Vento no Litoral

Cerca de 136 frases e pensamentos: Vento no Litoral

De tarde quero descansar, chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso para esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Agora está tão longe
Vê, a linha do horizonte me distrai:
Dos nossos planos é que tenho mais saudade,
Quando olhávamos juntos na mesma direção

Aonde está você agora
Além de aqui dentro de mim?

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo o tempo todo

Quando vejo o mar
Existe algo que diz:
- A vida continua e se entregar é uma bobagem

Já que você não está aqui,
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?

- Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos
Sei que faço isso para esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Renato Russo
258 compartilhamentos

Está fazendo um dia lindo de outono. A praia estava cheia de um vento bom, de uma liberdade. E eu estava só. E naqueles momentos não precisava de ninguém. Preciso aprender a não precisar de ninguém. É difícil, porque preciso repartir com alguém o que sinto. O mar estava calmo. Eu também. Mas à espreita, em suspeita. Como se essa calma não pudesse durar. Algo está sempre por acontecer. O imprevisto me fascina.

Clarice Lispector
69 compartilhamentos

está fazendo um dia de sol. A praia estava cheia de vento bom e de uma liberdade. E eu estava só. Sem precisar de ninguém . È difícil pq preciso repartir contigo oq sinto . O mar calmo. Mas a espreita e em suspeita. Como se tal calma não pudesse durar. Algo está sempre por acontecer. O imprevisto improvisado e fatal me fascina. Já entrei contigo em comunicação tão forte que deixei de existir sendo. VS tornou-se um eu. É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silencio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar: olhei para VS fixamente por uns instantes. Tais momentos são meu segredo. Ouve o q se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade.

Clarice Lispector

A onda ainda quebra na praia,
Espumas se misturam com o vento.
No dia em que você foi embora,
Eu fiquei sentindo saudades do que não foi
Lembrando até do que não vivi pensando em nós dois.

Caio Fernando Abreu
Inserida por keliannemiranda

Poema de um amor eterno

Quando eu não existir,
Busque uma praia solitária
Estarei no vento que vem do mar

Quando eu não mais existir
Ouve nas solidões de tuas noites
Melodia triste e profunda
Estarei na música


Quando eu não mais existir
Procure na casa do crepúsculo
Nas tardes vestidas em véus
Serei a brisa que te beija a boca

Estarei no perfume das flores
Que tuas mãos tocarem
Nas estrelas que teus olhos buscam
Serei o frio do luar que te afaga

Quando eu não mais existir
Irá sentir-me nas noites de felicidade
Serei o sorriso a ternura o teu pranto.

Deixarei nas lagrimas de teus olhos,
Artificiais lembranças da noite
Em que me entreguei a seu coração
No gostoso fruto proibido
Estarei nos beijos que te derem

Quando eu já não existir
Existirá o meu amor ardente nas estrelas
Suspirando na serragem da madrugada

Quando eu não mais existir
Haverá um barco
Onde verás o semelhante sorriso
E a pequena boca dizer
Eu te amo
Quando eu já não existir
Procure-me dentro de si mesmo
Nas tuas lembranças
E então saberás que sempre fui
E sempre serei teu...

Milene Isabele
7 compartilhamentos

Que seja LEVE,
Se não for pra ser LEVE
Que o vento LEVE.

Nathallye Costa

Tinha a delicadeza de uma brisa, e a força de um vento de litoral.

Karinna Arruda
Inserida por kakarruda

Sopra forte o vento do litoral,
Vem depressa pra espalhar e levar embora,
Essas cinzas de uma paixão que agora repousam,
Sobre o chão do meu coração.

Daiana Calixto
Inserida por DaianaCalixto

VENTO NO LITORAL
Sentia a sua falta, mesmo quando você estava aqui. Perdi minha licença poética no refrão da ingenuidade que ainda cantava o poeta a mais pura verdade.
Você estava sim aqui, mas como dizia ele: “dentro de mim”. Porém da nossa mocidade ficou só a canção, pois na atualidade se mostrou cruel a realidade da triste desilusão por acreditar naquele lindo refrão de pensar que “olhávamos junto na mesma direção”.
Quando penso nisso hoje apenas choro nos acordes e no dedilhar do pianista que fez triste e eterna lembrança na introdução da música. No contexto o profundo da linha do horizonte deste mar, apenas retrata o quão distante foi nossa relação. Eu quis uma coisa, você talvez a mesma, mas amores diferentes.
Não adianta se encantar com passado eu serei triste, porém feliz por ter te amado. Você fez de mim um poeta. Disso nunca esquecerei das páginas da minha vida, nas entrelinhas da minha escrita, ali está você. E quem sabe um dia num livro, porque ainda não sonhar? Pois sei que de tudo isso nasceu coisas lindas nisso eu devo acreditar.
O que vivemos talvez nunca vai voltar. Retiro o que disse numa poesia antiga, talvez o amor more em um só lugar. Sei hoje, por tentarmos, e ver que sonhos meus foram criados e não foi possível introduzi-los aos seus e vise e versa. Mas dolorosamente aprendi que corações energéticos igual ao que temos só podemos sentir das feridas cujo o tempo nunca cicatriza.
Mas mergulhamos na fornalha de fogo ardente desse amor diferente, tornou-se maleável, mas amores que não se fundem - sem deixar de ser o que era; então você pode dar-lhe todas as formas como quiser. Tentar explicar o certo e o errado.
Aprendi que enganar-se é o mesmo que errar. Por não reconhecer que olhávamos para lados opostos. Tentamos até fazer um compromisso de defesa ou morte: armadura, ou contar com a sorte. Eu sou metal e tenho a espada em minhas mãos, contudo perdi a razão de lutar pois não queria que fosse você meu oponente.
Pra quê brigar? Prolongar o quê? Durou mais o meu amor dentro de mim do que junto com você. Volto e repito: sentia a sua falta, mesmo quando você estava aqui. Como já falei no início em tom de lamuria.
Poderia sim ser verdade na ingênua e tenra idade quando olhávamos juntos na mesma direção. Os anos se passaram e compreendo a citação “aonde está você, além de aqui dentro de mim”. Não era a morte e nem a distância que explicaria isso. Há tantas coisas que não compreendemos. Um vento forte soprou as cinzas azul nesse litoral e o horizonte começou a se mover. Procurei cavalos na praia da lembrança então eu me lembrei que aquele amor era imortal.
Mas as margens sobre o horizonte tornaram-se longas de aço e rochas, sentimentos em pedaços. Como objetos frágeis porque eram pesados, não há como vencer a natureza devido as suas propriedades, mas foi pesado demais e parecem que posou no mar eterno submersos na espuma da força do oceano. Rochas simbolizadas de caráter e aços representando personalidade.
O vento puro nesse litoral é como beijos fúteis e apenas isso; E espuma nada mais, quem quer falhar lentamente? Onda após onda inconsequente. Sem ritmo perdemos a direção e não vencemos a corrente. Com o remo em nossas mãos. Eu vivi com o coração dilatado, sob rosto claro, profundo. Eu apenas assistindo a partir perdi a bússola que apontava horizontes distante. Eu senti o fluxo esvair nossas forças. Fui vencido. Mais é imortal ressonante como nos acordes do final. Impossível esquecer que som faz.

Flares Venerio Junior
Inserida por Flares
1 compartilhamento

Vento no Litoral...

Shh!
Ouvi Deus
Sussurrar algo!

Francismar Prestes Leal
Inserida por FrancismarPLeal

Chega simples, intensa e fatal
Me leva pra bem longe, muito alem do litoral
Que o vento sopre mudando nossa direção
Para bem longe da tempestade
Tão distante dessa ou qualquer outra cidade
Para dentro do seu coração

Marcus Patrick Pens
Inserida por marcuspatrick

Sobre a Musica “Vento no Litoral”
Ele: Eu nunca quero que essa música seja real, está difícil assim mas já é muito perto da dor que seria sem você.
Ela: Esta musics nunca fará parte de nossas vidas, nossos planos serão concretizados, nada e nem ninguém irá nos separar, isto é uma promessa e quando tudo passar poderemos viver a plenitude desse sentimento, se já somos felizes agora imagina depois do caos quando só sobrarem as estrelas...

''Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas'

AO CONTRÁRIO DA MÚSICA

Já que você não está aqui = EU VOU ESTAR SEMPRE COM VOCÊ E VOCÊ COMIGO

O que posso fazer
É cuidar de mim = NÓS VAMOS SEMPRE NOS CUIDAR. EU DE VOCÊ E VOCÊ DE MIM....

Quero ser feliz ao menos = SEREMOS MUITO FELIZES JUNTOS, HAJA O QUE HOUVER...

Lembra que o plano = NOSSOS PLANOS SERÃO TODOS CONCRETIZADOS POR UM SIMPLES E ÚNICO

Era ficarmos bem.. MOTIVO, NÓS QUEREMOS, NOS AMAMOS E SOMOS CUMPLICES....

Talina Passaredo
Inserida por TalinaPassaredo

Hoje eu sei o que significa, vento no litoral, black, e o filme roda gigante do woody allen...

Leonardolnm
Inserida por Leonardolnm

Suplica a beira do mar

Nesta noite, a lua vai prateando o mar.
Nesta noite, o vento acaricia as águas do mar.
Nesta noite,um jagandeiro se faz ao mar.
Nesta noite, solitária, estou, na beira do mar.

E na claridade dessa bela noite de luar
um barco vai por estas ondas navegar
E ventos de esperanças suas velas irão inflar
e, em uma outra beira de mar
essa mensagem de amor há de chegar!

E na mensagem, pela minha solidão escrita
peço ao meu amor, que a este amor,não resista
que,em sonhar com a felicidade,insista
e, por favor, não perca nosso amor de vista
porque, este amor,é simplesmente... vida!

Josenete Dantas ( Praia de Lucena- Paraiba-1971)
Inserida por josenetedantas

Basta o tempo
Que bata a água
Será o tempo ou o vento
Que encrespa a linha d'água

Aquela linha
Continua e reta
Que marca a pedra
Limite d'água

Alí na areia
Morna e tenrra
Pedra líquida e cheia
Seca e molhada d'água

Naquela onda
Espumada e branca
Retumba o som
Arqueia a linha d'água

Molham os pés
Depois as mãos
Quando dispersos
Atravessam a linha d'água

LEONARDO BITTENCOURT
Inserida por leonardobittencourt

navios na costa
na rota dos ventos
as gaivotas

Rogério Viana
Inserida por rogeriobviana

Nem de frente, nem de costa
Nem pra fora e nem pra dentro
Teve fora lá os ventos
Que trouxe esse sentimento
Que tive por ti um dia
Peguei e joguei fora
Não teve uma só medida
Não quero esses ventos
Esses ventos de saudade
Só quero ventos de poesia.

Max Rodrigues
Inserida por maxwellrodrigues

Minha voz esta silenciosa;
Meus pensamentos, perdidos.
Meu olhar some ao vento; e
Me afasto da realidade

As palavras ecoam em minha mente
Estou triste, acho
Oh, tempo! Tornou-se tedioso
E cada segundo, em vão!

Queria dormir
Me afastar desses meus inferiores
Ah, facada feliz esta que matou meu animo!

Mundo;
Liberdade;
Amor;

Dai-me todos! Oh, Impossível!
Não podes! Somente um, escolhas
Mas talvez isso não seja uma regra...

Felipe C. Lima
Inserida por felipe_c_lima

Em um passeio pela praia de mãos dadas com o Pai o menino pergunta.
- Pai, como se aprende a ser filho?
E o Pai afagando os cabelos do menino responde.
- Quando eu aprender a ser Pai, talvez possamos aprender juntos a ser filhos.

Vento Sul
Inserida por ventosul

Tá Na Cara

Basta uma brisa da praia
Prá gente ficar
Com vontade de amar
Um vento ousado na saia
Revela o desejo
Guardado no olhar...

Basta uma noite de lua
Prá gente ficar
Na maré da paixão
E quando a pele está nua
A gente descobre
Que a vida é um tesão...

Quando você quer eu quero
É febre no corpo
Um eterno verão
Um sentimento sincero
Quem vive no amor
Só tem uma estação...

Vou me entregar aos desejos
Pedindo pro tempo
Parar de passar
Vou me perder nos teus beijos
Deixando a vontade
Do corpo mandar...

Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se ama
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se adora
Tá, Tá
Tá na Cara
Prá gente é desejo
É paixão, é loucura
É mais, é tara
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se quer
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se gosta
Tá, Tá
Tá na cara
Que essa loucura não passa
Não pára jamais, não sara...

Basta que a gente se veja
Pro corpo querer
Se entregar outra vez
E não importa onde esteja
Tem sempre uma coisa
Que ainda não fez...

Basta uma noite de lua
Prá gente ficar
Na maré da paixão
E quando a pele está nua
Nós dois descobrimos
Que a vida é um tesão...

Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se ama
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se adora
Tá, Tá
Tá na Cara
Prá gente é desejo
É paixão, é loucura
É mais, é tara
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se quer
Tá, Tá
Tá na Cara
Que a gente se gosta
Tá na cara
Tá, Tá
Que essa loucura não passa
Não pára jamais, não sara...(2x)

Araketu
2 compartilhamentos