Coleção pessoal de sandro_paschoal_nogueira

1 - 20 do total de 263 pensamentos na coleção de sandro_paschoal_nogueira

⁠#PASSOS

Passo a passo sigo sem parar...
Coração leve...
Sempre a sonhar...

Vez ou outra...
Aparecem pedras e espinhos...
Servem para me ensinar...
Caminho assim....
Sozinho...

Das flores sempre vou lembrar...
Em meu coração as levarei...
São muitas...
As que encontrei...

Vivo alheio de todos e de quase tudo...
Um mistério...meu mundo...
E o vento segue à minha frente...
Me anunciando...

Existe um vai e vem incessante...
Que poucos conseguem perceber...
Passam uns tão rápidos...
Outros lentos...
Que não aprenderem a viver...

Lá longe no horizonte...
Ocupo meu lugar...
Não sei a hora nem onde vou chegar
Mas sei que não posso jamais deixar de sonhar...

E assim sigo...
Caminhando por aí...
Desde a alvorada ao entardecer...

Tão longe uma estrela piscando...
Já me chamando...
Ao anoitecer...

Agradeço então a Deus...
Minha história para nunca esquecer...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira
Tags: pedras espinhos

⁠#ALVORECER

Hoje acordei com saudades de mim...
Estranho não é?
Sentir-se assim...

Do céu desceu um anjo...
Convidando-me para dançar...
Eu não me sentia...
Nem falava tão pouco...

As folhas de minhas jabuticabeiras...
Soltam-se também bailando...
Perfume de flor de laranjeiras...
Pássaros voando...

Enquanto o sol se erguia...
Entreguei-me a bailar...
Tão longe eu ouvia...
A vida despertar...

Com sede e evidente desejo...
Respirei profundo a cor e a luz...
Do anjo um beijo roubado...
Surpresa de amor...
Que me conduz...

O que levamos dessa vida...
É a sensação que renova a gente...
Cumplicidade que me dá asas...
Oscilando entre mostrar
e esconder...

Tranças de tempo e realidade...
Risos de felicidade...
Pura sensualidade...
Assim viver...

Quantos "nunca mais" ancoraram em nosso cais...
Agora, uma nova hora...
Um novo horizonte...

Na esperança de mais sonhar...
De mais querer...
Nesse alvorecer...
Sorrio...
Beijo o vento...
Vou vivendo...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#AVÔ

Aprendi que para ser feliz...
A gente precisa sair do lugar...
Às vezes, eu me pego recordando de tudo que vivi...

Todas as boas lembranças voltam e me fazem sonhar...
Sentir...

Me pego então...
Com certa razão...
Quando estive ali...
Junto a ti...

Fui tamanha pureza...
Encanto inocente...
Um menino aprendendo...
A crescer e ser gente...

Lembro de seus cabelos brancos...
Ralhos e carinhos...
De tudo que tive...
Enquanto menino...

Meus olhos brilhavam...
Tanto quando lhe via...
Minha alma inocente então...
Feliz... sorria...

O passado guarda o melhor da minha vida...
Ah...esses tempos agora...
Tão confusos...
Em que não quero me perder...

Ser avô é muito engraçado...
Ser avô é fantástico...
Como é bom...
Ter você ao meu lado...

Me cerca de carinho...
Me faz quase todas vontades...
Me conta várias histórias...
Que às vezes nem fazem muito sentido...

Para sempre irei lembrar...
Sempre...
Sempre...
Esses momentos....

De que estar ao seu lado...
Sempre foi um contentamento...

Alguém a quem eu lembro noite e dia...
A quem sempre vou recordar...
Alguém a quem eu amei...
E sempre vou amar...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#MOMENTOS

Para dizer tudo o que tem que ser dito...
Tudo vem ao seu tempo...
Basta observar os sinais...
Para colocar tudo nos lugares certos...

Nada acontece por acaso...
O acaso não é nada...
Em tempo na travessia...
Sempre em frente...
Com alegria...

Minhas certezas, meus conceitos...
Minhas virtudes, meus defeitos...
O que passou...
Já foi feito...
No que virá...
Me aprumo...
Me ajeito...

Existe o momento de sonhar...
Seu amor, que um dia encontrei...
Confesso...
Não sei em que esquina perdi...
Ou só deixei...

Dizem que o tempo ameniza...
Isto é faltar com a verdade...
Não me parecem novas, nem estranhas...
Minhas mudanças...
Mas são minhas...
Vivas e com ferocidade...

Cansado de correr...
Na direção contrária...
Hoje me entrego...
Ao sabor do vento...

Não...
Não sou louco...
Apenas desejando...
Ser mais feliz...
Nesse momento...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#ENTREGA

Perfume da vida...
Que chega sem avisar...
Tão rápido assim...
Transcendendo no tempo...
Logo se aprende a amar...

Dá-se adeus a solidão...
E desejos loucos ocupam nossos momentos...
De improviso...
Toma nosso coração...

Sonhos ganham beleza...
Alimenta a esperança...
A gente volta a ser criança...
Felicidade brota no peito...
E às vezes meio sem jeito...
Ficamos sem ar...

Não apenas um dia...
Mas todos os dias...
Tudo tem mais luz...
Tudo tem mais alegria...

Como água que brota das fontes...
Magia que se pronuncia...
Novos horizontes...
Nossa alma fica mais bonita...

A intenção é estreitar...
Os laços que vem pelo caminho...
Tudo na vida tem que saber a hora...
Na entrega ou na recusa...
De um carinho...

De onde eu venho...
Procuro a solução para sempre continuar...
Em tantas vezes que amei...
Nem em todas me entreguei...
Mas afirmo com certeza...

Sou feliz...
E sempre serei...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#ESCREVO #PARA #TI

Na vida me fiz poeta...
Nos sonhos, poesia...
Falo de tristezas...
Falo de alegrias...

Poesia tem vida...
Vida tem amor...
Tem sucesso...
Tem fracasso...
Também tem dor...

Uma transformação sem fim...
Ir do alfa ao ômega...
Ver na tristeza...
Beleza...
Ver na alegria...
Maresia...

Sangrar a dor em flores e formosura...
Celebrar a aliança entre o real e os sonhos...
Transformar as lágrimas em suspiros...
Vitrine dos sentimentos...

Felicidade já tem nome...
Só não posso revelar...
Talvez a sua não seja a minha...
Quem poderia revelar?

Mas não posso ser tudo quero...
Não posso fazer tudo que penso...
Quando fico triste me sinto poeta...
Então vivo intensamente esse momento...

Se eu só falar de alegrias...
Aonde a angústia irei pôr?

A vida precisa e tem sede de loucura e poesia...
Os dias não só são feitos...
De pássaros voando...
Sob nossos passos...
Tem algo rastejando...

Poesia é feita para sentir, e não para ler...
Mas isso...
Poucos conseguem compreender...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#UM #TOLO #QUALQUER

Rogo a Deus enconto a estrela brilha...
Para que eu não esqueça meu sonho...
De mais feliz eu ser...
A cada despontar de um novo dia...

Que os desafios sejam superados...
Meus caminhos sempre floridos...
Um coração puro...
Para tudo fazer sentido...

Sempre olhei a mim nos outros...
Sempre esperei o melhor...
Realidade, de mãos dadas estou...

O tempo, quando é que cessa?
Muito medo, tenho...
E em cada olhar me procuro...

Falta-me o ar, quase não respiro...
Como se por tanta saudade...
Do que me faz falta...
Uma alma...
Um abrigo...

Mas é que a verdade nunca me fez...
Às vezes até me assusta...
Na procura em que nada se encontra...
Cada um tem que inventar sua resposta...

Um sonho...
Uma graça...
Eterna ilusão...
Perco o sentido...
Me encontro...
Tolo coração...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#O #TREM

Soavam 5 horas da manhã...
No ar um cheiro forte de café fresco...
Um pão banhado na manteiga...
Badalo de um sino...
Um dia um trem passou por aqui...

Levava e trazia as pessoas...
O túnel dava seu ar de mistério e medo...
Em bons tempos de criança...
Caminhando sobre os trilhos...

Tanta busca da felicidade...
Tanta gente simples...
Outras tantas humildes...
Muitas cheias de vaidade...
Hoje tudo só é saudade...

Carregou gente pobre...
Carregou gente com dinheiro...
Carregou imperador...
Escravos e fazendeiros...

Levou e trouxe amores...
Para a guerra partiu...
Muitos foram e não voltaram...
Muitos ninguém mais viu...

Gente feliz de verdade...
Coração banhado em bondade...
Lenços acenados...
Belos olhos marejados...
De corações apaixonados...

A viagem, se longa, não sei...
Mudar o rumo, talvez...
Será sempre um passeio viver...
Conduzir e ser conduzido...
Dar à vida...
Um sentido...
De poder ter existido...

De tudo que viver, uma coisa é certa:
Não se canse da viagem, prossiga
Um trem hoje parado...
Já passou por aqui...
Nunca desista...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#TARDE

Como a solidão sinto esse frio que me invade...
Severa e sem piedade...
Mergulho nessa tristeza profunda...
Que tão só minha alma conhece...
Nessa rua...

Na escuridão que se achega...
Só uma estrela no céu já anuncia...
O término de um longo dia...
Início de uma noite fria...

À sombra do esquecimento...
Meu universo se aflige...
Pranto em belos olhos derramados...
Só...
Abandonado...

Espírito de fogo em cristal aprisionado...
Alma que parece chama fria...
O que será dos meus amanhãs ?
Vivi realmente algum dia?

Oh Deus...
Dai alívio ao mal que estou gemendo...
Tão longe arrevoada de pássaros...
Nem eles...nem ninguém...
Só tu vê meu sofrimento...

Quero sonhar e dormir...
Voar, poder sentir...
Viver de esperança...
Não temer o que está por vir...

E entre os suspiros do vento...
Que eu possa sempre olhar...
E ser o meu maior segredo...
Infinitamente amar...
Transformando esse triste tempo...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#Lembranças #de #dias #frios

Na noite que se anuncia...
Em hora que não é mais dia...
Frio intenso, garoa em lenta agonia...

O vento sopra...
Faz a árvore balançar...
Folhas velhas, já quase mortas...
Em meu caminho com poças d'água...
Para eu passar...

Pessoas correm abrindo guarda-chuvas...
O céu escuro vai ficando...
Na voz do pássaro...
Que frio!
Caminho...

Observo a calçada molhada...
Um brilho em toda paisagem...
Um passo atrás do outro...
Tudo isso é belo...
Em festa meu coração...
Espírito cheio de vontade...

Sentimentos sempre me aquecem...
Até a vil traição...
Depois de lágrimas quentes...
Sempre surge em mim o perdão...

Eu me preparo e espero a chuva que há de vir...
Já sinto o vento e o frio que a anuncia...
Sinto mais uma vez o sopro da vida...
No dia que já vai...

Meus passos seguem sozinhos...
Deixo a minha alma encontrar...
Com meu destino ninguém mais se importa...

Tudo vai e vem, tudo vem e vai...
Lembranças doces que escorrem...
Dias que não voltam mais...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠Se o amor for grande...
A espera não será eterna...
E a distância será vencida...
Os carinhos serão doces e suaves...
Os beijos profundos e cheios de valor...
E os abraços calorosos e confortantes...
Perguntas serão respondidas...
E as palavras poderão ou não ser ditas...
Talvez não seja um amor eterno...
Mas que seja um amor verdadeiro...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira
Tags: espera carinhos

⁠#PAI #ESTRELA

É bem triste...
Cheio de tantos ais...
Que me enchem a imaginação...
Ter um pai...
Que não está aqui mais não...

Com que sonho?...
Posso tentar dizer...
Sonhar com um pai...
Sem estar junto a você...

De possuir o que não mais possui...
No céu...
Uma estrela a brilhar...
Daqui da terra...
Só lembranças...
Saudades por ficar...

Você me ensinou a ser forte...
Sem ser durão...
Me carregou em seu colo...
Sempre me deu a mão...

Eu te amei muito...
Embora nunca tenha dito com palavras...
Continuarei amando para sempre...
De todo meu coração...

Existem pessoas bem pertinho de nós que amamos de montão...
Mas nunca falamos o quanto as amamos...
Por que tamanho engano?...

Seus conselhos guardo em minha memória...
A você pai que me deu a vida...
Me fez sentir que a vida faz sentido...
Foi mais que um pai...
Foi também o meu maior amigo...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#A #LESMA

E agora ??? 
O caixão não foi usado,
Povo tapeado...

Covas foram cavadas...
Pro palhaço...tanta marmelada...

Hospital que não existiu..
O dinheiro evaporou...
Ninguém sabe...
Só um ou outro que viu...

As mais de 1.000.000 pessoas não morreram...
Isso as mídias não disseram...

A quarentena serviu...
A cidade faliu...
Golpe armado...
Em quase todo Brasil...

E agora ???
O comerciante foi preso...
O bandido foi solto...
Tudo invertido...
E não foi pouco...

A cloroquina funciona...
O mundo reconheceu...
Mas tem louco que não toma...
E quer colocar ozônio...
No meu e também no seu...

E agora???
Testar, não adianta...
Assintomáticos não transmitem...
Mas a exigência de máscaras...
Persistem...

E agora ???
Abrir o comércio???
Mas alguns nem existem mais...
Ficou na lembrança...
Bem lá atrás...

E agora ???
Ficar em casa já não resolve...
Talvez o mundo acabe...
E você nem vê...
Fazer o quê?

Sair para quê ?
O trabalho sumiu...
O emprego caiu...
As festas acabaram...
Medo instalado...
E você só não fica calado...
Quando é para julgar...
Seu irmão ao seu lado...

E agora ??
E agora??
No balançar das horas...
Sua vida passando...
Você tão valente...
Nada vê...
Nem mais sente...
Só o cabresto que colocou na gente...
Mas aguenta ...
Ainda tem o ferro quente...



Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#AMARRAÇÃO

3 vezes eu te prendo...
Debaixo do meu pé...

3 vezes eu te amarro...
Com meu cafuné...

3 vezes eu te mantenho...
Como eu quiser...

3 vezes eu...
Serei sempre seu querer...

No dia eu te quero...
Na lua eu te rezo...
Seu nome chamo no vento...
Na cama eu te esquento...

Não vai comer...
Não vai mais beber...
Só vai ter prazer...
Quando for eu e você...

O mundo gira...
Pode girar...
Será alma penada...
Até comigo ficar...

3 vezes eu te prendo...
3 vezes eu te amarro...
3 vezes eu te mantenho...
Se qualquer embaraço...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira
Tags: amarração prendo

⁠#PEDAÇO #DE #LUZ

Enquanto o tempo durar...
Algo de você sempre fica em mim ficará...
Marca profunda, sem dor...
Lembranças, saudades...
Pedaços de luz...
Um pouco de amor...

A esperança como um fósforo ainda aceso...
Pálida luz na manhã...
Lentas nuvens fazem sono...
Como às vezes num dia azul e manso...

Deixe-me ouvir o que eu não ouço...
Deixe-me ser o que sonho...
Depois que todos foram...
Ainda cá eu lhe espero...

Do fundo do fim do mundo...
Doze signos do céu o sol percorre...
E eu como outrora fui outro..
O que eu não tinha...

Eu me resigno no alto da montanha...
Falhei...
Os astros seguem seu caminho...

Mais triste do que o que acontece...
Minha alma sabe-me antiga...
Na noite que me desconhece...
Não digas nada...
Lua amiga...

O ruído vazio da rua...
O meu coração se quebrou...
No som do relógio...
Saudade restou...

Sonhei, confuso, e o sono foi disperso...
O prometido nunca será dado...
Sigo eu aqui então...
Sozinho...
Desejando ter você...
Ao meu lado...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#O #SERESTEIRO

Caminha por ruas, vielas e calçadas...
Cantando à lua...
A sua amada...

O seu violão chora na madrugada...
Trazendo anjos para perto de nós...
Tocando os nossos corações no mais profundo...
Nem vemos o tempo passar...
Nem vemos o girar do mundo...

O seresteiro é um farol no chão vazio...
Desnudando o que temos de mais triste e sombrio...
No acalanto de sua melodia...
Iluminando a nossa alma em alegria...

No luar que banha as ruas...
Nas madrugadas calmas...
Um amor profundo pela vida, pelas pessoas...
Um toque de saudade...
Orvalho de felicidade...

Canta a poesia em noites de serestas...
Faz o nosso coração todo em festas...
Toca nossos sentimentos...
E madrugadas a dentro...

Ser seresteiro é poder ir ao céus...
É trazer a lua...
Andar nas estrelas pela rua...
Viver o sonhos e a poesia...
Acalmar os ventos e a ventania...

Para o seresteiro...
Janelas se abrem lentamente...
Fazenda a gente sonhar docemente...
Com um tempo que não volta mais...
Mas com esperança de um futuro pela frente...

Cante então seresteiro...
Cante então para mim...
Nessa noite prateada...
Mais feliz serei por fim...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira
Tags: seresteiro violão

⁠#UM #CONTO #DE #NÃO #FADAS

Era uma vez...
Um país perdido no tempo...
Abandonado por todos...
No esquecimento...

As leis eram manipuladas...
Favorecendo a quem pagava mais...
De cara e intenções mais deslavadas...

A Arquitetura morreu de tristeza...
Ao cair das alturas...
Se machucou, teve grangrena...

A Medicina , que só tinha um diploma na parede...
De enfeite...
Foi atender...
Não soube como fazer...

Fez um puxadinho em suas pernas...
Deixando-a manca...
Para sofrer...

A Educação optou por se fazer de cega, surda e muda...
Diante de tal fato...
Só não perdeu seu olfato...
Quando queimava a erva maldita dos ratos...

Justiça teve um AVC fulminante...
Quando os juízes miliantes...
Amasiada com a política embriagavam-se juntamente...
Vendendo sua alma na esquina...
A quem aparecesse na frente...
Com cobres , ouro ou prata...
Sorriam alegremente...
Com todos os dentes presentes...

A Saúde, coitada, ficou muito doente...
Abandonada ao povo carente...
Delirava constantemente...
Jogada no chão...
Em solidão...
Seus gemidos embora altos...
Não chegavam aos palácios dos magistrados...
Estavam muito ocupados...
Bebendo caros vinhos...
Comendo camarão...

O povo que sofria...
Em dolorosa intermitente agonia...
Em sua ignorância só rezava e dizia...

"Amanhã vai melhorar...
Somos o país do futuro que está a chegar".

Velas era acesas...
Mãos postas em oração...
Porém brigavam entre si...
Em estranha confusão...

A mão esquerda batia na direita...
A mão direita batia na esquerda...
Fazendo ritmo para dançar...
A Corrupção...

Era um país de extrema beleza...
De muitas cores e de grande alegria...
Mas tudo somente ia ficando cinza...
Dia após dia...

O preto brigava com branco...
O marrom brigava com o amarelo...
E assim crescia...
Esses estranhos flagelo...

O Tempo que a tudo via...
Partido nenhum tomava...
Sabiamente gargalhava... 
Emboscada preparava...

De passado outrora em glória...
Triste presente ausente...
O que adveio foi o terror...
Impossível narrar...
Tamanho torpor...

Debaixo da poeira da ignorância...
O Futuro se suicidou...

Tão triste história de um país...
Que antes de ser estrela fulgurante...
Doente...morreu...acabou...

PS: Qualquer mera coincidência que sirva de alerta para que o mesmo não aconteça conosco...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#COISAS

Tantas coisas lindas que eu gostaria de falar...
Esperanças são como as estrelas...
As melhores e as mais lindas coisas do mundo não se podem ver nem tocar...

Há ilusões perdidas mas tão lindas...
Há muito o que caminhar...
Há muito o que percorrer...

Você não perde o que nunca teve...
Nem mantém o que não é seu...
A vida é feita de chegadas e encontros...
Mas também de adeus...

Que mentiras lindas eu mesmo inventei e contei para mim...
Lembro das lindas palavras ao vento...
Que embalei...

Ah o amor...
Me tirou do chão e pôs em mim lindas asas...
Não me ensinou a voar...
Não me preparou para surpresas encontrar...

Deixou marcas eternas no meu coração...
Tudo que eleva minha alma vou guardando comigo...
Sentimentos em coleção...

Se você não quiser ver..
De nada adianta eu lhe mostrar...
Antever...

O que mais a alma necessita é ser tocada na simplicidade...
Às vezes, não moro em mim...
Fujo...
Minha necessidade...

Quem vem comigo?
É hora de tecer sonhos ...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira
Tags: simplicidade amor

⁠#PEDAÇOS #DE #UM #LOUCO

Não me corte em fatias...
Ninguém abraça um pedaço...
Me envolva todo em seus braços...
E com seus lábios sobre os meus...
Faça meu barulho ser calado...

Em que as coisas têm toda a realidade que podem ter...
Pergunto a mim próprio, devagar...
Perante as coisas que simplesmente existem...
Como é possível tanto lhe amar...

Nada me dá...
Nada me tiras...
Nada mais és...
Que eu me sinta...

Na vida contam mais a ilusão...
O desejo e a esperança...
Quando eu era criança...
Chorar parecia ser a resposta perfeita...
Hoje para mim já é tão pouco...
Há muito deixei de ser garoto...

Cada detalhe num toque de amor...
Serei sempre a sua procura...
Vagando tristemente...
Sofrendo sob a lua...

Alguém igual a você não vi jamais...
Faço parte da vida daqueles que
acreditam...
Na força do amor...
Que sintam...

Os loucos possuem uma visão perfeita do mundo...
Vejo doçura em seu sorriso...
Brilho intenso em seu olhar...
Sou muito louco...
Por tanto querer lhe amar...

Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira

⁠#NÃO #RESPONDO #MAIS

Não respondo corpo sem alma, morto...
Não respondo alma sem corpo, fantasma...
Não respondo por mim mesmo...
Quando no seu abraço, eu me perco...

Quiçá pudesse eu agora...
Junto a ti estar...
Vem depressa ao meu encontro...
Quero me perder...
Me encontrar...

E quando estiveres perto...
Então eu lhe olharei com seus olhos...
E você me olharás com os meus...

Na arte da vida, um encontro...
Me encontro nessa entrega de gosto...
É dentro do seu mundo que o meu faz sentido...
Em seu abraço encontro tudo que eu presciso...

Não consigo esquecer o seu sorriso...
Vou mandar para você um beijo com o vento...
Não vou responder a sua ausência...
Que sinto nesse momento...

Nesse encontro de desconhecidos...
Um começo de uma aventura...
Um romance proibido...

Há dias dourados...
De encontro com pessoas especiais...
De sorrisos largos...
Olhar brilhante...

Sonhar...
Criar asas.
Para que eu me achegue...
A quem pode me dar um aconchego...
Me tornando mais leve...

Ah vida...
Sempre me surpreendendo...
Não respondo mais agora por mim...
Nesse louco tempo...

#Sandro Paschoal Nogueira

Sandro Paschoal Nogueira