Victor Drummond

1 - 25 do total de 81 pensamentos de Victor Drummond

"E há momentos em que os encontros se fazem em torno de seu sorriso, de seu jeito fácil, doce, pueril e cheio de belezas. Seus lindos cabelos negros, seu vestido de princesa, seus olhinhos amendoados e curiosos. Tudo me faz crer que há muitos novos coloridos para se descobrir, motivos para agradecer e amizades de sorriso que dançam para celebrar. Feliz Aniversário, Alice!" (O país de Alice - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"E quando a amizade cria laços e se fortalecem raizes e de todos os galhos nascem frutos, afetos. E se sonha e se gargalha junto, mandando os ecos para que todos os cantos sejam penetrados e o mundo redescubra que ainda existe amor..." (A árvore da irmandade - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond

"Construí a casinha branca sobre rocha. E abrindo a janela, avisto o mar. Meu quintal vai e vem, trazendo esperanças e levando versos e curvas para preencher o mundo com o colorido do meu lápis e pincel." (Casa sobre a Rocha - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"Hoje ajoelhei e agradeci. Imensamente pelo novo ciclo presenteado por Deus e embalado pelo Universo que chega para minha vida. Mas também pedi; que o sol venha outonal, invadindo com sua luz purificadora cada recôncavo dos meus pensamentos e emoções. Que o azul intenso do céu colora a minha Áurea e de todo que me cercam com a mesma tonalidade da luz celestial. Que o verde das montanhas seja tão intenso, nos comunicando a esperança do renascer e florescer. E que ele seja preservado e respeitado para nos lembrar que a Natureza é o maior presente e dela somos fruto. Que meus dias continuem sendo presenteados com estes seres iluminados que são colocados em meu caminho e a quem dedico tanto amor e poesia. Que eu tenha sabedoria e doçura para preserva-los sempre por perto no coração, mesmo quando a distância existir. Que os anjos cantem alegremente uma canção que possa adormecer as guerras e restaurar o amor. E que o Cristo que nos olha, abra seu braços de Proteção e faça seu infinito Amor pousar nas varandas do meu coração. Amo-te, vida! Agradeço-te Deus!!!" (Auto-desejo de Aniversário - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond
1 compartilhamento

"E ele decidiu apostar na vida, desfazer as malas, abrir a janela para arejar a alma e deixar aquele aroma de pitanga, fruta safadinha, entrar pela cozinha e fazer com que sua morada inteira desfrutasse do prazer de se interiorizar." (Menino do Interior - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"Achei que possuía curvas. Para que pudesse remoldá-las ao meu modo. Ou talvez telas em branco, para que pudesse pintá-las sob meu prisma. Mas encontrei um vão por onde entra e sai a sua maneira tão sutil de fazer a sua arte. E descobri que era por essa forma, essa passagem tão única, é que eu deveria habitar para fazer morada." (Arte abstrata - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"À medida que o menino caminha, ele deseja que seus passos lancem tintas de luz e vida sobre as calçadas da humanidade. Que as guerras de congelem e no lugar de Sírias, Guernicas e Faixas de Gaza, sejam pintados Xangrilás e telas de abraços e paz." (O artista plástico - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"Pode entrar devagar. Vá tomando seu assento, se reconheça nos quadros que você pintou. Cheire os livros que ainda guardam as marcas das suas mãos. Escolha o melhor canto do sofá. Ele sempre esteve guardado com as notas do seu perfume, emoldurando suas lembranças nos quatro cantos deste espaço. Abra seu abraço e apenas se apodere de tudo. Não saberia dizer não" (Seu canto da sala - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Parei atento para entender cada uma de suas formas, observando seus contornos e movimentos. E percebi que meu corpo ficou estático, querendo mergulhar em cada canto, como se formasse as peças de um quebra-cabeça. Mas depois de um tempo, mais importante do que encaixar-me nas curvas de seu corpo, eu precisava - e estava pronto - para deixar minha alma e meu coração ganhar as mesmas formas de suas paixões e espiritualidade. (Alma Gêmea - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"E fecho a porta do escritório, relembro memórias, folheio aquele livro que ainda estou para finalizar. E é nas páginas em branco dos meus pensamentos e nas folhas arquivadas em meu coração que descobri o que fui fazer ali: alimentar minha sede de viver e amar você." Victor Bhering Drummond.

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Encostei-me na parede, olhando a estrada, esperando você passar. O sol se pôs, o frio veio, e só conseguir ver as janelas da vizinhança se fechando para o negrume da noite. Ao invés de esperar mais, abri minhas janelas, olhei para dentro de mim, e vi que ali havia caminhos mais interessantes que me levavam a mundos em que não precisaria mais esperar; só amar." (Caminhos - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Cada vez que passava em frente aquele café, sentia o cheiro das suas lembranças, dos seus poemas, dos seus rabiscos nas minhas páginas. No frio daquela tarde, tomei das suas xícaras e vi que não você não existia mais. Veio uma outra brisa, trazendo o cheiro de Deus e o aroma de um amor mais leve e fresco, me convidando para experimentar a sorte de um novo amanhecer. (Café - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Ali pela janela era possível ver as pessoas caminhando devagar. Não pela falta de pressa com os compromissos ou de entusiasmo, mas porque escolheram apreciar a garoa cessar, a neblina se dispersar. Casais se namorando com os olhos e olhando as vitrines, na esperança do sol nascer. E se ele não viesse, tinha valido a pena diminuir o ritmo do mundo para sentir o compasso do coração. (Vida pacata - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

A gente senta para tentar entender o movimento do mundo, o colorido das roupas, o grito que há nos silêncios. Mas não encontra respostas. Então nos despimos da própria observação para fora e miramos o que há de mais essencial: o amor invisível, às vezes incompreendido, mas que ainda vale a pena espalhar. Só com ele entendemos o movimento do mundo que se passa lá fora. (Movimento do Mundo - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

E quando o menino sobe no palco, se transforma em tudo aquilo que queremos ser: o homem, o divertido, o filho, o pai, o amante, o que promove lágrimas e sorrisos. E nas coxias descobrimos que por trás de tudo aquilo, atras da cena, nas coxias, há um poeta da arte de entreter e interpretar (Coxias - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Subimos no planalto de concreto para tentarmos chegar perto da plenitude do Infinito. Avistamos aves, orvalhos, as copas das árvores. Esforço em vão; porque o Infinito do amor não precisa de terraços, palácios ou a altitude das montanhas. Ele reside dentro de nós. (Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

O menino caminha em direção ao castelo de sonhos. Lá, o Velho e Bom Senhor o Aguarda. Visitam aposentos, revivem memórias, abraçam amigos que foram morar do outro lado da montanha. A distância enfim, findou-se. Não há mais lágrimas, saudades. Apenas a certeza de que agora os entardeceres serão meras nuvens coloridas. Porque os dias não mais terão fim. (Do outro lado da Montanha - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

O menino acordou cedo, estudou seu peito de amor, aqueceu-se com uma bebida quente e roupas confortáveis e saiu pelo mundo pregando sorrisos e distribuindo abraços. (O que fazer pelas manhãs - Victor Bhering Drummond

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Vale a pena escalar as montanhas. Olhar para baixo com olhares de perseverança e otimismo. Não para provar nada para você ou para os outros. Mas para mostrar ao mundo que ver as coisas de cima, de fora, do alto, torna nossas dores e problemas tão pequenos. E que não precisamos nos identificar com eles. Precisamos passar por eles e sairmos melhores. (Olhando do alto- Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"Fui desbravar o mundo na bicicleta da minha imaginação. Não tão rápida quanto os carros, em que não poderia observar os detalhes da vida. E nem tão devagar quanto os pedestres. Assim poderia descobrir o cotidiano no tempo dos poetas." (Diário de um ciclista - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Quando as luzes foram se acendendo, uma a uma, coloquei minha alma para caminhar. Vagueou por ruas, sobrevoou casas. Mas encontrou mesmo abrigo, foi na melodia inspiradora daquele violinista emitindo suas notas de cima do telhado, sob a luz do luar. (Violinista do Telhado - Victor Bhering Drummond

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Se até as árvores se acenderam, percebemos que também era necessário iluminar o mundo com nosso sorriso e o farol do nosso olhar. (Farol - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Se até as árvores se acenderam, percebemos que também era necessário iluminar o mundo com nosso sorriso e o farol do nosso olhar. (Farol - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

Encostei-me no muro. Na esperança de levantar meus versos e desconstruir barreiras. (Menos muros - FELIZ DIA DOS NAMORADOS! (Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond

"O homem saiu da loja de brinquedos carregando um urso gigante. Não para que pudesse se divertir, ou chamar atenção. Mas para estimular e manter viva a criança que ainda residia em sua alma. E quem sabe assim, pudesse compartilhar essa centelha com os adultos que adormeceram os infantes dentro de si." (Pelúcias para a humanidade - Victor Bhering Drummond)

Victor Drummond
Inserida por victordrummond