhões de infectados, mortes insurgiam encomendadas...Tudo por ganância e poder em tubos de ensaios testados, ameaçadora arma pra morrer!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Flutuando na paixãoChegou a hora: -Vou cantar -Vou dançar -Vou abraçar-te como sempre sonhei.Me abraça com carinho Com afeto e amor Ouça meu coração Sinta-me Estou nos teus braços Em seu abraço Sintonizados no mesmo calor...Aaaaaahaaaaamor! Sinta -me Abraça- me Beija - me com paixão!Sinta-me leve Sinta- me breve Estamos a flutuar!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

Versos brancosAh! Esse versos brancos... não têm rimas!Eles são livres e soltos, correm no vento simplesmente!Mas, não deixa de ter sua graça porque tem poesia...A poesia não é a forma e sim o sentimento e uma emoção!Poema sim é a estrutura; Poema é a forma; Poema é o corpo da poesia!Então decide aí! Sejam todos poetas e poetisas....Afinal para sentir... basta ter um coração, um lápis ou uma caneta azul! 😜

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura