Texto sobre Meninas

Cerca de 153 texto sobre Meninas

Meninas

Não sei o que é que esta acontecendo, não sei se vocês estão surdas ou cegas. Mas ficar cantando e dançando funk vocês estão ofendendo a si mesmas e dando o direito dos homens achar que como esta escrito nas músicas nós somos, putas, cachorras, vadias entre coisas piores. Parem para pensar, nós somos criações de Deus. Meninas dos olhos de Deus! Ele nos fez para amar e sermos amadas. Não ofendidas e humilhadas e muito menos por saber que não é certo, e continuar errando. O pior cego é aquele que não quer ver.

Stéfane Martinelly
Inserida por STEFANEMARTINELLY

Milhões de Dólares

Você diz que não me ama
E que não gosta das meninas,
Você diz que já tem alguém,
E que sou só sua amiga.

E tudo que eu queria
Não era nem alguns milhões de dólares,
Eu só queria você aqui do meu lado,
Nós dois sorrindo empolgados!

Meu azar é tão grande
Que eu nem sei o que é mais difícil:
Eu ficar mais rica que o Bill Gates
Ou você querer ficar comigo.

E tudo isso é culpa da probabilidade
Que me fez encontrar você,
É essa matemática
Que só me atrapalha
E não me deixa viver.

Eu só queria
Um quark do seu amor,
Não sei por que você me abandonou!

Meu azar é tão grande
Que eu nem sei o que é mais difícil:
Eu ficar mais rica que o Bill Gates
Ou você querer ficar comigo.

Jamila Mafra
Inserida por jamilamafra

Mãe,
Eu guardei esse segredo 31 anos. Mas agora vou contar. Quando eu nasci, tinha duas meninas esperando junto comigo na salinha. É um lugar onde a gente fica antes de nascer. Uma foi e a outra menina ia ser sua filha. Eu ia depois. Mãe, ela era tão bonita. Inteligente, educada e ia ser médica quando crescesse. Ficamos conversando enquanto não chegava nossa hora. Ela me disse que já tinha planos. Que a mãe dela ia chamar Rose e o pai Paulo. Que ia ser a primeira filha. Nem te conto, acredita que ela tinha olhos azuis, igual do Vô Lando? Então, o telão ligou e apareceu você. Aí, eu te vi. É, é segredo. Mas antes de nascer, a gente vê a mãe da gente num telão. E eu me encantei por você, pelos seus olhos, pelo seu sorriso… Então, eu não tive duvida! Convenci a menina a deixar eu ir no lugar dela. Tá, tá… não foi bem aprovado por parte dela, ok? Mas eu era mais forte e mais esperta… corri primeiro… (mãe, ô menina boba aquela!).
Desculpa mãe. Eu tinha que te contar. Eu sei que tenho um monte de defeito… sou bagunceira, falo demais, não virei médica, não tenho objetivos claros na vida, não tenho olhos azuis, falo palavrão, conto piada suja, não lavo meu carro, não sei fazer arroz, falo da vida alheia, não tenho casa própria… (tá bom né?) É que… eu sei que não sou nada do que você esperava e com certeza estou na lista das piores filhas que uma mãe pode desejar… mas eu te amo. Eu me orgulho do que você é, todos os dias. Seu caráter, sua determinação. E eu sempre, sempre vou estar ao seu lado. E acredite mãe, aquela menina era muito chata mãe… no final você ia me preferir, eu acho… pelo menos eu faço você rir, alem de chorar muitas vezes.

Te amo!

Josane Hodniki
Inserida por josaneph
1 compartilhamento

"Meninas de 12 anos dizendo que não vai mais correr atrás..."
"Meninas de 14 anos dizendo que já sofreu por amor..."
Engraçado é essas pessoas ficarem julgando os outros, como se fossem os donos da verdade, como se soubessem o que é verdadeiro ou não. Ok, eu até concordo que uma menina de 14 anos dificilmente vai saber o que é um amor de verdade, e que ela poderia se poupar um pouco do drama, mas daí ficar julgando e fazendo piadinha sem graça já é demais, né? Tá te incomodando? Quem ta sofrendo é ela ou é você? Ah, pelo amor né. Vamos criar vergonha na cara e parar de rotular os sentimentos dos outros. As pessoas deveriam parar de cuidar da vida do próximo, e procurar melhorar a sua própria vida, que por sinal deve ser muito cretina pra tá criticando a vida alheia. O recado tá dado. Não importa se ela tem 10, 15 ou 20 anos, cada um sabe dos seus sentimentos e não precisa de um(a) otário(a) fazendo piadinhas, e diga-se de passagem, bem sem graça.

Amanda Sanches
Inserida por amandasanchees

Minhas amigas são do tipo “meninas burrinhas” daquelas que vão lá, metem a cara, se apaixonam por mil em uma só semana. E depois vem sempre chorando pro meu colo “aí amiga, como eu queria ser igual a você ...”
Se elas soubessem o quanto é ruim ser eu. Meu Deus, como é péssimo não acreditar. Sorrio, balanço a cabeça e dou os mesmos conselhos de sempre ... mas como eu daria tudo pra ser só um pouquinho menos espertinha. Até já tentei me fazer de burrinha, mas não consigo. Qual será a sensação de acreditar nas juras de amor, de beijar sem culpa, de amar, de perdoar de coração os mesmos erros de sempre. Como eu queria ser um pouco menos desconfiada. Ser menos desligada, menos espertinha. Imagine só, eu sendo amada e iludida por um dia. Seria tão perfeito. Tomara que um dia eu encontre um mágico e ele me hipnotize, me cegue, sugue da minha mente tudo o que eu aprendi com meus amigos homens. Ou quem sabe, eu encontre algum rapaz que esteja mesmo falando a verdade ... mesmo assim, prefiro acreditar no mágico. Ele ainda dá pra achar.

Beatriz Soares Bezerra
1 compartilhamento

A Eva e o Adão

Mas eu não sei rimar
As meninas da minha sala são muito retardadas,
Mas eu estou te contando (risos)
Vou para a baleia
Minha família é um show
E com eles não têm
Tenho raiva de quem fala “mim”
Pratos e comida
Sopa de legumes
Não ta bom, não?
Não acredito (risos)
Ô Vitor, Nossa (risos)
Nossa ( de novo)
A amiga da minha prima
Faz uma coisa muito estranha
Que medo!
Adoro crianças
Adoro mesmo
Se eu pudesse comprava duas para trabalhar pra mim.

Eu e Minha prima
Inserida por vitorap

Chico Buarque

Sempre foi a mais bonita das meninas dessa sala.
Não, não é do Chico Buarque, é daquele que vos fala
Que, por sua conta e risco, admirava as melenas
Da menina encantadora, que não era de Atenas.

Para ela declamava os poemas de Neruda,
Era um sinal dos tempos, uma “paixonite” aguda.
Comentavam toda hora a Geni, a Carolina,
Mas um dia, a Roda viva afastou-o da menina.

Despedida lacrimosa cheia de “não me abandone”,
Procurou diversas vezes conversar por telefone.
Inspirado na Maysa ou, ainda, no Jacques Brel,
O contato se manteve, só que via Embratel.

Com o tempo, declinaram duração, ardor, freqüência
E, com o passar da banda, conformou-se com a ausência.
Corroída pouco a pouco, desabou a construção.
Amanhã foi outro dia, apesar do coração.

Muitos anos se passaram, numa festa do colégio,
Encontraram-se de novo. Dissipado o sortilégio.
Passearam em silêncio pelo pátio da escola,
Recordando os bons tempos, quando lhe passava cola.

Procurava ver no rosto da senhora corpulenta,
Entre rugas, o sorriso, o encanto, a pimenta,
Que haviam desertado sem sinal de compaixão.
Ocorreu-lhe: “Para ela é a mesma sensação?”


Conversaram mais um pouco com colegas de outrora.
Nada mais fazia a ponte do “então” e do “agora”.
Cabisbaixo, afastou-se sem que ela o notasse.
Caminhando, só lembrava a mais linda da sua classe.

Por instantes, a lembrança cativava por inteiro
Parecia-lhe ouvi-la a cantar Pedro Pedreiro
A imagem se turvava , apesar de obsessiva.
Era tudo a vingança da maldita roda viva.

Relembrava os momentos do passado esquecido
E o trauma do encontro com o grande amor perdido.
Vítima de uma lembrança que um dia o deixou louco,
Prisioneiro de uma frase “partir é morrer um pouco”.

Uma farsa do destino, um embuste traiçoeiro
O instante revivido não valia o primeiro.
Um abraço, um beijo morno e a viu se afastar
Uma lágrima a segue , um suspiro: Vai passar.

*Do livro ´´Desespero Provisório``, Ed. Edicon

Alexandru Solomon
Inserida por celsocolunista
1 compartilhamento

Em grande parte, foi assim...

Enquanto as outras meninas assistiam a Sailor Moon...
Eu gostava de Power Ranger.
Enquanto as outras meninas trocavam figurinhas das princesas...
Eu colecionava o álbum dos Cavaleiros do Zodíaco.
Enquanto as outras meninas jogavam handball...
Eu fazia futsal e judô.
Enquanto as outras meninas brincavam de barbie...
Eu jogava videogame com meu irmão.
Enquanto as outras meninas tinham irmãs, primas e amigas para passar as férias de julho...
Eu contava com meu irmão e primos!
Enquanto as outras meninas aprendiam crochê com a vovó...
Eu jogava baralho com meu vovô! (Que saudades!)
Enquanto as outras meninas eram mimadinhas e cheias de não-me-toque...
Eu derrotava meu namorado no FIFA Soccer de fliperama.
Depois querem entender porque me sinto tão bem tendo amigos homens... É só saber um pouquinho mais sobre mim que fica fácil descobrir: questão de costume!

Aline M. Abdalah
Inserida por AlineMAbdalah

Meninas, hoje preciso falar a vocês algo que pode mudar sua vida.
Príncipes não existem, você jamais será uma plebeia que virará uma princesa.
Mas existem pessoas que querem sua destruição, há até aquelas que serão seus amigos e ficaram em seu lado … mas isso é muito raro .
Ninguém nos prepara para um mundo cruel e injusto. Nos jogam em um mundo perfeito com lindos castelos e príncipes.
O que eu quero dizer com isso é : não deixe que CONTOS DE FADAS estragarem seu FELIZ PARA SEMPRE, a vida é dura, e você ira cair mais do que irá ficar de pé ; mas depois de toda tarde nebulosa a um lindo sol nascendo pela manhã .

Thais Magalhães

...meninas, comecei a assistir ao filme que elas estava assistindo,coloquei minha mão nos cabelos da Bruna e comecei a acaricia-lo e logo senti meu celular vibrar,haviam duas mensagens.
“Oi seu feio! Volto hj. Bjx”-Sorri animado com a noticia e percebi o “pescoção” das meninas.
-HUM,quem volta hoje hein JONINHAS?-Jéssica perguntou.
-Uma amiga minha.
-Que amiga?-Elas perguntaram num “coro”.
-Eita,quanta curiosidade! Uma amiga que eu conheci ontem.
-Amiga mesmo?-Bru perguntou erguendo uma de suas sobrancelhas o que eu achei meio indecifrável.
-Claro que sim.-Disse gaguejando.Elas se olharam e disseram.
-Aham.Amiga...
-Parem de besteira,eu não vou ficar com ninguém.-Mais uma vez ela falaram juntas.
-Não falamos isso.
-Eu to falando já. Eu quero beijar alguém que não é ela. –Olhei pra Bruna que ficou vermelha. Jéssica levantou os braços e disse.
-Sobrei.-Começamos a rir e eu voltei a prestar atenção no filme.Depois de uns segundos meu celular vibrou duas vezes seguidas.
“Beija logo!!”-Sms da Jéssica e a outra dizia.
“Quero saber o que vamos fazer hoje. Porque você não vai me deixar ficar depressiva nas férias.” - Duda mandou. Respondi-a primeiro.
“Ok,vamos combinar algo. O que você quer?” E para a Jéssica eu respondi.
“Dorme que eu beijo.Acho que ela tem vergonha”. –Vi ela lendo e logo depois disso ela virou para o lado e “dormiu”.Voltei a acariciar o cabelo da Bru e fui me achegando,percebi sua respiração mudar e fui encostando meus lábios nos dela, ela foi retribuindo aos poucos,fiquei de frente pra ela e com a mão em sua cintura, aumentamos o ritmo do beijo,meu corpo começou a ficar quente, deslizei a mão que estava na sua cintura para dentro da sua blusa e comecei a acariciar sua barriga e sua cintura, a mão dela estava em meu rosto acariciando e depois de um tempo tinha ido para minha nuca, senti meu corpo arrepiar quando suas unhas arranhavam o local, parei o beijo lentamente e comecei a beijar seu pescoço, escutei o suspiro dela,fiquei entre suas pernas e levei as mãos pra suas coxas puxando ela mais pra baixo no colchão, puxei suas pernas pra minha cintura e voltei a beijá-la, senti suas pernas me apertarem,levei as mãos pra dentro da blusa dela novamente e cheguei em seus seios apalpando com um pouco de força,ela parou o beijo assim que eu fiz isso.O porque eu não sei, mas fiquei só com um selinho sem graça no final.Fui para o lado dela novamente só que agora com vergonha.Ficamos quietos, senti meu celular vibrando.
“To com vontade de tomar cerveja!!” –Ao ler a sms da Duda me deu vontade também.
“Ah,vem aqui em casa,vamos tomar cerveja,comer batatas e assistir filmes.”-Alguns minutos depois ela respondeu.

eu D
Inserida por anonius
1 compartilhamento

Houve um tempo em que meninas queriam ser princesas.
Houve um tempo em que meninas esperavam um príncipe com um cavalo.
Houve um tempo em que meninas eram presas em castelos em torres.
O tempo passou.
Meninas se tornaram "minas", "novinhas", peladas no espelho.
O tempo passou.
O príncipe se tornou um "cavalo" montado num possante.
O tempo passou.
Castelo e torre hoje é chamado de cativeiro.
Meninas geram princesas que não poderão ter um castelo.
Meninas geram príncipes que não montaram cavalo.
Meninas não apreenderão amar.
Meninas querem ser mulher.
Menina apreenda que para ser mulher é preciso ser menina, que seja menina faceira, encrenqueira ou bagunceira mas nunca queira ser antes do tempo aquela mulher que vai chorar por ter adiantado uma vida inteira....

Lucas tadeu
Inserida por lutadeus

Me perdi andando em ruínas por não ter onde rodar
Percebi de longe as meninas, logo temi tropeçar
Percebi os traços dos prédios, corri alguns quarteirões
Me assustei com bêbado velho mas não bati nos portões
Isso é o que eu devia fazer, to aqui pra espairecer
Sai pra me acalmar, ninguém vai me encontrar
Se alguém telefonar: morri

Phill Veras
Inserida por PHILLVERASFRASES

O que transforma as meninas de hoje em mulheres mas cedo?
A alto suficiência de se própria ou fato do corpo aparentar uma mulher ao invés de uma menina.
isso é o mistério da vida na atualidade.
Quando as meninas se ornam mulheres mas cedo e com isso vem a dura realidade da vida de uma verdadeira mulher.
E cedo contrair filhos e marido, e logo uma casa para cuidar esquecendo assim sua juventude.
Que perdida não tem mas volta a não ser a dura realidade.

Neilton Silva Nogueira
Inserida por tomnogueira

Soldados

Nossas meninas estão longe daqui
Não temos com quem chorar e nem pra onde ir
Se lembra quando era só brincadeira
Fingir ser soldado a tarde inteira?
Mas agora a coragem que temos no coração
Parece medo da morte mas não era então
Tenho medo de lhe dizer o que eu quero tanto
Tenho medo e eu sei porque:

Estamos esperando.

Quem é o inimigo?
Quem é você?

Quem é o inimigo?
Quem é você?

Quem é o inimigo?
Quem é você?

Quem é o inimigo?
Quem é você?

Nos defendemos tanto tanto sem saber
Porque lutar
Nossas meninas estão longe daqui
E de repente eu vi você cair
Não sei armar o que eu senti
Não sei dizer que vi você ali.
Quem vai saber o que você sentiu?
Quem vai saber o que você pensou?
Quem vai dizer agora o que eu não fiz?
Como explicar pra você o que eu quis
Somos soldados
Pedindo esmola

E a gente não queria lutar.
E a gente não queria lutar
E a gente não queria lutar
E a gente não queria lutar.

Legião Urbana
Inserida por JosedaSilva

Reis e rainhas

Tantos meninos
Tantas meninas
Crianças inocentes
Num mundinho tão simples

Miram o mar
Brincam de navegar
Correm ao vento
Sem preconceitos

Contam estórias
De faz de conta
Acreditam nas fadas
Guardam os dentinhos

Pulam as estrelas
Sorriem com o sol
Apagam as luzes
Da lua cheia

Tão bom ser criança
Tão bom ter esperança
Acreditar no papai noel
Pensar que o limite é o céu

São reis e rainhas
Encantando seus súditos
Com artes e estrepolias
Tesouros dos pais, avós e tios

Tão simples a vida
De felicidade plena
Tão sábias crianças
Deliciosas lambanças...

Nane vs
Inserida por Nanevs

Mulheres Meninas
Mulheres são meninas quando querem ser
E a menina mais mulher, que eu conheço é você
Não tem como eu explicar, mas é tão fácil perceber
Entender, saber o por quer, que as meninas são assim
Mulheres ainda na infância matem a esperança de um dia
Voltar a ser, aquela criança, de sonhos indestrutíveis
De cabelos bagunçados, sorriso aberto, inocente
Nós homens não, somos tão sem noção
Precisamos dessas meninas mulheres
Para cuidar da nossa vida, como já foi citado,
“Mulheres são o que são, e não o que nós queremos que elas sejam”
Mulheres são, pardas, brancas, índias ou negras
A cor não importa, todas tem sua beleza
Meninas são tão mulheres, mulheres tão meninas,
Ao enoitecer, choram pra nos fazer sorrir
Sorrir, pra evitar o chorar, mulheres são simples
Só que a simplicidade, é difícil de entender!

Wendel Lima dos Santos
Inserida por dukflamy

Casar-se
Nem todas meninas sonham com um vestido branco e um principe encantado, mas algumas merecem isso elas foram destinadas a isso na verdade e com 15 anos já tem tudo arquitetado, a igreja estará decorada com rosas brancas e vermelhas e as 19 horas entrará ao lado do seu pai ao ver todos os seus amigos ali para te prestigiar no seu grande momento toda sua vida passa diante dos seus olhos, do principio ao fim, ela se vê com 7 anos quando abomina todas essas melodrices e odeia beijos, um pouco mais a frente, 12 anos ela já tem indicios do seu "primeiro amor" e até então 15 anos na sua festa de debutante ela decide que quer se casar na igreja vestida de branco e entrar ao lado do seu pai, um pouco mais longe ela vê a sua familia reunida na sala de estar em sua casa todos sorriem alegres e contentes e caminhando mais quase chegando no altar se vê velhinha com o seu esposo ao lado sentados em uma varanda e por fim o último suspiro. Casar é escolher o homem para toda sua vida e se apaixonar todos os dias pela mesma pessoa.

Kananda Silva
Inserida por MeninaSimpatia
1 compartilhamento

Triste por ser covarde
Quem dera eu ter a coragem
Minhas meninas estão chorando
Eu me derramo querendo curar
Dê a tua dor
Eu sinto ela por ti
Sinta o meu amor
Ver o rosto inchado sorrir
Faz partir tamanha dor.

Diz pro menino que chora
Que estou do outro lado da porta
Esperando ele sorrir
Diz que pouco demora
Pro medo ir embora
E eu com fé corajosa vou dizer
Que o espinho da rosa sairá de ti.

Camila Linhares
Inserida por coupdusort

A BOLA E O CAVALINHO
Doces lembranças
Caras sapecas
Meninas de tranças
No colo, bonecas

Vento ou neblina
Galope constante
Cavalinho de crina
Mágico instante

Com sol a pino
A bola rolando
Traquina menino
Na rua jogando

Esconde-esconde
E bem escondido
Procurar onde?
Polícia ou bandido?

Sonho fantasia
N’alma a essência
Criança alegria
Santa inocência

Sidney Poeta Dos Sonhos
Inserida por Poetadossonhos

Vejo todas as meninas de hoje em dia, sempre querendo "amar e ser amada" e encontrar alguém que realmente aceite esquecer o mundo para cuida-la em seus braços.
"Todas as mulheres sonham em ter um homem que seria capaz de deixar tudo só por elas."
Mas é... O que elas não se lembram é, que antes de tudo, tem que se amar primeiro.

Amanda Munari
Inserida por AmandaMunari