Coleção pessoal de LiAzevedo

1 - 20 do total de 868 pensamentos na coleção de LiAzevedo

O preço

Quanto custa não se conformar com o tamanho do mundo que lhe foi apresentado?
Quanto custa ter sua profissão, pagar as suas contas, ter o seu carro, cuidar do próprio corpo, bancar suas viagens, buscar conhecimento e crescimento tanto emocional, quanto espiritual e patrimonial?
Quanto custa não se curvar às convenções casamento, filhos, religião e outros?
Quanto custa, nesse cenário todo, ser mulher, solteira, independente, inteligente, boa companhia, sem falsa modéstia, bonita e resolvida sexualmente?
Custa muita coisa.
Custa ter e dar prazer a um cara que, ainda bem, não te considera suficientemente pequena para se adequar ao tamanho do mundo dele.
Custam olhares masculinos desejosos, mais a maioria deles, medrosos.
Custam olhares femininos, uns ressentidos, mas outros cúmplices, orgulhosos por alguém viver a vida que elas queriam, mas não tiveram coragem para tanto.
Custam noites solitárias, netflix, corpo nu ao sofá (não que isso seja ruim), datas comemorativas não festejadas, vontade de dividir pequenas ou grandes vitórias ou fracassos com um(a) alguém, e muitas vezes desespero por ter que voltar à cama daquele cara idiota já mencionado.
Mas de manhã, seja ao sair da cama desse babaca ou a amanhecer sozinha, uma mulher assim sempre se convence de que por mais altos que sejam os custos, mais caro ainda seria não arcar com eles.
E segue, às vezes até se questionando o motivo pelo qual não aceita migalhas definitivas ou alguém que a faça sentir necessidade de fazer dietas por causa da sua fome de viver. A resposta, depois de algum tempo de questionamentos já não traz mais tormento ou vergonha: é que realmente é feliz por ser e como é.
Isso não significa que tem uma vida repleta somente de coisas boas ou que a porta esteja fechada para alguém, mas se para você entrar for necessário que essa mulher trave lutas homéricas para que você permaneça na vida dela, continue batendo à porta, do lado de fora e em vão.
- Então, quer ou não entrar e tomar uma xícara de chá?

Li Azevedo

Bem que o coração poderia dar um desconto no preço que a gente paga ao obedecê-lo!

Li Azevedo

Não procure respostas em minhas palavras.
Procure-as em seus atos!

Li Azevedo

De nada valerá ter alcançado o topo da montanha se você não sentir orgulho de como a subiu!

Li Azevedo

Ainda bem que o que a gente perde com as nossas viagens nunca foi realmente nosso. Iria embora com ou sem a nossa partida. E a gente parte primeiro, mas também fica inteiro mais rápido.

Li Azevedo

Vote em um e leve mais três presidentes.
A promoção mais cara do Brasil

Li Azevedo

O único lugar no qual eu realmente me sinto imigrante é no Brasil.

Li Azevedo

Quando se sentir seguro (a) o suficiente para ser quem você realmente é, para falar sobre suas fragilidades e seus medos sem a necessidade de camuflá-los, agarre-se à fortaleza dessa relação.

Li Azevedo

Sabe do que realmente eu sinto saudade?
Do gosto do meu beijo em você.
Só.

Li Azevedo

homens, parem de agredir as mulheres quando e porque não conseguem acompanhar a independência e evolução feminina. Essa é uma luta que não se ganha mais na porrada!

Procurem ajuda psicológica,
Ou outros homens para se relacionarem.

Feliz dia das Mulheres!

P.S.: o "h" minúsculo no início foi de propósito.

Li Azevedo

Mulher e Sexo:
- Dos 15 aos 20 anos: só apaixonada.
- Dos 20 aos 30 anos: não precisa paixão, mas tem que ligar no dia seguinte.
- Depois dos 30: não quer paixão, dá o número de telefone errado, mas tem que admirar o parceiro (a).
O jogo e seus níveis.

Li Azevedo

Porque o amor é a melhor moldura para se proteger o que realmente nos é importante!

Li Azevedo

Amor não resiste aos laços de sangue se não for cercado também dos "nós" de cuidados.
E é sempre aconselhável tomá-los antes de serem definitivamente desatados.

Li Azevedo

Não é insegurança o que sente um(a) amigo(a) quando se recusa a competir contigo, seja em qualquer área da vida. É amizade, pelo menos até aceitar que a recíproca não é verdadeira.

Li Azevedo

Muito tarde para se falar, outra vez, de amor. Cedo demais para se falar, ainda, em amor.

Li Azevedo

Sobre a crise e violência no Espírito Santo:

A polícia não é nem de longe Jesus Cristo, mas é extremamente doloroso ver a população sempre tão perto, do lado e ao lado, optando, desde milhares de anos atrás, pelo ladrão.

O que a população pode fazer?
Tudo, inclusive defender quem é capaz de garantir segurança (e acho que agora está muito claro quem é), e exigir do governo que esses profissionais sejam realmente valorizados.

Só que é muito mais cômodo se contentar com as migalhas de pão que caem da mesa dos Senhores Políticos a interrompê-los enquanto eles comem caviar roubado, não é mesmo? (e é roubado mesmo, não furtado. É roubado às custas de muita violência, exatamente esta que nós, reles mortais, sentimos na pele todos os dias e noites).

Li Azevedo

A inocência não consegue assinar no Brasil, leis, decretos, acordos ou mesmo termos de interrogatório, sem manchá-los.
De sangue.

Li Azevedo

Parem de me mandar casar.
Se casamento fosse bom Adão e Eva teriam vindo com alianças, nem que fossem de folha de coqueiro ou com a serpente enrolada no dedo.
Então, eu já disse parem de me mandar casar?
Pois é.

Li Azevedo

Eu não gosto de vestir nada que me traga menos respeito quando e se tirada do meu corpo.

Li Azevedo

Livrai-nos, todos, urgentemente, da Vale da morte.



#mariana
#brumadinho
#valedamorte

Li Azevedo