Cartas de Ingratidão

Cerca de 209 cartas de Ingratidão

Dar para os filhos o melhor.
Ser e melhor que ter, avareza ou ganancia, ingratidão leva para o chão consequentemente mais um egoísta na multidão. Sucesso Financeiro? Não vale o sacrifício da família.
Quando um filho (a) queima todas as oportunidades recebidas.
Com certeza vai estar com 18 ou mais.
Caso este ser amado esteja apaixonado (a), pelo histórico de investimento financeiro e afetivo dos pais agrava ainda mais a situação.
Diferente de amor, paixão vai mantê-lo ainda mais no Chão.
Troque presentes por presença, pergunte sem afirmar.
Filhos são presentes, e não brinquedos.
Brinque com seu filho nunca com sua educação.

Petrônio Evangelista Siqueira

Às vezes meu sorriso chora, por ver tamanha ingratidão, falta de amor e de parceira. O amor começa dentro da gente, e aí que brota a fé, a felicidade, a alegria de viver. Não dá para ser feliz fazendo a infelicidade do outro...não dá para ficar engalfinhando outras pessoas por suas escolhas!!! Sinceramente, está na hora de assumir as responsabilidades, de fazer as escolhas e seguir nelas sem precisar maltratar e disseminar o ódio. Já está mais que na hora de olharmos para dentro de nossos corações e remover a a fuligem interna!!!! Olhar para dentro e começar a sorrir, a ser amor, construir amor próprio, confiar que tudo pode ser melhor no amor, que tudo pode ser fluido! Deixem de perseguir, voltem a viver, a amar, a sorrir, escolham a paz, escolham amar, escolham a luz! Não escolha nunca a ingratidão.
Giovana Barbosa

Giovana Barbosa
Inserida por giovanabarbosac

☀☺⛅☀☺

Que as dores , dificuldades , decepções , tristezas , ingratidão e solidão .... se transformem em sorrisos de alegrias.
E continue em festa, recheados de beijinhos de Bom dia .💋😘
E de tarde só para relaxar , ....vamos cantar e dançar .💃
E a noitinha em uma linda oração ,..... vamos levar a Deus nossa gratidão pelo nosso excelente dia .🙏👐🙌

Berenice Gomes
Inserida por berenice_gomes

INGRATIDÃO:👉🏼 qualidade de quem não reconhece o bem que lhe foi oferecido.
Portanto se não quiseres ser um INGRATO, APRENDA A AGRADECER!!!
Agradeça a Deus, mas agradeça as pessoas também, diga muito obrigado quantas vezes necessário for, agradeça o favor que lhe foi prestado, seja grato porque como diz o ditado: DOR DE BARRIGA NÃO DA SÓ UMA VEZ!!!
A palavra de Deus nos relata em (Lucas 17:11-19) a história da cura dos dez leprosos
O que nos impressiona nesse relado foi a atitude dos mesmos após receberem o beneficio de Deus... Podemos ver atitude de GRATIDĀO e de INDIFERENÇA.
"DEZ" foram curados, mais apenas "UM" voltou para glorificar, para bendizer, para AGRADECER ao Mestre.
Que este relato biblíco nos sirva de advertência todos os dias.
Esta palavra de Deus pra minha vida e pra tua vida hoje, não veio em vão...
Sabe aquela bençao que você tanto tem pedido, clamado à Deus?
Ele vai colocar em suas mãos!
Mas quando receberes não se esqueça de continuar o servindo, de agradece-lo, de louva-lo e coloca-lo sempre em primeiro lugar em sua vida, em sua casa, em seus negócios...
Não se esqueça que Deus deve ser na sua vida PRIORIDADE e jamais uma OPÇÃO.
A INGRATIDÃO é uma lepra terrível, nāo deixe se contaminar
#SejaGrato
#GraçaePaz
#BoaTarde

Ana Nogueira
Inserida por ana_nogueira
1 compartilhamento

Ingratidão

O erro é um modo dos seres humanos aprenderem.
Más as pessoas não entendem a definição de "errar" "fazer algo que resulta em culpa" . Pois se resulta em culpa, não necessita de julgamento.
Mas elas julgam e julgam!
E só lembram dos erros, ninguém para pra pensar que esse errinho bobo, equivale a 1% dos seus acertos.
Não lembram o que fez de bom, de quantas vezes os ajudou, de quanto dinheiro os emprestou, das noites em claro conversando, de todas as caronas, dos dias em que teve que sair do seu rolê para socorre-los.
Na cabeça ingrata das pessoas, o quanto você se sacrifica para ajudar, não faz parte de quem você é...

Marlon Feltrin
Inserida por MarlonFeltrin

Meu Papel

Vivemos em um mundo de ingratidão
Aqui só resta a indignação
Onde vamos parar com esta solidão
De uma vida sem chão

Neste mundo devemos nos apaixonar
Para ver se alegria podemos encontrar
Os pássaros voam, as árvores crescem
Com a decepção o coração endurece

Confiança só existe no papel
Pois as pessoas geram um réu

Prisioneiros dos segredos de um homem cruel.

Dih Caralampi
Inserida por dihcaralampi

INGRATIDÃO NÃO

Só quem sabe a dor de um machucado é quem um dia se machucou, as vezes nunca passamos fome por isso reclamamos do que temos pra comer, nunca passamos frio e reclamamos do nosso colchão, ainda temos nossas mães por isso não damos valor.
Muitas das nossas infelicidades são frutos de nossas ilusões egocêntricas e de nossos pensamentos individualizados.
As vezes os quem mais sofrem é que são os mais fortes e os outros só possuem dengos e cheteios próprios de suas personalidades, pois nunca experimentaram do que é sofrimento e situações de choro.

gabriel brandão
Inserida por GABRIELBRANDAO

PENSAMENTOS

Na miséria humana habita a ingratidão do ser humano.

Não existes pessoas perfeitas, o que existes são pessoas que não reconhece suas incapacidade de chegar a perfeição.
.
É na liberdade que encontraremos o atalho mais facil para o caminho da felicidade.

A maior ignorância de ser humano é pensar que um dia poderá chegar a perfeição.

Se a vida é uma batalha muito cansativa a morte é o descanso eterno.

Não desistas dos seus sonhos para depois querer justificar a injustiça divina.

Você encontrará o caminho da felicidade escondido nos nossos melhores sentimentos.

A vingança é fruto dos nossos piores sentimentos.

O ódio é a recompensa da ira dos derrotados.

Não se justifica querer roubar ou matar para enriquecer ou para justificar uma vingança, pois o maior ladrão da honestidade é da deformidade do caráter são justamente estes atos.

O maior sofrimento de um derrotado é a sua incapacidade de reconhecer as suas fraquezas.

Não procure amar o próximo para exaltar a sua benevolência, mas sim para demonstrar a sua gratidão de poder ter a possibilidade de fazer isso.

Os maiores injustiçados da eterna baralha pela sobrevivência encontrão o seu sustento e a sua recompensa nas suas feridas e nos seus sofrimentos pois pelo que se sabe até o filho de Deus passou por este verdadeiro calvário.

Não glorifique suas vitórias, mas exalte suas derrotas, já que sem elas, suas derrotas, não teria vitória alguma.

A maior frustração da humanidade foi a sua completa incapacidade de tentar explicar a infinidade do universo.

A ganância do ser humano poderá provocar a sua própria extinção.

Não precisa provar a sua sabedoria através da sua inteligência e sim da sua benevolência.

Maxwouters
Inserida por Maximilianowouters

O esquecimento é um grande aliado da ingratidão.
O antecessor nunca tem valor pouco importa as melhorias que deixou.
Tudo o que se entende como bom será atribuído a um bem aventurado que chegou.
Mas um dia a memória volta numa dessas voltas que o mundo dá ressuscitando quem por ali um dia passou com uma linda lembrança, dessas que não tem como não sorrir ou chorar.
Então na mesma hora um rastro de imagem e odor punirão a parte que não agiu e ficou.

Leonardo R. Pessoa
Inserida por Epifaniasurbanas

Às vezes somos tão ingratos que esquecemos de agradecer tudo que de certa forma nos rodeia. Por isso não perco nunca a oportunidade de agradecer, de abraçar, de falar o quanto amo. Por isso vida, lhe agradeço tudo o que tem me concedido - o bom e o menos bom, tudo que me fez crescer como ser humano. E não agradeço em forma de despedida, não é um até breve, nem um adeus, mas um agradecimento a ela (vida) por estar vivo e amar viver.

Peter Pires
Inserida por peterPires

Ter amigos ingratos é comum aos que costumam ouvir e tentar sempre ajudar; Há sempre aqueles que só ficam enquanto nada melhor os chama; Há também os que só ficam se pensam que estão em meio a fama e dinheiro, mas que ao menor sinal de pouca fama ou menos glórias logo fogem em disparada para logo em seguida atirar pedras naquele que outrora era seu amigo.

Marcia Gitirana
Inserida por marciagitirana

Jamais devemos nos arrepender do bem que já fizemos ao próximo, por mais que estes sejam ingratos. Temos de desejar sempre saúde e sabedoria, para que em algum momento da vida os mesmos possam despertar, e descobrir que a reparação do erro, e um pedido sincero de desculpas, são gestos de nobreza

Danilo Martins
Inserida por danilomartins23

Não tenho mais vontade nem força, para agradar os ingratos, para servir os folgados e sustentar os inúteis. Não tenho mais interesse em ter por perto pessoas que só querem levar..e nunca trazer. Não aceito meio amor, meio amizade e meio perdão...Daqui por diante só os sinceros, os do bem..os desinteressados..os de bom coração, os que trazem paz ao meu coração..Bem assim!

Ju Negrão
Inserida por junegrao

Ore por todos; inclusive pelos que foram ingratos com você... Não deixe de interceder por aqueles que desejam o seu mal... "Não carregue o que eles carregam"! Nao deixe de ser verdadeiro e humilde, por quem não é!!! Humildade e verdade é para gente grande, de alma e de coração bom...

Agnaldo Mesquita
Inserida por AgnaldoMesquita

A cobiça, por exemplo, é o resultado de ser ingrato pelo que você tem e escolher encobrir ou se apaixonar por algo que é proibido. Quando o coração é ambicioso, ele se irrita e se frustra facilmente (Tiago 4:1-3). A amargura cria raiz quando respondemos de maneira crítica e nos recusamos a tratar nossa raiva. A raiva não resolvida de uma pessoa amargurada vem à tona quando é provocada (Efésios 4:31). A ambição por mais dinheiro e posse nos frustrará com desejos inalcançáveis (1 Timóteo 6:9-10). Essas fortes paixões, unidas com a insatisfação, nos levam a ofender qualquer um que esteja em nosso caminho. O orgulho nos leva a agir de forma áspera para protegermos nosso ego e reputação.

Desafio de Amar - Livro
Inserida por jessicacrissoares

Não deixe de ser gentil com as pessoas que te rodeiam, por causa de um amigo ingrato que um dia cruzou por seu caminho - a lei do retorno é infalível. A semente que foi desprezada e jogada para o alto ontem, pode dar seus frutos hoje no lugar que a gente menos imagina. Se você ajudou o "João", hoje quem te socorre pode ser o "José".

Mara Chan.
Inserida por marachan

Não seja ingrato com as pessoas que o destino coloca em teu caminho... Se hoje elas já não é de tanta serventia para ti, como era antes e hoje você ah despreza, ah deixa de lado por pensares que já faz parte de seu passado e não mas do seu presente... Lembre-se que tudo é reciclável e se hoje você despreza, amanhã ela poderá te estender a mão, pelo simples fato de ninguém mais te acolher... Seja fiel a quem é fiel a ti e não menospreze, porque tudo que é novo é incerto, é passageiro. e nem sempre é verdadeiro...

Rosa Silva
Inserida por rosasilva9

O Estado do Rio, no geral, é um Estado sem memória. Chega, às vezes, a ser ingrato com os que aqui viveram e ajudaram a progredir e projetar seu valor cultural. Não fosse o trabalho de um pequeno grupo de escritores com acesso aos jornais locais e alguns destes repórteres, muito dos homens notáveis que aqui viveram já estariam esquecidos. E quando me refiro aos notáveis, não quero falar dos que foram importantes para fortuna que souberam amealhar, graças aos bons negócios realizados, ou aos bem-sucedidos na política, que são os dois caminhos mais curtos para projeção social e a glória atreladas às homenagens póstumas consequentes. Não. Embora reconheça que muito dos nossos homens bem sucedidos em atividades lucrativas fossem merecedores de homenagens pelos atributos pessoais que possuíram e apesar de não fazer qualquer restrição aos políticos que se destacaram por seus méritos pessoais, não são eles, repito, o alvo dessa observação. Com o que não me conformo é com o esquecimento habitual dos prefeitos, deputados, e especialmente dos vereadores, com relação aos que se destacaram pela cultura, pela inteligência e, sobretudo, pelo amor que demonstraram ao Rio, seja transitando pela Serra, pela região dos Lagos, por Niterói ou na própria capital. Não quero citar muitos exemplos pois faltaria espaço para tanto. Porém, gostaria de chamar atenção para alguns nomes que encontrei nos escritos do meu avô, bilhetes recebidos de amigos de escrita e trabalho, fiquei bem curioso e descobri nomes hoje que praticamente não existem, se contrapondo com o que eles representaram, cada um à sua época para o nosso estado. Vou citar apenas as coisas que encontrei e que me deixaram mais acesos, pois não quero incorrer em falta quando tento apontar os amnésicos homens de bem. Encontrei nessa caixinha obras e bilhetes trocados com Lacerda Nogueira, quase esquecido Lacerda. Lembro quando era pequeno que meu avô sempre falava do amigo Lacerda. Agora, lendo os papéis que encontrei no seu antigo quarto, esse Lacerda merecia uma alantada biografia pelo muito que fez pelas letras fluminenses, com seus primorosos livros, artigos e conferências, sempre tendo em mira divulgar as preciosidades histórias do estado, principalmente no Rio e em Niterói. Num dos bilhetes, meu avô o chamava de paciente e meticuloso, quando escreveu (também achei esse livro aqui - e fico triste que quase nada está na internet) "A escola normal mais antiga do Brasil". Na época, recebeu da crítica os melhores elogios. Nesta obra, além de interessante e notável descoberta, demonstrou, também, seu cuidado em apontar os homens ilustres que preparavam os excelentes professores para cursos mais doutrinários. Outro livro dele que achei nas coisas do vô e que tem um nome gigante foi "A Força Militar do Estado e as origens da corporação. Serviços somente para paz e heroísmo para sociedade". Sobre este livro, achei uma troca de cartas entre meu avô e Levi Carneiro, que dizia ao meu avô: "Li, com real prazer o pequeno em benfeito histórico da força militar no Rio. O trabalho do nosso colega é um novo documento pela paz, um novo documento da sua operosidade profunda e do seu devotamento esclarecido às coisas do nosso Estado". Descobri nesta caixa Oliveira Viana, outro fluminense ilustre na sua época, que eu nunca havia escutado na faculdade. Grande sociólogo, assim manifestou ao meu avô com relação ao mesmo livro que meu avô indicava: "Li-o com o prazer, o proveito e a simpatia intelectual que me suscitam sempre os labores da sua inteligência e cultura.. Eu já estou de há muito reconhecer e admirar a força do seu talento; não me surpreendem mais as amizades que faz indicando os livros dos seus novos amigos da academia; não surpreendem mais as demonstrações frequentes da capacidade de trabalho de vocês e, especificamente, do seu senso de investigador. Este ensaio é tão excelente pela sua probidade histórica e pela invocação artística, que não me dispenso de dizer nesta minha impressão cheia de admiração e aplausos". E, mais adiante: "Não basta estudar a história do seu grupo, meu amigo, vocês mostram que faz-se preciso estudar as instituições; só assim será possível grande serviço às letras do nosso grupo fluminense e também às letras históricas do nosso belo País." Mas Lacerda não ficou só nesses valiosos livros, publicou mais: Bibliografia Pitorescas; Elogios de Saldanha da Gama; História Literária dos Fluminenses; A Província Fluminense; Os Fluminenses na História do Brasil. Infelizmente, pelo que sei do material do meu avô, só divulgados em comunhão às mesas dos concursos de trovas e poesias que promoviam no Clube da Literatura e na Academia Brasileira de Letras. Encontrei poucos destes resumidos em arquivos do jornal O Globo. A origem da própria da Academia Brasileira de Letras, da qual foi secretário, foi por ele divulgada em artigos que achei pela internet num Volume 10 da Revista AFL. E como pude notar, sempre apregoando, de forma brilhante, Niterói, Friburgo, o Rio, e por aí vai. Encontrei bilhetes que trocou com meu avô e Armando Gonçalves, outro grande talento, e demonstrou sua capacidade de historiador quando contestou Nilo Bruzi na questão do local do nascimento de Casimiro de Abreu, quando escreveu artigos sobre o tema em parceria com meu velho. A par disso tudo não posso deixar de incluir neste pequeno perfil do Lacerda Nogueira a sua excelente qualidade de narrador quando proporcionava, aos amigos (a melhor parte que encontrei) bilhetes escritos em mesas de bar que mandava o garçom entregar para os próprios amigos boêmios que com ele estavam sentados à mesa, na Lapa. Eram interessantes ocorrências da vida, entremeando, aqui e ali, amostras do seu talento e iniciando debates, prelecionando em todas as oportunidades. Paro por aqui. Deixo para quem tiver o engenho e a arte que me falta, a tarefa de explorar outras facetas da sua cativante personalidade. Me avisem sem algum de vocês descobrir algo! Prefiro, agora, apontar a falta de memória das cidades e dos seus vereadores do Rio, de Niterói, de Friburgo, deste Estado. Esse homem ilustre, esse escritor notável que perpetuou, principalmente em três trabalhos as histórias da Academia Brasileira de Letras, da Escola Normal mais Antiga do Brasil, e da nossa gloriosa força pública indiscutivelmente - três motivos de orgulho para qualquer escritor dessas cidades - não mereceu até hoje sequer uma sala com seu nome em qualquer destas cidades. É possível até que da biblioteca da própria Academia Brasileira de Letras conste seus livros e sua história. Mas, de resto, ingratidão, amnésia e ignorância; qualifique a gosto quem quiser; apenas lamento. Nome em ruas seria pedir muito. Nós, friburguenses, niteroienses, cariocas, já nos habituamos a denominar ruas com nome de pais desconhecidos de pessoas influentes; de filhos desconhecidos de pais importantes, de negociantes estrangeiros sem qualquer expressão e que só fizeram enriquecer nestas cidades, mas que em nada contribuíram para a coletividade, enfim, homenagens encomendadas por gente orgulhosa e bajulável. Isso tudo me fez lembrar a Bíblia, em Gênesis, 11,4 (outra obra prima da literatura), que diz: "Celebremus nomen nostrum", ou seja, "Façamos célebre nosso nome." Só que lá a narração termina com um castigo; aqui a história se repete infinitamente.

Alessandro Lo-Bianco
Inserida por AlessandroLoBianco
1 compartilhamento

Não odeies, não sejas ingrato, não dês tanta importância ao mal que te façam, lembra-te que todos estamos aqui para aprender e alguns já estão no final do curso, outros ainda são ignorantes, terão que vivenciar e sofrer muito para chegar ao teu nível , eles precisam dos mais evoluídos para lhes ensinar o bem. Por isso preocupa-te em seres melhor diariamente e ensinar com bons exemplos como humildade e o perdão.

Marília Masgalos
Inserida por Masgalos

Cansei desse mundo ingrato,Estou grato por estar vivo,Morte só fala vai,Vida não satisfaz me insatisfaz,Satiriza minha preguiça,Esqueço da vida quando estou sem ela,Quando estou com ela a vida me lembra de quem sou,Mesmo a vida não olhando o que eu sou,Apenas que eu seria,Quem me viria e como me vestiria,Minhas finanças enganariam até o ibama,Isso é criação da vida mas a realidade dela é mal vivida.

Mauríciopj