Carolline Milici

1 - 25 do total de 103 pensamentos de Carolline Milici

” Eu procuro me apaixonar por alguém que não seja você.”

Carolline Milici

Doce mas brava,
fria mas meiga,
gentil mas arrogante,
bonita mas desleixada,
calculista mas sentimental.

Carolline Milici
71 compartilhamentos

Posso ser ingênua, mas não ser besta.
Posso ser infantil, mas não ser criança.
Posso ser sincera, mas não falar demais.
Posso ser errada, mas estar certa.
Posso ser estranha, mas ser normal.
Posso ser chata, mas não rabugenta.
Posso gostar, mas não amar.
Posso odiar, mas adorar.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

O problema é que eu gosto do problema.

Carolline Milici

Eu sempre estou esperando o pior das pessoas, sempre esperando que elas me magoem, mas não é porque eu quero, é porque eu já me acostumei delas serem assim.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Eu quero ser livre e principalmente feliz !

Carolline Milici

“É agora eu vou admitir, eu sempre soube, sempre esteve aqui dentro de mim, eu NÃO SUPEREI, não superei mesmo. O meu coração frágil se quebrou uma vez, e não foi qualquer queda que eu tive, foi a pior de todas, e ele não conseguiu se reconstruir. Eu achei que tinha sido, que ele tinha superado, que eu tinha conseguido esquecer, ser mais forte do que nunca e não querer mais nada como aquilo; por isso hoje eu não me permito amar, eu queria tentar de novo, queria achar um amor como aquele novamente, queria me sentir intensa, e por um tempo eu achei que eu tinha conseguido, mas o MEDO é mais forte e sempre foi. Hoje eu não me permito mais nada que tenha haver com amar ou se apaixonar, eu não posso, não que eu não queira, mas porque eu sei que eu vou cair completamente e quando eu cair novamente tudo vai começar de novo, e eu não estou pronta para isso. Não, não ainda! Eu não consegui reconstruir meu coração totalmente e agora o medo de amar toma conta de mim!
E é assim que eu sempre me senti, eu sempre escondi e agora estou eu aqui admitindo para o mundo que eu tenho medo sim de amar novamente.”

Carolline Milici
2 compartilhamentos

Queria poder ser um pássaro para voar pra bem longe daqui.
Queria poder ver o mundo com os olhos de Deus.
Queria poder amar as pessoas como um cachorro faz.
Queria poder sentir o cheiro do mundo como o oxigênio faz.
Queria poder flutuar como as nuvens.
Queria poder sentir a fúria de uma tempestade.
Queria poder ter a doçura de uma criança.
Queria poder viver como o tempo.
Queria poder controlar as horas como o relógio.
Queria poder me molhar como a chuva.
Queria poder sentir o azedo como o limão.
Queria poder sentir o doce como o chocolate.
Queria poder fazer as pessoas verem a vida como eu vejo.

Carolline Milici

” Eu sei que é difícil acreditar nessas palavras clichês que eu tanto odeio ouvir, mas acredite:

Tudo irá melhorar, tudo vai passar, e há um futuro ótimo esperando por você.”

Carolline Milici
21 compartilhamentos

Eu sou digna de pena.

Eu odeio isso, mas é verdade.

Se isso é um drama adolescente? É, sim. Ironico. não?

Você espera de coração que o ano comece bem e sua vida inteira melhore, e simplesmente tudo despenca. Na perspectiva de qualquer um, para mim tudo é muito fácil e tudo sem responsabilidade. Mas, poupemos a parte chata que todos nós já sabemos e vamos ao drama adolescente.

Sim, com certeza.

Tudo pra mim é tudo muito fácil, mas você não se tocou ainda que eu não cresci e amadureci ainda para me tornar uma adulta de uns vinte e poucos anos?

Só se eu sou uma adulta precoce. Será? Talvez.

Mas, as coisas sempre sobram pra você. Incrível que parece que não existe ninguém mais, além de você para resolver as coisas. Quando a coisa tá feia, apertada, sabe? Quem é que TEM que salvar o mundo?

Resposta óbvia.

Mas sabe o que não é óbvio?

É você colocar sua vida inteira em uma mísera perspectiva de um futuro bom. Por que é exatamente isso que nós, tolos, fazemos. Estudamos desde pequenos, ajudamos os pais em coisas, que normalmente eles não se recordam e depois dizem que você não faz nada (pulemos o drama), cometemos alguns erros de adolescente (no meu caso, impossível, sou uma idiota, então não sou normal), e depois... Estudamos mais e mais, para sonhar em passar em um vestibular, para?

Estudar mais!

O pior disso, não é estudar...é a perspectiva.

Isso.

Por que, você não faz tudo isso pelos seus pais, claro que a maioria é obrigado, mas se você não sabe, a sua vida não é deles... Você faz isso por você!

SIM, exatamente.

Por que você tem fé e esperança de que um dia, no dia que você se tornar um adulto, um adulto mesmo, não uma pessoa que finge ser, você vai querer ser tudo aquilo que você sempre sonhou, você vai querer um trabalho digno de um salário bem acima do mínimo, fazendo algo que te interesse, depois de um tempo você vai querer ter dinheiro para pagar pelo menos o alguel de um apartamento, e depois você vai querer correr atrás dos seus sonhos... conhecer o mundo, o mundo te conhecer... e tudo que você sempre quis.

Bolshit.

Besteira.

Tá legal, eu não sou adulta ainda, e nada disso eu fiz ainda. Mas já tive um emprego, e como eu disse não sou uma adolescente normal, então acho que sou uma adulta precoce. Mas pensa assim...se você tá nessa idade, e por uma mísera coisa que foi, você foi atrás, tentou e não conseguiu, imagina quando você for adulto?

Eu sei todo aquele papo de tente de novo, nada se consegue de primeira....é, lembra do papo do drama? Enfim, não é fácil, nunca foi, e NUNCA vai ser. Se você vai conseguir?

Boa pergunta. Sem uma boa resposta.

Não sei.

Por que tudo isso é muito impossível (não que milagres não aconteçam, e que eu não acredite. Só não acredito que vá acontecer comigo, eu acho que Deus precisa se preocupar com pessoas que mereçam um verdadeiro milagre, não eu). Sabe eu já tô vendo tudo. Você espera que o ano comece bem, mas se ele já tá assim em fevereiro, o que você realmente espera pro final?

A vida não é fácil.

Ela não é justa.

E sabe o melhor que te possa acontecer...? Veremos...passar em uma faculdade, estudar, arrumar um emprego básico numa empresa básica, conseguir pagar um mínimo aluguel (mas já pensou no resto das contas? Água, luz, condomínio...), se der sorte mesmo, arrumar alguém, depois filhos e....depois? Tudo vai ser a mesma coisa durante anos....só isso.

Agora, se eu sou pessimista?

Não.

Se eu sou realista?

Não.

Sonho demais...e é por sonhar muito, que eu sei como é. Sei como é esperar por uma coisa, e ela nunca acontecer. Sei até o que é esperar por uma bala, e não ter. Sei também, que tanto esforço é necessário, mas quando nada nem ninguém reconhece, é doloroso.

Ruim é quando sua esperença é maior que sua fé, ou que você tenha os dois no pico, e você viver na mesma...

Por que, ruim é...

Viver esperando qualquer milagre.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici
1 compartilhamento

- Only this time.

Tonight my eyes are shining.
You gave me power.
I'm feeling strong.
When the world give their back to you...
and you realise that you'll turn up to nothing.
Don't do this, babe.
My life can save you.
Our smile can save the world!
And finally the world will be in peace.

When the world give their back to you...
You feel pain.
It's time to save,
save us.
Hear the silence.
I beg to help.
Only this time...
save me.

Carolline Milici

- Unknown

The night fall on us,
like the moonlight swallows the ocean.
We're afraid to lose,
lose each other.
Just breath now, I'll be by yourside.
We don't need to be afraid.
Look into my brown eyes
and you'll see.

Throw your pride tonight,
and come with me to the unknown.
Let go.
Forget the others.
I promise you won't regreat.

Like our past,
We can handle..
Yeah, we get it.
I'll take you to my gold castle.
Be mine, please.
Just like stars...

Carolline Milici

Você se acha melhor do que os outros,
vive dizendo que o mundo não passa de ilusões.
Seu tolo, você não tem consciência do que faz.
Pessoas estão salvando pessoas.
E, o mundo continua a querer causar danos aos mortais,
como nós.

Quem você pensa que é?
É tudo muito engraçado para você?
Aqui está uma confissão, irmão:
- A dor não é engraçada.

A doença não é curável.
E, as vezes o milagre não vem.
Almas de anjos sempre são levadas por Deus,
para que fiquem em paz.
E, você aí?
Continua vivendo no seu mundo,
alienado.
Você se deu conta que ainda há uma faísca de luz
nos olhos daquelas crianças?

Não?
Crueldade e frieza estão amarrotadas.
Você continua no seu mundo paralelo,
enquanto os anjos de Deus oram para que sua dor passe,
não importa como.
Só que passe...

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Aprendi que o que importa hoje, amanhã talvez não faça sentido. Aprendi que quem sorri, pode estar triste por de trás dele. Aprendi que quanto mais a gente lamenta, mais tempo a gente permanece imóvel. Aprendi também, que só porque uma coisa é boa não significa que ela vai ficar por um bom tempo. Aprendi que ninguém realmente conhece a felicidade porque quando ela chega, o mundo conspira para arrancá-la de você. Mas eu aprendi também que a gente tem que aceitar tudo isso, perceber que ficar parado e se afundando em memórias não fará diferença. Tudo tem um motivo, e antes de se lamentar porque acabou, fique grato porque aconteceu, e você se realizou por alguns instantes da peça de teatro mais curta que se chama "vida".

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Se sentou no batente da varanda, pegou o velho violão sem corda que nem ao menos sabia tocar. Ficou ali. Só observando, vendo uns vindos, outros partindo. Percebeu que em algum momento o caminho daquelas pessoas se cruzavam, mas depois seguiam direções opostas. Cansou de vê-las se encontrando, mas indo embora do mesmo jeito. Olhou para o céu. Aquele sim era calmo, não tinha pressa, nem sabia o que significava “tempo”. Criou na sua mente a ideia de que se todos fossem como o céu, ninguém precisaria partir. Ela precisava de um tempo de tudo aquilo, da cidade, dos barulhos, das pessoas. Se perguntava “se todos têm que partir cedo, porque chegam na sua vida mesmo assim?” Se lembrou. Ela odiava partidas.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Eu só acho que fingir que não se importa pra esquecer, é burrice.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Eu nunca fui de demonstrar meus sentimentos. Isso nunca foi meu forte, relacionamentos. Sempre fui confusa e desastrada nesse requisito. Se um dia eu tivesse uma prova sobre o assunto, eu seria reprovada sem antes começar. Quando, envolve sentimentos, eu fico mais boba do que eu sou. Não sei falar, agir, demonstrar; mas não significa que eu não sinta. Pode apostar, eu sinto. Tudo. O pior é que quando há sentimentos evolvidos, eu viro uma bagunça gigantesca. Um verdadeiro furacão surge em mim, porque tudo transborda e eu não consigo evitar. Eu sempre vou sentir, mas nunca vou saber como te explicar isso.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Ei, para com isso. Isso de ficar triste, e ignorar o mundo. Coisa ridícula, sabia que o mundo gira mesmo você estando nessas suas crises de gente de 12 anos? Você reclama da mesmice, mas não faz nada além de ficar parado. Levanta. Não tem nada pra fazer? Se vira. Lava a louça, arruma o quarto, desenha, pinta...sei lá. Só não fica aí parado. Coloca o seu melhor pijama, estampa esse sorriso no rosto. Bora lá, aumenta o som, e dance, dance como não tivesse um amanhã, cante errado. Se joga! Mas caramba, não fica parado, não essa noite!

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Seus olhos brilharam como o último reflexo do luar no oceano

Carolline Milici

Eu e minha mania de ver as coisas, e achar que ainda há esperança. Eu nunca aprendo.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici

Essa não é mais uma carta de amor, não é nada disso, porque afinal eu já te fiz uma, e você nem se importou. Essa também não é uma carta de despedida, porque é uma carta de esquecimento. A pior coisa não é ignorar, ou fingir que esqueceu. É realmente esquecer, e não se importar. Hoje você me provou o quanto eu sofri em vão, e o quanto eu significo para você: nada. Eu não preciso de alguém que não se importa, não sente tanto quanto eu. Sinceramente, eu não vou fingir que sou forte, que superei. Eu vou te superar! Eu confiei tanto em você, e tudo isso foi quebrado, começando pelo fato de você não ter tido a capacidade de confiar em mim quando eu te pedi. Chega! Sabe, uma hora cansa. Suas infantilidades, e tudo que faz para chamar a atenção. Se você quer mexer comigo de algum jeito, deixa de ser criança e venha falar comigo, caso contrário, não venha com essa. Eu já desperdicei muito do meu tempo com você. Desperdicei muito da minha felicidade, dos meus momentos, da minha vida. Vamos fazer assim? Já que você tá seguindo sua vida com Deus e meio mundo, deixa eu seguir a minha também, mas só não venha tirar satisfação no final, porque você nunca deu valor as lágrimas que chorei por você. E, pode parecer mentira, mas agora é o final. Não tem volta. Foi um prazer, mas agora você nunca existiu para mim.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici
1 compartilhamento

Dessa vez eu queria alguém que cuidasse de mim, que me protegesse, e me pegasse no colo. Alguém que para começar não fosse atrás de mim quando eu fosse embora, porque não me deixaria ir. Alguém que fizesse planos comigo,e cumprisse. Alguém que quisesse me apresentar para a família, e dizer “é ela”. Alguém que se importasse quando eu chorasse por ele. Alguém que teria todas as amigas, mas no final do dia olhasse para mim e confirmaria: "- É você, e sempre foi". Alguém que me chamasse para viajar. Alguém que me mandasse sms ás três e meia da manhã falando que não dormiu porque sentiu minha falta. Alguém que me provocasse e brincasse com coisas de criança comigo. Alguém que adorasse bebês assim como eu. Alguém que me daria um gatinho, e o chamaria de "nosso". Alguém que não deixasse se influenciar pelos outros, que mesmo que o medo o consumisse, lembraria que comigo sempre haveria exceção. Alguém que lesse minhas cartas e sentisse, que voltasse atrás. Eu queria alguém que não desistisse de mim, e que não me deixaria partir como eu sempre faço.

Carolline Milici
Inserida por caaamilici
1 compartilhamento

A indignação quis passar pela minha cabeça hoje. Engraçado que hoje é 1º de Abril, coisa mais irônica? Percebi que existem pessoas tão falsas ao ponto de se perderem no mar de mentira delas mesmas. Pessoas que um dia chegaram a ficar do seu lado, chegaram a te dar lições de moral. Não há tamanha tristeza, ou na verdade, pena! Tudo que eu sinto é pena. Pessoas que se perderam e não conseguem mais se encontrar, vivendo num mundo de ilusões e faixadas. Será que seus pais te ensinaram esses valores? Eu garanto que a resposta é: não. Valores que hoje não importam. Mentiras, ilusões, promessas e cinismo. Onde vamos parar? Se eu disser "sinceridade" eu garanto que a maioria não sabe o verdadeiro significado dessa palavra. Tantas idiotices que cansa. Cansa esse ciclo estúpido. Cansa ter que aturar as pessoas querendo chamar atenção de um jeito ou de outro. Por isso eu sinto pena. De verdade. Pelos pais, pelos irmãos, pela pessoa mesmo. Porque uma hora todo mundo tem que descer da montanha-russa, e nessa hora o mundo vai desabar, e não haverá chão que segure esse mar de falsidade. Pena, porque eu sei que no final vai ser doloroso, e vai doer em mim porque eu vou ser tão imune a esse tipo de pessoa que eu não vou poder ajudar, não vai me interessar. Que irônico, não? Pra quê dia da mentira mesmo?

Carolline Milici
2 compartilhamentos

“Hoje, ela acordou. Colocou sua melhor roupa. Deu uma bagunçada no cabelo, e se admirou. Se admirou como uma pessoa em paz faz. Reparou em cada detalhe seu, principalmente no olhar sedutor, que com o sorriso se faz meiga e encantadora. Aumentou o som, um pouco. Fez o que gostava de fazer. Escrever, cozinhar e desenhar. Passou o dia na serenidade daquele início de Abril. Ela não estava mais pelos cantos, chorando ou se lamentando. Ela está leve. Não precisa mais se importar com coisas banais, e desnecessárias, não que o amor seja desnecessário, mas aquele tipo não fazia mais sentido, não há amor quando só uma pessoa ama.

Como ela estava… repleta de vida.

Repleta de vida que ela já não tinha há um bom tempo. Ela se cansou. Cansou de passar pelo outros e ser só mais uma sombra. Cansou de não ser notada. Cansou de ficar se preocupando com nada, esquecendo de si mesma. Esquecendo que a vida é para ser vivida, não para ser observada. Porque era isso que ela fazia, observava tudo no silêncio, cada detalhe. Ela tinha se cansado de só existir, ela queria viver. Fazer tudo melhorar. Agora, em paz, no sereno da sua alma, ela vê que só ela podia fazer as coisas melhorarem. Só ela podia fazer com que fosse notada, fazer com que as pessoas quisessem sua companhia. Só ela podia se completar, e se fazer feliz. Livre.

E, fez.

E, faz.

Hoje ela entende que a felicidade é uma busca pela qual ela vai procurar a vida inteira, que só ela é capaz de transformar um papel amassado, em um pássaro que está pronto para conhecer o mundo.”

Carolline Milici
1 compartilhamento

“Não era só mais um domingo chuvoso onde ela se encontrava olhando as mínimas gotas de água que escorriam pelo vidro de sua alma. Ela ouvia seu coração batendo, seus sentimentos indo embora, tudo que um dia ela achou que conheceu estava dizendo adeus, para sempre. Ela se privava de seus sentidos, porque sabia que eles eram mais aguçado do que o normal, não valia a pena tentá-los desse jeito, não a troco de nada. A ideia de ser imune, invulnerável a qualquer tipo de emoção era arrasadoramente tóxica. Era venenosa, mas como sempre, só mais uma vez, ela tinha que se entregar a toxina. Ela já a conhecia, sabia como funcionava, sabia que lá na frente teria suas consequências, mas e daí? Nada tão doloroso quanto se sentir usada, e iludida, como se toda sua história tivesse sido confiada nas chamas da estupidez. Estúpida era ela acreditando, e confiando. E, daí que o veneno a consumiria? A frieza, e a indiferença sempre foram suas melhores amigas, sempre se privando dessa estupidez que chamamos de “paixão”. Ela fora avisada várias e várias vezes que sua falta de estabilidade a traria consequências terríveis, como se tudo isso já não fosse esperado. Quando ela era uma “princesa de gelo”, não se magoava, ou se feria, ou muito menos compartilhava seus desejos e seus medos. Não deixava ninguém chegar tão fundo assim. E daí, que acabaria sozinha e mal-amada? Quem liga para esse tipo de coisa? Gostava mesmo da chuva, do domingo tedioso, onde só olhar para o horizonte bastava. Para quê se iludir novamente? Quando ela era inabalável, não se entendia com emoções, sentimentos e preocupações desnecessárias. Era forte, destemida. Poderosa. Era do seu jeito, ou nada feito. Era na hora que queria, ou nada feito. Era com suas prioridades, ou nada feito. Era sem sentimentos e ilusões, ou nada feito. Era do jeito da “princesa de gelo”. Tudo simples. Tudo fácil. Tudo planejado. Tudo mal resolvido. Tudo sem sentimentos. Tudo sem seu sentido aguçado. Tudo sem vida…”

Carolline Milici
Inserida por caaamilici
1 compartilhamento