Evan do carmo

51 - 75 do total de 550 pensamentos de Evan do carmo

O homem não é solidário com o homem, com o seu semelhante, gene da sua gene, todos com o mesmo fim caótico irreversível. A violência, seja ela física ou verbal, tira a dignidade do ofendido e a humanidade do ofensor.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Só oferecemos de real aquilo que temos... a abelha dá o mel, o mar o peixe, a ovelha a lã, a luz o feixe, o cinema a fantasia, o palhaço a alegria, o mágico a ilusão. .. o poeta a poesia.
Eis tudo que tenho. Mas só sei quando escrevo, pois antes de vir à luz, parafraseando Gullar, poesia é tudo que não sabemos.... que não temos.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

A Eliot
O poeta ressurge das cinzas das horas
do niilismo absurdo, da sombra do mundo,
no fim da aurora.
Canoa virada, naufrágio profundo
do centro do abismo,
sem forma ou lirismo, anuncia o futuro.
Se pensa desiste, monólogo tão triste
enfado e desânimo.
Descansa do verso,
é um santo professo na prosa frugal
recita Homero, arrisca um refrão
desprezo fatal.
Não bebe mais vinho, não é abstêmio
sempre foi boêmio na noite discreta
amou sua musa, na lua minguante
não foi bom amante,
mas foi bom poeta.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Desejo silêncio

Silêncio do mundo
silêncio dos palcos
silêncio da noite
silêncio das ruas
silêncio dos bares
silêncio do campo
silêncio dos mares
silêncio profundo.

Silêncio ao meio dia
silêncio ao amanhecer
silêncio da virtude
silêncio de escutar
silêncio da saúde
silêncio pra sonhar
silêncio do que canta
silêncio pra criar.
silêncio pra ouvir
o que Deus quer falar.

Silêncio para todos
silêncio para mim
silêncio das flores
silêncio do jardim
silêncio dos pássaros
silêncio dos poetas
silêncio dos meninos
silêncio dos profetas
silêncio das mulheres
silêncio da comeia
silêncio dos atores
silêncio da plateia.

Silêncio dos que plantam
silêncio dos que colhem
silêncio dos que vivem
silêncio dos que morrem.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Por trás da porta

Por trás da porta
A rua segue seu curso
Como um rio,
Pessoas descem
A água é o vento
Que as move
Passos distintos,
Caminhos iguais
São moléculas
Sem destinos
Poeiras outonais.
E eu atrás da porta
Sem coragem
De ir à rua
Penso no futuro
Mas o passado me espreita
Quem dera fosse largar
A rua que me espera
Mas a porta é estreita.

Evan do carmo
2 compartilhamentos

Segundo Quintana, a esperança é uma louca que sempre no último dia do ano se joga do décimo segundo andar, e que ao cair intacta na calçada se transforma em criança.
Ao ser perguntada sobre sua identidade, repete aos homens seu nome pausadamente.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Quisera eu saber todos os assuntos da humanidade, e, sobretudo, desconsiderar toda metafísica dos homens justos e dos falsos deuses, contudo, apenas almejei saber os arcanos da poesia.
Me satisfaço, como Dante e Rimbaud, por ter entrado e ter saído com vida do inferno e do paraíso

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Como serpente
O poeta,
como serpente
sofre metamorfose sazonal
de tempo em tempo
troca a pele,
uma força imensa
lhe impele
e ressurge
do barro criativo
do efêmero comum,
da vida breve
rescreve outro texto
outra vida
reinventa
outro motivo...

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“Antes de Ti

Sem o teu amor eu nada tinha
era só no mundo, vivia como um cão
uivando à lua, procurando abrigo!

Não notava no mundo, nem as coisas nele
durante o dia o céu era cinzento
apenas interrogações no meu lamento!

As pessoas eram como sombras
não as via, nem as escutava
tudo em minha volta pertencia aos outros
não tinha endereço nem destino
esperança era como miragem
no deserto em que habitei antes de ti!

As estações do ano não percebia
ou era outono ou verão constante
mas ao te encontrar descobri
as cores do arco-íris e o som da primavera!

tua beleza encheu meu universo vazio e escuro
teu amor me fez reviver e descobrir a beleza do mundo.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“Nunca devemos desistir de ensinar, primeiro a nós próprios, depois aos outros, o valor de se praticar o bem e a justiça.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“A poesia será sempre o teu abrigo
Uma casa segura, um conforto
Preenchendo a tua vida vã, vazia
Na agonia velada do teu rosto.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“A esperança sempre nos visita de manhã, mas logo nos abandona ao anoitecer.” Como Sísifo, todos os dias voltamos ao recomeço.
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
2 compartilhamentos

“Não procure sentido pra vida, dê sentido à sua.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“Só uma lógica é infalível, irrefutável para mim: os sexos opostos devem se atrair eternamente, para que a natureza não se torne uma fraude divina. Viva o Amor Natural, entre Homem e Mulher.”

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“Dizia um poeta genial, que escrever é coisa simple. Eu digo que basta começar com uma palavra comum ou até vulgar, no meio porém, se deve distribuir algumas ideias, indicar uma solução possível, e no final pôr uma interrogação.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“Enquanto uma parte estúpida dissemina ódio e preconceito, e outra parte, mesmo sendo minoria avança com violência sobre os mansos; façamos amor e poesia, não seremos poupados pelas duas partes obtusas, mas persistiremos na ilusão de que ser diferente vale a pena.”

―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Não pretendo causar espanto com o que escrevo, são apenas ideias, teses que não se podem comprovar com palavras.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“O mundo só existe depois que o concebemos

Como será o arco-íris que ninguém viu,
ou a estrada que ninguém passou?
Como saberíamos da vida que não vivemos,
o que seria do amor sem os amantes?
O que seria do poeta sem poesia ?
o que seria da beleza sem os olhos de espanto?
o que seria do encantador sem a serpente
ou da ilusão sem o iludido?
como saberíamos da fantasia sem Cervantes
ou que mar existiria sem pescador e marinheiro?
O que seria dos deuses sem Homero,
da história sem o escriba,
do cristão sem a bíblia
... de mim sem o teu amor?”

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Nos meus estudos de literatura, estou concluindo a obra de Kundera. Há um livro de ensaios :Arte do Romance" que supera em muito o crítico americano Arold Bloom. Já os seus livros não são assim tão geniais. Diria que Kundera deveria ter seguido com seus estudos músicas. Ou como crítico.
Há, contudo, um benefício, depois de ler seus romances nos tornamos entendidos em Beethoven e em outros clássicos.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“A vida no planeta corre perigo, graças ao desenvolvimento intelectual dos homens, sobre os poderes da natureza.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“A beleza da criação artística reside na limitação de dois mundos: Um, onde tudo se realiza com a perícia das mãos e mente, e outro, onde se imagina concretizar o improvável poético, entre a paixão e o racional, entre o belo utópico e a matéria-prima que se tem em mãos.”
―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

Quando produzimos a arte acendemos luzes em nossos olhos e boca, seremos vistos como alguém estranho, até por quem se julga amante das artes, não raro surgem críticas ou elogios vazios, de quem não tem saber poético para criticar ou elogiar. Devemos, no entanto, não nos incomodar com estes que nos invejam ou nos admiram sem conhecimento daquilo de fazemos por amor e ofício.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

“O crepúsculo dos sons

O Brasil empobrece a cada ano
não se escuta mais músicas nas esquinas,
o show da praça emudeceu.
As guitarras de Armandinho e Dodô
silenciaram.
A tropicália de Canô
envelheceu...

Caetano, Djavan, Bethânia e Gil,
a bossa de João encantos mil.

A onde foi morar parar a poesia
do canto de vitória e de folia
dos ricos acordes de harmonia...
A lira do Orfeu tá Bahia.”

―Evan Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo

As pérolas de meu irmão Jadeilson
Meu irmão, Jadeilson, é um homem simples, mas vez por outra me manda uma pérola filosófica. Outro dia, ouvi de sua boca algo espantoso, para um homem que tem como ofício, ser pedreiro e criador de galinhas.
Disse-me ele em uma conversa sobre política e corrupção: "Prefiro conviver com Leão saciado a ter que viver com um Cão faminto. Fazia ele analogia simples ao político rico e ao político pobre. Hoje, todavia, em outra conversa, me disse meu irmão: "Evan, você sabia que a persistência é a mãe da prosperidade?"
Nos dois casos, disse pra ele que são conceitos, contudo, vindo dele, de quem eu sei que não leu em livro algum, disse que sim era um pensamento original de muita relevância, uma vez que lhe veio à mente pela observação e não por estudo meticuloso, também a ideia do cão faminto nos reporta ao livro de "Eclesiastes", mas sei que ele não tem a maldade intelectual para plagiar o ora dito Clássico Bíblico. Disse a ele, meu irmão você um verdadeiro filósofo, à moda de Sócrates, que não escrevera nada.

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo
1 compartilhamento

No que tange à poesia
apenas dois poemas
me fizeram chorar.
O primeiro foi,
"Morri pela Beleza"
de Emily Dickson.
O segundo foi
"Faço poesia como quem morre"
de Manuel Bandeira.
Portanto, senhor poeta,
se nunca chegou ao pranto,
lendo ou escrevendo um poema
repense a sua idéia abstrata
do que costuma apregoar
como poesia.
Já escrevi vários poemas
aos prantos, mas estes só eu os reconheço,
ou aquela que é minha
eterna musa. Iranete Do Carmo

Evan do carmo
Inserida por EvandoCarmo