Texto sobre Aborto

Cerca de 98 texto sobre Aborto

Como pode o Estado – isto é, um delegado de polícia, um promotor de justiça ou um juiz de direito – impor a uma mulher, nas semanas iniciais da gestação, que a leve a termo, como se tratasse de um útero a serviço da sociedade, e não de uma pessoa autônoma, no gozo de plena capacidade de ser, pensar e viver a própria vida?

O direito das mulheres a uma vida sexual ativa e prazerosa, como se reconhece à condição masculina, ainda é objeto de tabus, discriminações e preconceitos. Parte dessas disfunções é fundamentada historicamente no papel que a natureza reservou às mulheres no processo reprodutivo. Mas justamente porque à mulher cabe o ônus da gravidez, sua vontade e seus direitos devem ser protegidos com maior intensidade.

Mas eu sinto que o maior destruidor da paz hoje é o aborto, porque é uma guerra contra a criança – um assassinato direto da criança inocente - assassinato pela própria mãe. E se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo sua própria criança, como nós podemos dizer para outras pessoas que não matem uns aos outros?

Abortei a missão. Deixei o barco afundar.
Nem me dei o trabalho de lançar a âncora. Deixei ele ir...

Não pense que não lutei... Lutei sim. Até mais do que devia. Fiz de tudo para o barco continuar ali. Perdi a conta de quantas vezes tentei evitar que isso acontecesse. Inúmeras tentativas! Mas o barco já tinha seu destino... Ele tinha que afundar mesmo. Por quê? Não sei ao certo. Mas é assim que tinha que ser.

Às vezes tenho a impressão de que fui junto com ele... Estou me afogando! A temperatura está muito baixa! Não consigo mais respirar! As águas me invadiram os pulmões! Mas não. Eu estou aqui, sequinha. Isso tudo não passa de um melodrama. Uma tentativa frustrada de atrair atenção. De ser ajudada, amparada. De ser tratada com um pouquinho de compaixão.

Mas a única coisa que realmente pode me ajudar agora é a aceitação de um fato: o barco permanece no fundo do mar. E eu estou aqui, em terra firme.

Mãe que aborta, mãe que abandona, mãe que troca o filho por qualquer coisa mais "importante" é mãe desafeiçoada!
E você pai? Acha que só mãe tem obrigação e que você faz um grande favor quando dedica tempo para o seu filho? Faz sim, um grande favor para você mesmo, plantando amor no coração de seu filho. Hoje ele quer você, amanhã você é que vai querer ele!
Mulheres abortam por existir caras como você!
O Adão culpou a Eva, a Eva culpou a serpente, e você culpa quem por tanta maldade neste seu coração?

Neste jogo de egoísmo quem sofre mais é o único que não teve culpa nenhuma! Até quando você vai querer se ver livre dele?

Quem não é capaz de amar nem um inocente, amará quem?

Aborto Não!

Eu ia ser sua razão de viver,eu ia segurar na sua mão quando tivesse medo.
Você ia me dar abraços e todos os confortos.
Nós iriamos enfrentar os problemas juntos.
Eu iria te magoar,mas você iria me perdoar e me ensinar.
Eu iria cuidar de você mamãe,eu já te amava.
Mas,você me abortou,eu tento entender mãe,mas era minha única oportunidade.

Eis porque o aborto é um pecado tão grave. Não somente se mata a vida, mas nos colocamos mais alto do que Deus; os homens decidem quem deve viver e quem deve morrer.
Se aceitarmos que uma mãe mate seu filho dentro do próprio ventre, como poderemos impedir que as pessoas matem umas as outras?
Dizer que há bebê demais é como dizer que há flores demais.

Vidas Secas
Sob as indeléveis pegadas do tempo dorme sonhos abortados;
desejos cruelmente assassinados; paixões incineradas pelo fogo
que já não queima; amores asfixiados pela poeira densa e gris
do tédio, da monotonia, da distância do que está intocavelmente
tão perto.
Vidas secas!
Sob as pegadas do tempo há tantos sorrisos enferrujados;
tantos abraços paralisados pela distância de braços que
nunca conseguiram tocar; tanta delicadeza atrofiada pela
impossibilidade de se manifestar; tanta doçura azeda pelo fel
de palavras amargas; tantas almas amordaçadas por tudo
que tiveram de silenciar.
Vidas Secas!
Ainda assim a esperança semeia possibilidades sobre esse
solo aparentemente estéril, seco, infértil, inóspito, fazendo
brotar lindos canteiros de margaridas brancas, espectro de
delicadas almas que renasceram como beleza do que a morte
não foi capaz de calar.

Desabafando sobre a realidade...
OBS: Leia até o fim e NÃO, NÃO é sobre política, é sobre VIDAS!
Tento entender e acabo não entendendo: Porque pessoas vivem meramente para viver sem se importar com o próximo? Porque jovens estragam as suas vidas com drogas e bebidas? Porque a mãe gravida pensa em aborto e porque o pai que tanto quer ser homem não é homem para assumir seu filho? Mundo egoísta, seres humanos ameaçados por questões políticas, pessoas baleadas nas ruas, pessoas morrendo nas filas dos hospitais, hoje crianças amanhã adultos analfabetos, A QUE PONTO CHEGAMOS NESSE MUNDO? Cidades com nem 10 mil habitantes e o tráfico está dominando a juventude, MEU DEUS, onde chegaremos, quem fará algo?
E antes que você venha falar que estou falando de política, eu falo que NÃO, NÃO é política, isso é aquela briga em família que muitos filhos estão cansados de ver, aquela separação de pais que estressou a criança, a falta de educação de qualidade, a falta de vontade de educar de alguns pais, ESSE É O MUNDO SENDO CRUEL COM QUEM "MERECE" CRUELDADE, a dor será eterna, muitos de nós já perderam ou esqueceram alguém por causa de alguma idiotice desse mundão ao inverso, O CERTO É ERRADO E O ERRADO É CERTO...
++MAIS AMOR
-MENOS ÓDIO
+++MAIS HUMANIDADE
-MENOS ÓDIO
++++MAIS VIDA
-MENOS ÓDIO
+++++MAIS DEUS
-MENOS ÓDIO
++++++MAIS SAUDADE
----MENOS ÓDIO, MENOS, MENO, MEN, ME, M,........ #PAZ
Recomeçar, o ser humano precisa entender que é necessário um novo começo com menos ÓDIO, e mais AMOR!

O aborto pode ser combatido mediante a adoção. Quem não quiser as crianças que vão nascer, que as dê a mim. Não rejeitarei uma só delas. Encontrarei uns pais para elas. Ninguém tem o direito de matar um ser humano que vai nascer: nem o pai, nem a mãe, nem o estado, nem o médico. Ninguém. Nunca, jamais, em nenhum caso. Se todo o dinheiro que se gasta para matar fosse gasto em fazer que as pessoas vivessem, todos os seres humanos vivos e os que vêm ao mundo viveriam muito bem e muito felizes. Um país que permite o aborto é um país muito pobre, porque tem medo de uma criança, e o medo é sempre uma grande pobreza.

Muitos dos meus sonhos foram abortados. Em um monólogo pessoal, indagaria a Deus por aquilo que deu ou dá errado? Quem na verdade sou eu? Sou filho adotivo de Deus por Sua misericórdia! Conclui que não sou nada, não sou merecedor de nada mas ainda sim, quando estou em oração o Senhor tem me visitado em sonhos, nas minhas reflexões sobre a existência mesmo quando sou acusado, perseguido, esquecido, questionado ou deprimido... mas entra em ação mais uma vez a misericórdia de Deus que tem me dado lugares de refúgio e é nestas horas é que me sinto no colo dEle dizendo-me para me aquietar...queria que esse momento não me levasse a ser desperto, queria continuar no colo ou que encontrasse anjos ou humanos que compreendessem o que é ser humano; que demonstrasse algum grau de importância ou quando alguém (quase nunca acontece, mas o contrário sim: ligam, batem à porta, interpelam nas ruas e pedem orações.) me ligasse e me chamasse para orarmos juntos, para falar das escrituras, partilhar conquistas alcançadas pelo poder do Espírito Santo de Deus para o Reino de Deus! Ás vezes me esqueço que fazemos parte de uma geração narcisista, egocêntrica e que somos filhos da indiferença interpessoal. Que ninguém não está nem ai prá nada...Sinto-me como Jó que foi abandonado e acusado pelos seus amigos por conta da ausente relação dele com o Senhor, quando por trás das cortinas no mundo espiritual havia uma batalha entre Deus e Satanás e que Jó foi provado por muitos problemas que excedem a força humana ,mas que mesmo chegando ao fundo do poço ou no final do túnel sua fidelidade se manteve ao Senhor, não blasfemando, mas agradecendo. Em nenhum momento ele se rebela contra o seu Deus. É então lembrando de momentos marcantes em minha vida, é que vejo "anjos" e pessoas que descobriram o que é "ser humano", quem realmente se importa com você e que lhe ama de verdade. Mas é o amor de Deus que me leva a acreditar mesmo não vendo de forma abstrata mas pela fé que Deus sempre trabalha de forma didática, cuida de mim, e que em Seus planos estou eu inserido.

"não é por acaso que se fala tanto de imunidade, anticorpos, de inseminação e aborto. Em tempos de carestia, a preocupação está voltada para a absorção e assimilação. Em épocas de superabundância, o problema volta-se mais para a rejeição e expulsão. A comunicação generalizada e a superinformação ameaçam todas as forças humanas de defesa."

⁠A falência da vida como um todo começa, quando abrimos mãos dos nosso sonhos e abortamos a vontade de vivermos eles a cada dia. E assim, enterramos nossa esperança, e todo a capacidade de nos tornarmos uma pessoa que mudaria o mundo, mas que não faz isso por não ser nem ao menos capaz de mudar a si mesmo.

Revertério

Gametas que se cruzam e o aborto fatal
O avanço da ciência e o caos universal
A mesa farta, rica, a dinastia da nobreza
Uma imagem revelando a sua pobreza (de espírito!)

Um culto na sinagoga, crença em Messias
A descrença total de quem tirou tantas vidas
Nos campos de concentração, ali confinados
Crianças, idosos, mães, solteiros e casados

Que o revertério seja revertido em virtude
Que caia uma bomba atômica sobre o ódio
Noites mal dormidas sem o efeito do ópio
No terno dos malfeitores, alguma magnitude

O branco, o negro, o índio e o mameluco
Um relógio importado que parece caduco
Tempo incontável e tratamento diferenciado
De um ser humano cada vez mais desalmado

A oportunidade de ser oportunista e calculista
Está frequentemente ao alcance da nossa vista
Uma fantasia sem pudor chamada globalização
Com os desabrigados nas ruas de qualquer nação

Que o revertério seja revertido em sabedoria
Que caiam as tradições e ilumine-se a mente
Das pessoas comuns, gente como toda a gente
E então possamos ter de fato alguma alegria (será?).

ESTOU GRÁVIDA

De livros abortados
De leituras interrompidas
De contos inacabados
De remédios ingeridos
De poemas iniciados
De amores mal resolvidos
De palavras mal pronunciadas
De versos não construídos
De rascunhos rasgados
De noites mal dormidas
De crônicas não anunciadas
De acrósticos obstruídos –
Sinto-me enjoada, pesada,
Preciso parir.

V1 – velocidade máxima durante a decolagem, na qual um piloto ainda pode abortar a operação com segurança sem sair da pista.
É também a velocidade mínima que permite prosseguir em segurança para a decolagem, mesmo que ocorra uma falha crítica entre V1 e V2; V2 é a velocidade de segurança para a decolagem.
Acima de V2 a decolagem não mais poderá ser abortada, a menos que haja razões para crer que a aeronave não irá manter-se no ar.
Já se perguntou em qual momento você se encontra agora na tomada das suas decisões mais importantes?
Ainda é possível abortar com segurança?
Ou será melhor seguir em frente e proceder aos ajustes necessários?

⁠Os falsos moralistas cristãos,
são aqueles que se dizem cristãos e são a favor do aborto. Criticam a fornicação, criticam a imoralidade, criticam novelas, pornografia, roupas curtas, e tantas outras coisas, mas, sobre o aborto, concordam plenamente, não defendem a vida de um inocente! triste!
Cristãos hipócritas!!!

08/03/2021

Aborto

Se possuímos a liberdade de destruir a vida humana e negar-lhe a dignidade numa etapa, por que não em outras? Se, pelo contrário, a criança por nascer tem direitos pessoais ainda antes de ter nascido, e se estes direitos têm implicações públicas, então o ser humano tem o direito à proteção ainda quando não possa proteger a si mesmo.

Inserida por RafaelEstevan

A URGÊNCIA DA LUTA CONTRA O ABORTO

Urge que as pessoas se deem conta de que o aborto, enquanto assassinato de bebês, não pode constituir jamais um direito. Não há como surgir um direito baseado em um ato criminoso, senão o de proteção contra tal ato. Ato criminoso esse que, não importa sob quais pretensos motivos, será sempre um ato criminoso, e tanto mais imoral quanto mais reduza o valor da Vida a uma simples questão de conveniência pessoal das mulheres (já nascidas e não abortadas) ou de enganosos pretextos hipócritas evocando a Caridade.

(Em "Diga 'Não' ao Aborto; diga 'Sim' à Vida!": http://wp.me/pwUpj-1fE)

Inserida por Ebrael

Pálida Morte, o que a precede?

Profana e desleal, a morte é o aborto da vida. Um caminho poeirento e sinistro, a estrada do além. Entidade fantástica, jaze a mente insegura dos incautos. Há olhos argutos sob o funesto capuz, olhos que tudo veem. Seu sorriso no entanto, é sem vida, revela natureza vil. O instrumento curvo de ceifar, aniquilador de almas, concerne o mais terrível pesadelo. Sua fome é voraz, seu desejo; incalculável. A vida é a afirmação veraz de um sinistro presságio, e a profecia da morte é mal agouro, um nefário acidente. Ainda que bela e abastada de esplendor a vida têm seu propósito, está ligada a um desfecho ordinário, ou talvez, à súplica dolente. Lançada ao desatino, ao labor insano, ela está em cada esquina, ubíquo, sem descanso.

O que a precede? O sopro da vida!

Inserida por Paulo-Santana