Cristianismo Prático

1 - 25 do total de 392 pensamentos de Cristianismo Prático

A TENTAÇÃO

Então o Espírito Santo levou Jesus ao deserto para ser tentado pelo Diabo. E, depois de passar quarenta dias e quarenta noites sem comer, Jesus estava com fome. Então o Diabo chegou perto dele e disse:
— Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras virem pão.
Jesus respondeu:
— As Escrituras Sagradas afirmam:
“O ser humano não vive só de pão,
mas vive de tudo o que Deus diz.”
Em seguida o Diabo levou Jesus até Jerusalém, a Cidade Santa, e o colocou no lugar mais alto do Templo. Então disse:
— Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui, pois as Escrituras Sagradas afirmam:
“Deus mandará que os seus anjos
cuidem de você.
Eles vão segurá-lo com as suas mãos,
para que nem mesmo os seus pés
sejam feridos nas pedras.”
Jesus respondeu:
— Mas as Escrituras Sagradas também dizem: “Não ponha à prova o Senhor, seu Deus.”
Depois o Diabo levou Jesus para um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e as suas grandezas e disse:
— Eu lhe darei tudo isso se você se ajoelhar e me adorar.
Jesus respondeu:
— Vá embora, Satanás! As Escrituras Sagradas afirmam:
“Adore o Senhor, seu Deus,
e sirva somente a ele.”
Então o Diabo foi embora, e vieram anjos e cuidaram de Jesus.

Cristianismo Prático
2 compartilhamentos

João usava uma roupa feita de pelos de camelo e um cinto de couro e comia gafanhotos e mel do mato.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico

Eles confessavam os seus pecados, e João os batizava no rio Jordão.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico

Façam coisas que mostrem que vocês se arrependeram dos seus pecados.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico

Não digam uns aos outros: “Abraão é nosso antepassado.” Pois eu afirmo a vocês que até destas pedras Deus pode fazer descendentes de Abraão!

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico

Eu os batizo com água para mostrar que vocês se arrependeram dos seus pecados, mas aquele que virá depois de mim os batizará com o Espírito Santo e fogo. Ele é mais importante do que eu, e não mereço a honra de carregar as sandálias dele.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico

Naqueles dias, Jesus foi da Galiléia até o rio Jordão a fim de ser batizado por João Batista.

Mas João tentou convencê-lo a mudar de ideia, dizendo assim: – Eu é que preciso ser batizado por você, e você está querendo que eu o batize?

Mas Jesus respondeu: – Deixe que seja assim agora, pois é dessa maneira que faremos tudo o que Deus quer. E João concordou.

Logo que foi batizado, Jesus saiu da água. O céu se abriu, e Jesus viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e pousar sobre ele.

E do céu veio uma voz, que disse: – Este é o meu Filho querido, que me dá muita alegria!

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Adão teve relações com Eva, a sua mulher, e ela ficou grávida. Eva deu à luz um filho e disse: – Com a ajuda de Deus, o SENHOR, tive um filho homem. E ela pôs nele o nome de Caim.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Depois teve outro filho, chamado Abel, irmão de Caim. Abel era pastor de ovelhas, e Caim era agricultor.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Aí o SENHOR Deus disse: – Não deixarei que os seres humanos vivam para sempre, pois são mortais. De agora em diante eles não viverão mais do que cento e vinte anos.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Quando o SENHOR viu que as pessoas eram muito más e que sempre estavam pensando em fazer coisas erradas,
6 ficou muito triste por haver feito os seres humanos. O SENHOR ficou tão triste e com o coração tão pesado,
que disse: – Vou fazer desaparecer da terra essa gente, que criei, e também todos os animais, os seres que se arrastam pelo chão e as aves, pois estou muito triste porque os criei.
Mas o SENHOR Deus aprovava o que Noé fazia.
Esta é a história de Noé. Ele foi pai de três filhos: Sem, Cam e Jafé. Noé era um homem direito e sempre obedecia a Deus. Entre os homens do seu tempo, Noé vivia em comunhão com Deus.
Para Deus todas as outras pessoas eram más, e havia violência por toda parte.
Deus olhou para o mundo e viu que estava cheio de pecado, pois todas as pessoas só faziam coisas más.
Deus disse a Noé: – Resolvi acabar com todos os seres humanos. Eu os destruirei completamente e destruirei também a terra, pois está cheia de violência.
Pegue madeira boa e construa para você uma grande barca. Faça divisões nela e tape todos os buracos com piche, por dentro e por fora.
As medidas serão as seguintes: cento e trinta e três metros de comprimento por vinte e dois de largura por treze de altura.
Faça uma cobertura para a barca e deixe um espaço de meio metro entre os lados e a cobertura. Construa três andares na barca e ponha uma porta num dos lados.
Vou mandar um dilúvio para cobrir a terra, a fim de destruir tudo o que tem vida; tudo o que há na terra morrerá.
Mas com você eu vou fazer uma aliança. Portanto, entre na barca e leve com você a sua mulher, os seus filhos e as suas noras.
Também leve para dentro da barca um macho e uma fêmea de todas as espécies de aves, de todas as espécies de animais e de todas as espécies de seres que se arrastam pelo chão, a fim de conservá-los vivos.
Ajunte e leve todo tipo de comida para que você e os animais tenham o que comer.
E Noé fez tudo conforme Deus havia mandado.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Depois o SENHOR Deus disse a Noé: – Entre na barca, você e toda a sua família, pois eu tenho visto que você é a única pessoa que faz o que é certo.
Leve junto com você sete casais de cada espécie de animal puro e um casal de cada espécie de animal impuro.
Leve também sete casais de cada espécie de ave para que se conservem as espécies que existem na terra.
Pois daqui a sete dias eu vou fazer chover durante quarenta dias e quarenta noites. Assim vou acabar com todos os seres vivos que criei.
E Noé fez tudo conforme o que o SENHOR Deus havia mandado.
Noé tinha seiscentos anos de idade quando as águas do dilúvio cobriram a terra.
A fim de escapar do dilúvio, ele entrou na barca junto com os seus filhos, a sua mulher e as suas noras.
Os animais puros e os impuros, os que se arrastam pelo chão e as aves
entraram com Noé na barca de dois em dois, macho e fêmea, como Deus havia mandado.
Sete dias depois, as águas do dilúvio começaram a cobrir a terra.
Nesse tempo Noé tinha seiscentos anos. No dia dezessete do segundo mês, se arrebentaram todas as fontes do grande mar, e foram abertas as janelas do céu,
e caiu chuva sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites.
Nesse mesmo dia Noé e a sua mulher entraram na barca junto com os seus filhos Sem, Cam e Jafé e as suas mulheres.
Com eles entraram animais de todas as espécies: os domésticos e os selvagens, os que se arrastam pelo chão e as aves.
Todos os animais entraram com Noé na barca, de dois em dois.
Entraram machos e fêmeas de cada espécie, de acordo com o que Deus havia mandado Noé fazer. Aí o SENHOR fechou a porta da barca.
O dilúvio durou quarenta dias. A água subiu e levantou a barca, e ela começou a boiar.
A água foi subindo, e a barca continuou a boiar.
A água subiu tanto, que cobriu todas as montanhas mais altas da terra.
E depois ainda subiu mais sete metros.
Morreram todos os seres vivos que havia na terra, isto é, as aves, os animais domésticos, os animais selvagens, os animais que se arrastam pelo chão e os seres humanos.
Morreu tudo o que havia na terra, tudo o que tinha vida e respirava.
Somente Noé e os que estavam com ele na barca ficaram vivos. O resto foi destruído, isto é, os seres humanos, os animais domésticos, os animais selvagens e os que se arrastam pelo chão e as aves.
Só cento e cinqüenta dias depois é que a água começou a baixar.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Então Deus lembrou de Noé e de todos os animais que estavam com ele na barca. Deus fez com que um vento soprasse sobre a terra, e a água começou a baixar.
As fontes do grande mar e as janelas do céu se fecharam. Parou de chover,
e durante cento e cinqüenta dias a água foi baixando pouco a pouco.
No dia dezessete do sétimo mês, a barca parou na região montanhosa de Ararate.
A água continuou a baixar, até que no primeiro dia do décimo mês apareceram os picos das montanhas.
No fim de quarenta dias, Noé abriu a janela que havia feito na barca
e soltou um corvo, que ficou voando de um lado para outro, esperando que a terra secasse.
Depois Noé soltou uma pomba a fim de ver se a terra já estava seca;
mas a pomba não achou lugar para pousar porque a terra ainda estava toda coberta de água. Aí Noé estendeu a mão, pegou a pomba e a pôs dentro da barca.
Noé esperou mais sete dias e soltou a pomba de novo.
Ela voltou à tardinha, trazendo no bico uma folha verde de oliveira. Assim Noé ficou sabendo que a água havia baixado.
E ele esperou mais sete dias e de novo soltou a pomba, e dessa vez ela não voltou.
Quando Noé tinha seiscentos e um anos, as águas que estavam sobre a terra secaram. No dia primeiro do primeiro mês, Noé tirou a cobertura da barca e viu que a terra estava secando.
No dia vinte e sete do segundo mês, a terra estava bem seca.
Aí Deus disse a Noé:
– Saia da barca junto com a sua mulher, os seus filhos e as suas noras.
Faça sair também todos os animais que estão com você, isto é, as aves, os animais domésticos, os animais selvagens e os que se arrastam pelo chão. Que eles se espalhem por toda parte e tenham muitas crias para encherem a terra.
Assim Noé e a sua mulher saíram da barca, junto com os seus filhos e as suas noras.
Também saíram todos os animais e as aves, em grupos, de acordo com as suas espécies.
Noé construiu um altar para oferecer sacrifícios a Deus, o SENHOR. Ele pegou aves e animais puros, um de cada espécie, e os queimou como sacrifício no altar.
O cheiro dos sacrifícios agradou ao SENHOR, e ele pensou assim: “Nunca mais vou amaldiçoar a terra por causa da raça humana, pois eu sei que desde a sua juventude as pessoas só pensam em coisas más.
Também nunca mais destruirei todos os seres vivos, como fiz desta vez. Enquanto o mundo existir, sempre haverá semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite.”

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, tem bom ânimo, perdoados te são os teus pecados.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

E eis que alguns dos escribas diziam entre si: Ele blasfema.
Mas Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse: Por que pensais mal em vossos corações?

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Quando o teu inimigo te der água, agradeça a ele por isso. Porque, junto com a água, vem a vida.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Seja mais cristão e menos religioso.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Amar a Deus e as pessoas, deve ser nosso desafio de todos os segundos da nossa existência.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Aprenda a amar as pessoas, mesmo que elas não mereçam seu amor, pois, será que você merece o amor de Deus?

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Segue no teu caminho com humildade e junto com o teu Deus, não dê ouvidos aos que dizem que tu não chegarás com êxito ao teu destino suplantado pela fé e pela bondade.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Portanto, a fé que vocês têm não se baseia na sabedoria humana, mas no poder de Deus.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Os desígnios de Deus são perfeitos.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Quando Jesus viu a multidão, ficou com muita pena daquela gente porque eles estavam aflitos e abandonados, como ovelhas sem pastor.
Então disse aos discípulos: – A colheita é grande mesmo, mas os trabalhadores são poucos.
Peçam ao dono da plantação que mande mais trabalhadores para fazerem a colheita.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Este ensinamento não é para todos, mas somente para aqueles a quem Deus o tem dado.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Esta é a lista dos antepassados de Jesus Cristo, descendente de Davi, que era descendente de Abraão.
Abraão foi pai de Isaque, Isaque foi pai de Jacó, e Jacó foi pai de Judá e dos seus irmãos.
Judá foi pai de Peres e de Zera, e a mãe deles foi Tamar. Peres foi pai de Esrom, que foi pai de Arão.
Arão foi pai de Aminadabe, que foi pai de Nasom, que foi pai de Salmom.
Salmom foi pai de Boaz, e a mãe de Boaz foi Raabe. Boaz foi pai de Obede, e a mãe de Obede foi Rute. Obede foi pai de Jessé,
que foi pai do rei Davi. Davi e a mulher que tinha sido esposa de Urias foram os pais de Salomão.
Salomão foi pai de Roboão, que foi pai de Abias, que foi pai de Asa.
Asa foi pai de Josafá, que foi pai de Jorão, que foi pai de Uzias.
Uzias foi pai de Jotão, que foi pai de Acaz, que foi pai de Ezequias.
Ezequias foi pai de Manassés, que foi pai de Amom, que foi pai de Josias.
Josias foi pai de Jeconias e dos seus irmãos, no tempo em que os israelitas foram levados como prisioneiros para a Babilônia.
Depois que o povo foi levado para a Babilônia, Jeconias foi pai de Salatiel, que foi pai de Zorobabel.
Zorobabel foi pai de Abiúde, que foi pai de Eliaquim, que foi pai de Azor.
Azor foi pai de Sadoque, que foi pai de Aquim, que foi pai de Eliúde.
Eliúde foi pai de Eleazar, que foi pai de Matã, que foi pai de Jacó.
Jacó foi pai de José, marido de Maria, e ela foi a mãe de Jesus, chamado Messias.

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento