Coleção pessoal de marialu_t_snishimura

61 - 80 do total de 449 pensamentos na coleção de marialu_t_snishimura

⁠Poder ter é um bem e tanto, mas poder ser...ah, isso não tem bens que supere, por essa razão escolhi ser simplesmente o que sou!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠A guerra do corpoEsquerda e direta vão se atracando Cada um contrário ao outro. A cabeça fica no meio, deixando a boca falar...O ouvido escuta o bonito e o feio, pois sua função é escutar! O nariz sem ter onde se meter solta seus suspiros...Já os pés precisam andar, se corre o bicho pega. O bicho come se for ficar...O corpo está todo dividido, mas se não houver unificação... O coração fica aturdido!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠O butim do ladrãoDesviou, tomou pra si, lucrou... Roubou sem nenhuma compostura! Agiu na surdina, enganou... Agiu sem nenhuma lisura!O butim escondeu na mala; Foi um tanto no cós da calça; Outro tanto escondeu no porta-mala; O restante, enfiou na caixa sem alça!Corrupto, ladrão... Arrombou o cofre, lá da União!Quando foi pego pela polícia federal Inventou uma porção de mentiras, que convenceu, até o general e o butim dividiu com os tiras!Ainda soltos pelas ruas de Brasília, um punhado destes tipos por aí... Gastando o butim com sua família e o povo não tendo por onde fugir!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠⁠O que são pessoas folgadas? ⁠Pessoas folgadas, pede coisas emprestado e não devolve, filma sua casa sem perguntar se pode, abre geladeira como se fosse da própria casa, sobe nos quartos sem a menor cerimônia, fala mal de você pelas costas, ainda se acham tão perfeitinhos e se alguém ousar achar ruim de suas atitudes inconvenientes rótulam a todos de loucos!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠O que é uma provocação? É toda atitude que mereça uma resposta e toda provocação merece uma resposta à altura do provocador!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠O diplomata e o apedeutaO diplomata gritava em altos brados... Ora ria em gargalhadas incontidas. Cheio de orgulho e vaidade tolas, criticava e via defeito em todos!Entre os seus estava bem posto.. Visto que, todos eram apedeutas. Fora os seus os outros era resto, afirmava assim os diplomatas!Dias e mais dias iam se passando e gerações vieram de um e de outro, Os diplomatas por um lado e os apedeutas por outro...Nem todos eram diplomatas e nem todos eram apedeutas, mas generalizando assim seguiam, porque uns nos noutros se viam!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Salve o Dia dos namoradosNasce lindo e belo o dia O beijo apaixonado caliente O olhar sob o sol cerceia E o amor cochicha ardente!O lençol embolado vê a lua, pois ainda há estrelas a piscar mesmo que a janela mostre a rua, e o dia venha me encontrar!O namoro namora repleto de ora, porque pode trocar o dia pela noite e ver estrelas a qualquer hora!Salve o Dia dos namorados mesmo que o Covid 19 boicote Namorem amando e sendo amados!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Onde reside a falsidade? - No coração que não te considera!

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Caipirinha da cidadeCaipirinha da cidade não sou eu Caipirinha da cidade já morreuFui cabloca lá do morro Da minha origem eu não corroDa colheita fiz fartura Trabalhei com compostura E pra cidade me mudei!Sei que de caipirinha me chamou Do meu jeito até zombouMas, o tempo passou e aqui estou Cidadã do mundo é o que eu souA caipirinha da roça a vida transformou... Bati o limão e a pinga e tu o açúcar colocou!Fiquei doce, doce, e todos gostam assim Sou caipirinha da roça, sou sim!Não sou a caipirinha da cidade, mas em qualquer tristeza boto fim!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Chega de blá, blá, bláChega de blá, blá, blá Enrola tua língua Vê se pare de enrolar!Tá cansando essa falação Todo dia, essa enrolação Fica esticando a notícia com que intenção?Blá, blá, blá... Tudo pode ser informação Mas, também pode não ser não!Tá mais com cheiro de vaidade, que se beneficiando da liberdade quer manipular a população!Notícia não é apelação Notícia não é enrolação Notícia não é arrastão pra arrastar a população!Eleva o mérito Eleva o êxito Eleva o nível É possível!Atacar o tempo todo É- me no mínimo ato da conspiração com intento escondido pra confundir a população!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Fostes tuFostes tu minha inspiração Fostes tu minha razão Fostes o meu mais belo sonho... Fostes razão dos versos que componho!Agora, sou apenas eu Minha espera de ti se perdeu Fostes e ficastes para traz, Resgatei minha paz!Olhares, suspiros e desejos vãos Abraços em nó deslaçados e nãos Cansei de ti e deixo-te aí no chão, Cansei de magoar meu coração!Meu amor é desejo e muito mais e em ti cancelei todos os ais! Agora tenho minha paz... Pois encontrei outro rapaz!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Favo de melAh! Se você me quer feito louco Me enche de prazer! Muito é mais que pouco Eu estou contigo neste mesmo querer!Vamos mergulhar nesta paixão; Me aquece no seu calor; Nós dois no mesmo compasso da emoção... Somos a sincronia perfeita do amor!O desejo é feito fogo em chamas No seu amor me afogo, e tu me amas Neste ápice de ilusão vamos voar E fazer do universo inteiro um leito para amar!Ah! Coração aguenta está loucura! Com você sou só doçura Sou seu favo de mel, Sou o sinônimo da aventura Em nuvens coloridas à alcançar o céu!Neste sonho somos apenas ilusão Somos dois apaixonados amando Vivendo a mesma fantasia lado a lado Deixando o amor explodir dentro do coração!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠A escola virtualTá na hora da transmissão a aula já vai começar, liga logo a televisão eu quero estudar!Matemática é na segunda-feira; Terça é Língua Portuguesa Quarta tem história e geografia Quinta a Ciência vem ensinar. ..Sexta-feira vem a Língua Inglesa; A arte e a Educação física onde colocar? No sábado e no domingo não dá!Então dá um jeito nesta grade horária mesmo porque está escola virtual tem caráter emergencial e será temporaria!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Meu conhecimento tácitoNo meu mundo me balanço Meu conhecimento é tácito, mas quero saber o que faço para torná - lo explícito!Fui buscar por curiosidade e descobri que é só socializar. Interagir que se bem da verdade, é um saber no outro para se encontrar!O insight é como intuição cada um tem os seus. Esse saber tem observação...Quando vejo os meus percebo às vezes, a emoção e às vezes, vejo Deus!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Cascata de penaNa ave toda calda abana feito leque no vento abana assim o pensamento, o que a verdade não engana!Não há pena que seja peso, não há pluma que esvoaça, se liberta o que está preso dentro da própria couraça!Pena leve voa, pena pesada, não lamento: - É pra gente atoa!Ao pássaro toda pena vale... na sua pena de cascata voa, e meu encanto voa com ele!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Degustando as construçõesErgueu o templo sob o astro tal e qual ficou a lua a olhar feito bola em um mastro e passarinhos puseram a voar!Cidade de templos e torres que mais que tudo quer ser parace comida em sabores sempre pôstos pra comer!Pois comem - se as cidades degustam suas construções rezam louros nos teus nomescaem em ti o pé das tentações morrem por ti e suas vaidades e põe nome a fé em seus brasões!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Sem abelha, sem flor, sem nadaA abelha beija a flor feito beija - flor, e suas patas as agarram com fervor. Ao acaso as patas cheias de pólen vai por aí ajudando ao homem...porque as abelhas quando beija beija com carinho e com amor e se assim à flor ela a deseja quem dera ao seu senhor!Não que o homem fosse seu dono, mas pelo menos deixam nascer a flor, sem deixar a abelha sob o abandono!Porque se a natureza for abandonada, na terra não iria nascer linda a bela flor e sem flor...sem abelha...sem nada!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Soneto aos pais de todos os diasPai, tão belo nome se assim te chamo não importa o nome que tem registro Pai ...será sempre assim que te amo pois, nome Pai, não há para mim outro!Bilhões de nomes de pai pelo mundo mas, todos os filhos chamam de pai pelo seu nome chamam outros do tudo os filhos será sempre a chamar pai!Pai, paizão, pai amigo, camarada legal, se tem intimidade de ser pai presente... e pai protetor, pai que ama , pai fenomenal!Pai assim não deixa nenhum filho carente, pois também é aquele amigo sensacional que também ficam bravos de repente...IIPorque pai que ama educa, dá o exemplo; não deixa nunca os filhos desamparados; não abandonam o filho a mercê do tempo mesmo que da mãe, sejam eles separados!Pai também não é só aquele que gerou, porque pai é aquele que cria os filhos, por pai dos filhos que alguém abandonou... os que isso fazem não são pais espelhos!Porque tudo o quanto os filhos querem é se espelhar num pai generoso e bom para serem na vida aquilo que querem,pois, para desenvolverem como ser bom precisam de um pai que os eduquem... porque Deus feito um Pai só dá o dom!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠O enigma do espelhoAo refletir o que na frente se coloca o espelho devolve tal e qual o reflexo mas, seu plano intacto não se desloca e isso parece ser muito complexo...pois, se ele tem a ação de refletir há reação diante de uma imagem quem é que pode isso nos garantir, que nesta ação, espelhos não movem?Visto que o reflexo é uma ação própria das coisas que refletem por que o que não reflete tem não...Logo, o espelho é um respondão, se não fosse, não devolveria a imagem igual a projeção de sombra no chão!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura

⁠Uma planta de sapatos pra mimToda flor que nasce é uma menina porque o menino não é uma flor! Menino tem bola e quer ser jogador e flor combina mesmo com menina...Meninos podem gostar, mas ser não! A flor é "a"de menina assim vem o artigo, mas na sinceridade não quero confusão se menino da flor quer ser o tal amigo...que de repente tem um salto no seu pé! Eu flor sou tão sincera e tenho tanta cor, que posso colorir menina e menino na fé...IIPorque na fé tem as religiões e tudo mais, que de gênero se entendem muito bem e quem põe oponência em tudo o que faz é a discriminação no mundo do homem!Eu também vou usar da sinceridade da flor: - Sou uma flor menina que ama sapatos! E igualmente está planta com está flor tenho a minha coleção de tantos saltos:- Uns de salto altos iguais desta planta, outros são baixos do tipo mocassim mas, todos os pares...Ah... me encanta!Já pensaram uma planta desse jeito assim? Vi logo nela como uma planta encantada, que todas as flores seriam sapatos pra mim!Maria Lu T S Nishimura

Maria de Lourdes Terumy Suzuki Nishimura