Frases de Emilia Ferreira

Cerca de 20 frases de Emilia Ferreira

⁠Desse perfume parado no ar ressoa condensado minha própria essência, cujo a alma fortemente se compõe dessa grandeza, por me vê como sou, admirado ou enojado pode ficar, se não souber sentir dessa intensa e constância energia, pois assim, não me apreciaria.

Emília Ferreira

⁠A vida é uma constante luta pra benefício alheio

Emília Ferreira

⁠As vezes imagino se estou cá realmente, ou lá, ou ali, ou simplesmente de cama, dormindo, ou até em coma, fantasiando todo meu itinerário.

Emília Ferreira

⁠A solitude só é inconveniente para pessoas de vida interior insignificante.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

Mais incerto que vossa mente, é vosso coração.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

A verdadeira grandeza da vida é viver dignamente.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

Vivi isso praticamente a vida toda, destruí minha vida me isolando, sei que não pertenço a esse mundo conflituoso, mas consequentemente hoje sou essa casca.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠A filosofia desta vida é a arte do pesar e a solidão de sua magnitude companhia, a podridão do mundo me curou a cegueira, e tomei como princípio de vida, a solidão e o silencio é liberdade para minha alma ferida.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

Minha cabeça parece uma nuvem negra presa num vórtice de pessimismo e negação.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

Só quero adormecer e sentir a escuridão em mim, para que a dor dessipe, e eu possa me sentir integral ao infinito, me livrando de todas essas correntes, e pela primeira vez na vida, me sentir completa.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Quanto mais você se distanciar do mundo, mais o mundo se distancia de você.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Subjugue teu próprio espírito para assim dominar tua mente, para assim reprimir a matéria ínfima, nesta parcela conseguir alcançar a si mesma através de sua própria dimensão existencial, visando sua força e importância.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Uma vida Solitária e Angustiada, Cujo o mundo tirou seu brilho, escrevendo pra amenizar essa dor e vazio e assim suportar seu universo caótico e deglutir a seco essa humanidade completamente desalinhada.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠É quase ressonante sua alma debilitada, que revés sua vida, pormenor sua ossaria pútrida sob a terra traiçoeira do cemitério, diante de sua existência epíloga; acabada, e dizia sua lápide esquecida, aqui jaz sua expectação.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠A alegria pra um espírito é poder sentir que se está vivo sem um corpo, a consciência fala mais alto, e quando percebe a plenitude de um ser, essa acepção floresce, a força vital é um sopro, essa situação depende do psique e a disposição do espírito em abrir-se a sua real importância

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Vão-se os cérebros, e ficam-se as bundas. Aparência, vaidade e futilidades, o mundo involuindo a cada dia, impossível não se indignar, os que se sentem bem num mundo doente, é que está mal, a cegueira é o que alastrou o mundo, não querem abrir os olhos, os mesmos que vivem uma hipocrisia de viver.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

Existe dias que nós sentimos como pontos pequenos nessa imensidão do espaço, como pequenos grãos de areia acalorado pelo sol, somos tão passageiros quanto uma brisa, somos um bloco de gelo numa nevada, um monte avelhantada, somos a mata e o arvoredo, e a importância um vão, somos apenas parte de um nada e de um todo, e de muito.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Penso ser essa matéria escura presa num vazio cósmico, cujo desolada permaneço em inércia, como um borrão de existência, sufocada, e ir-me-ei por vias tão lúgubre, e espeça, precito espírito amargurado, tão poético seus dias e seu amanhecer caótico, nessa imensidão de nada, desdita tua própria vida, e por ela não vale a pena lamentar.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Tristeza incontida no peito, longa tempestade incontida num choro, quis me abrir e me revelou sombria, lamento pelos meus sentimentos, a noite me pertence, onde a luz do sol não entra, e o resto do mundo esquecia, me vendo presente em gélida agonia, maré de angústias, e fiz-me escuridão e luz.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira

⁠Cogitei hoje cedo ao acordar, a cerca dos meus lares mais privativos; complexos e profundos, reprofundei ainda mais, então tive a sensação de percorrer vários vestibulos cromados que refletiam-me como poeira, lembranças e clarões, então reuni em mim minha grandeza, pra não ruir e findar-me ao acaso, e cair no mesmo despenhadeiro do autodesprezo.

Emília Ferreira
Inserida por MEmiliaFerreira