Poemas do Romantismo

Cerca de 1153 poemas do Romantismo

Imenso coração,

Sem temer pecar,

Dê-me a tua mão

E a tua alma.



Intensa sedução,

Armadilha e êxtase,

Se dê completamente

E bem maliciosamente.



Imensa paixão,

Sem temer amar,

Dê-me a tua vida

E serei a preferida.


Intensa loucura,

Amável ternura,

Se dê plenamente

E bem vagarosamente.


Não te segures,

Não me prendas,

Traga-me com calma,

O meu amor é assim

- aprenda

Com o brilho

Que a alma carrega

Presa em si - compreenda!

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski

Como o Sol existe para o dia,

Você existe dentro de mim,

Você me seduz do alto,

Como um navio que navega

Sobre a poesia,


Nada passa a vontade

[nada sublima].



A mudez e a nudez,

Falam mais do que mil

[imagens].

Tanto uma quanto a outra

Insinuam mil miragens...

Como o vento persuade

as ondas do mar,

você existe para mim.



A tua [voz,

A tua [face,

A tua [mão,

A tua [presença,

Todas juntas são sugestivas

Inda de mãos dadas com as lembranças.



Guardo-te como a terra prometida,

Até na memória a tua carícia

Tem o poder de deixar-me entorpecida,

Há um jardim aqui que guarda

A tua rosa mística [rósea],

E uma intenção infinita,

Eis uma malícia definida

Repleta de uma vontade bendita...

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski

Um anjo que brinca entre as nuvens,

Seduz, envolve,provoca e reluz,

É como um demônio que seduz,

Um anjo brincando entre as nuvens...



Sim, é nesse esconde-esconde o anjo

Segue furtivamente te surpreendendo

Entre poemas e beijos alados...

Batendo as asas e dando cambalhotas,

E escrevendo os desejos mais safados...



Destemidamente levando os teus beijos

Com as mãos, elevando aos recantos

Mais recônditos e cônscios...

Provocando mil miragens entre as nuvens...



Um anjo meio demônio, um demônio que é

Um anjo: sou eu ocupando os teus sonhos,

Ainda incógnito e suspenso nos jardins

Dos teus mais altos desejos

- sou o teu anjo -

O mais lindo e supremo encanto.



Decidi sacudir e tirar-te do teu canto,

Soprar no teu ouvido o desafio mais vadio...

Agora, o teu coração não será mais erradio;

O amor com destino certo, eu sou o teu caminho.

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski

A tua força é magnetizadora

O teu amor me escolheu

Quero ser bem sedutora

Para fazer-te todo meu


Carrego o nosso

amor sacrossanto

Só para você escrevo

Só por você eu canto


No embalo da espera

Não tenho o quê reclamar

Os pés estão bem na terra

Sonho em te completar


Estou aqui a sonhar

Que o meu corpo seja teu

E o meu coração o teu altar

Quero ser um oásis a te saciar

Anna Flávia Schmitt Wyse Baranski

A minha vida...
Nunca foi assim
Mais tudo mudou
Quando eu fiquei com ti
E no primeiro beijo
Meu coração disparou
Depois daí, a minha vida mudou

[pré- refrão]

Eu só pensava em você
E nunca irei te perder
Meu coração bate mais forte
Quando estou com você
Eu só pensava em você
E nunca irei te perder
Meu coração bate mais forte
Quando estou com você

[Refrão]

Só você, só você, só você... É quem me faz viver!

Thiago Vieira
Inserida por ThiagoVieira

AQUELA GAROTA
Aquela doce garota em meus braços novamente.
Perto dela minha cabeça explode confusão.
Com a cabeça confusa o coração entra em ação fazendo lembra daqueles lindos momentos a dois.
Nosso lábios se encostam é novamente meu coração bate feliz pois aquele amor era o que lhe faltava.
Aquela menina... Não tenho palavras para citar sobre, mas sim todo meu amor para lhe dar.

Matheus Martins
Inserida por MatheusMartins

Broto de Rosa

Erva venenosa se corta pela raiz, e no seu lugar se planta um rosa. Onde seu aroma é perfeito e seus espinho protegem sua beleza delicada

Matheus Martins
Inserida por MatheusMartins

A inalcançavel
a moça , a mais linda
apaixonada e fria,
branca porem manchada,
observa sua amada.

rodeando, enrolando
ora chora, ora ora
pede a Deus uma hora
de encontro apaixonado

sua amada tao distante,
lhe observa ao sou redor,
lhe ama, mas nao lhe toca,
roda por alguem de calor.

matheus tomazi
Inserida por mt300

Não poderás sonhar.

Entretanto quem quer correrá,
se o futuro não está nos ajudando,
eu te juro que encontrará,
um jeito simples de continuar sonhando.

Pena que o futuro já não existe
e o fim que nos foi cedido está nas placas,
não achava que lhe deixaria tão triste,
desculpe pelas vossas emoções estampadas.

Juro que não tentei ser sádico,
mas meu coração é fálido.
Eu não pude me mudar.

Eu achei até que eu seria,
uma forma, um ser que amaria,
perdoe-me, disse que há como sonhar.

Não há...

William Philippe.
Inserida por WilliamPhilippe

Porcos imundos bailam no salão.

Eu gostava de cartas rasgadas
e vejo o futuro que sangrará.
Entre ruas alagadas,
não é em dinheiro que nadará.

Somos maior que estes,
imundos, até a morte veio parcelada,
com o fim batendo à porta
as suas mãos já devem estar lavadas.

Entre corpos caídos no chão,
entre quem paga a vida a cartão,
não haverá mais mortes em vão,
quem cairá, é quem já devia estar no chão.

São eles! Os que estão acima de nós.
São eles! Os que dizem ser a nossa voz.
São eles! Quem fala bonito e não faz.
São eles! Quem não deveria ter paz.

Atirem em suas caras. Matem!
Quem fez nada por muito.
Matem! Quem está em cima do muro.
Matem! Ou acham que vai ter perdão?
Matem! Quem nos entoca no escuro.
Matem! Não deve haver salvação.

William Philippe.
Inserida por WilliamPhilippe

Imprevista.

De sangue enxuto,
nasceste em minha visão.
Em luto, mútuo,
morreste sem salvação.

E quando disseram: pareces triste.
E o que fizeste, olhei, eu sei.
A quem mentistes?
Por proteção, pensei.

Não queres simplórios,
todos os que vêem
não leem os olhos.

Então não existe mais,
esperança por fazer,
o que resta é estar,
viva, por assim dizer.

William Philippe.
Inserida por WilliamPhilippe

Continuação do sonho.

Quem diz que viu, mentiu,
quando queres controlar,
e quem lhe disse que um assobio,
é possível só ouvir e não palpar?

Não pense que estiveste errada,
a vida, é molde próprio pra moldar,
a vida é a continuação do sonho,
pouco após o acordar.

Quem vos disse que o fim é aqui?
E quem disse que o fim existirá?
Pouco após tu partir…
Rosas começaram a chorar.

Então palpando teu caminho,
pus-te em meu sonhar,
viajando só, sozinho,
a ti, continuo a imaginar.

William Philippe.
Inserida por WilliamPhilippe

Estrelas.

As estrelas inacessíveis,
não sentimos pelo toque,
mesmo que toquemos,
não as subestimo.

A luz que nos chega,
nos clareia e incendeia,
nos cega e brilha,
nos faz estrela.

E as estrelas humanas,
que beijo na terra,
têm o mesmo brilho que as celestes.

No céu da tua boca,
eu faço estrelas, eu ponho sol.
No céu da tua boca,
faço-me teu igual nó.

William Philippe.
Inserida por WilliamPhilippe

Eu não tenho muito,
mas o que eu tenho eu te dou.
Meu mate, meu colo, meu amor,
e o meu sobrenome, se tu quiser.

Carlos Eduardo Back, e Duda Castagna
Inserida por carloseduardoback

Apenas Um Oi
O tempo passa, e leva algumas ilusões, trás outras...
Talvez isso seja a vida, a relação de contras e prós, em favor de algo que o universo conspira para acontecer.
Li Aristóteles, Sócrates, Platão, Piaget, e alguns mais, teorias completamente diferentes, até opostas, mas todas se encontram quando falam de sentimentos, de paixão e de afetividade. O coração é uma arma que tenta matar a razão, e na maioria das vezes obtém sucesso em suas tentativas. Aproxima e afasta pessoas de um jeito que só ele sabe fazer.
Estabeleci critérios rígidos através da razão, ultrapassando o querer do coração, mas não adiantou nada. Foi como construir um castelo na ribanceira de um rio, com apenas um “oi” seu, o castelo desmoronou, e água que regava nossa paixão veio átona, mais uma vez me afogar.
A maior verdade é que eu já acostumei com isso, quem fica diante de um rio, sabe que alguma hora a maré vai molhar. No meu caso, sempre saio ensopada. Leva muito tempo para que o vento consiga me secar, e quando penso que finalmente estou seca, uma avalanche me molha outra vez, meu castelo desaba novamente no mesmo rio, e assim vou vivendo.
Foram tantos os tombos nesse rio, que eu e a água já estamos nos misturando, por isso alerto, que eu sou uma maré viva, cuidado para não se afogar.

Sale Rabagi
Inserida por salerabagi
1 compartilhamento

'tenho sede de viver...
Sede de você...
Sede de está ao seu lado...
Só você pode saciar essa sede de amar você'

JuniorSantos2
Inserida por JuniorSantos2

Amor, me traz um mate
E senta bem aqui do meu ladinho,
Poe mais lenha na fogueira
Pra esquentar o nosso ranchinho,
Enquanto a chaleira não chia,
Eu fico provando os teus beijinhos.

Carlos Eduardo Back
Inserida por carloseduardoback

Procura-se uma prenda..
Pra viver comigo num rancho feito de amor e de madeira.
Que queira ouvir milongas pra se amar a noite inteira.
Tomar chima, comer pipoca, contar causos em volta do fogão.
Ter um cusco, um baio e uns filhos pra alegrar ainda mais a nossa junção.
Jogar truco, comer pinhão, viver juntinhos pra sempre aqui no rincão.
— Procura-se uma prenda que queira esse tipo de peão,
pois a quero amar a vida inteira, e entregar o meu coração.

Carlos Eduardo Back
Inserida por carloseduardoback

Tudo que eu queria era poder cevar um mate
ouvindo uma milonga na tua companhia.
Poder te abraçar e te beijar, dançar contigo
enquanto a chaleira lá na cozinha não chia.
Te dizer palavras sinceras, vindas desse coração
que te amou desde o primeiro dia.

Carlos Eduardo Back
Inserida por carloseduardoback

O Amor que se Foi.

Lá vem a mais bela senhorita.
A mais janota entre as moças.
Seu olhar apaixonante,me enlouquece.

Tomo sua mão.
Tiro-a para dançar.
Seu perfume de rosas me alegra.
Sua gentileza inspira...

-Oh que pena!Não mais a tenho.
De seu cheiro e beleza.
Só restam saudades.
Nosso consumado amor fora rompido.

Mas sinto na mais forte das esperanças.
Que em suas póstumas memórias.
Tenha lembrado de nosso de último beijo.

Leo Black
Inserida por leoblack1