Frases de Valter da Rosa Borges

Cerca de 203 frases de Valter da Rosa Borges

Ninguém deixa de amar:
o amor é que muda de objeto.

Pior que o amor perdido
é o amor que não foi dado
e tudo o que não foi gasto
no tempo que era devido.

Saudade do que fiz.
Saudade do que não fiz.
Não sei qual delas dói mais.

Não me dói o que perdi,
pois tive o prazer de ter.

Dói-me tudo o que não tive
e o quanto não pude ser.

Um ateu diria que Deus
fez esse mundo tão mal feito,
tão cheio de sofrimentos
que ficou envergonhado
e até hoje vive escondido.

Nem o ácido do tempo
dissolve a dura saudade
em que o amor se tornou.

A felicidade não se guarda:
é para consumo imediato.

Odeia-se aquele que é livre,
porque perturba o descanso
das pessoas rotineiras.

O louco é insuportável,
porque vive perdido
na liberdade total.

Saudade há que dura um corpo:
é chaga para toda a vida.
Sangra quando lembrada
e nunca mais cicatriza.

Uma folha que cai
desarruma o universo.
O respiro de uma ave
afeta o clima da Terra.
O balançar de uma teia#11;
e aranha afeta a galáxia.
Uma criança que nasce
muda o destino do mundo.
Cada gesto de amor
salva toda a humanidade.

Solitário é aquele que pensa só em si.
A sua dor é maior, porque é dele só.
A sua alegria é menor, porque não é acrescida pela alegria dos outros.

As armas não garantem a paz.

O poder enlouquecido
também mata os poderosos.

A paz depois da guerra
é o silêncio dos mortos
e o espanto mudo dos vivos.

Envelhecer é cultivar adeuses
e empobrecer em cada despedida.

Os afetos morrendo com os mortos.

Lembrar é praticar necromancia.

O que fazer de tudo o que já foi,
mas fica latejando em nossa vida?

É o incurável câncer da saudade:
o que passou matando o ainda vivo.

O apego é a maior escravidão.
Aquele que se apega, renunciou ao direito de liberdade.

Não há explicação para a alegria,
nem nos interessa explicá-la.
Porém, a doença, o sofrimento,
a velhice e a morte inevitável
nos fazem pensar que a vida
tem alguma explicação.

Dói pensar no infinito.
Dói pensar na eternidade.
Masoquismo cognitivo,
obsessão incurável,
que o tempo não alivia
e só na morte se acaba.

Cansado de eternidade,
Deus fez-se tempo e espaço,
e explodiu em átomos e galáxias
no infinito de si mesmo.

O mistério nasce na distância e morre na intimidade.

Já disseram que somos deuses.
O que é ser um deus?
Nem mesmo sequer sabemos
o que é ser humano!

A inveja é um desejo paralítico, que não suporta e ambição bem sucedida.