Frases Maria da Penha

Cerca de 77 frases Maria da Penha

Já deixei bons livros para trás e os perdi, já deixei pessoas que amei para atrás e também as perdi, mas o que mais me dói foi o de ter perdido os livros, eles não mudam de opinião sobre mim.

Maria da Penha Boina

Porque gostar de quem não gosta de mim, acho que não é o natural, cadê meu amor próprio, cadê meu eu.Fugiu quando o viu.

Maria da Penha Siqueira

Apatia

O tempo não tem tempo para olhar-me
é cruel, infiel, é covarde
é indiferente à história e ao passado
vai seguindo em frente, diligente

O tempo me abandona sem mais
não dá notícias
não manda abraços
não faz justiça

Quem sou eu para o tempo?
Um tanto faz.

Maria da Penha Boina

Taciturnidade

Zetalhões de poesias a disposição.
Quanta literatura
Livre para ler.
Tanta manifestação
De falsas virtudes.
Tenho saudade dos filmes mudos
Estes sim, diziam muito.

Maria da Penha Boina

Odisseia

Levantou
Alçou voo
Viu com encanto
Todos os recantos
As maravilhas dos campos
As luzes das metrópoles
Os índios, as florestas,
As acrópoles
Os oceanos.
Aterrissou.
Viu a guarda inimiga
O sangue e a falta de comida
A doença, a má sorte.

Maria da Penha Boina

Gosto disso
Mais que daquilo
Não sei por que gosto disso
Se não conheço a quilo.

Maria da Penha Boina

Nada

Adoro fazer nada. Quando nada faço sou indesejável. Nesse instante é o que faço, nada. O nada parece torna-se impuro. Como pode alguém não fazer nada? Eu posso. Acanho-me e ruborizo quando sou elogiada de malandra, folgada, não tenho apreço por elogios. Essa timidez ainda me mata.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Para sossegar uma fera basta alimentá-la.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Degrau a degrau

Eu nunca tive pressa,
nunca corri,
sempre andei
com os meus passos curtos e lentos,
e nessa minha constância
sempre consegui fincar a minha bandeira
no topo das mais altas
montanhas.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Toque

Um hangout ao alcance de um clique
Um contato na lista que os olhos não piscam
Uma vontade de falar que desequilibra
Um medo generalizado de dar o grito
E assim se sacrifica
Enche o raio do saco e
Desliga.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Vida perfeita

Penso no passado e me lembro o quanto fui feliz,
Hoje, no presente, que no futuro será o passado, sou feliz
Logo, no futuro lembrarei do passado o quanto fui feliz
Portanto, o quanto eu viver, viverei sempre feliz
Esse é o estado da arte de viver.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Não quero nada do quanto posso, mas quero tudo do quanto desejo.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Nunca me importei com os teus erros,
Eles são vãos;
Como poderia julgá-los
- Perante os meus?
Que tão vastos são...

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Valores

Algum motivo tens para chorares filho?
Sim mãe, matei o meu passarinho.
Mataste- o tu, covardemente
Por teres mirado o teu estilingue a ele.
Não mãe, não mirei no meu pequeno passarinho
O meu ponto de mira era o Pedrinho
Que se diz meu amigo
Mas roubou o meu passarinho.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

A minha liberdade

A minha liberdade?
Satisfazer:
Minhas necessidades
Meus desejos
Minhas escolhas
Minhas loucuras
Minhas vaidades
E dou preferência...
Que nunca me venerem
Pois, jamais irei reverenciar.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Indício

Escrevo poesias sinistras
Para muitos sem sentido
Declamadas em falsete
Desespera o celerado.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Útil

Não sofra se uma dia compreender
o quanto é manipulado e usado
Absorva como mérito
por ser um idiota útil
A maioria dos seres humanos são idiotas
e passam a suas vidas
sem nada prover.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Frio de Outono

Está uma tarde fria
sinto pelos pés
termômetro infalível
Já é hora para um longo banho quente
repudiar os edredons e cobertores
que abrigam a cama
esquecer o pijama de flanela
e sem lamentos
o corpo agasalhar
calçar as botas e luvas
e sair pra labuta.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Desgarrada

Observa como ela passa desatenta
sem pressa, sem lugar
vai, segue indo
É tudo lindo?
Já não vê
está sem rumo
não sente a vida
não tem destino.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina

Início do fim

Ah! Se você soubesse
se tivesse consciência
se entendesse
e não se fechasse à realidade
compreenderia que se abrisse a sua porta
encontraria a relva verde
veria a delicada flor orvalhada
exalando o puro perfume
no amanhecer do dia
do resto da sua vida.

Maria da Penha Boina
Inserida por MariadaPenhaBoina