Texto sobre Liberdade

Cerca de 1618 texto sobre Liberdade

Mulheres de Gêmeos(21/05 a 26/06)

Liberdade é sua luta diária
Impressiona seus pretendentes
Procura amantes
que combinam espírito,
físico e romance
fusão da alma
Adora equilibrar emoções
Romantismo sempre em alta
Bilhetes ...recados...
uma taça de vinho
encantam a geminiana
Adora encantar o parceiro
beijos quentes e carinhosos
na barriga...mãos e braços
deixam-na toda arrepiada
diverte-a...
encanta-a entre quatro paredes
Exótica na cama
não deixando a monotonia no ar
Adora ser amada a beira de uma lagoa.
(Fouquet, 26 de maio de 2010)

Marcelo Fouquet Rosembrock
3 compartilhamentos

Oi, desculpe, mas tomei a liberdade de usar o seu nome, a nossa história e o que vivemos para escrever e publicar um capítulo da minha história. O seu nome é o título e o que aconteceu entre agente é a história.

Victor

Natal de 2006, você pediu pra conversar comigo eu relutante disse que não. Você insistiu até que por fim eu aceitei conversar com você.
Nessa época eu gostava de uma pessoa, mas a mesma não tava nem aí, pode se dizer assim, por essa razão você me impôs a te dar uma chance, já que não era nada de mais, era somente uma conversa. Eu aceitei. Marcamos e no final de semana seguinte nos encontramos, você foi me buscar no trabalho. Ficamos e você combinou comigo de irmos a uma inauguração de uma boate, acabou que não fomos e você me deu o meu 1º bolo. Eu fiquei muito “puta”, ainda mais por não ter ouvido de você nenhuma explicação. Passados os dias, voltando do trabalho, encontro você na moto com outra pessoa na garupa, quando você me viu me deu um “oi” muito sem graça, deixei rolar...
O tempo passou e um dia, sem explicação, você me deixa um depoimento me pedindo desculpas e assumindo que havia errado, ali começava a nossa historia, mas nenhum dos dois sabia disso. Você novamente me convidou para sair, e eu aceitei.
De inicio íamos ao Kabana, mas por capricho do destino não conseguimos entrar porque estava muito cheio (Um fato que eu não sei se você sabe: O Cleiton naquele dia estava lá, eu acho que você não o viu.) e acabamos indo pro Fórmula do Gol.
No fórmula você apagou o cigarro e não bebeu mais (depois que eu disse que queria isso de você). Saímos pra ficarmos a sós. Paramos em frente ao antigo Pagode e ficamos por algum tempo ali (Fato: Você dormiu nesse dia.), voltei pra casa achando que no dia seguinte não haveria mais nada. Engano meu, voltando da praia você me liga, brincando/brigando porque eu não tinha te chamado pra ir à praia, passado esse fato você me convidou pra ir a uma festa que estava rolando no Formula, aceitei, mas no final acabou que não fomos você brigou com seus pais... Ah nesse dia você me pediu em namoro e eu te disse que era muito cedo pra namorarmos e você me deu uma semana pra pensar no assunto. Eu aceitei no dia 14 de setembro, domingo.
Durante a semana minha primeira surpresa: você me convidou pra jantar e fomos ao Big Batata. Na volta nós paramos na sua casa e você me apresentou aos seus pais, lembro que tremia de nervoso (rsrsrs).
As semanas foram passando e agente foi descobrindo aos poucos cada detalhe um do outro, cada história, cada machucado e eu fui vendo uma pessoa totalmente diferente daquela que me descreviam, eu fui vendo um garoto que por força do destino se tornou um homem, uma pessoa que eu poderia amar e confiar.
No início as brigas não existiam e os elogios eram quase que diários. Felicidade era pouco pra descrever o que eu tava sentindo naquele momento.
Você passou a me ensinar coisas, boas e maldosas, a me mostrar coisas e a querer coisas. Fui com você, não sabia e não queria te dizer não. Te aceitei, te quis, me entreguei ...
Tudo na minha vida havia mudado, eu deixei de aceitar tudo o que os meus pais falavam, eu comecei a bater de frente com as pessoas em seu nome, em nome do que eu acreditava ser AMOR.
Tudo passou a ser você, você era a minha felicidade e a minha tristeza, a minha fome, o meu humor, as minhas quedas e as minha superações. Eu encontrei em que eu menos esperava um porto seguro.
Encontrei a fuga das minhas monotonias e dos meus acertos em seus braços, em seus beijos e no seu sorriso. Eu havia encontrado o inferno que eu tava esperando, eu tinha encontrado a vida.
As coisas começaram a mudar, eu comecei a querer coisas, já que eu tava te dando. Eu comecei a querer carinho sem precisar pedir, eu comecei a querer a sua presença sem motivos eu comecei a falar, a brigar e a querer terminar.
Os risos se transformaram em lágrimas, as palavras doces se transformaram em palavras amargas, o que nos unia começou a nos separar. Foram tantas brigas em tão pouco tempo, mais tantas reconciliações em tão poucas brigas.
Eu não tinha aprendido a te dizer ADEUS eu, ainda, não sabia te deixar, eu não tinha coragem de te fazer sofrer. Eu lutei, me esforcei, tentei, mas nada adiantou porque no fim quem me disse ADEUS, quem soube me deixar foi VOCÊ.

O Fim.

Dia 23 de março de 2009, à noite, no carro, você terminou comigo, ali começava o meu sofrimento.
Entre tantas coisas que você disse, entre tantas coisas que passaram na minha cabeça, entre tantas lágrimas, o que me chamou mais a atenção foi o fato de você não querer mais me beijar e mais ainda você não me olhou mais nos olhos. Eu sai do carro, fui para o meu quarto, me sentei na cama e as lágrimas que já haviam encerrado começaram a jorrar novamente. Eu pensei, absorvi e analisei cada palavra e cada expressão que você fez. Adormeci. Sonhei com você, sonhei com a gente.
Acordei, levantei, mas meu corpo e minha alma estavam tão pesados que me impediram de continuar de pé. Voltei para cama e te liguei, talvez na esperança de um arrependimento, de uma reconciliação, mas nada disso aconteceu e o só o que eu ouvi foi a confirmação de tudo que havia acontecido na noite anterior.
Sai, fui pra rua, mas nem os óculos escuros escondiam a minha tristeza, as lágrimas eram teimosas e insistiam em descer, e cada vez mais elas me faziam lembrar você. Esse foi o dia mais longo da minha vida.
Passado o dia resolvi não ter mais nada pra lembrar da gente, não queria sentir mais nada por você, queria na verdade te ODIAR, mas a reação seguinte ao meu ato foi mais que uma surpresa, foi um incomodo. Como você teve coragem de me pergunta se eu já havia te esquecido, se eu já havia esquecido o amor? Sem resposta.
Por obra do destino te encontro e também por sapequice do mesmo o meu telefone toca. A sua curiosidade te entregou e o seu ciúme falou mais alto que o seu orgulho e não te impediu de escrever o que você me escreveu. A pior coisa que se pode fazer é dar esperança a um coração machucado, e foi isso que aconteceu, realidade dada e esperança tomada.
Tentei tornar as coisas entre agente amigável, mas tudo o que eu ouvia era arrogância e grosserias que por fim desisti, já não era o seu amor, e não fazia questão de ser sua amiga, mas isso não te agradou a ponto de você me chamar de criança, a ponto de você criticar a minha atitude e decisão, passou.
Hoje, 04 de abril de 2009 vejo com clareza todas as coisas, vejo que tantos foram os avisos e tantos foram os esforços, mas nada impediu que o fim chegasse e ele chegou, agora não só por sua parte como também da minha. Eu quero levar comigo as coisas boa que aconteceram entre agente, quero sentir saudade, não de você, mas da felicidade que eu tive ao seu lado, hoje eu não vou tomar mais minha dose de você.

Pra terminar obrigado por me fazer perceber que eu sou bem mais forte que eu pensava e que eu tenho uma mãe e uma família que me amam de coração e que o sofrimento faz parte do aprendizado da vida e que ser adulto é bem mais que responsabilidades é negar os seus impulsos, hoje eu nego, eu nego o meu impulso de te amar.

Thamyris Brito
3 compartilhamentos

Recomeçar

Recomeçar é como renascer e ver o sol em um mundo de liberdade.
É crer que a vida se reanima diante de teus olhos fora da escuridão.
É saber que toda via tudo pode continuar

Recomeçar é como renascer da sombra de um passado que agora não conta mais.
é tornar-se simples, procurando nas pequenas coisas a felicidade.
É construir a cada momentoo teu amanha.

Recomeçar é como dizer sim a vida para libertar-se e voar sobre o horizonte além do limite,
onde a imaginação não tem medo.
É ver tua casa tornar-se grande como o mundo.

Recomeçar é acreditar no amor
e sentir que mesmo na dor
a alma pode cantar e não conter-se jamais.

Desconhecido
3 compartilhamentos

E se eu pudesse entrar na sua vida?


E se eu pudesse entrar na sua vida?
Eu teria liberdade de ação?
Poderia ver-te, sem pressa, todo dia?
Poderia abraçar-te?
Sentir o teu corpo no meu?
Sentir a tua mão na minha?
Não sentir meus pés no chão?
Não sentir o mundo à volta?
Subir no teu colo e em teus braços ser envolta?

Eu teria acesso à tua intimidade?
Poderia usar tuas roupas íntimas?
Sujá-las? Lavá-las?
Perfumá-las com meu cheiro?
Dormir contigo sob um lençol macio?
Sob paz?
Sem culpa? Sem crise?
Nem cobrança, nem medo?
E não pensar em mais nada?
Deixar rolar? Viver o momento?

Seria eterno? Seria pleno?
Seria infinito? Seria maldito?
Haveria segredos? Haveria disputas?
Seria mágico ou trágico?
Seria encanto ou pranto?
Seria errado? Seria certo?
Seria breve ou completo?
Seria meu?
Seria dela?
Seria deles?
Como seria?
E se eu pudesse entrar na sua vida?

Monique Frebell
3 compartilhamentos

Isso aí... sai bastante, aproveita bastante a sua liberdade. Aproveita que o sangue e as emoções estão bem quentes ainda.
Isso aí.. sai com aquela periguete que você sempre desejou. Aproveita que o tempo está passando.
Isso aí... Pega todas, festeje bastante. Aproveita que a fase do tesouro perdido ainda não chegou.
Isso aí... me esnoba bastante. Aproveita que eu ainda me importo.
Porque a hora que o tempo passar e a ficha cair você vai se tocar que o tesouro perdido era eu.. e simplesmente sem se dar por conta, você me perdeu!
Isso aí... agora chora. Aproveita a sua vidinha egoísta e sólida que eu vou curtir a minha cor de rosa.
Babaca! 8)

Aline Oliveira
3 compartilhamentos

Liberdade, onde estás? Quem te demora?
Quem faz que o teu influxo em nós não Caia?
Porque (triste de mim!) porque não raia

Já na esfera de Lísia a tua aurora?
Da santa redenção é vinda a hora
A esta parte do mundo que desmaia.
Oh! Venha... Oh! Venha, e trémulo descaia

Despotismo feroz, que nos devora!
Eia! Acode ao mortal, que, frio e mudo,
Oculta o pátrio amor, torce a vontade,
E em fingir, por temor, empenha estudo.

Movam nossos grilhões tua piedade;
Nosso númen tu és, e glória, e tudo,
Mãe do génio e prazer, oh Liberdade!

Bocage
3 compartilhamentos

A liberdade é uma experiência do dia-a-dia.

Revolucionar é ampliar horizontes.

Acreditar e desconfiar são os maiores dilemas sociais.

A criatividade brota entre a razão e o delírio.

A morbidez multiplica o sofrimento.

Não renove seu passado no presente.

Enfrente velhos dogmas com novos paradigmas.

As grandes idéias se escondem nas fendas do saber.

Fala-se cada vez mais para dizer cada vez menos.

Descobrir é revelar.

A simplificação sempre revoluciona.

O desconhecido ameaçador é um “velho conhecido”.

A libertação exige paciência.

São as falsas certezas que infernizam o viver.

Viver é ultrapassar limites.

Não conversamos ; combatemos ou recrutamos aliados.

O fim começa quando a esperança acaba.

Um verdadeiro mestre não intimida discípulos.

Julgar nossas culpas é tarefa alheia.

O desequilibrio é a norma social dominante.

Valorize as receitas simples do cardápio social.

A multiplicidade de alternativas dificulta o viver.

Alvaro Acioli
3 compartilhamentos

A organização é indispensável, porque a liberdade só surge e tem sentido dentro de uma comunidade auto-regulamentada de indivíduos que colaboram livremente. Porém, mesmo que indispensável, a organização pode também ser fatal. A organização em excesso transforma em autômatos homens e mulheres, reprime o espírito criador e elimina a própria possibilidade de liberdade. Como sempre, o único caminho seguro está no meio termo, entre o excesso do laissez-faire, num dos topos da escala, e o controle total, no outro extremo.
(Admirável Mundo Novo)

Aldous Huxley
3 compartilhamentos

Da mesma maneira, deve ser considerado despreparado para algo mais do que uma liberdade limitada e qualificada o povo que não estiver disposto a cooperar ativamente com a lei e com as autoridades públicas na repressão aos malfeitores. Um povo que está mais disposto a esconder um criminoso do que a prendê-lo; um povo que, como os hindus, comete perjúrio para salvar o homem que o roubou, ao invés de se dar ao trabalho de depor contra ele e daí extrair sua vingança; um povo que, a exemplo de algumas nações da Europa até recentemente, quando vê um homem apunhalar outro em plena rua, passa para o outro lado, porque cuidar do assunto ê tarefa da polícia, e porque é mais seguro não interferir em assuntos que não lhe dizem respeito; um povo, enfim, que se revolta por uma execução, mas que não se choca por um assassinato — esse povo precisa de autoridades agressivas, melhor armadas do que quaisquer outras, uma vez que as primeiras e indispensáveis condições para uma vida civilizada não possuem outras garantias

John Stuart Mill
2 compartilhamentos

Os que reclamam a liberdade reclamam a moral interior, para que nem assim o homem deixe de ser governado. O gendarme - dizem eles de si para si - está no interior. E os que solicitam a coacção afirmam-te que ela é liberdade de espírito. (...) Mas um reclama para o homem, tal como ele é, o direito de agir. O outro, o direito de modelar o homem, para que ele seja e possa agir. E todos celebram o mesmo homem. (...) E o segundo também se engana, porque acredita nas paredes e não no homem, no templo, só conta o silêncio que as domina. E esse silêncio na alma dos homens. E a alma dos homens, onde se conserva esse silêncio. Aí está o templo diante do qual eu me prostro. Mas aqueloutro faz o seu ídolo de pedra e prosterna-se diante da pedra enquanto pedra...

Antoine de Saint-Exupéry
Inserida por gtrevisol

Desata seus nós e se estica. Voa nessa liberdade que existe em você. Acredita na força do bem, deixa o amor te guiar. Quando um coração ama de verdade tudo é felicidade, não existe nada que possa atrapalhar. Vibre nos seus ideais e pinte a sua alma de esperança. Deixe esse ser, que existe em você, viver e sorrir. Fazendo de você assim a pessoa mais feliz.

jeanrosana
Inserida por jeanrosana
1 compartilhamento

Então, admitiu o medo. E admitindo o medo permitia-se uma grande liberdade: sim, podia fazer qualquer coisa, o próximo gesto teria o medo dentro dele e portanto seria um gesto inseguro, não precisava temer, pois antes de fazê-lo já se sabia temendo-o, já se sabia perdendo-se dentro dele finalmente, podia partir para qualquer coisa, porque de qualquer maneira estaria perdido dentro dela.

Caio Fernando Abreu
Inserida por Ilgner
1 compartilhamento

Sem disciplina não há liberdade. A Disciplina é aquele ingrediente que nos faz ter o discernimento que precisamos para alcançar nossos objetivos. É ela quem nos dá ao direito de com consciência abrir mão eventualmente de alguma tarefa, sabendo que não abandonaremos nossa missão. O Vício é a escravidão. É a prisão da mente que não consegue agir sem o elemento que lhe escraviza, seja uma substância, uma pessoa, um sistema... Liberdade é entender que não controlamos NADA E NEM NINGUÉM, e de que mesmo direcionados por questões morais e Regras Sociais comuns é na ÉTICA e na LEALDADE que tomaremos nossas decisões.
Disciplina para ter LIBERDADE, ou fique ai esperando alguém lhe dizer o que você pode ou não pode fazer.

Tico Santa Cruz
17 compartilhamentos

Liberdade e amor andam juntos. Amor não é reação. Se eu o
amo porque você me ama, trata-se de mero comércio, algo
que pode ser comprado no mercado. Amar é não pedir nada
em troca, é nem mesmo sentir que se está oferecendo algo.
Somente um amor assim pode conhecer a liberdade. (...)
Quando vemos uma pedra pontiaguda em um caminho
frequentado por pedestres descalços, nós a retiramos não
porque nos pedem, mas porque nos preocupamos com os
outros, não importa quem sejam. Plantar uma árvore e cuidar
dela, olhar o rio e desfrutar a plenitude da terra... para tudo
isso é preciso liberdade – e, para ser livre, é preciso amar

Jiddu Krishnamurti
3 compartilhamentos

A criatividade é a maior forma de rebeldia da existência. Se deseja criar, você tem que se livrar de todos os condicionamentos; do contrário, sua criatividade não passará de mera imitação, será uma simples cópia de algo.

Você consegue ser criativo somente como indivíduo, você não pode ser criativo como parte da psicologia das massas. A mentalidade coletiva não tem criatividade; seus membros levam uma vida enfadonha; eles não conhecem realmente a dança, a melodia, a alegria; são seres mecânicos.

A pessoa que pretenda ser criativa não pode seguir o mesmo caminho dos outros, uma senda excessivamente trilhada e batida. Ela tem que descobrir seu próprio caminho, tem que pesquisar nas selvas da vida. Ela tem que caminhar só; tem que ser um não-conformista com os valores da psicologia das massas, da mentalidade coletiva.

Osho
21 compartilhamentos

Agora que aliviei seu peso
podes voar sem medo
voar com o coração livre
voar completamente independente
voe, siga as correntes de ar quente
que podem te levar do ocidente ao oriente
e veras um mundo com um olhar novo
com outros pudores e novos amores
e quando decidires parar de voar
poderás pousar em qualquer lugar
e um novo ninho recomeçar
para alguém que a mereça se aconchegar

Vinicius Neves Ferreira
3 compartilhamentos

Eu ando descalça porque amo a liberdade, amo sentir onde estou pisando. Sou simples, e o simples me possui. Adoro tomar sorvete no frio, e sair que nem uma louca no meio da chuva mesmo sabendo que posso ficar resfriada. Adoro ser simples, pois sempre tive pouco, e mesmo tendo acesso ao conforto, não ligo se tiver menos. Faço de tudo uma eterna festa!

Anna Paulla
43 compartilhamentos

Há dois anos ele caminha pelo mundo sem telefone, piscina, carros, nem cigarros. A liberdade máxima. Um extremista. Um viajante esteta cujo lar é a estrada. E agora, depois de dois anos errando, vem a última e maior aventura. A batalha culminante para matar o falso ser interior e concluir com vitória, a revolução espiritual. Sem continuar a ser envenenado pela civilização, ele foge e caminha solitário pelo mundo para se perder em meio à natureza.

Na Natureza Selvagem
49 compartilhamentos

Amo a liberdade, amo minhas amizades, amo tudo o que faço, e faço quando quero, não obrigo ninguém a nada, assim como odeio quando querem me forçar uma opnião ou alguma atitude, detesto brigar a toa, mas admito que é frequentemente preciso com certo tipo de pessoas, me estresso com pessoas bitoladas, que gostam só disso e daquilo, eu gosto de tudo, e sinto felicidade em poder ter vários gostos, amo música, amo fotos, tenho sonhos, realizo alguns, outros são apenas sonhos realmente, fracasso muitas vezes e com isso aprendo e não cometer o mesmo de novo, ou repito pensando em dar certo dessa vez, tenho medo de muitas coisas, tenho medo do 'arriscar' mas nem por isso deixo de tentar, não caio, apenas tropeço e me levanto muito mais forte, sempre choro por bobeiras, me iludo com coisas passageiras, enjoo da rotina facilmente, não demonstro o que sinto, e tenho uma capa de forte e corajosa, mais na verdade sou sentimental e frágil, conto segredos pra quem nunca deveria nem contar uma simples história, e não confio em quem eu deveria, amo a vida, amo as dificuldades, me animo com as facilidades, amo escrever, demonstro tudo o que eu sinto em frases, e escondo em conversas, sou sincera com quem devo, e sou falsa o tanto quanto a pessoa está sendo comigo apesar de sentir ódio de tal falsidade, amo a ironia que consigo destribuir em minhas falas, detesto meu medo de falar em outras, amo minha família, e acima de tudo Deus, não admiro nada e nem ninguém, não dou valor a quem merece, e sofro por quem não merece, tenho mil jeitos, considerados defeitos para alguns, e qualidade para outros, mas independente do que você achar, se você não souber lhe dar com o meu pior, você não merece o meu melhor :)

Carol Andrade
99 compartilhamentos

Liberdade é quando você pode sentir que está no céu e na terra, no sol e na lua, no paraíso e no inferno, em um só momento. Naquele momento em que seus braços se abrem no despenhadeiro desconhecido, na cachoeira descoberta, na praia desejada, na rave planejada, no país sonhado. Liberdade é poder fechar os olhos e sentir o cheiro novo da vida, o cheiro da conquisa, da realização. Você se sente liberto, se sente livre, se sente realizado.Liberdade é você se sentir novo. Liberdade é você olhar para o lado e ver que tem alguém que te acompanha nisso. Alguém que vai abrir os braços com você, alguém que vai beber até cair no primeiro boteco de esquina, alguém que vai para aquela micareta furreca com você, alguém que vai enfrentar mil quilometros só por causa de um show irado. Liberdade não é ser sozinho. Ter liberdade não é estar sozinho. Liberdade é ser livre pra poder voar e pode dividir isso como os passarinhos que andam milhas e milhas sempre juntos. De que adianta ser livre, se não puder dividir essa alegria com alguém?

Lays Silva
9 compartilhamentos