Paulo Francis

Encontrados 21 pensamentos de Paulo Francis

[A respeito da caduquice da Petrobras]:
Godzilla morre no fim. Mas faz um estrago dos diabos.

Dizem que escrever é um processo torturante para Sarney. Sem dúvida, mas quem grita de dor é a língua portuguesa.

Marx escrevendo sobre dinheiro é como padre falando sobre sexo.

Não há quem não cometa erros, e grandes homens cometem grandes erros.

Os baianos invadiram o Rio para cantar "Ó, que saudades eu tenho da Bahia...". Bem, se é por falta de adeus, PT saudações.

Ser comunista, hoje, exige um ato de fé sobre-humana.

Talvez o Brasil já tenha acabado e a gente não tenha se dado conta disso.

A ignorância é a maior multinacional do mundo.

Dizem que ofendo as pessoas. É um erro. Trato as pessoas como adultas. Critico-as. É tão incumum isso na nossa imprensa que as pessoas acham que é ofensa. Crítica não é raiva. É crítica. Às vezes é estúpida. O leitor que julgue. Acho que quem ofende os outros é o jornalismo em cima do muro, que não quer contestar coisa alguma. Meu tom às vezes é sarcástico. Pode ser desagradável. Mas é, insisto, uma forma de respeito, ou, até, se quiserem, a irritação do amante rejeitado.

Não levo ninguém a sério o bastante para odiá-lo.

Eu gostaria de ser o fantasma do Metropolitan Museum, escondido durante o dia e saindo à noite para olhar o que há.

Gosto que me leiam e saibam o que acho das coisas. É uma forma de existir. Trabalho é a melhor maneira de escapar da realidade.

Quem não lê, não pensa, e quem não pensa será para sempre um servo.

Quem não lê não pensa... ...E quem não pensa será para sempre um servo.

Qualquer pessoa inteligente é contraditória

A descoberta do clarinete por Mozart foi uma contribuição maior do que toda a África nos deu até hoje

''Só se odeia, quem se respeita''

''Eu acho esporte uma das coisas mais chatas que o ser humano já inventou. Se os brasileiros se interessassem UM DÉCIMO (1/10 ou 10%) por política como se interessam por futebol, nós teríamos um país bem diferente e melhor''.
-Programa Manhattan Connection, GNT

Inserida por rvcg

''Fui iniciado por uma empregadinha doméstica. Tinha o mesmo nome de minha mãe: Irene. Freud explica.''

Inserida por rvcg

⁠O otimista é, antes de tudo, um mal-informado.

⁠A melhor propaganda anticomunista é deixar o comunista falar.

Inserida por Ulissessouza23