Coleção pessoal de VerbosdoVerbo

1 - 20 do total de 1978 pensamentos na coleção de VerbosdoVerbo

⁠Não Jogue somente as mãos para o céu, o coração também.

⁠Infelizmente estamos presenciando uma geração semelhante a Esaú, que tem desprezado o essencial (primogenitura) pelo trivial (guisado de lentilhas).

⁠Uma geração que tem trocado o essencial pelo trivial.

⁠Eu conheço algumas “igrejas” que são matadouros de novos convertidos e cemitérios de pastores.

⁠Cristo é o caminho para Deus, não para nossas vontades.

⁠Jesus Cristo
1.2 – Jesus Cristo:
Discípulos e crucificação.
“Nessa época havia um homem sábio chamado Jesus. Seu comportamento era bom, e sabe-se que era uma pessoa de virtudes. Muitos dentre os judeus e de outras nações tornaram-se seus discípulos. Pilatos condenou-o á morte E aqueles que haviam sido seus discípulos não deixaram de segui-lo...”.
O testemunho de Flávio Josefo – História dos Hebreus, capítulo 4, parágrafo 772.
Não há como negar a existência histórica de Cristo, nem mesmo agnósticos como Bart Herman faz uma bobagem dessas. Já os naturalistas e ateus modernos, usam a estratégia da relativização da figura de Cristo, dizendo que na época que o suposto Jesus teria aparecido era um momento de revoluções e que apareceram vários Cristos (o que está certo em partes). Ou seja, até mesmo para negar a figura do Cristo Divino eles precisam assumir a existência de outros Cristos.
E saiu Jesus, e os seus discípulos, para as aldeias de Cesaréia de Filipe; e no caminho perguntou aos seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens que eu sou? E eles responderam: João o Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas. E ele lhes disse: Mas vós, quem dizeis que eu sou? E, respondendo Pedro, lhe disse: Tu és o Cristo. (Marcos 8.27-29).
Pense nisso e ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

⁠O Avivamento Wesleyano do Século 18 veio Para Transicionar a Igreja Para outro Nível.
Até a primeira geração de Metodistas, o protestantismo era moroso, frio e intelectualizado. O protestantismo precisava ser purificado, avivado e revitalizado. E isto aconteceu com o Avivamento Wesleyano no século 18.
John Wesley viveu na Inglaterra do Século XVIII, quando o protestantismo, em todas as suas denominações, estava definhando, perdido em discussões filosóficas, sem nenhum impacto na sociedade. O protestantismo daqueles dias ao invés de influenciar, estava sendo influenciado, de maneira alarmante, pela apatia religiosa e pela degeneração moral. Dentre aqueles que não se conformavam com esse estado paralisante da religião cristã, sobressaiu-se John Wesley. Wesley e seus amigos do clube santo, não se deixaram influenciar pelo ceticismo cínico e nem pela libertinagem.
Foi nesse contexto, que o Avivamento Metodista de um novo e maior dinamismo no protestantismo daqueles dias, marcando gerações inteiras até os nossos dias.
Oremos para que Deus aqueça nossos corações novamente e façamos do mundo a nossa paróquia.
Pense nisso e ótima semana!
No Amor e Unção do Abba Pater, Marcelo Rissma.

⁠Jesus disse que voltaria quando o mundo estivesse distraído, e o meu temor é que nunca houve uma geração tão distraída como a nossa.

⁠O falso evangelho pregado pelos falsos profetas às vezes alcança as emoções das pessoas, e em alguns casos conseguem remover os sentimentos de culpa; mas só o verdadeiro Evangelho alcança o coração das pessoas, e só ele tem poder de remover toda culpa.

⁠Estamos seguros porque Cristo nos segura e nos dá Graça para segurarmos Nele.

⁠Toda igreja que se afasta da Sã doutrina está se desviando.

⁠Muitos pastores encerraram a sua carreira com milhares de temas pregados, mas sem nunca terem pregado o Evangelho do Reino de Deus.

⁠Vivemos um tempo onde muitos pregadores estão pregando temas que são bíblicos, mais que não são o Evangelho da Graça.

⁠O tempo não remove o pecado, mas Cristo sim!

⁠Um regenerado não tem outro desejo na terra ou no céu que não seja Deus.

⁠Sair ungido objetos e locais, decretando, determinando e profetizando que Deus vai fazer tudo, não é oração da fé, mas superstições do sincretismo religioso.

⁠No dia que você tiver um encontro real com Cristo, nunca mais você frequentará ambientes onde Ele não é o fundamento do culto.

⁠Só não vai para céu quem rejeitou Jesus na terra.

⁠Tudo depende do nível de intimidade que cada um tem com Deus nos momentos de adversidades.

⁠Uma Igreja não morre quando ela para de fazer cultos, ela morre quando ela deixa de ser o sal da terra e a luz do mundo.