Textos Bíblicos

Cerca de 1722 textos Bíblicos

A vida é um desafio

Sabendo que a vida é um verdadeiro desafio o apóstolo Paulo disse:
"Aprendi a viver alegre em toda e qualquer situação."
Ele sabia que estava sujeito a tudo, tanto a coisas boas, como a coisas ruins, mas aprendeu a viver com paz no coração, não se deixando abater pelas circunstâncias.

"Por vezes, ao ler a Bíblia, quase morro de vergonha. A Bíblia é uma espada afiada de dois gumes que discerne os pensamentos e os propósitos do coração (Hebreus 4:12). Revela exatamente aquilo que sou.
E por isso que aqueles que desejam permanecer no erro não a leem.
Ela os descobre."

Coisas de Deus

Deus ainda fala com as pessoas?

Um jovem foi para o estudo da Bíblia numa noite de Quarta-feira.

O pastor dividiu entre ouvir a Deus e obedecer a palavra do Senhor.

O jovem não pode deixar de querer saber se "Deus ainda fala com as pessoas?".

Após a pregação ele saiu para um café com os amigos e eles discutiram a mensagem.

De formas diversas eles falaram como Deus tinha conduzido suas vidas de maneiras diferentes.

Era aproximadamente 10 horas quando o jovem começou a dirigir-se para casa.

Sentado no seu carro, ele começou a pedir " Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo".

Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho: "Pare e compre um galão de leite". Ele balançou a cabeça e falou alto "Deus é o Senhor? ". Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa.

Porém, novamente, surgiu o pensamento "compre um galão de leite".

O jovem pensou em Samuel e como ele não reconheceu a voz de Deus, e como Samuel correu para Eli. "Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite". Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil. Ele poderia também usar o leite. O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.

Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido "Vire naquela rua". Isso é loucura, pensou e, passou direto pelo retorno.

Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua. Meio brincalhão, ele falou alto "Muito bem, Deus. Eu farei". Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar. Ele Brecou e olhou em volta. Era uma área misto de comércio e residência. Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança.

Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.

Novamente, ele sentiu algo, "Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua". O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta, mas voltou a sentar-se. "Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?".

Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite.

Finalmente, ele abriu a porta, "Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente.

Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui".

Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pôde ouvir uma barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto:

"Quem está aí? O que você quer?". A porta abriu-se antes que o Jovem pudesse fugir. Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta.

Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira.

"O que é? ". O jovem entregou-lhe o galão de leite. "Comprei isto para vocês". O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto.

Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha. O homem seguia-a segurando no braços uma criança que chorava.

Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando "Nós oramos. Tínhamos muitos contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado.

Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite". Sua esposa gritou lá da cozinha:

"Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco... Você é um anjo?

* jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem.

Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face. Ele experimentou que Deus ainda responde os pedidos.
Agora, um simples teste para você: Se você acredita em instintos verdadeiros, mande esta mensagem para todos os seus amigos.
Você tem 24h por dia, gasta com muitas coisas.

Quanto tempo você leva para parar um pouquinho e ouvir Deus?

Vocês sabem mais acerca dos livros de contabilidade de
seus negócios do que sobre a Bíblia; mais acerca dos diários de suas vidas
do que sobre o que Deus escreveu. Muitos de vocês podem ler um romance
do princípio ao fim, e que proveito tiram disso? Um bocado de pura
espuma ao ter terminado.

Geralmente ateus conhecem bem a bíblia... logo, conhecem bem o deus cristão. Se não temem em não crer nesse deus deve ser porque estão convencidos de que mesmo estando enganados na suposição de que esse deus não exista, mau nenhum lhes acontecerá. Pois, se esse for o caso, deus compreenderá que nesta situação, com a racionalidade que lhes foi dada, não haveria porque acreditar sem provas consistentes. Sabem com quem estão lidando.
Além do mais, deus não daria asas e proibiria o voo. Se deu a racionalidade é para ser usada. E a dúvida é a consequência do uso da razão.

Festa Junina

Com rimas e versículos
através deste poemeto
queremos que todos façam
um animado coreto.

Usando substantivos estudados
de gênero, número e grau
falaremos de uma festa
que todos acharão legal.

Nesta festa vem caravanas
de tertúlias, súcias e camarilhas
vem farândolas curiosos
observar a girândola e a quadrilha.

A rádio da cidadela
está sempre a anunciar
que não faltem à festança,
onde teremos: banda, bandeirolas
e fogueira para pular.

Durante a festa junina
os rapazelhos servirão:
os pés de moleque, as porciúnculas de batatas-fritas,
os guaranás, os champanhas e os quentões.

A multidão está ansiosa.
Os mocetões, as mocetonas e os anciões
ganharam picadas de zângão e,
logo começaram as comichões.

A quadrilha começou
é uma dança de par em par:
o colega com a colega, o aluno com a aluna,
até o frei e a soror dançam sem parar.

As pessoas que dançam
criam uma nova identidade.
Se vestem de farândola e até de panapaná,
deixando fantasiadas a ruela e a cidade.

Na plateia, lá pelas tantas,
debaixo de uma linda constelação,
se ouve um vozeirão.
O batalhão ficou atento,
pois havia uma coorte
querendo acabar com a animação.

O cabeça da coorte foi preso,
o anátema foi feito.
Tudo voltou ao seu lugar
o arraial não foi desfeito.

Sou simplismente o que a Biblia diz quem sou:

Nova Criatura ( II Coríntios 5:17)

Salvo ( João 3:16)

Filho de Deus (João 1:12)

Templo do Espírito Santo (I Coríntios 6:19)

Herdeiro de Deus (Tito 3:7)

Geração Eleita (I Pedro 2:9)

Sacerdotes (I Pedro 2:9)

Mais que Vencedor (Romanos 8:37)

A Bíblia nos ordena mortificar o pecado. "Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena; prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é a idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência]" (Cl 3.5,6). Não podemos obedecer parcialmente ou ser indiferentes quando procuramos eliminar o pecado da nossa vida.
Não é possível parar enquanto a tarefa estiver incompleta. Os pecados, do mesmo modo que os amalequitas, encontram sempre um jeito de escapar da matança, gerando, revivendo, reagrupando-se e lançando novos e inesperados ataques em nossas áreas mais vulneráveis.

ATENÇÃO PARA A MENSAGEM DA ÚLTIMA HORA!

* Segunda as profecias bíblicas Mediante os últimos acontecimentos em todo o mundo, tudo indica que estamos chegando ao tempo do fim.
Está próximo o julgamento de Deus sobre os pecados dos homens. O tempo da salvação está se esgotando. Arrependei-vos, pois, dos vossos pecados. Convertei-vos ao Senhor Jesus Cristo. Ele é o Salvador do mundo, o único meio de escape para o perdido pecador.

Sem exagero, não há nas bibliotecas deste mundo, não há nos pisos deste chão, não há na lucidez das minhas loucuras e muito menos na imensidão das suas ausências, nada nem ninguém capaz de entender o silêncio dos meus poemas com a mesma delicadeza dos seus olhos. Eles têm o privilégio de ler as entrelinhas de cada verso, e por ali ficar por horas e horas e dias e dias, até adormecerem num sonho confuso e denso – como são os sonhos dos que amam e não podem se entregar. E eles nunca se fecham porque precisam de vida para morrer, e também precisam se alimentar dessa poesia para continuar a brilhar e a sentir saudades e a mentir verdades. Por isso serão sempre densos, tensos e imensos.

Já, meus poemas têm a necessidade de buscar nos seus traços o formato de cada letra e o compromisso de catar em suas mãos as palavras mais imperfeitas – aquelas que nunca foram versificadas – e ver se cada "eu te amo" gritado silenciosamente pelos seus lábios finos consegue me acolher sem dentes, sem me deixar sofrer e só me fazer enxergar o que há de mais belo no amor: aquilo que não se diz. Meus poemas também têm a obrigação de contar nos seus dedos todas as vezes que eu não pude ouvir o tom da sua voz tão deliciada dizer que sente a minha falta. E nesse timbre ficar e respirar por meses e meses e rimas e rimas, até adoecerem num sonho doce e triste – como são os sonhos dos que amam e não encontram ninguém para se entregar. E eles nunca se ausentam por muito tempo porque precisam das migalhas da sua presença, dos pedaços mastigados do seu coração e de alguns goles das suas lágrimas para não secarem, sozinhos, como os pontos finais dos breves romances sem final feliz. Por isso também serão sempre densos, tensos e imensos.

Saiba que também não sei muito bem o que pode sair da boca e dos poros e das mãos e dos olhos de um homem de carne e osso e sangue e sonhos que se permite acreditar na realidade de vez em quando. E mesmo que nada faça sentido. E mesmo que eu não consiga me expressar com as palavras certas. E mesmo que você não interprete da maneira mais simples meus sentimentos mais complicados, meus desejos mais confusos e minhas mais sinceras verdades sobre você, sobre mim, sobre nós; saiba que aqui, em cada página, em cada erro ou palavra, em cada espaço ou entrelinha, em cada ponto e vírgula, estão os meus mais vivos pensamentos, aqueles que pulsam e vibram cada vez que pensam no que não fomos... Não sei como nem quando surgiu a ideia de começar a te escrever.

[página solta de uma carta despedaçada; antônio]

Os 12 apóstolos, foram homens comuns que acreditaram na mensagem do Cristo, eles vieram com a missão de ajudar e auxiliar Jesus em sua caminhada, tudo estava programado pelo mundo espiritual e por eles. Os 12 apóstolos poderiam recusar a seguir Jesus se quisessem por causa do livre arbítrio, eram homens que estavam aqui para aprender e evoluir como todos nós que aqui encontramos; a palavra de Jesus era tão forte que as dúvidas que surgiram, o medo que se passou naquele momento, foi o despertar do espírito de cada apóstolo, que foi convidado a estar ao lado de Jesus em sua jornada. O espírito desperta pela verdade, a vida não poderia ser a mesma, o comodismo não fala mais alto, a vaidade, o orgulho, o medo, tudo se perderia com o passar do tempo e a evolução aconteceria, o aprendizado seria pela traição, a vaidade seria combatida pela humildade, o orgulho seria derrotado pelo respeito e a caridade levaria ao amor. Os tempos de hoje não são diferentes dos tempos de outrem, encontra se muitos servidores do Cristo, trouxeram do mundo espiritual valiosos aprendizados, cooperam em primeiro lugar no seu bem estar, ainda encontram se com dificuldades em ouvir os ensinamentos que Jesus deixou. Sabemos o quanto é difícil o legado do Cristo, as dificuldades da carne falam mais alto, mas o empenho, a dedicação, o envolvimento de cada um de vocês que conduz com carinho e amor é louvável. Para ser apóstolo de Cristo não importa se você é criança, adolescente, jovem, idoso, a única coisa que importa é a alegria, o carinho, a vontade de estar ajudando sem querer algo em troca, sem visaro seu interesse de bem estar. Esses são os verdadeiros apóstolos de Jesus e enquanto vocês estiverem comprometidos em servir com alegria o céu se encontrará em festa e mesmo que surjam tempestades estaremos ao lado de cada um de vocês para ajudar e auxiliar.
Abraço de muita paz aos apóstolos de Jesus.

Há pessoas que andam com a Bíblia, mas não lêem
Há pessoas que lêem a Bíblia, mas não vivencia a palavra de Deus
Há pessoas que falam de oração, mas não oram
Há pessoas que oram, mas não tem fé
Há pessoas que criticam erros, mas cometem os mesmos
Há pessoas que fazem o mal, mas querem o bem
Há pessoas que querem o perdão, mas não perdoam e são vingativas
Há pessoas que querem receber, mas não doam
Há pessoas que querem ser compreendidas, mas não compreendem
Há pessoas que querem ser amadas, mas não amam
Há pessoas que ofendem, mas não querem ser ofendidas
Há pessoas que em nada agrada a DEUS, mas se acham salvas.
Há pessoas que estão sendo tragadas por vibrações negativas,
Sem a percepção dos seus atos pecaminosos.
Por isso tenha o cuidado com as palavras,
Seus lábios poderão infectar seu corpo, sua alma e seu espírito.
O que se diz hoje servirá de passaporte para a eternidade.
Por tanto faça o bem. Só assim garantirá um lugar na morada do senhor.

Amor a primeira vista, desde que não seja no primeiro dia...

Existe uma palavra na bíblia que diz; Deus realiza o desejo do nosso coração, mas no fundo a gente não sabe mesmo é o que quer.
A gente pede a Deus o tempo todo um homem, bonito, trabalhador, apaixonado e com uma pitada de ciúmes por nós, nem precisa ser rico, tendo caráter já esta bom.
Ah e que seja família, que queira casar e ter filhos, isso existe?
Dia desses me deparo com um assim:
Ele: Você se importa que eu lhe chame de amor?
Eu: claro que não ( em pensamento – Nossa chamando de amor já no primeiro dia)
Ele: Você pensa em ter filhos? Quantos? Eu quero ter filhos logo.
Eu: Sim eu adoro crianças, claro que eu quero ter filhos ( em pensamento – Como assim logo? Eu não havia pensado nisso pra agora, preciso me formar, me estabilizar profissionalmente, filhos?)
Ele: Quando eu te vi foi amor à primeira vista, eu sempre quis uma mulher assim, minha mãe vai adorar você.
Eu: um minuto de silencio
Eu: Querido eu ...
Ele; Querido? Você pode me chamar de algum apelido só nosso, desses carinhosos que os casais se chamam.
Eu: Sim, claro isso vai fluir, estamos apenas no primeiro dia, teremos muitos apelidos assim. Bem, eu vou ali comer alguma coisa e já volto...
Ele: Amorzinho estou louco pra provar sua comida, chegar do trabalho e jantar com você todos os dias.
Eu: um minuto de silencio
Eu : Vai ser ótimo ( em pensamento – Eu não disse que ia cozinhar, eu disse que iria comer alguma coisinha. Provar minha comida? Cozinhar todos os dias? Oh God isso exige um preparo psicológico)
Eu: A propósito você trabalha? Mora com quem?
Ele: Trabalho como atende em uma loja, moro com meus pais e tenho um terreno pra gente construir e se casar.
Eu: Nosso você é perfeito é tudo que eu pedi a Deus ( em pensamento – Mas já quer casar comigo no primeiro dia? Tem coisa errada ai)

Ah Deus eu queria tudo isso, mas não tudo no primeiro dia. O fato é que sempre falta alguma coisa, a gente nunca se contenta com as coisas. A gente sempre sonha com um amor a primeira vista, a gente sempre se apaixona a primeira vista, mas quando ele se apaixona pela gente logo de cara, achamos que tem alguma coisa errada.

Bom, diante disso, mudei um pouco meus diálogos com Deus, porque a grande verdade é que pedimos coisas que julgamos ser bom e perfeito, mas será que estamos preparadas para viver o politicamente perfeito para sociedade? Essa é a formula da felicidade para todos?
Não, não é. Então que a gente cuide muito com o que pede porque Ele dá.
Agora tenho apenas agradecido e pedido ...Senhor que seja feita a Tua vontade e não a minha, porque ser feliz é algo muito individual e essa coisa da sociedade cobrar a gente a todo momento, com a história de que mulher pra ser feliz, tem que casar, ter filhos e fazer almoço todos os dias.
Pode até ser, mas não me comunique tudo isso no primeiro dia.

OLHAI OS LÍRIOS DO CAMPO!


Esta é uma das citações mais conhecidas da Bíblia. Faz parte de um dos mais belos momentos vividos pelos discípulos na companhia de Jesus. A essência de seu discurso envolvia a questão da ansiedade das pessoas, já naquele tempo, com a sobrevivência, com o vestir, o ter, o exibir. Na sua palavra, Jesus exortava os presentes no sentido de não se angustiarem tanto com as necessidades do dia a dia. Muito sabiamente, Jesus já preparava as pessoas daquele tempo – e dos tempos atuais – a respeito da importância de preservar sua qualidade de vida, não permitindo a ocupação da mente com pesos em excesso nem com uma configuração de vida super avaliada nas coisas materiais. Aliás, Jesus também deu uma certa importância às demandas materiais de nossas vidas, deixando bem claro, porém, de que nossa preocupação com essas coisas deveria caminhar até um certo limite. A partir daí.........

As palavras de Jesus lastreiam também uma afirmação de fé. No momento em que fez essa afirmação era verão na Palestina e nos campos, rigorosamente, não havia lírio algum. Jesus tencionava, assim, puxar pela mente das pessoas, fazendo-as lembrar de que, apesar da geografia árida, seca que elas tinham diante de si, existia sempre a perspectiva de um tempo de beleza, de fartura, de provisão. Ou por outra: mesmo quando a vida está em baixa, com predominância da dor, da incerteza, da amargura, existe sempre a perspectiva de surgir o outro lado da medalha. E, através da fé, um novo tempo poderá ser alcançado. À frente de Jesus as pessoas estavam confusas. Como enxergar lírios belíssimos, de uma textura luxuriante, em meio à secura de um período de verão? Ou como enxergar uma nova realidade de vida diante da escravidão materializada na presença do senhorio romano?

“Olhai os lírios do campo!” Ao fazer tal afirmativa, Jesus queria enlarguecer nossa visão, ampliar nossos horizontes. Sabe-se que no campo existem armadilhas contra a vida. As aves de rapina, os répteis, os rigores do inverno, o calor inclemente do verão. Os predadores, os animais de grande porte, as ervas daninhas.... Apesar disso tudo, os lírios também surgem, emoldurando com sua beleza uma nova realidade. O problema é quando o campo – em síntese, na ótica de Jesus, uma alegoria da vida, do mundo – é visualizado somente através das grossas lentes do negativismo gratuito. Apesar de todas as adversidades da vida, há sempre a presença de algo belo a ser visto, focalizado, priorizado. E que, diante de um vastíssimo leque de sentimentos que a vida nos impõe, tais como o egoísmo, o individualismo, a soberba, a arrogância, há sempre a chance de cultivarmos o belo, o frutífero, o substancial, o edificante.

Ao que tudo indica, a planta que Jesus nomeou em seu discurso como lírio é hoje conhecida com o nome científico de “anemone coronária”. Tinha uma haste de uns 40 centímetros e pétalas vermelhas, púrpuras, azuis, róseas ou brancas. Como se vê, algo de uma beleza realmente estonteante em meio à aridez do solo palestino. Segundo relatos históricos era uma planta de floração comum na região, florescendo próxima ao tempo da colheita do feno. Devido à sua beleza, já era usada em larga escala na decoração dos ambientes requintados, bem como nas casas simples dos moradores do campo. Era, por assim dizer, um referencial de beleza, de nobreza, de excelência decorativa. Uma planta que realmente fazia a diferença. É nesse ponto que quero destacar o eixo sobre o qual gira o ensinamento de Jesus. Fazer a diferença. Priorizar sentimentos nobres sobre o negrume dos valores cultivados atualmente.

Há momentos na vida em que a mente se fecha. O horizonte divisado vai somente um pouco além das agruras do dia a dia. O belo da vida se perde diante da feiúra do contexto da existência. É preciso romper essa linha divisória que demarca a tristeza da alegria, a angústia da paz, o caos da ordem, da serenidade, da esperança. Quando o campo da existência está recheado de abutres, répteis e ervas daninhas, é necessário se crer que, mesmo num campo assim, a semente do lírio está lá, latente, pronta a brotar – a se fazer presente. A irradiar a vida com a variedade de suas cores, a emergir bela, firme, altaneira em meio à aridez da geografia social da atualidade. “Olhai os lírios do campo” é em sua essência uma receita inteligente de vida. Ou por outra, uma concepção ideal de vida para quem deseja enxergar a realidade atual como algo mais do que um mero passar de dias. Vai olhar?






| Públio José, Jornalista, publicitário

Quase sempre a bíblia associa O Mar, a lutas e dificuldades, e quase sempre vemos o livramento e a vitória que Deus tem para os seus filhos, mas hoje quero falar de momentos em que o mar da vida se enfurece e as ondas batem no nosso barco muitas vezes nos levando ao naufrágio, clamamos para que Deus acalme as ondas, mas parece que Ele não nos ouve, e o mar continua bravio.

O texto de hoje está em Atos 27:19

E ao terceiro dia nós mesmo, com nossas próprias mãos, lançamos ao mar a armação do navio. E, não aparecendo, havia já muitos dias, nem sol nem estrelas, e caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu toda a esperança de nos salvarmos.

Esse emocionante relato de uma viagem desastrosa do apóstolo Paulo, nos leva a imaginar os momentos angustiantes que esse homem de Deus passou durante quatorze dias e quatorze noites à deriva no Mar Adriático. Ele correu risco de vida, tanto pela fúria do mar quanto pela vontade de satanás em matá-lo através de um pensamento maligno dos soldados que faziam a guarda do navio, Paulo sentiu na carne o medo, a solidão e o silêncio de Deus naquelas noites sombrias de chuva. A escuridão e o balanço das águas daquele mar bravio lhe davam a impressão de ver a morte a qualquer instante, e havia dentro dele o sentimento de alivio se algo acontecesse para dar fim aquela situação.

Como posso afirmar isso? porque Paulo era um ser humano como eu e você. Sabe querido, quando Jesus nos chamou para segui-lo Ele não nos prometeu um mar de rosas. Ele também nunca te disse que mudaria o instinto natural de tua vida o tornando uma pessoa sem medos e inseguranças. Jesus jamais afirmou que você nunca iria sofrer ou passar por momentos de angustia e dor.
As vezes, queremos ou pensamos que somos super dotados espirituais, e por servirmos a Deus, é inaceitável luta e sofrimento feito esse naufrágio desesperador vivido por Paulo, já vi gente se vestir de uma “espiritualidade” tão sobre natural que repreende todo tipo de provação ou sofrimento que vê, dizendo que é inaceitável esse tipo de situação a um filho de Deus, será mesmo que isso é uma verdade?

Pois eu te digo uma coisa, Deus as vezes acalma o mar, mas nem sempre assim ele faz. Ele acalma o mar apenas com um doce olhar, ou com uma voz de autoridade dizendo, – Aquieta-te mar! acalma-te vento! e tudo se faz bonança. Mas isso é somente as vezes que acontece. Existem momentos que o mar não se acalma, o vento não enfraquece e as ondas se tornam bravias e batem no barco e encalhamos, sim(!), vemos o casco do barco se partir e apenas nos resta força para escaparmos com vida chegando a uma pequena ilha, como essa chamada Malta que Paulo conseguiu nadar, então entendemos uma grande verdade;

Deus as vezes acalma o mar, e em outras vezes vem junto conosco para dentro da tempestade.
Dai compreendemos que sua vontade é soberana, que Ele é o Deus dos vales e das montanhas, do mar bravio e da ilha de refugio, que os planos que Ele tem para a nossa vida são maiores do que a nossa vontade do bem estar, Ele tem o mar como seu aliado para grandes ensinos, as lutas são para o nosso crescimento, e o medo serve para entendermos que precisamos sempre da ajuda desse Deus que tudo pode, inclusive acalmar o mar, quando lhe parece conveniente. Seu silêncio não quer dizer que perdeu o controle da situação, Ele esta ali(…) pertinho de nós e tem tudo no seu controle.

Deus as vezes acalma o mar, e em outras vem nos socorrer!

BÍBLIA SAGRADA
A nossa caminhada é realmente difícil, Jesus não nos prometeu um mar de rosas, todos passamos por um caminho de incertezas, mas ao ler este livro mudamos nossa visão a respeito de TUDO, finanças, educação, casamento, e principalmente sobre pessoas. Mas, o mais importante relato nele é a passagem de um ser muito especial, alguém com um poder sobrenatural capaz de evitar todo tipo de pecado, alguém que nos deixou ensinamentos grandiosos, que nos fazem repensar a nossa forma de viver, deixou um direcionamento a ser seguido, um caminho a trilhar. Neste livro encontramos toda sua historia, doutrina, perseguições e lutas. Mas, o mais empolgante de sua trajetória foi as promessas que Ele nos deixou para quem o seguisse. Hoje milhões de pessoas crêem na sua existência, são maravilhadas pela suas obras e estão a sua espera conforme prometido. E é com esta certeza que prossigo em fé, pois acredito um dia estar pronto para Sua volta, e gostaria muito que você também participasse disto comigo, como Filhos e Servos do Altíssimo Deus. LEIA!!!!

CASTELO FORTE

Você deve conhecer Martinho Lutero como o pai da Reforma e tradutor da Bíblia para alemão. Mas o que poucos lembram é que ele também compôs 37 hinos, sendo o mais popular " Castelo Forte ", também conhecido como Hino de Batalha de Reforma. Existem pelo menos 70 versões diferentes em inglês. A versão mais conhecida em português contém as palavras " Castelo forte é o nosso Deus, escudo e bom refúgio " ( CC 323 ).
O hino de Lutero baseia-se no Salmo 46, que fala sobre o refúgio e proteção que Deus oferece em tempos de aflição ( v.1 ). Perigos como desastres naturais ( vv.2-3 ) são uma realidade sempre presente. O mundo já experimentou grande devastação e destruição causadas por terremotos, maremotos e furações. E Jesus nos avisou de uma futura catástrofe de proporções cósmicas ( Lucas 21:11, 25-26 ; Mateus 24:29-30 ; Apocalipse 16:18-21 ). Mas não importa o que acontecer, ou o quanto as circunstâncias forem adversas, aquele que fizer de Deus o seu refúgio e fortaeza, estará seguro ( Salmo 46:1-3 ).
Vivemos em um mundo repleto de conflitos ( vv.8-9 ), onde é normal a hostilidade e guerra entre as nações, inúmeras delas travadas nestas últimas décadas. Mas Jesus falou sobre guerras ainda maiores ( Lucas 21:9-10 ; Mateus 24:6-7 ) e a última guerra do mundo, a de Armagedom ( Zacarias 14:2-3 ; Apocalipse 16:12-16 ; 19:11-21 ). O resultado desta batalha apocalíptica será a vitória para o povo de Deus ( Salmo 46:5 ) e paz para o mundo ( v.9 ). Por duas vezes somos assegurados que o " Senhor Todo-Poderoso " está conosco; nosso Deus é nosso refúgio ( vv.7,11 ).
Não importam as circunstâncias, Deus nos chama a " ... [ parar ] de lutar e [ saber ] que Deus [ Ele é ] Deus... " ( v.10 ). Com esperança nele, cantare-mos " Castelo forte é nosso Deus, escudo e bom refúgio ". - K. T. Sim

Leia: Salmo 46
Deus é o nosso refúgio e a nossa força, socorro que não falta em tempos de aflição ( v.1 ).

Examine: O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador. O meu Deus é uma rocha em que me escondo. Ele me protege como um escudo; ele é o meu abrigo, e com ele estou seguro ( Salmo 18:2 ).

Considere: Quais provações e aflições você está enfrentando ? Por que é tão difícil aquietar-se na presença de Deus ?

Aos seus amados Deus dá enquanto dormem´

Certa vez li esta frase na Bíblia e comecei a pensar um pouco mais sobre ela... e confesso que cheguei até a chorar... pois percebi o Amor tão grandioso de Deus ... que mesmo enquanto durmo Ele continua cuidando de mim ... que o Amor que vem Dele pois Ele é o prórprio amor é constante, é zeloso , é infinito...
Comecei a imaginar que enquanto eu descansava Jesus estava lá junto ao Pai intercendendo por mim... trazendo diante de Deus minha orações...
Sabe esta experiência tocou muito forte meu coração e resolvi vir aqui compartilha la com você, pois sei que de alguma maneira podera te ajudar...
Bom descanso pra você...
Débora Aggio

Sabe, porém, isto, que nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de manejar. 2Pois os homens serão amantes de si mesmos, amantes do dinheiro, pretensiosos, soberbos, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, desleais, 3sem afeição natural, não dispostos a acordos, caluniadores, sem autodomínio, ferozes, sem amor à bondade, 4traidores, teimosos, enfunados [de orgulho], mais amantes de prazeres do que amantes de Deus, 5tendo uma forma de devoção piedosa, mostrando-se, porém, falsos para com o seu poder; e destes afasta-te. 6Pois, dentre estes surgem aqueles homens que se introduzem ardilosamente nas famílias e levam cativas mulheres fracas, sobrecarregadas de pecados, levadas por vários desejos, 7sempre aprendendo, contudo, nunca podendo chegar a um conhecimento exato da verdade

Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.
Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.
E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.

Paulo de Tarso
Bíblia, Coríntios 3, 18-20