Menina que virou mulher

Cerca de 41 frases e pensamentos: Menina que virou mulher

A menina que cresceu e virou mulher, que deixou de acreditar em conto de fadas, que começou acreditar que só o amor vence as dificuldades e ultrapassa as barreiras mais difíceis da vida. Aquela que não gosta de amor impossível ou irreal, mas sim do amor que lhe fortalece e lhe dá ânimo para vencer a tristeza. A menina que erra bastante, as vezes acaba magoando pessoas que gosta muito e que não desiste dos seus ideais nem de seus sonhos...
Não olhe para mim e tire conclusões precipitadas pela minha aparência ou pelo meu modo de pensar. Posso ser chata, enjoada, complicada, problemática, estressada ou patricinha algumas vezes, mas não se conhece uma pessoa pelo seu "jeitinho" ou por pouco tempo de amizade, porque a verdadeira amizade é aquela que tem um começo, mas nunca um fim. Posso estar certa de que tenho inimigos, mas são eles que me fortalecem e me dão sucesso. A vida é cheia de barreiras para nós ultrapassarmos, mas o caminho que construir pela estrada da vida me deixa mais forte e... hoje posso me olhar no espelho e ver que não deixei rastros ruins por onde passei!
Ah... e a diferença entre mim e a Cinderela?
É que meu encanto não acaba à meia-noite!

Nattany Argélia
622 compartilhamentos

E a menina virou mulher. Deixou muitas coisas de lado e aprendeu a sobreviver ao mundo. Aprendeu a cair e, em vez de desistir, erguer a cabeça e tentar de novo. Aprendeu que é preciso sofrer para ser forte, aprendeu que realmente nada acontece por acaso, e que se não acontece, foi porque não era para acontecer ainda. A menina boba de antes virou mulher inteligente de hoje. Ela aprendeu a ir atrás do que ela quer, de seus sonhos, aprendeu com os desamores, conquistar amores. Aprendeu a se amar acima de tudo e não deixar nada acabar com esse amor-próprio. E que se ela não se valorizar ninguém nunca o fará. A menina cresceu e aprendeu que o amor não é tão perfeito como dizem ser e que “para sempre” não existe, só existe na mente de quem realmente quer se iludir com o “para sempre”. A menina virou mulher. E aprendeu que nada na vida é fácil, aprendeu a correr atrás de seus sonhos e desejos, ela aprendeu que homem nenhum vale a lágrima de uma mulher. E que ninguém nesse mundo tem o direito de destruir sua autoestima. A garota inocente que todos machucavam e decepcionavam aprendeu e deu a volta por cima, e hoje ela é mais uma aprendiz da vida, e já sabe lidar com as provações que a vida lhe oferece.

Fátima Gommes
142 compartilhamentos

Eu sou assim, meio CERTA, meio ERRADA. Penso muito, falo muito. Talvez seja personalidade ou pirraça. Não adianta, eu sou assim. Muitos não me entendem, outros nem tentam. Faço graça, sou alegre. Tento disfarçar, sou triste. Falo o que penso, sou sincera. Eu sou assim, meio CERTA, meio ERRADA

A Menina virou Mulher

Madu Rocha
76 compartilhamentos

A doce princesa que ao conhecer seu príncipe virou rainha, a doce menina que de repente virou mulher, mas não deixou de ser doce.

Caique Roberto
24 compartilhamentos

Aquela menina que sonhava muito virou uma mulher que agora ama e trabalha muito, e não podemos evitar, pois o futuro a amadureceu. Ela não é mais aquela menina que vivia brincando, fazendo amigos, correndo, subindo em árvores e, ao mesmo tempo, aprendendo com as amizades que fez...
Depois ela começou a amadurecer... E os gostos foram mudando, o corpo, a responsabilidade e aquela menina já não brincava tanto mais, ainda fazia muitos amigos, mas os tempos de brincadeira foram sendo substituídos pelos tempos nos estudos, no computador e saindo com os amigos...
Hoje ela é uma mulher, que terminou os estudos, que namora, que ainda continua fazendo muitos amigos e que os ama, trabalha duro e procura sempre dar o melhor de si...
Mas assim é a vida, vai mudando, amadurecendo, envelhecendo... E não podemos mudar essa realidade, pois uma simples criança, daqui a alguns anos já está um adolescente, e depois de mais outros anos, já está um adulto que cuida se si próprio e dá duro para viver bem.

Sarah Pedrosa
16 compartilhamentos

Menina que virou mulher, amadurecendo os sonhos sem perder a fé.

Patty Vicensotti
24 compartilhamentos

Ninguém dava nada para ela
Uma menina que virou mulher
Que já ouviu de tudo o que não queria ouvir
Que já passou por tantos problemas
Ninguém acreditava nela e nem ela mesma
Mas com bondade no coração e muito trabalho
Hoje ela virou alguém
Alguém que cuida
Alguém que ama
Alguém que decide
Alguém que se importa
Alguém que nunca deixou de sonhar
E não há quem não note essa mudança
Porque ela brilha mais que aquele alguém que disse um dia que ela era ninguém.

Naomy Nishi

A menina e o mundo

Era uma vez uma menina que virou mulher. Ela morava em um mundo. E um mundo morava nela. Tinha mais fases que a própria lua. E não brilhava tanto como o sol. Seus sonhos eram muitos, assim como estrelas. Ela queria fazer o bem, queria ser feliz e bonita. Muito bonita. Mais que bonita. Perfeita. Mas também queria ser feliz. E fazer o bem. Queria tudo ao mesmo tempo. Às vezes, quando sentia-se só, ouvia demais, pensava demais e enjoava. Enjoava disso tudo. Enjoava-se do mundo e seu mundo enjoava dela. Ambos insatisfeitos.

Ela era diferente, mas não única. Seu maior problema era falta de atenção. Não compreendia e logo sentia inveja: a lua era menos complicada e o sol era um astro. Ela nunca chegaria a seus pés, mas talvez pudesse acostumar-se com a ideia. Não queria nadar em dólares, mas queria estar rodeada de pessoas. Pessoas intensas e interessantes. Muitas pessoas. Em uma só. Muitas vezes, chateava-se, pensando o quão vazia seria, ou o quão vazia a viam. Ela então, abandonou seus calçados e foi andar descalça pelo mundo, para sentir as energias que o chão do mundo transmite. Novamente, pegou-se com inveja. Desta vez do mundo. Ela que se importa com o que ele transmite, gostaria também que fosse assim consigo. Que aparecesse alguém, de preferência um estranho, que se interessasse sobre as energias que ela transmite, com um toque ou um olhar.

Continuou a andar e deu-se conta de que segurava uma florzinha entre seus dedos. E que também tinha beijado suas delicadas e frágeis pétalas. De novo, inveja. Era um de seus sonhos, ser encontrada e beijada com tanta ternura. Sentir amor, mesmo de um estranho. Que na verdade, não seria um estranho. Seria de alguém que ama. E quem ama, nunca é estranho. A menina que andava descalça pelo mundo para achar respostas, finalmente as encontrou. A lua que era linda e bem menos complicada que ela, por mais admirada que fosse, morava longe. O sol, o tão incrível astro que muitos idolatram, também vivia longe. Foi então que percebeu, que mesmo não sendo tão amada e tão famosa, ela era livre e podia ficar perto de quem quisesse. E que talvez um dia, fosse minimamente conhecida. Por ser a estranha que ama as coisas, que enxerga as almas e que toca o coração. A estranha que livra-se de seus calçados e colore o mundo com o toque de seus pés. Que conversa com o tempo e chama o vento para que espalhe o amor por aí...

Pandora Luna d' Montmartre

Uma lágrima ou um sorriso.

A menina virou uma linda mulher, deixou de ser garotinha, agora ela tem que viver seus sonhos, seus anseios de felicidade, ela agora busca outros horizontes, um lugar para eternizar seus desejos outrora escondidos, mas que aos poucos vêm se revelando, ela agora precisa assumir seus erros e acertos e sair debaixo da sua própria sombra, ela agora terá que arriscar e jogar com o destino, construir sua fortaleza interior e levantar as estruturas do seu coração, a mulher que antes fora menina terá que ter jogo de cintura para descer no fundo do poço e emergir com sensatez, a vida deve mostrar-lhe suas cartas e ela terá que saber usar a sabedoria feminina para transpor seus obstáculos, sair sem ser notada e usar o verbo na hora certa, fazer seu próprio destino sem que a vida lhe cobre mais tarde, derramar uma gota de lágrima por perdas e danos, mas ganhar um mar de felicidades apenas por seu caráter elevado, agora a menina virou mulher, uma linda mulher e seu coração vai ser o senhor na sua escolha entre uma lágrima ou um sorriso.

Paulo Master
2 compartilhamentos

Eu sou aquela garota louca que às vezes quer deixar tudo e embarcar em um navio pirata liderado por Jack Sparrow, aquela menina que adoraria dar uma passeada em Asgard de vez em quando. Aquela moça que queria estar dentro dos filmes da Marvel para descobrir como é feita cada cena. A menina que queria ir na Comic-Con vestida de cosplay de seu personagem favorito de quadrinhos. A moça que virou mulher da noite pro dia. A que às vezes dá uma de egípcia e faz aquela make só porque viu no YouTube. Essa sou eu!

Angels

Ainda sou aquela menina que acredita que no fim tudo dá certo, e é essa filosofia que me mantém em pé!
Ainda sou aquela menina que escreve poemas e depois rasga o papel com vergonha de alguém ler!
Ainda sou aquela menina que vê o mundo de um jeito bonito, mesmo sabendo que a realidade é outra...
Mas faz tempos que essa menina também virou mulher!
Aquela mulher que dá valor a coisas reais!
Aquela que luta pelo pensa valer a pena... e que entre pessoas, acredita que pouquíssimas valem...
Aquela que acredita que aquilo que não faz bem não vale a pena...
Que quem não faz sorrir não vale a pena... Que quem não dá saudades, não vale a pena...
Aquela que leva um certo tempo pra se apaixonar, e 1/3 dele pra desapegar...
Aquela que enfrenta o mundo inteiro pelo que acredita ser certo, que não liga pro que pensam,...
Aprendi com alguém que ficou pra trás que a vida é feita de momentos... que viver de passado é prolongar sofrimento... acabou, morreu, é adeus!
Já não choro por ninguém, meu rímel é caro pra isso, e porque acredito na filosofia de que quem merece minhas lágrimas é quem não me faria chorar.

gisele peixoto

A mulher mais linda do meu mundinho.

Linda, por que você não me vê?
Fico horas e horas admirando você.
Quando passa me encanta, seu jeito fascina.
Por você dedico a minha mais valiosa rima.
De salto alto você desfila, chama atenção.
Você não sabe, mas mexe com meu coração.
A menina que virou mulher, e que mulher.
Sabe o certo e o errado, o que quer e o que não quer.
Gosta de um RAP, e curte MPB.
E eu ouço as românticas pra lembrar você.
Toda sexta feira, da janela, espero você passar.
Sempre com as amigas prontas pra festejar.
A mulher mais linda do meu pequeno mundinho.
Só queria sua atenção, só queria seu carinho.
Mas nunca me vê, eu até tento aparecer.
Acho que sou invisível para você.
Já sei a hora que sempre passa pela minha rua.
E lá fora, fico te admirando só eu e a lua.
Ninguém sabe desse encanto que sinto ao te ver.
Mas está escrito na minha cara quando vejo você.
Sua boca perfeita, com aquele batom rosa.
Te deixando mais atraente e maravilhosa.
Quem sabe um dia se você me enxergar, podemos conversar.
Quem sabe podemos ficar, aí sim irei te convidar.
Pro meu mundinho, onde só tem espaço pra você e eu.
Enquanto não acontece, continuo sonhando em um dia ser seu...

Lucas Amorim

e continua assim, a moça virou mulher
e vou te esperar um dia até.
que você cresça sem medo de perder
o amor sempre quis e não pôde ter
eu quis ser eterno, mas o eterno não durou
não passou só de um tempo
que meu coração criou
ô, menina, que bom que é
te ver sorrindo e ser mulher
ô, menina, que promete o que quiser
por fora uma menina
e coração de uma mulher

Dé Carvalho
Inserida por Madsondeleon

A TRAJETÓRIA DE UMA MENINA, A CONSTRUÇÃO DE UMA MULHER.

Um dia seus sonhos de menina, hoje seus objetivos claros de mulher.
Suas falíveis certezas de menina, suas infalíveis incertezas de mulher.
Suas dúvidas de menina, suas convicções de mulher.
Seus paradoxos de menina, sua personalidade forte de mulher.
Sua juventude, erros e inexperiência de menina, suas experiências, aprendizado e amadurecimento de mulher.
Suas necessidades e dependências de menina, sua independência de mulher.
Sua sensibilidade, conflitos e fragilidades de menina, sua força interna, posicionamentos e empoderamento de mulher.
Suas perdas e dores de menina, suas conquistas e prazeres de mulher.
Suas lágrimas e tristezas de menina, suas alegrias e felicidade de mulher.
Suas passageiras aventuras de menina, suas eternas crises (normais) de mulher.
Seu mundo de menina, seu universo de mulher.
Seus falsos amores de menina, seu amor verdadeiro de mulher.
Seus prazeres momentâneos inconsequentes de menina, seus princípios e valores, família construída, vida profissional e estrutura alcançada; suas conquistas de mulher.

A menina que virou mulher!

Luiz Souza tnt
Inserida por luizsouzatnt

A menina que você conheceu cresceu, hoje é uma mulher cheia de sonhos e objetivos. Aprendeu com os erros a se levantar quando cair, aprendeu que não é preciso perder para valorizar, que sempre pode recomeçar do zero, a reconhecer seus erros e pedir perdão.
Aquela menina aprendeu com o tempo a superar a dor, que nem sempre teremos dias felizes, mas que o amanhã sempre será um novo recomeço, aprendeu a falar "eu errei, me perdoe", como a dizer um "te amo". Pois é, a menina virou mulher, uma mulher que hoje sabe o que quer e que não vai deixar ninguém dizer que ela não é capaz de chegar onde quer.

Ana Rioss
Inserida por ana_rios

Luisa

Quando vi Luisa nascer
A criança sabia que a pequena
Infante, princesa ia ser
Nasceu sob o luar de uma família de poetas, de cabelos escorridos
Como escorrem palavras pelo nosso caderno de emoção;
Olhinhos amendoados, sofisticados,
De quem nasceu para reinar absoluta nas graças dos versos
De uma menina solta, doce,
Que virou mulher forte,
Com sorriso de boneca,
Mas voz e olhares de sedução
Onde meu suspiro e o sentimento
Do mundo balançam
Por essa menina que nasceu para
Ser da lua, com a alma do sol,
Onde a discrição se desnuda
Para cobri-la com cifras e acordes
Que deixam tão poetinha
Até o mais duro coração.

(Aniversário de Luisa Ramos Martins [Drummond], em noite escorpiana de músicas e encontros)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Tentei passar um dia sem pensar em você. É impossível! Não ache isso estranho, menina. É como se você fosse parte da família, uma pessoa que dá vontade de cuidar e de abraçar bem forte e não soltar nunca mais! Quando eu penso em ti, eu só penso e lembro de coisas boas! Quando eu olho para trás, vejo que o tempo passou tão rápido e que vários caminhos foram trilhados por ti. Vejo que teu coração só bate de amor por todos que te amam e nem ache que seja diferente de mim. Certo? Meu coração também bate de amor por ti. Olho para trás e vejo que a menininha virou mulher, mas nem assim deixou de ter uma alma de criança, um jeito de moleca. Isso é o que mais me encanta em você! Tua essência nunca muda e espero que não mude nunca porque és perfeita assim, desse jeitinho. Quando olho para frente eu vejo uma fortaleza, uma âncora, um amor que transborda! Te vejo de braços abertos, me esperando e eu fico só pensando no nosso próximo encontro. (É hoje) Quando eu te abraçar eu vou apenas comprovar que o melhor lugar do mundo é dentro de um abraço. Do teu abraço, principalmente.

Jhani Lima
Inserida por Limajhani

A Garça

Vejo uma Garça em forma de mulher, de alma despida, sem uma pena sequer.
Miragem, ilusão, a Garça virou mulher, voando livre pelo lavrado, toca suas asas no lago, parece não ter se tocado não ter penas, mas pé.

Ayzla Padma Marchiory
Inserida por AYZLAPadma

Ela que gostaria de voar
Ela que gostaria…
Ela que…
Ela…
Ela ganhou asas, virou mulher
e aprendeu a voar sozinha

Manuela Côrtes
Inserida por ManuelaCortes

DE MARIA

Enquanto a ladeira do morro descia
Maria crescia, Maria corria,
saltitante saldava o povo e dizia
bom dia! Bom dia...

Maria dava bom dia e sorria
Ladeira abaixo descia
toda feliz a cantar
o povo do lugar aplaudia
... Maria vai encantar.

Maria já bem crescida
aos passos.galgando o declive
as luzes do morro acendiam
e os olhos com risos nos rostos
alegria, alegria... Alegria.

Maria fazia folia
Maria dançava de dia
era samba no pé era bamba
de salto e do alto olhava
por cima do ombro sem tromba
Maria agora namorava.

Um dia...
Maria virou mulher
cresceu o ar de sua graça
dava passadas na praça
Maria toda empinada
até parecia uma garça.

Amou e casou por amor
tão logo teve a sua cria
cheia de alegria e dor
o conforto desconfortou
Maria na chuva tremia.

O morro molhado desabou
e passou reto pelas curvas
e o povo gritando... Que horror!
Meu Deus, meu Deus nos acuda!

O sol raiou no amanhecer
em seu clamor, Maria entristecia
Maria então chorou
com lágrimas de chuva que corria
pelo quinhão,
pela vida que não tinha
Maria sabia, Maria sabia...
Que viver, todavia valia.

Antonio Montes
Inserida por Amontesfnunes