Poemas Famosos sobre Voar

Cerca de 3348 poemas Famosos sobre Voar

Inexplicável

Quero mergulhar em seus lábios
E me afogar em seus beijos
Quero voar em teu olhar
E cair em seus braços
Quero correr ao seu encontro
E caminhar ao seu lado
Quero me perder em meus pensamentos
E me encontrar em seu corpo
Quero dormir em seu afago
E acordar em seus sonhos
Quero uma noite fria de luar
No calor de sua cama

Quero com esse poema explicar inexplicávelmente
Que estou morrendo de amor...
E vivo te amando.

Asas, como seria bom tê-las, assim então, poder voar o mais alto possível, alcançar os céus, essa imensa cortina azul celeste, cortina da casa de meu Pai.

Pegar impulso, e deixar o chão em questão de segundos, sentir a brisa do vento passar pelo rosto, e olhar para baixo, enquanto me distancio do solo; solo este já destruído, fragilizado por nossas próprias mãos, egoísmo mortal. Estou seguro, enquanto permanecer no alto, distante de tudo e todos que tentam me aprisionar, me corromper, me sufocar, me silenciar.

Asas, com você, voaria o mais alto que pudesse, para me envolver nessa imensidão do céu, pegar carona com as aves, tocar o arco-íris, e deixar o vento me guiar, como ondas do mar alto, que carrega o pequeno e humilde veleiro, sem direção certa, apenas entregue ao momento.

Eu, do alto posso respirar, além de sentir, eu posso ser a liberdade, posso esquecer que carrego cicatrizes tão profundas, que apenas um sorriso é incapaz de fazer com que eu às esqueça.

Foi momentâneo meu par de asas, mas lá do alto, eu pude me sentir renovado, pude sentir a vida, e mais perto de casa.

Amar sem medo de amar
Sentir sem medo de sofrer
Sorrir sem medo de chorar

Voar sem medo de cair
Sonhar sem medo de acordar
Abrir o coração sem medo errar

Acreditar sem medo de se enganar
Lutar sem medo de perder
Se perder sem medo de se encontrar

Dos meus sentimentos mais profundos
Entreguei-te um, sem medo de te amar
Então me ame sem medo de me amar...

Quem dera não fosse um avião, e sim um pássaro gigante nos céus a voar, com humanos nas costas, levando a brisa dos ventos em seus corpos.
Quem dera não fossem bombas no Afeganistão, e sim caixas de amor, carinho, paz e compreensão entre nossos irmãos do outro lado.
Quem dera, não fossem armas automáticas matando os nossos cidadãos do mundo, e sim tiros de compaixão e amor ao próximo e até ao inimigo.
Quem dera o mundo fosse um sonho e eu fosse feito de massinha.

Entendi que para ter sol, não é preciso não ter nuvens...
Que para voar, não é preciso ter asas...
Que para sonhar, não é preciso dormir...
Que para querer, não há limites...

Entendi que para cantar, não precisa ser afinado...
Que para saber, nem sempre precisa perguntar...
Que para ter fé, não é preciso explicar...
Que para chorar, não é preciso doer...

Entendi que para dizer, não basta falar...
Que para sentir, basta um coração...
Que para beijar, pode ser com os olhos...
Que sorrir, pode começar de uma lágrima...

Entendi que, contra toda lógica, o tempo pode parar...
Que para sempre, pode ser dois segundos ou menos...
Que para agir, pensar pode travar...
Que para viver, não é preciso ter tempo...

Entendi que estar não é o mesmo que ser...
Que para conquistar, às vezes só depende da espera...
Que derrubar, pode ser construindo...
Que para chegar, correr pode atrapalhar...

Entendi que não preciso entender tudo...
Que para ser feliz, não preciso de bons motivos...
Que para fazer calar, não é preciso ter razão...
Que ter medo, pode ser com muita coragem...

Entendi que paradoxo tem outro lado ou não...
Que para ser maluco, não precisa ser da cabeça...
Que para ganhar, pode ser perdendo...
Que cobrar, pode ser a forma de perder tudo...

Entendi que perdoar todo dia é o mínimo para ser perdoado também...
Que para ser eu mesmo, preciso me colocar no lugar do outro...
Que para fazer um amigo, não é preciso ser um outro eu...
Que persistir, é o jeito de encontrar o caminho...

Entendi que a distância é um conceito nada matemático...
Que para se estar longe, pode ser de mãos dadas...
Que para ficar perto, só é preciso imaginar...
Que para amar, não precisa de mais nada...

Agora que aliviei seu peso
podes voar sem medo
voar com o coração livre
voar completamente independente
voe, siga as correntes de ar quente
que podem te levar do ocidente ao oriente
e veras um mundo com um olhar novo
com outros pudores e novos amores
e quando decidires parar de voar
poderás pousar em qualquer lugar
e um novo ninho recomeçar
para alguém que a mereça se aconchegar

Amor Proibido

Viver um amor proibido
É ter asas e não poder voar
É ter seu corpo e não poder tocar
É ter sua boca e não poder beijar
É ter amor e não poder te dar
É ter o paraíso e não poder te levar
É ter um sonho e não poder sonhar
É morrer e estar vivo
É viver e não ter um objetivo.

►Peter Pan

Eu sou como Peter Pan
Não quero crescer, admito dele ser fã
Abrir os braços e voar no céu do amanhã
De tantas alegrias ser ímã
A Tinker Bell com o seu pó mágico
Se não fosse pelo pó, Pan teria um fim trágico
Veja, voar é fácil, tudo é básico
Me dê a mão, não te deixarei cair no chão
Prepare-se, vamos voar
Até o final do alto mar
Nos jardins das nuvens navegar
No céu iremos nos deitar
Seremos como crianças a brincar
Aproveitar as lindas estrelas que a Lua nos dá
Você também não quer crescer? Pois vem pra cá.

Quero resgatar os sorrisos da criançada
Venha, Tinker Bell, a magia será lançada
Espere e verá, a felicidade será alcançada
Logo poderei voar e ver a Lua realçada
Minha liberdade vejo na alvorada
A Lua já não mais irar me iluminar
E os raios do sol iram me acalmar
Sim, os sorrisos iremos tomar
E assim, iremos retornar
Ao nosso doce e aconchegante lar.

Sou apenas um garoto esperto
Porém, estou me sentindo incerto
Será que eu realmente devesse crescer
Da torre do relógio vejo esse céu aberto
Essa brisa que sinto, irá me rejuvenescer
Estranho, as horas do relógio não passam
Os ponteiros se expressam
Não querem envelhecer também
Caro relógio, faça o que te convém
Pense em seu próprio bem.

Eu sou como Peter Pan
Porém acordo e vejo que já é de manhã
Pois tudo foi um sonho, não creio
Devo acreditar que aquilo fora um devaneio
Gostaria de sair pela janela e voar
E minha alegria ressoar
Queria ser como Peter Pan e flutuar
E na Terra do Nunca, morar!

pássaros
não podem
voar
quando você
corta
uma das
suas asas.

você
não ficou
satisfeita
em cortar
apenas
uma das
minhas asas.

você tosou
as duas
bem perto
da raiz
para ter certeza
de que eu
n u n c a m a i s v o a s s e
para nenhum lugar
jamais
outra vez.

Vi um homem que tinha o poder de voar, fugir das prisões mais seguras, tinha também o poder de ler a mente das pessoas, este homem tinha um olhar fixo, compenetrado, segurava firme em suas mãos a liberdade ...

Este homem, lia um livro.

Kaab

Eu só queria ter
mais tempo
Para sentir a quietude
do vento
Para voar no vão do
meu pensamento
Para lembrar que ainda
tenho tempo
De sentir a vida pulsar em
cada momento .

Passarinhos
Soltos a voar dispostos
A achar um ninho
Nem que seja no peito um do outro

Divagações...

Quem me dera ser águia a voar através do sol, desconhecendo - das próprias asas - os limites... Ou notas musicais - em âncoras transformadas - eternizando fragmentos de um tempo intensamente vivido... Ou, então, mar de águas claras, de ondas valentes, de mistérios profundos a transmutar sentimentos do (a) poeta em poemas versados no ontem, hoje, sempre...

"Não basta dar asas aos sonhos, o essencial é fazê-los voar.
É ir com eles, pro alto, bem alto!
Para onde ninguém os destrua e você possa torná-los lindas realidades!"

"O céu de Ícaro tem mais poesia que o de Galileu "

Simples, Ícaro sonhava em voar até o sol com asas fabricadas por seu Pai, Dedalo. Galileu é considerado o pai da ciência moderna, logo procura para tudo explicação.

Ícaro usava a fé, e Galileu a razão.

Desapega menina, deixa livre
Deixa solto, deixa voar
Se for de ser teu vai voltar,
Se não voltar é um favor que te faz
Sonhe, mas não se iluda
Mantenha a calma, siga em paz

Sorria, mesmo que esteja chorando
Fale verdades brincando
Sonhe, mas viva
Viva sonhando

Sem esperas
Sem expectativas

Vai menina,e arrasa!
Ganha o mundo
Vai fundo
E deixa pra trás quem só te atrasa

Cantar, dançar, correr
Saltar, voar, brincar
Amar, comer e rezar
Outros sabores degustar
Porque a idade vem
Quero que ela atrase
Antes da morte chegar

ANJO DRAMÁTICO.

Caminhando, pensando, notei em um canto, um anjo chorando.
Não conseguia voar, nem sabia andar, só chorar… só chorar.
Estendi minha mão, ele disse "Não! Me deixe no chão".

Sentei ao seu lado, num gesto ousado, cantarolei meu passado.
_Eu também já chorei, uma asa quebrei, mas me levantei.
Sai do chão, anjo bom, não diga NÃO (segura minha mão)
Ele então segurou, levantou... as lagrimas enxugou!

Seguimos lado a lado, até achei engraçado, anjo dramático… comecei a gargalhar.
Nem tava ferido, só deprimido, que drama,
sempre soube andar!

Às vezes tudo o que queremos é sumir..
Voar, evaporar, ir pra bem longe daqui.
Às vezes a vida na terra é tão sofrida, que tentamos buscar vida em um outro lugar..

ELA

Em seu cordel de sonhos
Ela pendura su'alma vestida
de asas .

Pés alados ousa voar
ora menina
ora anjo
ora leoa
ora borboleta
ora lua
ora pássaro
ora mulher ...
Tem sede da vida amar !

Trás nos olhos
a vertigem bailando ventos in clarim
e o desfolhar d'uma nuvem
a respirar céus in carmesim .

No fundo
Ela sabe bem ao certo
por onde ir e
por onde deve pousar .