Coleção pessoal de ortodoxiawesleyana

1 - 20 do total de 1285 pensamentos na coleção de ortodoxiawesleyana

⁠Mente sem bíblia oficina de Calvino! Mente calvinizada inteligência prejudicada!

FACTS
Tags: calvinismo arminianismo

⁠Na queda de Adão a comunhão foi rompida, mas a razão mesmo afetada continuou operando no homem. Após a queda, Adão continuou cônscio e lúcido de tudo que havia feito. Se o homem tivesse perdido completamente a capacidade da razão na queda, ele não teria consciência do pecado. Se não tem mais consciência ou razão, também não tem responsabilidade por nada.

Marcelo Rissma

⁠Katērtismena e Proetoimazo
Romanos 9.22-23: E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados (κατηρτισμένα katērtismena) para a perdição; Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou (προετοιμαζω proetoimazo)...
A predestinação calvinista parte do princípio da teologia do Agostinho velho. O Agostinho velho dizia que por causa da queda, toda humanidade potencialmente se transformou numa massa de perdição, ou seja, todos estão perdidos, todos estão condenados. Então dessa massa de perdição, Deus escolhe alguns para salvação e abandona o restante. Para Agostinho, se Deus não fizesse nada, todos estariam perdidos, então Deus escolheu salvar alguns e ninguém tem condições de discutir com Deus, porque Ele é soberano e nós somos simples criaturas. Essa é a ideia base da predestinação calvinista e o texto favorito é Romanos 9.22-23.
Resposta:
Em Romanos 9.22-23, Paulo usa duas palavras diferentes:
- Versículo 22, Paulo usa a palavra grega κατηρτισμένα katērtismena, que é voz média para palavra perdição, ou seja, não é Deus que prepara as pessoas para perdição, mas são as pessoas deliberadamente que se preparam, tornando-se adequados para a perdição.
- Versículo 23, Paulo não usa a palavra grega κατηρτισμένα katērtismena, mas a palavra grega προετοιμαζω proetoimazo, que é voz ativa, ou seja, Deus que prepara.
A confusão ocorre porque no texto em português a palavra PREPAROU nos versículos 22 e 23 aparecem duas vezes sem distinção, mas no grego elas têm funções diferentes.
Outro problema é que no português não tem a voz media, mas no grego tem. No português eu promovo a ação ou eu recebo a ação (voz ativa, voz passiva e voz reflexiva), mas no grego a voz média é utilizada quando o sujeito pratica uma ação na qual ele tem interesse ou se empenha particularmente.
Versículo 22. κατηρτισμένα katērtismena, eles se tornaram adequados para vaso de ira. Não foi Deus quem os preparou, mas eles se tornaram adequados por seus corações obstinados, sempre rejeitando a oferta de salvação, assim a passagem entra em sinoticidade com toda a escritura e ortodoxia cristã. (Jeremias 18 e 2ª Timóteo 2.20-21).
Versículo 23. προετοιμαζω proetoimazo, voz ativa, ou seja, Deus quem prepara, e aqui para a salvação e não para perdição.
A predestinação é em Cristo, ou seja, todos que estão em Cristo estão predestinados para salvação.
Outra observação a ser feita é que o contexto dos capítulos 9,10 e 11, Paulo está abrindo um parêntese para tratar da eleição corporativa do povo de Israel.
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

⁠Não Remova os Marcos Antigos.
Provérbios 22.28: Não removas os marcos antigos que puseram teus pais.
Para nascer precisamos de: 02 Pais; 04 Avós; 08 Bisavós; 16 Trisavós; 32 Tetravós; 64 Pentavós; 128 Hexavós; 256 Heptavós; 512 Oitavós; 1024 Eneavós; 2048 Decavós. Somando as últimas 11 gerações foram necessários 4.094 ANCESTRAIS, tudo isso em aproximadamente 300 anos antes que eu ou você nascermos!
Pare e reflita por um instante... De onde eles vieram? Quantas dificuldades passaram? Quantas guerras viveram? Quantas instabilidades sobreviveram os nossos antepassados? Eles nos deixaram um legado, pois toda estrutura que estamos nos movendo hoje foram deixadas por eles. Se estamos aqui, bem ou mal é graças a tudo o que cada um deles passou e construiu.
Os marcos são referências para as futuras gerações; um marco antigo não deve ser levado para próxima geração, mas ele também não pode ser arrancado pela próxima geração. O marco antigo fica fincado para orientar a próxima geração. O marco serve como aferidor de novidades, um filtro para que as próximas gerações façam comparações com as novidades que estão chegando.
Qualquer novidade que rompe com a história, rompe com a tradição e faz com que a nova geração fique desconectada com a geração passada, perdendo a identidade histórica não é de Deus! Você gostaria que alguém apagasse os nomes de seus pais ou da sua família? Que alguém acabasse com seu sobrenome?
Juízes 2.8-12: Faleceu Josué, filho de Num, servo do Senhor, com a idade de cento e dez anos; sepultaram-no no limite da sua herança, em Timnate-Heres, na região montanhosa de Efraim, ao norte do monte Gaás. Foi também congregada a seus pais toda aquela geração; e outra geração após eles se levantou, que não conhecia o Senhor, nem tampouco as obras que fizera a Israel. Então, fizeram os filhos de Israel o que era mau perante o Senhor; pois serviram aos baalins. Deixaram o Senhor, Deus de seus pais, que os tirara da terra do Egito...
Isso é o que acontece com uma geração desconectada com sua história e antepassados. Um povo sem marcos antigos, sem referenciais, sem antepassados, sem memoria e sem tradição é um povo sem identidade.
Se nós estamos aqui hoje é porque alguém antes de nós trabalhou, pregou, evangelizou, estudou, fabricou, construiu, pagou um preço.
1º Reis 4.24 diz que Salomão tinha paz por todos os lados; mas porque ele teve paz por todos os lados? Porque seu reinado foi de paz e prosperidade?
1º Reis 5.3-4 diz que Davi venceu todas as guerras e entregou o reino em paz para Salomão.
Salomão só teve tempo para fazer tudo que fez porque seu pai Davi venceu todos os inimigos!
Êxodo 3.6: Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó...
Deus não é Deus de um homem e nem de um tempo, mas um Deus de gerações. O que Deus estava dizendo para Moisés nessa passagem era: “Moisés, antes de falar ou fazer alguma coisa por meio de você eu já falava e fazia com Abraão, Isaque e Jacó”. O problema de algumas pessoas dessa geração é achar que Deus só começou a falar agora, se mover agora, fazer agora, revelar agora. Deus já falava e fazia antes de nascermos, Ele já falava e fazia com a geração passada e vai ser assim até o grande dia.
As gerações passadas não devem impedir as novas gerações de estabelecer marcos novos, e as novas gerações não devem remover os marcos antigos. Elas são elos uma da outra. Se removermos os marcos antigos corremos o risco de perder a nossa história passada, e um povo sem passado é um povo sem história. Se também impedirmos os marcos novos de fazerem história, corremos o risco de sermos um povo sem futuro, sem descendência, sem filhos.
Qual a solução? Joel 2.28: E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.
Os anciões tem que sonhar com os jovens e os jovens precisam ter visões com os anciões. Um dos grandes erros hoje na igreja é que os jovens que estão chegando querem arrancar os anciões do púlpito com a desculpa que Deus está levantando uma nova geração; Mas é a geração dos anciões que deve passar o bastão para a próxima geração. Os anciões não podem impedir os jovens de terem visões, de subirem no púlpito, porque a obra que Deus começou não pode parar nos anciões; como Moises e Elias o bastão precisa ser passado para os jovens, para a nova geração. Anciões precisam sonhar com os jovens, a próxima geração; e os jovens precisam ter visões, honrar os anciões.
A nova geração deve respeitar os anciões da igreja e a geração antiga deve motivar os jovens, pois marcos antigos e marcos novos devem andar juntos.
Pense nisso e ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

⁠Deus Preservador
Neemias 9.6: Só tu és Senhor; tu fizeste o céu, o céu dos céus, e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto neles há, e tu os guardas com vida a todos; e o exército dos céus te adora.
Colossenses 1.17: E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
Existe um principio chamado de antrópico, que propõe que, a partir da sua própria gênese, o universo foi “detalhadamente afinado” para proporcionar o surgimento da vida humana. Ou seja, o universo foi intrinsecamente pré-adaptado para a chegada da vida humana. Se este delicado equilíbrio fosse minimamente alterado, a vida jamais teria sido possível.
Por exemplo, o oxigênio representa 21 por cento da atmosfera. Se o seu nível fosse de 25 por cento, haveria grandes queimadas no planeta, e se fosse de 15 por cento, os seres humanos morreriam sufocados. Se a força gravitacional fosse alterada somente em uma parte em dez elevado à quadragésima potência (dez seguido de quarenta zeros), o sol não existiria e a lua colidiria com a terra ou se desprenderia em direção ao espaço. Se a força centrífuga do movimento planetário não se equilibrasse perfeitamente com as forças gravitacionais, nada poderia se manter em órbita ao redor do sol. Se o universo estivesse se expandindo a uma taxa de um milionésimo menor do que a atual, a temperatura na terra seria de 10.000 graus Celsius. Se Júpiter não estivesse com a sua formação atual, a terra estaria sendo bombardeada com matéria espacial. Se a crosta terrestre fosse mais espessa, haveria uma transmissão excessiva de oxigênio, o que inviabilizaria a vida. Se ela fosse mais fina, a atividade vulcânica e tectônica tornariam a vida, igualmente, impossível. E se a rotação da terra levasse mais de 24 horas, as diferenças de temperatura entre a noite e o dia seriam demasiadamente grandes.
Albert Einstein (1879-1955), conclui dizendo: “a harmonia da lei natural [...] revela uma inteligência com tamanha superioridade que, comparada a ela, todo pensamento sistemático e toda atividade humana não passam de um reflexo completamente insignificante” (Einstein, IO—WISI, 40).
Aquele que sustenta o universo ou qualquer outra forma de existência possível está velando por sua vida (Salmo 121; Mateus 10.29-31)!
Pense nisso e ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma
Tags: reflexão reflexões

⁠O “deus” inventado pelos calvinistas é completamente inverossímil e inadequado. Ele criou inumeráveis seres humanos só para enviar para o inferno, para revelar para ALGUNS (calvinistas) que não vão para o inferno, como ele é misericordioso por não ter enviado esses ALGUNS (calvinistas) para o inferno.

FACTS

⁠Quanto à questão da pregação... O perigo está em ficar preso ou às anotações próprias ou ao que foi preparado, e esquecer a “liberdade do Espírito”.

Martyn Lloyd-Jones

⁠Aquilo por que vivo, comunico.

Agostinho

⁠Todo ser humano possui livre-arbítrio. De outra forma, os conselhos, exortações, preceitos, proibições, recompensas e punições seriam todos sem propósito...

Tomás de Aquino

⁠É melhor errar por excesso de misericórdia do que por excesso de severidade. Queres te tornar um santo? Sê rigoroso contigo, mas gentil com os outros.

João Crisóstomo

⁠Muitos Calvinistas exaltam e glorificam mais a “ira” de Deus que é passageira (Salmos 30.5) do que o amor de Deus que é Eterno (Salmo 136.1; 1ª Co 13.8).

Marcelo Rissma

⁠O que é a pregação?
É a lógica pegando fogo!
É a teologia em chamas!
É o raciocínio eloquente!

Lloyd Jones
Tags: pregação pregadores

⁠O tempo do processo não é um tempo perdido. O tempo do processo é um tempo de fundamentação e amadurecimento da pessoa.

Marcelo Rissma

Davi e Abisai
Em 2ª Samuel 21.15-17, tem uma história da vida de Davi, que me chama atenção. Essa passagem informa que os Filisteus se levantaram novamente contra Israel, e que Davi tomou frente da batalha; a batalha foi tão intensa e a entrega de Davi foi tanta, que ele ficou muito cansando, extremamente esgotado; e enquanto ele respirava com dificuldades, tentando recuperar seu vigor, o gigante Isbi-Benobe tentou se aproveitar da situação e se preparou para matá-lo. Naquele momento da batalha, Davi se encontrava numa situação de vulnerabilidade, e bastava um golpe com a lança de quase quatro quilos, que Davi morreria, sem nenhuma chance de escapar. Mas foi nesse momento de vulnerabilidade de Davi, que Abisai entrou em cena. Diz o texto que Abisai veio em SOCORRO de Davi e o PROTEGEU, MATANDO o gigante. Essa passagem deve nos fazer refletir em nossa caminhada de fé, pois diariamente somos desafiados em batalhas, só que algumas são tão intensas que podem nos deixam exaustos. Isso mesmo! Não somos máquinas que trabalham sem parar, por isso cansamos. As batalhas, as pressões e o ativismo tem a capacidade de deixar os mais valentes homens e mulheres de Deus, exaustos, cansados e esgotados; e é ai que o adversário tenta fazer um ataque fatal. É justamente nesse momento de cansaço e fragilidade que os discípulos de Isbi-Benobe aparecem para atacar. Infelizmente, nesses momentos achar um amigo como Abisai é muito difícil, mas gente com o espírito de Isbi-Benobe, tem se proliferado em todas as camadas da sociedade, aguardando apenas o nosso cansaço.
Muitos homens e mulheres de Deus que se renderam ao cansaço foram mortos pelos discípulos de Isbi-Benobe. Muitos homens e mulheres de Deus não tinham ou não quiseram ao seu lado nas batalhas gente como Abisai, e esse têm sido um dos erros fatais de muitas lideranças, achar que podem fazer tudo sozinhos, se esquecendo de que Isbi-Benoni só está aguardando o cansaço para dar o golpe fatal.
Pense nisso e ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

⁠O Jovem Rico e o Calvinismo
"E Jesus, olhando para ele, o AMOU e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste; porque possuía muitas propriedades." (Mc 10:21-22).
Se existe a graça irresistível, então o jovem rico não deveria resistir ao AMOR de Cristo (ηγαπησεν = amou de ἀγαπάν = amor ativo e sem interesse)! A graça irresistível cai por terra aqui; logo, a eleição incondicional e a expiação limitada também!
Segundo o calvinismo a graça é irresistível, o homem não pode contrapor a graça ofertada, desse modo asseveram que o homem não pode resistir a Deus, mas como podemos verificar no texto, fica claro a rejeição do jovem rico a oferta de Jesus; então só podemos chegar a uma conclusão:
A) Ou Cristo fez uma oferta falsa;
B) Ou Cristo não quis usar a graça irresistível;
C) Ou nesse confronto o jovem se tornou soberano;
D) Ou o evangelista Marcos errou na narrativa;
D) Ou a graça pode ser resistida e Deus não deixa de ser soberano!
Pense nisso e ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

⁠O calvinismo é o Enem para aqueles que desejam ingressar no ateísmo!

FACTS

⁠Os cinco pontos da cambalhota:
1- Cambalhota Total
2- Cambalhota Incondicional
3- Cambalhota LTDA (uma empresa de cambalhotas)
4- Cambalhota Irresistível
5- Perseverança nas cambalhotas.

FACTS
Tags: facts arminianismo

⁠A Geração da Fé Está Morrendo.
E foi também congregada toda aquela geração a seus pais, e a outra geração após ela se levantou, que não conhecia ao Senhor, nem tampouco a obra que ele fizera a Israel. Então fizeram (...) o que era mau aos olhos do Senhor; e serviram aos baalins. E deixaram ao Senhor Deus de seus pais Juízes 2.10-12.
A geração de fé está morrendo e está chegando uma geração inconstante e deslumbrada com o sucesso.
Está morrendo uma geração que sem títulos de apóstolos, sem doutorados em divindade e sem holofotes, que levantou igrejas Brasil afora.
Uma geração que, apesar de poucos recursos financeiros e teológicos, nunca desanimou com a obra missionária.
Uma geração que ensinava a Sã Doutrina, a reverência e a santidade diante de Deus.
Homens e mulheres que pregavam um evangelho sem filuras, sem extravagância e sem verborreia de termos teológicos e filosóficos difíceis.
São homens e mulheres crentes que estão morrendo, que viviam o evangelho sem pensar em enriquecer com ele.
Homens e mulheres que levantavam cedo para oração da madrugada, do jejum, da consagração e de muito compromisso com Deus.
Esses homens e mulheres que passaram por muita dificuldade, que lutaram e choraram de madrugada estão morrendo.
Muitos desses homens e mulheres não construíram nada para eles, não negociaram o evangelho, muitos estão velhos e doentes de uma vida dedicada à obra do Senhor. Mas estes homens e mulheres estão deixando um memorial de fidelidade ao Senhor, vão se encontrar com Deus de cabeça erguida, sabendo que foram mordomos fiéis.
Essa geração que nos deu exemplo de viver em fidelidade com Deus está sendo recolhida; Ela está morrendo, a geração que preparou a estrutura que estamos usando hoje.
Depois leia 1ª Samuel 12.1-5 e 2ª Timóteo 4.6-21.
Ótima semana e pense nisso!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

⁠Significado da Expressão EU SOU
Disse Deus a Moisés: Eu Sou o Que Sou. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: Eu Sou me enviou a vós outros. Êxodo 3.14.
Qual significado dessa expressão? O que Deus estava revelando para Moisés quando disse isso?
Muitos dizem que a expressão “Eu Sou” significa Auto-Existente, Auto-Suficiente, Incausado, Aquele que vai sendo aquilo que Seu povo precisa que Ele seja à medida que Seu povo caminha na Sua presença. Tudo isso é verdade, mais ainda não é suficiente para explicar e definir o que significa a expressão “Eu Sou”.
Algumas bíblias trazem a tradução do tetragrama YHWH, para se referir ao “Eu Sou” como o nome de Deus, mas na tradição rabínica o nome de Deus é impronunciável; então o nome de Deus não é YHWH; pois nominar é delimitar, é colocar limites, é categorizar, caracterizar. Deus não pode ser denominado, delimitado ou caracterizado (Ap 4.1-3), e por isso o nome de Deus é impronunciável, porque Deus é inominável.
Quando Deus diz a Moisés “Eu Sou”, diz a tradição rabínica, que o som mais parecido com o qual Deus responde o Seu Nome a Moisés é o som da respiração, quando inspiramos e expiramos; era Deus respondendo a Moisés inspirando e expirando nele.
Então o que Deus queria dizer com isso a Moisés? “Moisés, Você deseja saber Quem Eu Sou”? “Eu Sou isso ai que te sustenta; Eu Sou o folego que sustenta a vida; Eu Sou isso que permeia e sustenta a vida em todo o universo ou qualquer outra camada da existência que possa existir; Eu Sou o folego da vida onde ela possa existir”.
Foi isso que Deus estava revelando para Moisés e para nós que estamos aqui hoje.
Pense na sua vida, pense no cuidado de Deus com você, ótima semana!
No Amor do Abba Pater, Marcelo Rissma.

Marcelo Rissma

Maria deu a luz Aquele que É A Vida (João 14.6). Maria ensinou a caminhar Aquele que É O Caminho (João 14.6). Maria ensinou a falar Aquele que tem as Palavras de Vida Eterna (João 6.68). Nenhum filho ou filha será um fracasso tendo uma mãe como Maria. Feliz dia das mães! ⁠

Marcelo Rissma